Semana 13 de Julho a 18 de Julho de 2020

De 13 de julho de 2020 até 18 de julho de 2020

CCCNLS
CONSCER
CCMCH
CONSUNI
ACAD RE
CONSCRE
PROAE
PROPLAN
CCLECLS
PROPEPG
COSCRE
PROGESP
CONCUR
PROGRAD
ACAD CH
SUCL
PROAD
GR

CCCNLS

ATA Nº 4/CCCN -LS/UFFS/2020 DA 4ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO – 14/07/2020

Aos quatorze dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, às nove horas, no aplicativo de web conferência Cisco Webex, foi realizada a quarta reunião ordinária do Colegiado do Curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, concomitante com a quarta reunião ordinária do Colegiado do Curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências Naturais, Matemática e Ciências Agrárias, do Campus Laranjeiras do Sul da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pela Coordenadora dos Cursos, Professora Fernanda Marcon. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes membros: Joaquim Gonçalves da Costa, Josimeire Aparecida Leandrini, Ricardo Key Yamazaki, Felipe Mattos Monteiro e Lucimara Lemiechek. Justificaram a ausência os seguintes membros: Vivian Machado de Menezes, Wanderson Gonçalves Wanzeller, Priscila Ribeiro Ferreira, Everton Donizetti Kielt, Tiago Prestes e Marciane Maria Mendes. A Coordenadora informou a pauta que foi enviada junto com a convocação a qual foi aprovada pelos presentes 1. Informes: 1.1 PIBID e Residência Pedagógica: A professora Fernanda informou ao colegiado que o prazo de inscrições nos editais do PIBID e do Residência Pedagógica foram prorrogadas mais uma vez, mas que os discentes estão com dificuldades para se enquadrar nos critérios dos editais, principalmente a Residência Pedagógica, que até o momento não se tem ainda o número de discentes que estarão habilitados para participar, tendo em vista ser requisito estar nas fases finais do curso. Ainda é incerto a data de início das atividades, mas cogita-se em trabalhar com atividades remotas a partir do mês de agosto. 1.2 Atividades Extracurriculares: A Coordenadora informou que ainda está prevista a realização de mais duas atividades referente a série de palestras online denominada "Diálogos virtuais da Educação do Campo", que é promovido pela Comissão Atividades Extracurriculares do curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, no Campus Laranjeiras do Sul. O evento é direcionado a todos os interessados. Haverá certificação para todos os participantes que realizarem a inscrição em https://bityli.com/dhCEP e confirmarem a presença, no dia e horário da palestra, nos comentários do chat. A coordenadora ainda indicou que pretende vincular as referidas atividades a um projeto de extensão coordenado pela servidora Lucimara Lemiechek. Disse ainda que a intenção é de que essas atividades possam gerar certificados para serem validados como ACCs pelos estudantes. 2. Pauta: 2.1 Aprovação da ATA Nº 3/CCCN-LS/UFFS/2020: As atas foram encaminhadas com a convocação para apreciação prévia. Os presentes aprovaram a ATA Nº 3/CCCN-LS/UFFS/2020, com alteração na linha número 19, devendo o termo "inciado" ser substituído por "iniciado". 2.2 Estágios no período de suspensão do calendário: Considerando o período de pandemia e suspensão do calendário acadêmico, na data de 01 de julho de 2020, a PROGRAD/DRA e o Fórum das Coordenações, apresentou novas orientações acerca das atividades remoto/semipresencial, das quais se enquadram os estágios das licenciaturas. O Ofício Circular n. 7/2020-PROGRAD, dispões sobre dos Estágios nas licenciaturas: "A oferta de estágio está regulamentada no §8º do artigo 2º da Resolução nº 3/CONSUNI/2020 e, para ser oferecido, basta que seja aprovado no respectivo colegiado de curso e comunicado à Coordenação Acadêmica. A recente Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020, permite a substituição presencial por atividades em meios digitais na oferta de práticas profissionais ou estágios desde que obedecidas às Diretrizes Curriculares Nacionais, ficando vedada a substituição daqueles cursos que não estejam disciplinados pelo CNE. Assim, no caso dos estágios nas licenciaturas, cabe ao colegiado de curso analisar e decidir sobre o oferecimento de estágios nessa modalidade. Nesse caso, em atenção ao disposto no §4º da Portaria nº 544, deverá haver, em nível de colegiado, aprovação de “plano de trabalho específico”, que deverá ser apensado ao projeto pedagógico de curso. Neste caso, o plano de ensino do professor é condição suficiente e equivalente ao “plano de trabalho específico”, exigido pela Portaria nº 554/2020. Caso o colegiado de curso entenda que seja possível o oferecimento de estágio com o uso das TICs, deverá prever “Termo de Acordo/Anuência” do local do estágio (Redes e Sistemas Educacionais, Escolas, etc.) para que o mesmo ocorra nessa modalidade, a fim de permitir a inclusão e participação dos estagiários e os demais envolvidos no processo, de modo a atender o regulamento de estágio de cada curso de licenciatura". Apesar dessa confirmação acerca da viabilidade legal, os membros ainda possuem muitas dúvidas em decidir quais as práticas que poderiam ser implementadas nesse período, sem comprometer a parte pedagógica. Os membros concordam em aguardar a reunião do CONSUNI, definida para data de 03 de agosto de 2020, a fim de averiguar quais são as estimativas para retorno de retorno presencial das atividades. A partir disso, vislumbrando-se a permanência da situação pandêmica, os membros propõem marcar reunião com os coordenadores de estágio dos outros campi para averiguar as possibilidades de implementar ações operacionais relativas ao estágio, considerando as particularidades de cada curso. Os membros do colegiado aprovam o encaminhamento. 2.3 Curricularização da Extensão: O professor Joaquim Gonçalves da Costa, como membro da Comissão de Curricularização da Extensão do Campus Laranjeiras do Sul ressaltou que foi realizada a resposta das questões encaminhadas pelas coordenações de curso referente à curricularização da extensão, conforme o Ofício Nº 1 / 2020 - EXT - LS (10.17.08.07.01.05.17), Nº do Protocolo: 23205.007217/2020-00. Nos termos do anexo daquele documento "A Comissão em seus debates [neste primeiro momento] se pautou fundamentalmente nos fundamentos legais, princípios e diretrizes inscritos na Resolução CNE/CES nº 7, de 18 de dezembro de 2018, com vistas a opinar acerca das indagações, dúvidas e sugestões advindas das Coordenações de Curso. Levando em consideração a proposta ‘metodológica’ e de cronograma aprovada no Conselho de Campus, que neste primeiro momento, é fundamentalmente “levantar dúvidas e questões dos Cursos sobre a curricularização da extensão [...]” verificamos que algumas questões e dúvidas não serão possíveis de serem respondidas agora [em seu conteúdo fundamental], pois trazem elementos que dependem da aprovação da ‘Peça Normativa Institucional’ [ou a Norma Institucional Geral], que é a razão essencial deste processo de discussões e sínteses em andamento. De posse desse entendimento, consideramos que, tanto as questões, quanto às dúvidas que não podem ser respondidas agora pela ausência da normatização, por serem manifestadas, expressam potencialidades e/ou preocupações e necessidades percebidas nos Colegiados, frente à demanda de Curricularização da Extensão. Neste sentido, serão encaminhadas para a Comissão Geral como indicativo de que se possa levar em consideração essas preocupações [exceto nos casos em que haja impedimento por alguma norma jurídica] na construção da minuta de Resolução que será apreciada e aprovada [posteriormente] no Consuni, onde demarcará e definirá na instituição, os princípios, fundamentos e procedimentos que devem ser observados nas mudanças de PPCs, etc". O professor Joaquim Gonçalves da Costa como encaminhamento orienta para que o curso se atende as recomendações do anexo referente ao Ofício Nº 1 / 2020 - EXT - LS (pag. 18/19), especialmente ao item 4, seja ele: "A partir das discussões realizadas no âmbito dos NDEs, Colegiados, por este relatório e demais documentos indicados, bem como a partir do Conhecimento do PPC do Curso, que os NDEs e Colegiados possam elaborar sugestões de onde gostariam ou precisariam inserir a Curricularização da Extensão. As práticas extensionistas que estão sendo realizadas pelos cursos poderiam ser consideradas no processo de elaboração de atividades extensionistas curricularizáveis". Orienta ainda para que a coordenação encaminhe os referidos documentos para os membros do colegiado e NDE a fim de que todos tenham acesso e possam já ir pensando em sugestões. A professora Fernanda Marcon se comprometeu a encaminhar os referidos documentos, assim como agendar reunião do NDE no início do próximo semestre para continuar com as discussões. Os membros do colegiado aprovam o encaminhamento. 2.4 Remanejamento do orçamento do curso: A Coordenadora apresentou os valores disponíveis conforme relatório do campus. Os membros ao discutir questões relativas ao orçamento do curso, levando em consideração a suspensão do calendário acadêmico em virtude da pandemia, chegaram ao consenso de que estes valores não serão utilizados em sua plenitude naquelas atividades que estavam previamente estabelecidas. Também foi consenso de que, caso não utilize as verbas em suas, o curso disponibilizará aqueles recursos para outras demandas do campus. Foi consenso também em remanejar as referidas rubricas em apoio a discentes e docentes em eventos acadêmicos. O professor Joaquim Gonçalves da Costa questionou sobre a possibilidade em remanejar tais recursos em publicação de material acadêmico. A Coordenadora se comprometeu em fazer as devidas consultas, apresentar na próxima reunião do coleado a proposta do rateio daqueles valores para apoio discentes e docentes em eventos acadêmicos, averiguar se é possível utilizar em publicações e, caso ainda remanesça recursos, indicar qual seria o valor a ser destinado ao campus, após a aprovação do colegiado. Sendo onze horas e vinte minutos e não havendo mais assuntos a tratar, foi encerrada a sessão, da qual eu, Marcos Paulo Vedana, Assistente em Administração, lotada na Secretaria Geral de Cursos, lavrei a presente Ata que será enviada aos membros para aprovação e, aprovada, será assinada por mim e pela Coordenadora do curso que preside o Colegiado.

Marcos Paulo Vedana_________________________________________________

Fernanda Marcon____________________________________________________

Laranjeiras do Sul-PR, 14 de julho de 2020.

Fernanda Marcon

Presidente do Colegiado do Curso de Graduação em Licenciatura em Educação do Campo: Ciências da Natureza do Campus Laranjeiras do Sul

Documento Histórico

ATA Nº 4/CCCNLS/UFFS/2020

CONSCER

Convocação para a 1ª Sessão Extraordinária do Conselho de Campus de 2020 - 21/07/2020

O Presidente do Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim, Luís Fernando Santos Corrêa da Silva, no uso de suas atribuições, convoca os senhores conselheiros para a 1ª Sessão Extraordinária de 2020, que será realizada no dia 21 de julho de 2020, às 13h30min, por meio do sistema de conferência on-line Webex. A sala virtual poderá ser acessada por meio do seguinte link: https://uffs.webex.com/meet/secoc.er.

Erechim-RS, 14 de julho de 2020.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Convocação para a 2ª Sessão Extraordinária do Conselho de Campus de 2020 - 22/07/2020

O Presidente do Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim, Luís Fernando Santos Corrêa da Silva, no uso de suas atribuições, convoca os senhores conselheiros para a 2ª Sessão Extraordinária de 2020, que será realizada no dia 22 de julho de 2020, às 13h30min, por meio do sistema de conferência on-line Webex. A sala virtual poderá ser acessada por meio do seguinte link: https://uffs.webex.com/meet/secoc.er.

Erechim-RS, 16 de julho de 2020.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

CCMCH

Altera o Regulamento das Atividades Curriculares Complementares – Anexo III do PPC do Curso de Graduação em Matemática – Licenciatura, campus Chapecó.

A Coordenação do Curso de Graduação em Matemática – Licenciatura, campus Chapecó da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando as deliberações do colegiado do curso, resolve:

 

Art. 1º Alterar o Art. 3º Regulamento das Atividades Curriculares Complementares – constante no Anexo III do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Matemática – Licenciatura, campus Chapecó.

Parágrafo único: Fica inserido um novo Tipo de Atividade no Grupo I e no Grupo VI, conforme apresentado abaixo:

 

Grupo I. Participação em projetos

Limite do grupo: até 120 h

f) Outros

Até 50 horas por ano

 

Grupo VI, Outras atividades

Limite do grupo: até 120 h

e) Participação em teste de língua inglesa (TOEFL/ITP), nos termos da Portaria nº571/GR/UFFS/2014

Equivalente a 2 horas

 

Art. 2º Este Ato Deliberativo, sobrepõe o Ato Deliberativo 01/2020.

 

Art. 3º Esta decisão entra em vigor na data de sua publicação.


Coordenação do Curso de Matemática Licenciatura, Campus Chapecó, 13 de Julho de 2020.

 

 

Prof.ª Lucia Menoncini

Presidente do Colegiado do Curso

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Lucia Menoncini

Coordenadora do Curso de Graduação em Matemática do Campus Chapecó

CONSUNI

ATA DA 7ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DE 2020 DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Aos treze dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, às treze horas e trinta e nove minutos, através de teleconferência pela plataforma Cisco Webex Meetings, foi realizada a 7ª Sessão Extraordinária de 2020 do Conselho Universitário (CONSUNI), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pelo Vice-Reitor Gismael Francisco Perin. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes conselheiros: Jeferson Saccol Ferreira (Presidente da Câmara de Graduação e Assuntos Estudantis (CGAE)); Patrícia Romagnoli (Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC)) e Claunir Pavan (Presidente da Câmara de Administração, Planejamento e Gestão de Pessoas (CAPGP)). Diretores de Campi: Bruno München Wenzel (Campus Cerro Largo), Roberto Mauro Dall’Agnol (Campus Chapecó); Luis Fernando Santos Corrêa da Silva (Campus Erechim); Julio Cesar Stobbe (Campus Passo Fundo), Martinho Machado Junior (Campus Laranjeiras do Sul), Marcos Antônio Beal (Campus Realeza). Representantes Docentes: Demétrio Alves Paz (Campus Cerro Largo); Valdete Boni, Milton Kist, Willian Simões, Adriana Remião Luzardo, João Alfredo Braida (Campus Chapecó); Luiz Felipe Maia Brandão, Ulisses Pereira de Mello (Campus Erechim); Gustavo Henrique Fidelis dos Santos, Luciano Tormen e Luiz Carlos de Freitas (Campus Laranjeiras do Sul); Gustavo Olszanski Acrani e Alessandra Regina Müller Germani (Campus Passo Fundo); Gilza Maria de Souza Franco, Marcos Leandro Ohse (Campus Realeza). Representantes dos técnico-administrativos em educação: Adenise Clerici (Campus Cerro Largo); Dariane Carlesso (Campus Chapecó); Luana Angelica Alberti (Campus Erechim); Marcelo Zvir de Oliveira (Campus Passo Fundo); Ana Paula dos Santos (Reitoria). Representantes dos discentes: Maurício Zinn Klemann (Campus Chapecó); Vanessa Zoraski (Campus Erechim); Jackson Pagno Lunelli (Campus Passo Fundo); Representantes da Comunidade Regional: Jandir José Selzler (representante do estado de Santa Catarina). Participaram da sessão os seguintes conselheiros suplentes, no exercício da titularidade: Representante Docente Mario Sergio Wolski, Representante Docente Rosemar Ayres dos Santos, Representante Docente Alejandra Maria Rojas Covalski, Representante Docente Sergio Luiz Alves Junior, Representante Docente Jeronimo Sartori, Representante Docente Halferd Carlos Ribeiro Junior, Representante Docente Izabel Aparecida Soares, Representante Docente Gentil Ferreira Gonçalves, Representante docente Vicente Neves da Silva Ribeiro, Representante Técnico-Administrativo Roseana Tenutti Setti, Representante Técnico-Administrativo Franciele Karoline Lenschuko; Representante Discente Eduardo Schepke, Representante Discente Lucas Ferreira das Neves. Faltaram à sessão sem apresentar justificativa: o representante discente Renan Henrique da Silva, o representante da comunidade regional do PR João Costa de Oliveira e a representante do Estado do RS Eni Araújo Malgarin. Após confirmada a abertura da sessão e a conferência do quórum regimental, o presidente passou aos pontos de pauta da reunião, sendo o primeiro ponto de pauta a designação de relatoria relato integrado de dois mil e dezenove, em seguida a reavaliação da suspensão do calendário acadêmico, foi desmembrado em quatro pontos de pauta, sendo o segundo ponto de pauta, o plano geral para a solicitação de retorno das atividades presenciais, terceiro ponto, a solicitação de retorno para as atividades presenciais do Campus Passo Fundo, quarto ponto, a alteração da Resolução Nº 3/CONSUNI/UFFS art. segundo, inciso terceiro e o quinto ponto é a proposta de calendário para a Pós-Graduação. Desta forma, o presidente apresentou as justificativas dos pontos dois a cinco, remetendo a decisão da terceira sessão extraordinária de manter avaliações contínuas, para possível retorno das atividades. Para o primeiro ponto de pauta designação de relatoria do relato integrado de dois mil e dezenove, o presidente esclareceu que esta matéria deverá ser apresentada na sessão ordinária no mês de agosto, antes de ser entregue à CGU, sendo que já passou pela avaliação do Conselho Curador, solicitando se havia algum conselheiro interessado em relatar a matéria. A conselheira Dariane questionou se há algum levantamento de matérias designadas, incluindo as câmaras, dando uma alternativa para serem feitas indicações, o presidente respondeu que não há, mas sendo de fácil localização, porém, seria preferível que fosse auto-indicação. O conselheiro Martinho sugeriu que a relatoria fosse realizada por alguém na área de administração, contábeis ou ciências econômicas, por questões técnicas. Neste momento, como não houve interessados, o presidente informou que a designação de relatoria seria por meio de ofício, sendo aprovado pelo conselho por consenso. Avançado para o segundo item de pauta, Plano geral para a solicitação de retorno das atividades presenciais (RAP), o presidente apresentou um ofício explicando os quatro pontos de pauta, com adicionais de emendas, e duas minutas substitutivas, explicou o ponto de pauta citando reuniões anteriores no qual foi fomentado, em seguida, realizou a leitura do Oficio nº 121 GR 2020. Após a leitura, o presidente fez esclarecimentos acerca do documento e apresentou de forma sucinta a minuta de Resolução ao pleno do Consuni, após a leitura explicativa, mencionou a minuta substitutiva, elaborada por um conjunto de conselheiros sendo eles Willian Simões, Luiz Brandão e Gilza Franco. O conselheiro Willian Simões fez apresentação da minuta substitutiva que abrange as particularidades do retorno as aulas, explicou como foi elaborada, os estudos e análises feitos, o objetivo das diretrizes emergenciais, as consequências após a aprovação desta minuta, com as fases de preparação para a retomada das aulas. O conselheiro Luiz Freitas relatou sobre suas duas emendas, uma referente aos prazos de projetos de ensino, pesquisa e extensão em andamento, e a segunda emenda sobre os estudantes, na qual, este ano deve ser suspenso academicamente, e questionou ao presidente se nesta sessão o conselho decidiria a respeito da continuidade da suspensão do calendário acadêmico. O presidente informou que o calendário será uma consequência do que será decidido na reunião e que a princípio não haveria alteração da decisão pela suspensão. Na sequência o conselheiro Luis Fernando da Silva comentou acerca de sua emenda substitutiva ao artigo terceiro, explicou como foi elaborada, com o intuito de avançar o contato com os estudantes e as formas de como poderia ser feito, não somente presencial, mas também, remotamente, com deliberações a partir de cada Campi, e propôs um calendário unificado com o objetivo de garantir unidade institucional, com participação mais efetiva da reitoria, sendo que, as aquisições de equipamentos que já estão em andamento, de forma integrada avançariam na parte das compras, organização e troca de experiências, comentou também, não ter discordâncias em avaliar as minutas substitutivas encaminhadas, e disse entender que elas são mais completas, podendo avançar a partir dessas minutas, mas, pediu que as suas contribuições fossem encaminhadas e pudessem ser debatidas. Em seguida, o conselheiro Bruno Wenzel apresentou sua proposta de emenda, explicando como foi elaborada a partir de uma reunião que desmembrou várias discussões. O presidente salientou a necessidade de avançar no ponto de pauta. Em seguida, o conselheiro Claunir Pavan fez uma proposição de encaminhamento acerca da execução financeira, para fins de aquisição de materiais e insumos para viabilizar a volta das atividades, no que tange as minutas propôs uma comissão em que participem os diretores de Campus. Dando continuidade, o conselheiro Vicente ponderou acercas das duas propostas, sendo a proposta da Reitoria e a proposta substitutiva, propôs votação para acolher a proposta substitutiva sem prejuízo de destaques, a partir disso, se abriria um prazo para o envio de emendas, ponderou ainda, a respeito das prováveis datas para a sessão que daria continuidade na matéria. O conselheiro fez ainda, questionamento à Reitoria a respeito de um plano para aquisição de equipamentos, realização da atualização da execução orçamentária e por fim, questionou ainda, considerando as aprovações do conselho em abril, o que teria sido feito pela Reitoria até o momento. Ressaltou ainda, que a atual Reitoria insistiu em assumir, mesmo com toda a comunidade acadêmica sendo contrária, e afirmou que o professor Anderson Ribeiro seria inúmeras vezes melhor, finalizou solicitando resposta acerca do que foi feito, bem como, referente às suas propostas. O presidente pediu ao conselheiro esclarecimentos acerca das propostas. O conselheiro Vicente ponderou acerca da proposta de calendário, as próximas datas de reuniões, e finalizando questionou a reitoria acerca da minuta proposta, da resolução número três aprovada anteriormente, e o que foi feito para a ampliação do ensino remoto e se concordam com as propostas. Na sequência, o presidente salientou ao conselheiro que a parte final da sua fala anterior não teria sido de bom tom para o conselho, e que responderia aos questionamentos logo após garantir a fala dos inscritos. Em seguida, o presidente respondeu à questão do conselheiro Vicente, os objetivos da minuta e da reitoria, salientou o trabalho na elaboração da minuta, realizado por várias pessoas que trabalharam com bastante zelo, e comentou a respeito do tratamento às pessoas, baseado na urbanidade, ressaltando que não se deve promover manifestações de apreço ou desapreço, sendo este o tom a que se referia. Finalizou, sugerindo uma comissão relatora para estudar as três propostas encaminhadas e as emendas e realizar apresentação em uma reunião extraordinária. O conselheiro Vicente ressaltou que sua fala foi no sentido de lembrar quem deveria ocupar essa cadeira, segundo a manifestação da comunidade universitária. Alertou para que o uso da urbanidade não seja no sentido de cercear as manifestações dos conselheiros. Ressaltou ainda, as datas para a próxima sessão, bem como a pauta da sessão a combinar, no dia três de agosto ou vinte e três de julho: - 1) Apreciação da nova versão da minuta e suas emendas - 2) Apreciação de proposta de adequação da execução orçamentária da UFFS, abrindo espaço orçamentária para ações durante a pandemia, nos termos já aprovados pelo Conselho quando da aprovação da proposta de execução orçamentária. O conselheiro Luiz Fernando, na sequência, fez uma proposta de encaminhamento acerca da aprovação de um desses documentos, e a criação de uma comissão para sistematizar a proposta, com condições de produzir uma minuta sem prejuízo de propostas divergentes, e finalizou propondo-se a colaborar na comissão. O conselheiro Marcos Beal propôs como encaminhamento a criação de uma comissão composta pelos diretores de campi. O conselheiro Claunir Pavan, fez esclarecimentos referentes ao questionamento do conselheiro Vicente, ponderou que visualizou um certo desmerecimento ao trabalho realizado pela comissão, salientou o trabalho que vem sendo realizado acerca de todas as medidas tomadas para viabilizar o trabalho de todos os servidores, finalizou solicitando a união de todos para dirigir a Universidade. O presidente retomou a fala, propondo a criação de uma comissão relatora e o que será relatado, quem estaria na comissão, documentos a serem analisados, propôs que o conselho acolha as três propostas (proposta da Reitoria, proposta do professor Bruno de CL e proposta dos conselheiros), e sugeriu que o conselho trabalhe em cima delas, e com as outras propostas também, e finalizando, salientou trabalhar a ideia de uma comissão com os diretores de campi, sendo esta uma comissão do conselho, comentou acerca da proposta do conselheiro Vicente e da emenda do conselheiro Luiz Freitas, sugeriu uma possível constituição de conselheiros para a comissão como um membro da reitoria, técnico-administrativo e um estudante. Após ser acolhida não terá prejuízo de emendas pelos conselheiros. O conselheiro Vicente fez esclarecimentos à questão da minuta substitutiva, do texto base, ressaltou a importância da votação das propostas, e solicitou ao conselho se seria possível acordar essa questão, para a série de outros debates futuros, questionou quais proponentes que estarão em férias, e retomou a proposta de calendário para a próxima reunião: Calendário - três de agosto, treze a vinte e dois de julho: primeira rodada de emendas, vinte e oito de julho: nova versão do substitutivo , vinte e nove a trinta e um de julho: prazo para apresentação de emendas à nova versão do substitutivo, três de agosto: sessão extraordinária Calendário - decisão no dia vinte e três de julho, treze a dezessete de julho: primeira rodada de emendas, vinte e um de julho: nova versão do substitutivo, vinte e dois de julho: prazo para apresentação de emendas à nova versão do substitutivo, vinte e três de julho: sessão extraordinária, e finalizou comentando a respeito de uma proposta de pauta para a próxima sessão, que seria: apreciação da nova minuta e suas emendas; uma proposta de adequação orçamentária da UFFS. O presidente concordou em trabalhar com o texto base, sendo a minuta substitutiva, comentou sobre o calendário para a próxima reunião, no dia três, dos prazos de final de mês, indicativos de retorno, mudanças de rubrica para aquisições, e propôs a composição da comissão sugerida. A conselheira Dariane salientou a importância da participação das direções de Campi e do compromisso que os diretores têm em assegurar a participação dos conselhos de cada Campus. Na sequência, o conselheiro Vicente repassou as datas de apresentações de emendas e da minuta substitutiva, com novo calendário: Calendário treze a vinte e dois de julho: primeira rodada de emendas, vinte e oito de julho: nova versão da minuta, vinte e nove a trinta e um de julho: prazo para apresentação de emendas à nova versão do substitutivo, três de agosto: sessão extraordinária, e esclareceu uma dúvida acerca de sua proposta sobre inclusão da pauta de ampliação da execução orçamentária, questionou a reitoria sobre a proposta de adequação do orçamento. O presidente em reposta concordou com o calendário proposto e ressaltou a importância de encaminhamento do ponto de pauta, neste momento, e questionou o conselho sobre a minuta substitutiva ser a minuta base, sem prejuízo das outras propostas participarem na construção. O conselheiro Bruno falou acerca de sua proposta que dialoga com o calendário proposto pelo conselheiro Vicente, e ressaltou a discussão da estrutura dos documentos, com um estudo inicial dos destes. Em seguida, o conselheiro Vicente reiterou a proposta do calendário, e questionou se o texto base será a minuta substitutiva, ressaltou a questão do trabalho da comissão ate o dia vinte e oito, com uma nova minuta e nova estrutura, e reiterou sua pergunta acerca da mudança orçamentária para a próxima reunião ordinária. O presidente questionou se havia consenso com o cronograma apresentado pelo conselheiro Vicente, perguntou acerca de aprovar uma minuta como texto base, ou acolher as três minutas propostas, e propôs uma votação. Na sequência, após esclarecimentos acerca do que seria votado, o presidente colocou em votação: Acolher a Proposta substitutiva como texto base: 1.Sim, 2.Não ou 3.Abstenção. Após concluída a votação e conferência dos votos foi declarado o resultado da seguinte forma, Proposta 1. Sim - trinta votos; Proposta 2. Não - nove votos e Proposta 3. Abstenções - zero votos. Desta forma, o presidente informou que a comissão trabalhará na minuta substitutiva como base e serão acolhidas as outras propostas para a construção. O presidente ponderou acerca da composição da comissão, sendo os diretores de Campi, um membro da reitoria, um TAE, um estudante e os três proponentes da minuta substitutiva, desta maneira, a conselheira Dariane manifestou interesse em participar como representante TAE, o conselheiro Mauricio como membro discente, o conselheiro Claunir como membro da reitoria, desta forma a comissão ficou formada com, os três proponentes da minuta substitutiva sendo eles os conselheiros: Gilza presidente da comissão, Willian e Luiz, membro da reitoria Claunir Pavan, os diretores de Campi Bruno, Julio, Luis Fernando, Martinho, Beal e Roberto, membro TAE Dariane e membro discente Mauricio. Na sequência, o presidente repassou as informações da comissão, o prazo de apresentações, e em seguida, o conselheiro Vicente ponderou acerca de sua proposta sobre as datas limites das emendas e reiterou o seu questionamento a reitoria quanto à proposição da pauta. O presidente respondeu ao questionamento e passou para o ponto três da pauta: a Solicitação de retorno para as atividades presenciais do Campus Passo Fundo. O conselheiro Julio Stobbe fez a apresentação da proposta, esclarecendo como foi discutida com o corpo acadêmico do Campus, como foi iniciada a solicitação, quanto ao respeito às regras regimentais, a importância do Campus para a cidade de Passo Fundo, desta maneira, dando continuidade, o conselheiro Leandro Tuzzin, esclareceu as análises junto aos discentes, os diálogos com a saúde populacional que o Campus realizou, narrou acerca das análises técnicas feitas no Campus, a respeito da biossegurança e da acessibilidade dos estudantes, informou acerca de prováveis datas de retorno das aulas. O presidente manifestou apoio à solicitação, e ressaltou informações sobre o Campus Passo Fundo. Na sequência, seguiram-se alguns questionamentos acerca da solicitação do Campus Passo Fundo. O conselheiro Leandro Tuzzin em reposta aos questionamentos, esclareceu que a solicitação é a volta das aulas presenciais, já que o curso em questão é um conjunto de aulas teórico-práticas, e as disciplinas de cunho teórico serão feitas remotamente. Narrou sobre as atividades presenciais e a importância da aprovação pelo conselho do retorno às aulas. O presidente solicitou a prorrogação da sessão por mais meia hora, visto que, estava terminando o tempo regimental de quatro horas da sessão, sendo aprovada por consenso. O conselheiro Vicente reitera sua dúvida acerca das aulas práticas terem sido autorizadas a partir de junho, e propôs a partir de seu entendimento, que esta demanda seja uma demanda da área da saúde, fazer um adendo na Resolução número três do Consuni de dois mil e vinte, para que os estados dos quais foram autorizadas atividades práticas, fossem autorizados do retorno das aulas práticas para que os cursos da área da saúde retomem as aulas práticas, e pediu a elaboração de uma emenda nesta resolução a fim de dialogar com o Campus de Chapecó até a próxima sessão ordinária para que possam conversar com os cursos de enfermagem e de medicina, sugerindo como anexo o protocolo de segurança, e a aprovação desta proposta em regime de urgência. O presidente ressaltou o ponto de pauta e solicitou permanecerem no sentido de encaminhamento. Após alguns questionamentos e considerações dos conselheiros, o conselheiro Leandro solicitou que o conselho levasse em consideração a excepcionalidade deste momento, da importância do encaminhamento e as complexidades das situações diferentes em cada curso de Campus mesmo sendo da mesma área, de certas facilidades que possuem no Campus, as quais permitiram a apresentação desta proposta, discorreu acerca da humanização profissional do curso, sobre os técnicos-administrativos, e a importância da autorização do calendário, finalizou salientando que as realidades de cada Campi são diferentes e apelou ao conselho pela autorização da proposta do Campus Passo Fundo. O presidente esclareceu a respeito do calendário de retorno no dia três de agosto sugerido pelo Campus Passo Fundo, e realizou a leitura da proposta encaminhada no chat pelo conselheiro Bruno: Art. 1º Autorizar, em caráter excepcional e de maneira precária, até o estabelecimento de Regulamentação de retomada do Calendário Acadêmico 2020 pelo Conselho Universitário, atividades dos Projetos Pedagógicos dos Cursos da Área da Saúde, desde que atendidas as seguintes condicionantes: I – A realização de atividades presenciais relacionadas ao desenvolvimento da carga horária de aulas práticas de Cursos da Área da Saúde que exigem ambientes especializados nas Unidades da UFFS. II – O desenvolvimento de atividades relacionadas ao desenvolvimento da carga horária de aulas teóricas desde que façam uso de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação (TICs) ou outros meios, em substituição à necessidade de presencialidade. Parágrafo único. A autorização dada pelo caput deverá observar os elementos apontados no Anexo I. Na sequência, o conselheiro Vicente encaminhou uma questão de ordem, a respeito da matéria necessitar de relatoria, se comprometeu a fazer em regime de urgência a sua proposta anterior mencionada. O conselheiro Leandro fez um esclarecimento sobre a questão de ordem ter sido requerida neste momento, não apropriado, ressaltou a possibilidade de deliberação do ponto de pauta, aceitando ou rejeitando. O conselheiro Vicente, por sua vez, questionou sobre o dispositivo regimental no qual a questão de ordem deve ser colocada no início da sessão. O conselheiro Leandro respondeu dizendo que no início da reunião é quando se designa relatores para as matérias. Seguiram-se ainda, algumas discussões a respeito, porém, o presidente informou que colocaria a matéria em votação, levando em consideração o avançado da hora e o consequente término do tempo regimental. O conselheiro Martinho comentou sobre o diretor do Campus Passo Fundo ter se infectado com COVID-19, e a defesa feita por ele, o protocolo de segurança ter sido feito a longo tempo, não vendo problema na votação, e a proposta estar em consonância com os pressupostos do SUS, comentou ainda, sobre o compromisso do curso de medicina com a saúde pública e considerou que os votos contrários estariam em oposição ao pressuposto do curso de medicina. Desta maneira o presidente declarou o regime de votação, Autorização do Retorno das Atividades Presenciais do Campus Passo Fundo, com as seguintes opções: 1 – Sim; 2 – Não; e 3 – Abstenções. Após a conferência dos votos, foi declarado o resultado da seguinte forma, 1. Sim – vinte e cinco votos, 2. Não - quatro votos e 3. Abstenções - sete votos. Em seguida o conselheiro João Alfredo Braida relembrou que o Campus Passo Fundo terá que se adequar às diretrizes institucionais, as quais ainda serão definidas. O presidente respondeu em concordância com a colocação do conselheiro, afirmando que o Campus PF está ciente, e desta forma, em virtude das quatro horas e meia regimentais alcançadas, foi declarada encerrada a sessão. Sendo dezoito horas e onze minutos e não havendo mais assuntos a tratar, foi encerrada a sessão, da qual eu, Mirian Lovis de Souza, secretária dos Órgãos Colegiados, lavrei a presente ata que, aprovada, será assinada pelo presidente e por mim.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Documento Histórico

ATA Nº 11/CONSUNI/UFFS/2020

ATA DA 6ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 2020 DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

Aos dezesseis dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, às treze horas e trinta e quatro minutos, através de teleconferência pela plataforma Cisco WebEx, foi realizada a 6ª Sessão Ordinária de 2020 do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pelo Vice-Reitor Gismael Francisco Perin. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes conselheiros: Claunir Pavan (Presidente da Câmara de Administração, Planejamento e Gestão de Pessoas (CAPGP)), Jeferson Saccol Ferreira (Presidente da Câmara de Graduação e Assuntos Estudantis (CGAE)) e Patrícia Romagnoli (Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC)). Diretores de Campi: Marcos Antônio Beal (Campus Realeza), Bruno München Wenzel (Campus Cerro Largo), Martinho Machado Junior (Campus Laranjeiras do Sul), Luís Fernando Santos Corrêa da Silva (Campus Erechim) e Roberto Mauro Dall'Agnol (Diretor do Campus Chapecó). Representantes Docentes: Demétrio Alves Paz e Renan Costa Beber Vieira (Campus Cerro Largo); Adriana Remião Luzardo, Milton Kist e João Alfredo Braida (Campus Chapecó); Ulisses Pereira de Mello e Luiz Felipe Leão Maia Brandão (Campus Erechim); Luiz Carlos de Freitas e Luciano Tormen (Campus Laranjeiras do Sul); Alessandra Regina Müller Germano (Campus Passo Fundo); Gilza Maria de Souza Franco, Marcos Leandro Ohse (Campus Realeza). Representantes dos técnico-administrativos em educação:) Adenise Clerici (Campus Cerro Largo), Eloir Faria de Paula (Campus Laranjeiras do Sul), Luana Angélica Alberti (Campus Erechim) Marcelo Zvir de Oliveira (Campus Passo Fundo), Dariane Carlesso (Campus Chapecó). Representantes dos discentes: Maurício Zinn Klemann (Campus Chapecó), Vanessa Regina Trentin Zoraski (Campus Erechim), Jackson Pagno Lunelli (Campus Passo Fundo), Felipe Eduardo Krein (Campus Cerro Largo). Participaram da sessão os seguintes conselheiros suplentes, no exercício da titularidade: representante docente Rosemar Ayres dos Santos, representante docente Rosane Rossato Binotto, representante docente Vicente Neves da Silva Ribeiro, representante docente Sergio Luiz Alves Junior, representante docente Jeronimo Sartori, representante docente Halfred Carlos Ribeiro Junior, representante docente Gentil Ferreira Gonçalves, representante docente Jossimara Polettini, representante docente Izabel Aparecida Soares, representante TAE Roseana Tenutti Setti, representante TAE Ana Paula dos Santos, representante discente Lucas Ferreira das Neves, representante discente Pietra Picolo Antunes. Faltaram à sessão sem apresentar justificativa: O Diretor do Campus Passo Fundo Julio Cesar Stobbe, o representante discente Renan Henrique da Silva, o representante da comunidade regional de SC Jandir Jose Selzler e representante da comunidade regional do RS Eni Araújo Malgarin. Da Comunidade Regional participaram os seguintes conselheiros: João Costa de Oliveira (representante da comunidade regional do Estado do PR). Após realizada a abertura da sessão e conferência do quórum regimental, passou-se ao expediente, que teria como primeiro ponto a apreciação de três atas, porém tendo em vista a mudança da secretaria da SECOC, em virtude de férias, as atas estavam em fase final de elaboração, de modo que, serão apreciadas, na próxima sessão ordinária, a realizar-se em agosto. Na sequência, durante as comunicações da mesa, o presidente relatou a respeito do encaminhamento da PROPLAN, de um documento que trata sobre o monitoramento das ações para conhecimento dos conselheiros. Também comentou a respeito da nota enviada pela Procuradoria Federal à SECOC, em que solicita, entre outras questões, o posicionamento deste conselho sobre o seguinte: “tendo em conta que o órgão colegiado superior não enfrentou durante a sessão extraordinária os argumentos contidos no parecer técnico que fundamentou o veto do reitor, oportunizar para, caso entendam os seus membros e assim deliberem, seja complementado o ato decisório com imprescindível motivação, ora inexistente, de modo a afastar possível alegação de nulidade”. Falou também, que na mesma nota técnica há outras questões a serem tratadas. Informou que, desta forma, possivelmente, será colocado como ponto de pauta para a próxima sessão ordinária, a possibilidade de deliberação deste conselho sobre o encaminhamento ou não à Procuradoria Federal, desta solicitação. O conselheiro Claunir Pavan, presidente da Câmara de Administração, Planejamento e Gestão de Pessoas (CAPGP), relatou a respeito do Processo 23.205.004886/2020-11, que tratava da solicitação de revogação da Resolução nº 06/2014, alterada pela Resolução nº 06/2016, solicitação essa que foi aprovada. O conselheiro Jeferson Saccol Ferreira, presidente da Câmara de Graduação e Assuntos Estudantis (CGAE) relatou em relação às matérias deliberadas, referindo-se à designação de relatoria relativa ao Processo 23.205.006753/2020-80, que foi aprovada. A segunda matéria da CGAE, referia-se ao Processo 23.205.005486/2020-23, que tratava do Ofício 01/2020 do CONSUNI, matéria essa que também obteve aprovação. A conselheira Patrícia Romagnoli, presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) fez o relato da CPPGEC, referente à primeira matéria, o Processo 23.205.005345/2020-19, que tratava do pedido de alteração da Resolução conjunta nº 01/2015 CONSUNI, alterada pela Resolução conjunta nº 01/2018 CONSUNI, que por sua vez foi alterada pela Resolução conjunta nº 01/2019 CONSUNI, com pedido de vistas por parte do conselheiro Vicente Neves da Silva Ribeiro. A segunda matéria, tratava do Processo 23.205.006308/2020-10, que resultou na publicação da Resolução nº 09/2020 do CONSUNI. Findados os relatos das câmaras temáticas, o presidente passou a palavra às comunicações dos conselheiros. O conselheiro Vicente Neves da Silva Ribeiro, convidou a todos para a Semana Acadêmica do Curso de História, do Campus Chapecó, a iniciar-se no dia vinte de julho. O conselheiro Luís Fernando da Silva, realizou um comunicado ao Conselho a respeito das ações realizadas por um grupo de professores do Campus Erechim, em parceria a Prefeitura Municipal no combate à COVID-19. O conselheiro Luís de Freitas por sua vez, comunicou a todos a respeito do lançamento de um livro, vinculado ao Grupo de Pesquisa "Questão Agrária, Juventude Rural, Trabalho, Cultura e Educação Camponesa. Em seguida, o presidente fez um esclarecimento à conselheira Dariane Carlesso a respeito da comunicação anterior da mesa. Não havendo mais comunicações por parte dos conselheiros, o presidente passou em seguida para a ordem do dia. Realizando a leitura dos sete pontos de pauta: 2.1 Indicação de Ouvidor para análise e aprovação do Consuni – Análise do Parecer produzido pelo conselheiro Vicente Ribeiro, com base no pedido de vista apresentado. 2.2. Processo n° 23205.004017/2018-72: Proposição de alteração da Resolução nº 4/CONSUNI/2013 - Continuidade da discussão do parecer do relator Milton Kist. Parecer n° 3/CONSUNI /UFFS/2020, iniciada na 6ª sessão extraordinária de 03/07/2020. 2.3 Processo n° 23205.001086/2020-49: Dias Não Letivos (conforme previsão no Calendário Acadêmico da UFFS) e possibilidade de Compensação de Trabalho - Análise de veto; - Art. 17, inciso XVII, do Estatuto da UFFS; - Art. 82. Regimento Interno do Consuni. 2.4 Processo nº 23205.001580/2019-70: Análise da proposição de minuta do novo Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) - Análise do parecer do relator Bruno Wenzel. Parecer nº 21-CONSUNI-UFFS-2019. 2.5 Processo nº 23205.004478/2017-64: Celebração de Cooperação Técnica com a Prefeitura Municipal de Candói – PR - Análise do parecer do relator Luiz Felipe Leão Maia Brandão. Parecer n° 06-CONSUNI-UFFS-2020. 2.6 Processo nº 23205.002710/2019-91: Alteração de regime de trabalho de docente - DANIELA AUGUSTIN SILVEIRA - Análise do parecer do relator Éverton de Moraes Kozenieski. Parecer n° 04-CONSUNI/UFFS-2020. 2.7 Processo n° 23205.004432-2020-41 Propõe alteração da Resolução nº 12-2013-CONSUNI-CA - Análise do Parecer do relator Demétrio Alves Paz. O presidente solicitou que fosse feita a retirada do item 2.1, que tratava do pedido de vistas do conselheiro Vicente Ribeiro em relação à ouvidoria, uma vez que, por solicitação do conselheiro, alegando que não conseguiu apresentar a tempo o documento, este pediu a retirada, tendo a concordância pelo Conselho. O conselheiro Vicente questionou o presidente a respeito do prazo de entrega de seu pedido, tendo em vista que ele findava em um sábado, e se dessa forma, ele poderia ser entregue ainda na segunda-feira subsequente, neste sentido, o presidente confirmou. Em seguida, o presidente informou o Conselho a respeito da solicitação recebida pela presidência, da parte do Conselheiro Vicente, pela solicitação de inclusão de item de pauta em regime de urgência à Presidência do CONSUNI e à Secretaria dos Órgãos Colegiados. “Nos termos do §3º do art. 38 do Regimento Interno do CONSUNI, solicito a inclusão de item de pauta em regime de urgência na Sessão Ordinária do Pleno do CONSUNI de dezesseis de julho de dois mil e vinte: - Proposta de alteração da Resolução nº 3/CONSUNI/UFFS/2020 visando autorizar a realização de atividades práticas presenciais nas fases finais dos cursos da área da saúde da UFFS durante o período da pandemia. Minuta de Resolução: Art. 1º Alterar o artigo 4º da Resolução Nº 3/CONSUNI/UFFS/2020, inserindo o inciso VII e os parágrafos 3º e 4º: “Art. 4º Poderão ser desenvolvidas as seguintes atividades, observadas as recomendações e determinações institucionais, municipais, estaduais e federais referentes à prevenção de transmissão e o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do surto epidêmico do novo Coronavírus: (…) VII - Realização de atividades práticas presenciais de componentes curriculares de estágio curricular supervisionado e internato dos cursos da área da saúde da UFFS, mediante a autorização do colegiado de curso e o cumprimento do conjunto dos requisitos estabelecidos no art. 2o.” (…) § 3º Caberá à Universidade garantir as condições pedagógicas e sanitárias para que os estudantes e professores desenvolvem as atividades mencionadas no inciso VII, garantindo o pagamento de insalubridade para os professores, o seguro pra estudantes e professores e o fornecimento de EPIs adequados. § 4º A Reitoria terá 10 dias para apresentar, para apreciação do Consuni e ouvidos os cursos envolvidos, a atualização da execução orçamentária para os gastos necessários ao desenvolvimento das atividades previstas no inciso VII”. Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Justificativa: A partir de junho de 2020 passaram a estar permitidas atividades de caráter presencial, especialmente as atividades práticas, nas instituições de educação superior dos estados de inserção da UFFS. Considerando a contribuição dos estudantes da área de saúde para a rede básica, propomos alterar a Resolução nº 3 CONSUNI/UFFS/2020 visando autorizar a realização de atividades práticas presenciais nas fases finais dos cursos da área da saúde da UFFS durante o período da pandemia, envolvendo assim os estudantes que poderão dar uma contribuição mais efetiva no atendimento à população”. Realizada a leitura da solicitação e da justificativa do conselheiro, o presidente não acolheu a proposta, justificou sua decisão baseado que isto estaria sendo construído pela comissão criada na sessão passada, que o conselheiro retirasse seu item. O conselheiro Vicente acolheu a solicitação, reconhecendo que o item fosse encaminhado à comissão para avaliação. O conselheiro Bruno solicitou então esclarecimento a presidência a respeito de um texto produzido por ele em sessão extraordinária anterior, que abrangia a retomada das atividades práticas as fases finais de todos os cursos da área de saúde, tendo em seguida o presidente prestado os esclarecimentos a respeito. A conselheira Adriana Remião Luzardo comentou a respeito do item levantado anteriormente, a respeito dos cursos da área da saúde, agradeceu a preocupação e ressaltou que concordava na não necessidade da publicação de uma nova resolução a respeito, e informou o Conselho a respeito da Semana Acadêmica do Curso de Enfermagem. O presidente solicitou se havia aprovação do Conselho em relação a ordem do dia a partir do item 2.2 portanto, sendo atendido pelos conselheiros. O conselheiro Luís Felipe Leão Maia Brandão, comunicou que o conselheiro suplente Everton de Moraes Kozenieski, que encontra-se em férias e sua titular encontra-se de licença maternidade, não teria condições de acompanhar a discussão do item de pauta 2.6 e fazer seu relato, de forma que o conselheiro questionou se esse item seria retirado da pauta ou ele poderia fazer a leitura do parecer, tendo a presidência concordado com a segunda opção, mantendo assim, o item 2.6 na ordem do dia. O presidente passou ao ponto 2.2. Processo n° 23205.004017/2018-72: Proposição de alteração da Resolução nº 4/CONSUNI/2013, ponto iniciado na sessão anterior. O conselheiro Milton Kist ressaltou as discussões já iniciadas anteriormente, e sugeriu que fossem discutidas emendas ou destaques, principalmente no artigo dezesseis, que referia-se sobretudo ao vínculo dos TAEs com as fundações de apoio; tendo em seguida, a conselheira Dariane Carlesso e o conselheiro Claunir Pavan, apresentado suas propostas de redação para o artigo mencionado. O conselheiro Milton Kist, disse ser favorável à proposta da conselheira Dariane e solicitou esclarecimentos ao conselheiro Claunir Pavan a respeito da sua proposta. Neste sentido, o conselheiro Pavan apontou a necessidade da inclusão do acordo da chefia, sugerindo-a à proposta da conselheira Dariane. O conselheiro Milton apontou que o limitador de horas já estava previsto em outro momento da resolução e, após inclusão da redação da proposta acordada, seguiu para outro artigo da resolução, esclarecendo também que havia sido realizada uma correção na numeração dos artigos. Sendo assim, o presidente solicitou que o relator encaminhasse a peça com as alterações para à SECOC e solicitou a aprovação da alteração da resolução. Porém, o conselheiro Claunir Pavan ponderou a retirada do artigo vinte e quatro, tendo o relator acatado sua solicitação. O conselheiro Eloir Faria de Paula, solicitou ao relator da matéria, um esclarecimento referente a terminologia de "novos projetos" por "novas seleções", tendo em vista que um mesmo projeto poderia possuir mais de uma seleção durante sua execução. Neste sentido, a presidência e o relator esclareceram a questão. O conselheiro Milton solicitou que, após a SECOC compilar a peça, retornasse o documento para sua avaliação, para posteriormente ser publicada. Sendo assim, a presidência questionou a todos se havia consenso pela aprovação da alteração da Resolução n° 04/2013 CONSUNI, sendo ratificado pelo Conselho. Dando continuidade, a presidência passou ao item 2.3 Processo n° 23205.001086/2020-49: Dias Não Letivos (conforme previsão no Calendário Acadêmico da UFFS) e possibilidade de Compensação de Trabalho. O presidente fez um breve histórico a respeito do item, e leu o parecer da Procuradoria Federal, que fundamentava o veto do reitor. Em seguida, o conselheiro Jonas Goldoni apresentou a questão dos dias não letivos, explicando que os problemas continuariam caso o veto permanecesse, tendo o conselheiro Claunir Pavan em seguida, afirmado que não haviam condições atuais que permitissem a aprovação da compensação de trabalho por dias não letivos. Desta forma, entrou-se em regime de votação, com a seguinte proposição: "De acordo com a manutenção do veto n° 01/2020". A votação foi aberta, tendo como opções: A- Sim B- Não e C- Abstenção. O presidente lembrou que para aprovação da matéria, seria necessária maioria absoluta, referindo-se a vinte e oito votos, portanto. Realizada a votação, a opção A recebeu dez votos, a opção B recebeu cinco votos, e a opção C registrou vinte e um votos. Dessa forma, portanto, houve a aprovação do veto. Seguindo a ordem do dia, passou-se para o item 2.4 Processo nº 23205.001580/2019-70: Análise da proposição de minuta do novo Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA), com análise do parecer do conselheiro Bruno Wenzel, que referia-se ao Processo 23.205.001580/2019-70. A presidência passou a palavra para que o relator fizesse a defesa do seu parecer. Realizada a leitura do mesmo, o relator manifestou seu voto favorável, conforme a minuta substitutiva também apresentada. Em seguida, o conselheiro Luís Fernando da Silva ressaltou a importância da CPA, sendo corroborado pelo relator, conselheiro Bruno, que também ressaltou a importância da CPA no que refere-se aos avanços na avaliação da gestão. A presidência então, realizou colocações acerca da CPA, e solicitou se havia consenso pela acolhida do parecer, sem prejuízo de emendas, sendo que, foi aprovado por consenso. O relator então, apontou alguns pontos que seriam mais nevrálgicos ao Conselho, e o conselheiro Jeferson Saccol sugeriu que houvesse para a composição da CPA, um egresso por campus, porém, o conselheiro Bruno, comentou que essa composição seria adequada aos NACs, e não a CPA em si. O conselheiro João Costa de Oliveira questionou a respeito de representações da comunidade externa para a composição da CPA e o conselheiro Vicente Ribeiro, em relação a indicação dos membros, sugerindo que fossem feitas assembleias para essa escolha. A presidência em seguida realizou alguns esclarecimentos, falando da dificuldade da composição de membros na CPA. O conselheiro Luis Fernando, também lembrou que comumente não há muitas pessoas interessadas em participar das comissões, de modo que a indicação por parte do diretor seria uma boa alternativa. O conselheiro Roberto Dall’Agnol falou a respeito da agilidade necessária na escolha dos membros, sendo que, o conselheiro João Costa de Oliveira, comentou a respeito dos desafios do envolvimento da comunidade externa nesses espaços, defendeu a interação nos espaços institucionais. Em seguida, o conselheiro Marcos Beal abordou a importância que a comissão deve possuir, ao fundamentar e fornecer os dados avaliativos à gestão, para que a mesma faça seu planejamento e, em virtude disso, apresentou uma proposta de artigo, abordando outro ponto também, sobre a importância da secretaria para a construção desses dados. O conselheiro Bruno Wenzel apresentou então, as modificações na redação de acordo com as sugestões anteriores, chegando a um consenso com o conselheiro Jeferson Saccol e a conselheira Gilza Maria de Souza, pela inclusão de um quarto inciso, que tratasse especificamente dos egressos, desmembrando-os da comunidade regional e dos discentes, tendo em vista essa possível transição de categoria. Atendendo às sugestões do conselheiro João Costa de Oliveira, o relator acrescentou o prazo de quarenta e cinco dias para indicação de representante da comunidade regional, e tendo em vista a sugestão do conselheiro Vicente, a escolha foi mantida sob a égide da direção de campus, porém, com posterior homologação do Conselho de Campus. Passando a próxima sugestão, o conselheiro Marcos Antônio Beal defendeu que os relatórios de Avaliação da CPA fossem homologados pelo Consuni, porém o conselheiro Gentil Ferreira Gonçalves apresentou que o Conselho não pode fazer isso, em virtude do caráter independente da CPA, mas que sim, poderia realizar a apreciação e encaminhamentos de providências. O conselho aprovou a prorrogação de mais uma hora para discussão desse item. O conselheiro Jeferson Saccol concordou com a colocação do conselheiro Gentil. O relator ressaltou ainda, que os relatórios dessem subsídio à elaboração do PDI. A conselheira Patrícia Romagnolli apontou que a redação "deverá encaminhar" atribuía obrigações à CPA, o que talvez não pudesse ser realizado, tendo porém, o conselheiro Marcos Beal esclarecido a questão em seguida, propondo uma nova redação para esse aspecto, contudo, mantendo ainda assim, um vínculo entre o Consuni e a CPA. Em seguida, os conselheiros Jeferson Saccol e Marcos Beal debateram a respeito do ciclo avaliativo do SINAES. O relator sugeriu suprimir esse aspecto da redação, a fim de simplificar a peça, sendo que, houve concordância dos conselheiros. O conselheiro Marcos Beal defendeu a necessidade de uma secretaria, porém, a presidência, levantou o problema da pouca disposição de servidores, de modo que o conselheiro concordou em continuar por enquanto, da maneira como a CPA está organizada. Sendo assim, o presidente consultou o pleno acerca da aprovação da peça, havendo consenso por parte do conselho. Passou-se então para o ponto 2.5 Processo nº 23205.004478/2017-64: Celebração de Cooperação Técnica com a Prefeitura Municipal de Candói – PR. A palavra foi passada ao relator Luís Felipe Leão Maia Brandão, para defesa do seu parecer. Realizada a leitura do mesmo, o conselheiro declarou-se favorável à criação das novas vagas da qual tratava a peça. O conselheiro Martinho Machado Junior, ressaltou as parcerias que estavam sendo executadas e a importância dos cursos de alternância, apoiando a decisão da relatoria. O conselheiro João Alfredo Braida solicitou um esclarecimento referente ao voto do relator, no sentido de que o texto ficasse adequado ao que se estaria propondo no processo, quanto à questão das turmas e vagas, neste sentido, houve acordo pelo ajuste do texto do voto do relator. Sendo assim, a presidência questionou os conselheiros pela aprovação do voto do relator, tendo sido acolhido. O presidente solicitou a prorrogação por mais trinta minutos da sessão, objetivando que os dois últimos pontos de pauta fossem vencidos, tendo o conselho concordado e concedido a prorrogação, passando a presidência de imediato, ao ponto 2.6 Processo nº 23205.002710/2019-91: Alteração de regime de trabalho de docente - DANIELA AUGUSTIN SILVEIRA. O conselheiro Luís Brandão realizou a leitura do parecer, conforme já acordado anteriormente, na discussão da ordem do dia, e expressou o voto favorável do relator Everton de Moraes Kozenieski. Não havendo nenhuma colocação por parte dos conselheiros, a presidência submeteu a peça à votação, sendo que o conselho aprovou por consenso. Em seguida, passou-se para o último ponto da pauta, 2.7 Processo n° 23205.004432-2020-41 Propõe alteração da Resolução nº 12-2013-CONSUNI-CA. O relator Demétrio Alves Paz realizou a leitura de seu parecer, votando favorável à alteração da resolução. Não havendo nenhuma colocação por parte dos conselheiros, a presidência submeteu a peça para votação, tendo obtido consenso. O presidente agradeceu o trabalho do conselho, na data de hoje, e parabenizou pela conclusão da pauta proposta, havendo ainda tempo hábil, os conselheiros Demétrio Alves Paz e Dariane Carlesso, requisitaram esclarecimentos, sendo que a presidência respondeu aos questionamentos e não havendo nenhuma manifestação, encerrou a sessão às dezessete horas e cinquenta e um minutos da qual eu, Solange Baldissera, secretária dos Órgãos Colegiados, lavrei a presente ata que, aprovada, será assinada pelo presidente e por mim.

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Documento Histórico

ATA Nº 12/CONSUNI/UFFS/2020

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Documento inexistente devido a erro no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Designa Relatora para matéria em tramitação no Conselho Universitário da Universidade Federal da Fronteira Sul.

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o seu Regimento Interno e o Processo 23205006472-2020-27,


RESOLVE:


Art.1º Designar a conselheira Adenise Clerici como Relatora para analisar e elaborar parecer acerca da matéria que trata do Relato Integrado de Gestão do ano de 2019, no Consuni.

Parágrafo único. A Relatora deverá encaminhar seu Parecer à Secretaria de Órgãos Colegiados (SECOC), preferencialmente, até o dia 08 de agosto de 2020, para que possa ser disponibilizado aos demais conselheiros com antecedência e junto dos demais documentos correspondentes à 7ª Sessão Ordinária de 2020 do CONSUNI, agendada para o dia 18 de agosto.


Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Sala das Sessões do Conselho Universitário, (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 7ª Sessão Extraordinária, em Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

 

 

 

 

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Designa Comissão Relatora para matéria em tramitação no Conselho Universitário da Universidade Federal da Fronteira Sul.

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o seu Regimento Interno,


RESOLVE:


Art. 1º Designar os conselheiros Bruno München Wenzel, Júlio César Stobbe, Luis Fernando Santos Corrêa da Silva, Marcos Beal, Martinho Machado Junior, Roberto Mauro Dall' Agnoll, Claunir Pavan, Willian Simões, Gilza Maria de Souza Franco, Luiz Felipe Leão Maia Brandão, Dariane Carlesso, Maurício Zinn Klemann, como Relatores para analisar e elaborar parecer acerca da matéria que trata da elaboração da minuta do plano geral para a solicitação de retorno das atividades presenciais (RAP).

§ 1º A Presidente da Comissão Relatora será a conselheira Gilza Maria de Souza Franco, indicada na 7ª Sessão Extraordinária de 2020, ficando a escolha do relator a cargo da comissão.

§ 2º A Comissão Relatora deverá encaminhar seu Parecer, contendo a minuta do RAP, à Secretaria dos Órgãos Colegiados (SECOC), preferencialmente, até o dia 28 de julho de 2020, para que possa ser disponibilizado aos demais conselheiros com antecedência e junto dos demais documentos correspondentes à 8ª Sessão Extraordinária de 2020 do CONSUNI, agendada, inicialmente, para o dia 03 de agosto de 2020.


Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.


Sala das Sessões do Conselho Universitário,(em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 7ª Sessão Extraordinária, em Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

 

 

 

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Aprova o retorno gradual às atividades presenciais do Campus Passo Fundo.

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando deliberação da 7ª Sessão Extraordinária do ano de 2020,


RESOLVE:


Art. 1º Aprovar, na íntegra, a “Proposta de retorno gradual às atividades presenciais”, apresentada pelo Campus Passo Fundo, anexa a esta Resolução.


Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.


Sala das Sessões do Conselho Universitário, (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 7ª Sessão Extraordinária, em Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

 

 

 


Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

APROVA O REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS).
O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o processo nº 23205.001580/2019-70 e considerando deliberação da 6ª Sessão Ordinária do ano de 2020,
 
RESOLVE:
 
Art. 1º  Aprovar o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da UFFS, conforme o ANEXO I desta Resolução.
 
Art. 2º  Fica revogada a Resolução nº 6/CONSUNI/UFFS/2012.
 
Art. 3º  Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
 
 
ANEXO I
REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO
 
CAPÍTULO I
DA NATUREZA E FINALIDADE
 
Art. 1º  A Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal da Fronteira Sul (CPA/UFFS), prevista no Art. 11 da Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, tem a atribuição de coordenar os processos de avaliação internos da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
§ 1º  A CPA/UFFS é uma comissão com atuação autônoma em relação a conselhos e demais órgãos colegiados existentes na UFFS.
§ 2º  A avaliação interna da instituição (Autoavaliação Institucional) deverá obedecer as diretrizes da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), para atender as finalidades do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), regulamentado pela Portaria N.º 2.051, de 9 de julho de 2004, do Ministério da Educação (MEC).
§ 3º  A CPA/UFFS ficará vinculada administrativamente ao Gabinete do Reitor, que deverá garantir as condições necessárias para seu pleno funcionamento.
 
CAPÍTULO II
DA ORGANIZAÇÃO
 
Art. 2º  A CPA/UFFS é composta por:
I -  Comitê central;
II -  Um núcleo de avaliação institucional do Campus (NAC), em cada um dos Campi da UFFS;
III -  Um núcleo de avaliação institucional na Reitoria (NAR).
 
Art. 3º  Os NACs e o NAR são órgãos hierarquicamente subordinados ao Comitê Central e desenvolverão suas atividades baseados nas diretrizes adotadas por esse.
Parágrafo único. O NAC receberá a designação do respectivo campus em que se encontra instituído.
 
CAPÍTULO III
DA COMPOSIÇÃO
 
Art. 4º  O Comitê Central terá a seguinte estrutura:
I -  Comissão Própria de Avaliação;
II -  Coordenação Geral;
III -  Coordenação Adjunta;
IV -  Secretaria;
V -  Auxiliares e/ou consultores técnicos.
§ 1º  A Comissão Própria de Avaliação será integrada pelos membros dos NACs e do NAR.
§ 2º  A Coordenação Geral da CPA será exercida pelo Coordenador do NAR.
§ 3º  A Coordenação Adjunta da CPA será exercida por um dos Coordenadores dos NACs, escolhidos entre seus pares na primeira reunião do Comitê Central de cada novo ano.
§ 4º  O Coordenador Adjunto da CPA substituirá o Coordenador Geral nos seus impedimentos e eventuais vacâncias.
§ 5º  A Secretaria será exercida por um dos membros do Comitê Central ou por servidor designado pelo Reitor para este fim.
§ 6º  É facultada à CPA/UFFS contar com o auxílio de servidores efetivos da Instituição e/ou consultores técnicos externos, os quais não terão direito a voto nas reuniões do Comitê Central.
§ 7º  A designação de auxiliares e consultores técnicos deverá ser prevista em Portaria do Gabinete do Reitor, que indicará as atribuições e a carga horária das atividades.
 
Art. 4º  Os NACs e o NAR terão a seguinte estrutura:
I -  Coordenador;
II -  Coordenador Adjunto;
III -  Secretaria;
IV -  Núcleo de avaliação institucional do Campus.
§ 1º  A Coordenação e Coordenação Adjunta do NAC de cada Campus serão exercidas por membros escolhidos entre seus pares.
§ 2º  O Coordenador Adjunto do NAC de cada Campus substituirá o Coordenador nos seus impedimentos e eventuais vacâncias.
§ 3º  A Coordenação e Coordenação Adjunta do NAR serão exercidas por servidores designados pelo Reitor para este fim.
§ 4º  É facultado aos NACs contar com Secretaria, a qual, quando for o caso, deverá ser exercida por um dos membros ou por servidor designado pelo Diretor para este fim.
§ 5º  É facultado aos NACs estabelecer calendário de reuniões locais em complemento às atividades do Comitê Central.
 
Art. 5º  Os NACs terão a seguinte composição:
I -  1 (um) ou 2 (dois) servidores docentes;
II -  1 (um) ou 2 (dois) servidores técnicos-administrativos em educação;
III -  Até 2 (dois) discentes;
IV -  Até 2 (dois) egressos da UFFS;
V -  Até 2 (dois) representantes da comunidade regional.
§ 1º  Os membros do NAC de cada Campus serão indicados pelo Diretor do Campus.
§ 2º  É facultado aos Diretores dos Campi estabelecerem metodologias e mecanismos para compor os NACs.
§ 3º  Os representantes da Comunidade Regional deverão ser indicados pelo Conselho Comunitário, que terá prazo de 45 dias.
§ 4º  A indicação referida no § 1º deverá ser homologada no Conselho de Campus.
 
Art. 6º  O NAR será composto por no mínimo 4 (quatro) e no máximo 8 (oito) servidores lotados na Reitoria da UFFS, contando preferencialmente com representantes da Pró-Reitoria de Planejamento (PROPLAN), da Procuradoria Educacional Institucional, e da Secretaria Especial de Tecnologia de Informação (SETI).
Parágrafo único. Os membros do NAR serão indicados pelo Reitor.
 
Art. 7º  Deverá ser assegurada a participação de todos os segmentos da comunidade universitária da UFFS no Comitê Central da CPA/UFFS, sendo vedada composição que privilegie a maioria absoluta de um dos segmentos.
§ 1º  Poderá ser declarada vacante, a vaga do membro que faltar sem justificativa mais de 4 (quatro) reuniões, alternadas ou não.
§ 2º  A declaração de vaga vacante deverá ser objeto de pauta em reunião do Comitê Central, garantido oportunidade de justificativa do membro da CPA/UFFS.
 
Art. 8º  A CPA/UFFS e seus respectivos NACs e NAR deverão ser recompostos em até 6 (seis) meses a partir da data de envio de cada relatório trienal da CPA/UFFS ao INEP.
§ 1º  A composição da CPA/UFFS será estabelecida por meio de Portaria do Gabinete do Reitor, e deverá indicar:
a) Coordenador e Coordenador Adjunto Geral;
b) Coordenadores e Coordenadores Adjuntos dos NAC de cada Campus e do NAR.
§ 2º  Nos casos de vacância que violem o estabelecido no Art. 5º, a CPA/UFFS deverá solicitar ao Reitor ou ao Diretor de Campus a indicação de novos membros para que, em até 3 (três) meses, viabilizem a recomposição da Comissão.
§ 3º  A inserção de novos membros na CPA pode se dar a qualquer tempo, por solicitação do Reitor ou Diretor de Campus, e está condicionada aos limites estabelecido no Art. 5º.
§ 4º  Cabe à CPA/UFFS solicitar, através de memorando, a recomposição citada no Caput.
 
CAPÍTULO IV
DAS COMPETÊNCIAS
 
Art. 9º  Compete aos NACs, no âmbito dos Campi, e à CPA/UFFS, no âmbito da Instituição:
I -  planejar e realizar processos de autoavaliação institucional;
II -  avaliar e publicizar os resultados decorrentes destes processos;
III -  garantir o sigilo das informações individuais dos participantes das consultas;
IV -  elaborar pareceres e recomendações ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), propondo alterações ou correções, quando for o caso;
V -  organizar e promover seminários e outros eventos necessários para subsidiar o desenvolvimento das atividades de avaliação institucional;
VI -  elaborar pareceres sobre o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e Plano Plurianual, propondo alterações ou correções, quando for o caso
VII -  elaborar e encaminhar informações e relatórios solicitados pelo INEP, no âmbito do SINAES;
VIII -  elaborar e encaminhar informações e relatórios solicitados pelos Campi e Reitoria;
IX -  Estabelecer metodologias, etapas e procedimentos para execução das autoavaliações institucionais.
§ 1º  Os setores diretamente envolvidos na autoavaliação deverão colaborar na elaboração dos instrumentos de avaliação e análise dos resultados.
§ 2º  Os setores envolvidos na autoavaliação deverão dar os encaminhamentos apontados pela CPA/UFFS, quando necessário, visando melhorias contínuas.
 
CAPÍTULO V
DAS ATRIBUIÇÕES
 
Art. 10.  O Comitê Central terá como atribuições:
I -  reunir-se, ordinariamente, a cada 03 (três) meses e, extraordinariamente, por convocação de seu presidente ou da maioria de seus membros, ou, ainda, do Reitor;
II -  apreciar e emitir parecer sobre assuntos constantes da pauta da reunião e encaminhar às instâncias responsáveis;
III -  proceder a estudos e análises que contribuam no aperfeiçoamento da autoavaliação institucional;
IV -  apreciar e emitir parecer sobre questões relativas à avaliação institucional;
V -  definir, rever e atualizar diretrizes gerais e complementares de funcionamento a serem adotadas pelos NACs e NAR e orientá-los quanto aos critérios na aplicação dessas diretrizes, no exercício de suas competências;
VI -  acompanhar e auditar os processos de autoavaliaçao conduzidos pelos NACs e NAR;
VII -  requerer à Reitoria, mediante justificativa, a designação de auxiliares e/ou consultores técnicos para assessorar o Comitê Central;
VIII -  propor ao reitor, para encaminhamento ao Conselho Universitário, por deliberação de metade mais um de seus membros, a reformulação do presente Regulamento, sempre que se julgar necessário;
IX -  elaboração de eventos e/ou calendário de eventos e atividades a serem realizadas em conjunto pelo Comitê Central, NACs e NAR;
X -  subsidiar o trabalho de avaliação dos Campi e da Reitoria, incluindo aspectos relacionados com os serviços prestados;
XI -  subsidiar o trabalho de avaliação dos cursos de graduação, em consonância com os respectivos Colegiados e Núcleos Docentes Estruturantes (NDE);
XII -  acompanhar a avaliação do desempenho dos estudantes dos cursos de graduação da UFFS no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE);
XIII -  acompanhar as avaliações dos cursos de graduação realizadas por Comissões Externas de Especialistas, e pela Comissão Externa de Avaliação Institucional, nomeadas pelo INEP;
XIV -  zelar pelo aprimoramento contínuo dos processos de autoavaliação institucional;
XV -  solicitar providências em casos ou aspectos diagnosticados ou apontados em processos de autoavaliação institucional, visando à melhoria contínua da UFFS.
XVI -  elaborar e encaminhar ao INEP/MEC os relatórios anuais e finais da CPA/UFFS no prazo estabelecido.
XVII -  encaminhar ao CONSUNI relatório de avaliação consolidado visando subsidiar a elaboração do PDI para o ciclo subsequente.
 
Art. 11.  São atribuições do Coordenador Geral da CPA/UFFS:
I -  coordenar as reuniões e demais atividades da CPA/UFFS;
II -  convocar os representantes para reuniões ou atividades da CPA/UFFS;
III -  propor a pauta e a ordem dos trabalhos das reuniões e atividades;
IV -  assinar os documentos oficiais emitidos pela CPA/UFFS;
V -  exercer o direito ao voto de qualidade, nos casos de empate;
VI -  coordenar a elaboração e atualização dos instrumentos de avaliação institucionais;
VII -  representar a CPA em suas relações internas e externas;
VIII -  elaborar e encaminhar à Procuradoria Educacional Institucional, o relato e o relatório da CPA;
IX -  manter comunicação regular e permanente com o CONAES e INEP;
X -  manter intercâmbio com as CPA de outras Instituições Federais de Ensino Superior;
XI -  desempenhar outras atribuições não especificadas neste regimento, inerentes a função;
XII -  sempre que possível, acompanhar as avaliações dos cursos de graduação realizadas por Comissões Externas de Especialistas, e pela Comissão Externa de Avaliação Institucional, nomeadas pelo INEP.
Parágrafo único. Caberá ao Coordenador Adjunto Geral da CPA substituir o Coordenador Geral em casos de falta ou impedimento ocasional, assumindo suas atribuições.
 
Art. 12.  São atribuições dos Coordenadores dos NACs:
I -  representar a CPA em situações específicas envolvendo setores ou segmentos dos respectivos Campi;
II -  coordenar as atividades de aplicação das pesquisas de autoavaliação institucional no âmbito dos Campi;
III -  auxiliar na organização e elaboração de instrumentos de avaliação de acordo com as especificidades do respectivo Campus, setor ou segmentos a serem avaliados;
IV -  coordenar atividades de orientação e incentivo da comunidade acadêmica do respectivo Campus para participar das pesquisas;
V -  coordenar as atividades de publicização dos resultados dos instrumentos de avaliação institucionais no âmbito do Campus de atuação;
VI -  manter comunicação regular e permanente com o Coordenador Geral da CPA/UFFS;
VII -  manter comunicação regular e permanente com os setores internos envolvidos na avaliação institucional: Procuradoria Educacional Institucional, Coordenações Acadêmicas; Coordenações Administrativas; NDEs e Coordenações dos Cursos;
VIII -  viabilizar a capacitação inicial dos novos integrantes da CPA sob sua coordenação;
IX -  quando necessário, convocar e conduzir reuniões presenciais com os representantes sob sua coordenação e comunicar à Coordenação Geral da CPA/UFFS os assuntos discutidos e deliberações;
X -  quando demandado, enviar, à Coordenação Geral, relatórios das atividades de autoavaliação institucional desenvolvidas no âmbito da sua coordenação, conforme definidos no cronograma anual das atividades da CPA.
XI -  quando necessário, justificar a impossibilidade de realização de atividades previstas/delegadas pela Coordenação Geral da CPA/UFFS;
XII -  acompanhar as avaliações dos cursos de graduação realizadas por Comissões Externas de Especialistas, e pela Comissão Externa de Avaliação Institucional, nomeadas pelo INEP. Parágrafo único. Caberá ao Coordenador Adjunto no NAC substituir o Coordenador Geral em casos de falta ou impedimento ocasional, assumindo suas atribuições.
 
Art. 13.  São atribuições da secretaria da CPA/UFFS:
I -  providenciar a convocação para as reuniões da CPA/UFFS;
II -  organizar e secretariar as reuniões e atividades realizadas pela CPA/UFFS;
III -  redigir, lavrar as atas das reuniões;
IV -  encaminhar as atas das reuniões e atividades para ciência dos representantes da CPA/UFFS em até 15 (quinze) dias a contar do evento;
V -  realizar as atividades cabíveis ao recebimento, expedição e envio de protocolos, processos e documentos da UFFS;
VI -  manter sob sua guarda todo o material da Secretaria, garantindo o sigilo das informações;
VII -  manter atualizados os arquivos de todos os documentos produzidos e enviados pela CPA/UFFS, em meio físico e/ou digital;
VIII -  receber propostas para pautas das reuniões e encaminhá-las para a Coordenação Geral;
IX -  disponibilizar aos membros da CPA/UFFS os documentos relativos às matérias em tramitação, especialmente quando tratar-se de envio de documentos de pauta de reunião;
X -  subsidiar informações técnicas sobre a legalidade e formalidade de matérias de caráter normativo e de regulamentos de abrangência institucional e nacional a respeito da CPA/UFFS;
XI -  organizar correspondências recebidas e enviadas pela CPA/UFFS;
XII -  auxiliar a coordenação em suas tarefas administrativas;
XIII -  auxiliar nas atividades de divulgação dos resultados dos instrumentos de avaliação institucional e na organização de eventos promovidos pela CPA/UFFS;
XIV -  garantir a segurança das informações e arquivos da CPA/UFFS;
XV -  manter controle de prazos legais e regimentais referentes aos documentos sob responsabilidade da CPA/UFFS;
XVI -  redigir convocações, ofícios, memorandos e outros documentos necessários a pedido da coordenação;
XVII -  auxiliar a coordenação e os membros a elaborar relatórios para o INEP;
XVIII -  atualizar a página da CPA/UFFS, no sítio da UFFS;
XIX -  orientar os novos representantes sobre as leituras iniciais a serem feitas para desenvolvimento de suas tarefas;
XX -  enviar aos novos representantes todos os documentos que precisam ser preenchidos por exigência das resoluções e deste Regimento;
XXI -  informar à coordenação geral da CPA/UFFS seu período de férias ou de afastamento com, pelo menos, 30 (trinta) dias de antecedência;
XXII -  repassar à coordenação geral as informações relativas às férias ou afastamento dos representantes da CPA/UFFS.
 
Art. 14.  São atribuições dos auxiliares e consultores técnicos da CPA/UFFS, quando houver, as atividades a eles designadas, por portaria específica, conforme § 7º do Art. 4º.
 
Art. 15.  São atribuições dos membros da CPA/UFFS:
I -  representar a CPA em seus segmentos específicos de atuação nos respectivos Campi;
II -  auxiliar na organização e elaboração de instrumentos de avaliação de acordo com as especificidades do respectivo campus, setor ou segmentos a serem avaliados;
III -  auxiliar nos processos de capacitação inicial dos novos integrantes da CPA;
IV -  comunicar à Coordenação Adjunta a impossibilidade de participação em atividades planejadas;
V -  participar das reuniões presenciais convocadas pelos Coordenadores dos NACs e pela Coordenação Geral, justificando suas ausências quando necessário.
VI -  debater e deliberar as matérias pertinentes às atividades da CPA/UFFS;
VII -  informar os setores, coordenações e Direção de campus sobre os resultados dos instrumentos de avaliação e acompanhar a execução dos planos de ação para as oportunidades de melhoria identificadas.
VIII -  acompanhar as avaliações dos cursos de graduação realizadas por Comissões Externas de Especialistas, e pela Comissão Externa de Avaliação Institucional, nomeadas pelo INEP.
 
CAPÍTULO VI
DAS REUNIÕES E DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES
 
Art. 16.  O Comitê Central reunir-se-á de acordo com o estabelecido no Art. 10º, inciso I.
§ 1º  Cada membro possui igual direito a voz e a voto.
§ 2º  As decisões serão tomadas por maioria simples dos seus membros presentes, ou seja, metade mais um, cabendo também ao presidente o direito ao voto de qualidade, caso ocorra empate.
§ 3º  Todas as decisões deverão constar de ata, juntamente com o escrutínio final dos votos.
 
Art. 17.  O quórum mínimo para a instalação das reuniões da CPA/UFFS é de 6 (seis) membros, com representação de ao menos 4 (quatro) Campi distintos da UFFS, e a convocação para as referidas reuniões deverá ser feita com antecedência mínima de 03 (três) dias úteis.
§ 1º  Passados 30 (trinta) minutos do horário previsto para o início dos trabalhos e não havendo quórum, a reunião não será instalada e o presidente realizará nova convocação.
§ 2º  As reuniões poderão ser realizadas por videoconferência ou tecnologias similares.
§ 3º  As deliberações das reuniões deverão ser registradas em ata, que deverá estar acessível no site da UFFS, em espaço reservado à CPA/UFFS.
 
CAPÍTULO VII
DO PROCESSO DE AUTOAVALIAÇÃO
 
Art. 18.  Os Instrumentos de Avaliação Institucional serão elaborados pela CPA/UFFS seguindo diretrizes estabelecidas pelo CONAES do INEP para atender o SINAES e deverão englobar as seguintes dimensões:
I -  a missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional;
II -  a política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e a gestão, e as respectivas formas de operacionalização;
III -  a responsabilidade social;
IV -  a comunicação com a sociedade;
V -  as políticas de pessoal;
VI -  a organização e a gestão;
VII -  a infraestrutura física;
VIII -  o planejamento e a avaliação;
IX -  as políticas de atendimento aos estudantes;
X -  a sustentabilidade financeira;
XI -  qualidade dos serviços prestados pela Instituição.
§ 1º  Os Instrumentos de Avaliação Institucional deverão ser aprovados pelo Comitê Central, publicados e disponibilizados para consulta pública.
§ 2º  Os resultados do processo de autoavaliação deverão ser retornados de forma direta ou indireta aos participantes da pesquisa, garantindo-se a confidencialidade na identidade individual dos participantes.
§ 3º  Os resultados do processo de autoavaliação deverão ser retornados na forma de relatórios objetivos, aos respectivos setores interessados, às Direções de Campus e à Reitoria.
§ 4º  A autoavaliação institucional e a sistematização das avaliações dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação deverá ser realizada ao menos uma vez a cada 2 (dois) anos.
§ 5º  Cabe à CPA/UFFS revisar e atualizar continuamente os instrumentos de autoavaliação institucional, mantendo, sempre que possível, a possibilidade de análise de uma série histórica, e de comparação com resultados de outras IES.
§ 6º  A autoavaliação institucional deve, preferencialmente, ser realizada anualmente.
§ 7º  O planejamento da autoavaliação que envolve os Cursos de Graduação e de Pós-Graduação e a discussão dos resultados deverá ser realizada, preferencialmente, em conjunto com as Pró- Reitorias responsáveis, com os NDE e colegiados dos Cursos.
§ 8º  Os cursos poderão elaborar seus instrumentos de autoavaliação independentes, para a identificação de oportunidades de melhoria específicas, devendo, nestes casos, informar à CPA/ UFFS as metodologias empregadas, bem como os resultados obtidos.
§ 3º  Deverá ser realizada anualmente a avaliação interna de pelo menos parte dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação ofertados pela UFFS.
 
CAPÍTULO VIII
DAS DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS E FINAIS
 
Art. 19.  Para o primeiro mandato da CPA/UFFS após a publicação desta Resolução, os membros da CPA/UFFS designados pela Portaria nº 1390/GR/UFFS/2019 terão seus mandatos convalidados.
Parágrafo único. A Portaria nº 1390/GR/UFFS/2019 deverá ser alterada de forma a cumprir os requisitos e nomenclaturas estabelecidos nesta Resolução.
 
Art. 20.  O presente Regimento entra em vigor na data de sua aprovação e publicação pelo Conselho Universitário da UFFS.

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Dispõe sobre a criação de nova turma especial com 40 vagas para o Curso de Licenciatura Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências Sociais e Humanas – no Campus Laranjeiras do Sul da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso das atribuições que lhe conferem o art. 13 do Estatuto da UFFS, considerando o Processo nº 23205.004478/2017-64 e a deliberação em sua 6ª Sessão Ordinária do ano de 2020,

 

RESOLVE:

 

Art. 1º Aprovar a criação de nova turma especial com 40 vagas para o Curso de Licenciatura em Educação do Campo: Ciências Sociais e Humanas e da consequente viabilização do Termo Aditivo ao Acordo de Cooperação Técnica entre a UFFS e o Município de Candói – PR.

 

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Sala das Sessões do Conselho Universitário (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

 

 

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Aprova alteração de regime de trabalho da servidora docente Daniela Augustin Silveira.

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o art. 78 do Regimento Geral da UFFS, a resolução nº 7/2016–CONSUNI/CAPGP e o Processo nº 23205.002710/2019-91,


RESOLVE:

 

Art. 1º Aprovar a alteração do regime de trabalho da servidora docente Daniela Augustin Silveira, lotada no Campus Passo Fundo, de 20 (vinte) horas semanais para 40 (quarenta) horas semanais, sem dedicação exclusiva.

 

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 


Sala das Sessões do Conselho Universitário (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

 

 

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Aprova alterações na Resolução Nº 12/2013-CONSUNI/CA de 28/11/2013.

 

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o processo nº 23205.004432/2020-41 e considerando deliberação da 6ª Sessão Ordinária do ano de 2020,

 

RESOLVE:

Art. 1º Inserir o § 5º no Art. 7º da Resolução Nº 12/2013-CONSUNI/CA, que passa a vigorar com a seguinte redação:
§ 5º No caso de vacância de uma ou mais representações, de titular ou suplente, a Coordenação Acadêmica poderá promover eleição por indicação.

 

Art. 2º Alterar o §I do Art. 10º que passa a vigorar com a seguinte redação:
§I - reunir-se, ordinariamente, bimestralmente e, extraordinariamente, por convocação de seu presidente ou da maioria de seus membros ou, ainda, do diretor do respectivo Campus ou do reitor da UFFS.

 

Art. 3º Alterar o §3º do Art. 14º que passa a vigorar com a seguinte redação:
§3º As decisões aprovadas nos NPPDs terão efeito após homologação do diretor de campus, devendo as mesmas serem encaminhadas à PROGESP para aprovação e posterior homologação definitiva do reitor.


Art. 4º Alterar o Art. 17º que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 17º O mandato dos membros dos NPPDs será de 02 (dois) anos, iniciando em 1º de janeiro de ano ímpar, finalizando em 31 de dezembro de ano par, permitidas reconduções.

 

Art. 5º Alterar o §1º do Art. 18º que passa a vigorar com a seguinte redação:
§1º Caberá à Coordenação Acadêmica de cada um dos campi estabelecer os critérios gerais para a elaboração dos editais de eleição para composição do NPPD, bem como de seu cronograma de realização.

 

Art. 6º Alterar o Art. 27º que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 27º Aos membros titulares da CPPD serão alocadas horas semanais, cumulativamente, para o desempenho de suas atividades:
I- presidente do Comitê Central: 4 (quatro) horas;
II- membros do Comitê Central 2 (duas) horas;
III- presidentes de NPPD: 4 (quatro) horas;
IV- membros do NPPD: 2 (duas) horas.

 

Art. 7º Revogar os Incisos XI e XII do artigo 9º.


Art. 8º Revogar o Inciso III do artigo 10º.



Art. 9º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 


Sala das Sessões do Conselho Universitário, (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

 

 

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

Aprova alterações na Resolução Nº 04/CONSUNI/2013 de 28/02/2013.

 

O Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o processo nº 23205.004017/2018-72 e considerando deliberação da 6ª Sessão Ordinária do ano de 2020,


RESOLVE:

Art. 1º Alterar o § 5º no Art. 9º da Resolução Nº 04/CONSUNI/2013, que passa a vigorar com a seguinte redação:

§ 5º Em casos devidamente justificados e aprovados pelo órgão colegiado superior da UFFS poderão ser realizados projetos com a colaboração das fundações de apoio, com participação de pessoas vinculadas à UFFS, em proporção inferior à prevista no § 3º, observado mínimo de um terço. (Redação dada pelo Decreto 7423/2010).

 

Art. 2º Alterar o Art. 13 e § 1º e 2º e inserir um parágrafo, que passam a vigorar com a seguinte redação:


Art. 13. A participação de servidores docentes ou técnicos administrativos em projetos de que trata o Art. 9º, a serem submetidos aos órgãos colegiados competentes, deve ser aprovada pelo colegiado do órgão ao qual os servidores estiverem vinculados.

§ 1º A aprovação da participação é condicionada a apresentação de Plano de Trabalho que atenda ao disposto no Art.6º §1º do Decreto 7423/2010 e demais documentos relativos à contratação da Fundação de Apoio.

§ 2º A alteração da equipe executora deverá ser aprovada pelo colegiado do órgão ao qual os servidores estiverem vinculados.

§ 3º Professores em regime de Dedicação Exclusiva (DE) poderão participar em até oito horas semanais remuneradas na média do semestre em projetos contratados com as fundações de apoio, desde que a participação seja esporádica, não implique prejuízos as suas demais atribuições e seja em assunto de sua especialidade, de acordo com o Art. 21 §4º da Lei 12.772/2012.

 

Art. 3º Inserir os § 1º e 2º no Art. 16, que passam a vigorar com a seguinte redação:

§ 1º Os servidores detentores de Cargos de Direção (CD), poderão participar de projetos contratados com as fundações de apoio, desde que não recebam qualquer tipo de remuneração paga pela fundação.

§ 2º Os servidores técnico-administrativos que recebam remuneração para participar dos projetos contratados com fundações de apoio, deverão fazê-lo fora da jornada de trabalho e mediante compensação de jornada, quando assim se fizer necessário, desde que autorizado pela chefia imediata, respeitando o disposto no §3º do Art. 5º.


Art. 4º Alterar o § 2º e inserir os § 3º e 4º no Art. 18A, que passam a vigorar com a seguinte redação:

§ 2º A remuneração mensal (teto) das bolsas concedidas aos discentes de graduação envolvidos em projetos não poderá exceder o valor de uma bolsa de iniciação científica do CNPq.

§ 3º Nos casos de discentes dos cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado a remuneração mensal concedido a título de bolsa, não poderá exceder ao teto estabelecido pelo CNPq de acordo com a especialidade.

§ 4º É vedado o recebimento de mais de uma bolsa por discente nos casos de projetos apoiados com Fundação de Apoio.

 

Art. 5º Inserir o Art. 19, que passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 19. O limite máximo da soma da remuneração, retribuições e bolsas percebidas pelo docente, em qualquer hipótese, não poderá exceder o maior valor recebido pelo funcionalismo público federal, nos termos do artigo 37, XI, da Constituição. (Redação dada pelo Decreto 7423/2010)

 

Art. 6º Inserir o Art. 20, que passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 20. A participação do técnico administrativo no projeto sempre será precedida de seleção pública, exceto nos casos em que figurar como Coordenação do projeto.


Art. 7º Inserir o Art. 21, que passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 21. Os discentes poderão participar em até 20 horas semanais remuneradas ou então na média do semestre em projetos contratados com as fundações de apoio.

 

Art. 8º Inserir o Art. 22, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 22. A participação de discente no projeto sempre será precedida de seleção pública.


Art. 9º Inserir o Art. 23, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 23. Demais disposições sobre a contratação de Fundação de Apoio deverão ser observados na Instrução Normativa da Pró-Reitoria de Administração e Infraestrutura em tudo que não for contrário a esta Resolução.

 

Art. 10. Inserir o Art. 24, que passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 24. Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação


Art. 11. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.


Sala das Sessões do Conselho Universitário, (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

ACAD RE

AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE

A Coordenação Acadêmica e o Núcleo Permanente de Pessoal Docente do Campus Realeza, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais tornam público o presente Edital, que estabelece regras relativas as inscrições para o afastamento para capacitação docente para o biênio 2021/2022, bem como critérios para a classificação das solicitações.

 

 

  1. DOS OBJETIVOS

 

1.1 O objetivo geral do presente Edital é atender o disposto pela Resolução Conjunta N°1/2015- CONSUNI/CGRAD/CPPG (alterada pelas resoluções Nº 1/CONSUNI/CGAE-CPPGEC/UFFS/2018 e Nº1/CONSUNI/CGAE-CPPGEC/UFFS/2019) e pelo Memorando Circular 01/CPPD/UFFS/2020, de 16 de maio de 2020, no que tange ao recebimento e classificação das solicitações de afastamento para capacitação, com vistas à elaboração do Plano Institucional de Afastamento para Capacitação Docente (PIACD) do Campus Realeza para o biênio 2021/2022.

 

1.2 São objetivos específicos do PIACD do Campus Realeza:

  1. fomentar a qualificação dos docentes do Campus para o exercício pleno de suas atividades acadêmicas;
  2. melhorar as condições dos cursos de graduação ofertados no Campus, seja pela qualificação de seu corpo docente, seja pela qualificação dos processos pedagógicos a que estão os docentes diretamente envolvidos;
  • aumentar a qualidade associada às atividades de ensino, pesquisa e extensão realizadas no Campus;
  1. capacitar novos doutores e pós-doutores a fim de implantar novos cursos de pós-graduação lato e stricto sensu no Campus Realeza, bem como melhorar constantemente os conceitos de avaliação dos cursos que estiverem em funcionamento.

 

 

  1. do plano de afastamento para PROPONENTES e das modalidades de participação

 

2.1 O Plano Institucional de Afastamento para Capacitação Docente do Campus Realeza será composto por:

  1. apresentação geral;
  2. diagnóstico da capacitação docente no Campus;
  • necessidades e prioridades de capacitação;
  1. critérios e modalidades para afastamentos adotados;
  2. detalhamento do período, e ocupação das vagas para afastamentos.

 

2.2 O presente Edital visa a definição do item V, pois através da inscrição dos docentes neste Edital será possível definir os afastamentos para doutorado e pós-doutorado dentro do limite de vagas do Campus Realeza.

 

 

3 Das vagas para afastamento

 

3.1 Considerando a Portaria n° 240/GR/UFFS/2016 que limita a disponibilidade de vagas para afastamento simultâneo a, no máximo, 13% sobre o total de 81 docentes lotados no Campus na presente data, ficam limitadas a 10 (dez) as vagas de afastamento simultâneo.

 

3.2 Considerando o fluxo de saídas e retornos, o presente Edital coloca em concorrência 16 vagas de afastamento (Anexo 1), sendo:

  1. quatro (04) vagas para doutorado;
  2. nove (09) vagas reservadas para pós-doutorado;
  • três (03) vagas reservadas para pós-doutorado aos docentes que não se afastaram pelo
    PIACD 2019/2020, devido aos efeitos da pandemia de corona vírus (COVID-19).

 

3.4 Caso as vagas de doutorado (item I) e vagas reservadas (item III) não sejam utilizadas, as mesmas serão remanejadas para vagas de pós-doutorado (item II). Neste caso, cada vaga de doutorado é convertida em duas vagas para pós-doutorado, com previsão de início no mês de fevereiro para os anos de 2021 e 2022.

 

3.5 Cada vaga de doutorado e pós-doutorado possui uma previsão de início de afastamento (fevereiro dos respectivos anos), sendo 24 meses a duração do afastamento para doutorado e 12 meses para pós-doutorado.

 

3.6 Os candidatos selecionados poderão escolher a vaga de acordo com sua ordem de classificação na data estipulada no cronograma deste Edital.

 

 

  1. DAS INSCRIÇÕES

 

4.1 As propostas deverão ser realizadas no seguinte endereço eletrônico: https://tinyurl.com/piacdrealeza

O endereço possui a ficha de inscrição, sendo necessário anexar os seguintes documentos:

  1. Relatório Anual de Atividades (RAA) dos anos de 2018 e 2019 (2 anexos).
  2. Plano Anual de Atividades do ano de 2020 (1 anexo).
  • Atestado de CCRs dos anos de 2018, 2019 e 2020 (máximo de 3 anexos).
  1. Declaração de carga horária em estágios, caso houver para os anos 2018, 2019, 2020 (máximo de 3 anexos).
  2. Pontuação da Planilha de Produção Docente (PPD) dos anos de 2018, 2019 e 2020 (3 anexos).

 

4.2 Em consonância com o Art. 15 da Resolução Conjunta nº 1/2015-CONSUNI/CGRAD/CPPG, fica vedado o direito de submeter inscrição (doutorado e pós-doutorado) ao pleito do presente Edital os docentes que não atenderem aos seguintes aspectos gerais:

  1. o tempo de efetivo exercício do servidor até a sua aposentadoria seja, no mínimo, igual ao dobro do tempo do afastamento requerido;
  2. adimplência administrativa e acadêmica junto às Pró-Reitorias e outros setores da UFFS;

III. o solicitante não ter se afastado por licença para tratar de assuntos particulares, licença para capacitação ou conforme o estabelecido no art. 96-A da Lei 8.112/90, nos últimos 2 (dois) anos a data do retorno do afastamento/licença para Mestrado ou Doutorado e 4 (quatro) anos para Pós-Doutorado.

 

4.3 Os docentes impedidos de realizar o afastamento no âmbito do PIACD 2019/2020, devido aos efeitos da pandemia de corona vírus COVID-19, não necessitam realizar a inscrição, mas somente confirmar o interesse de afastamento com previsão de início em fevereiro de 2021. A confirmação de interesse do afastamento deve ser realizada por e-mail (coord.acad.rl@uffs.edu.br) para Coordenação Acadêmica no período de 15/07 a 02/08/2020, com o seguinte assunto “Interesse no afastamento para o PIACD 2021/2022 com previsão de início em fevereiro de 2021”. A estes docentes, caso não interessem pelo afastamento a partir de fevereiro de 2021, deverão submeter nova proposta de afastamento obedecendo-se aos critérios deste Edital.

 

4.4 O presente edital possui o seguinte cronograma:

Submissão das propostas

de 15/07 a 02/08/2020

*Confirmação de participação no PIACD 2021/2022 para os candidatos pendentes de afastamento no PIACD 2019/2020 (segundo semestre de 2020).

de 15/07 a 02/08/2020

Seleção das propostas (homologação)

de 03/08 a 09/08/2020

Divulgação do resultado provisório

10/08/2020

Período para apresentação de recursos

de 11/08/2020 a 12/08/2020

Divulgação do resultado final

13/08/2020

*Período para escolha de vagas

de 14/08 a 21/08/2020

Homologação do Plano de Afastamento para Capacitação Docente do Campus pelo Conselho de Campus

11/09/2020

*confirmar com mensagem para o seguinte e-mail: coord.acad.rl@uffs.edu.br

 

 

  1. DA ANÁLISE E CLASSIFICAÇÃO DOS PEDIDOS

 

5.1 Constituem-se em critérios para seleção dos pedidos de afastamentos para doutorado e pós-doutorado:

  1. Pontuação relativa a atividades administrativas junto ao Campus Realeza ou instâncias superiores da UFFS, nos anos de 2018, 2019 e 2020. No caso deste critério, serão observadas as pontuações (valor mensal) constantes na Tabela de Pontuação do Anexo 2 deste Edital, conforme RAA 2018, RAA 2019 e PAA 2020. Para cada atividade deve-se multiplicar a pontuação pelo número de meses. Em casos de licença maternidade, a docente pode utilizar a pontuação dos 6 meses anteriores ao período de licença.
  2. Número de horas em sala de aula, ministrados na instituição nos anos de 2018 e 2019 e 2020, tanto na graduação quanto na pós-graduação, conforme atestado de CCRs e declaração de carga horária de estágios. Cálculo: ((somatório das horas dos anos de 2018, 2019 e 2020)/18 semanas) * 0,1.
  • Tempo de serviço na UFFS, desde o encerramento do último afastamento para capacitação, computado em anos.
  1. Coordenação e vice-coordenação de Programas e Projetos de Extensão ou Cultura institucionalizados a partir de 2018: (1,5 ponto por ano para coordenação de programas, 1 ponto para coordenação de projetos e vice-coordenação de programas, 0,5 para colaboração em projetos ou programas). Limite máximo de 6 pontos. Neste caso, apenas projetos institucionalizados e descritos no RAA ou PAA.
  2. Pontuação na planilha de produção docente (PPD 2018 – 2020). Multiplica-se o valor obtido na tabela por 0,1. Em caso de licença maternidade, a docente pode escolher a pontuação do ano em que esteve em licença.

                       

5.2 Caso ocorra empate entre duas ou mais solicitações de afastamento e havendo inexistência de condições para o atendimento de todas elas, a proposta é que o desempate seja feito obedecendo-se o tempo de serviço, sendo classificado o candidato com o maior tempo de exercício na UFFS.

 

5.3 Fica reservado o direito à Coordenação Acadêmica e à NPPD, a solicitação de esclarecimento ao proponente sobre as informações por ele prestadas no âmbito da inscrição a este Edital.

 

 

  1. DA DESISTÊNCIA, APROVEITAMENTO E NÃO OCUPAÇÃO DAS VAGAS DISPONÍVEIS

 

6.1 Além de sugerir um conjunto de critérios de classificação das solicitações, é preciso, também, que o próximo PIACD esteja atento para os casos de desistência, aproveitamento e não ocupação das vagas disponíveis, sendo que a ocupação das vagas obedeça aos seguintes procedimentos:

  1. as vagas de doutorado não utilizadas serão destinadas prioritariamente para a prorrogação dos afastamentos de doutorado dos PIACDs em anos anteriores.
  2. caso ainda sobrem vagas de doutorado, as mesmas serão destinadas aos afastamentos de pós-doutorado;
  • repasse da vaga para o candidato subsequentemente até que se esgote a lista de classificação;
  1. caso ainda persistam vagas ociosas, a Coordenação Acadêmica procederá consulta aos docentes regularmente matriculados em programas de pós-graduação e inscritos no PIACD 2021/2022 do Campus na data de vacância da vaga e não classificados para a respectiva lista, consulta que deverá ser submetida ao escrutínio do Conselho do Campus, preferencialmente observados: a data estimada de conclusão da capacitação do(s) solicitante(s) e os critérios de classificação descritos nos itens acima.

           

6.2 A escolha da vaga pelo candidato selecionado se dará pela ordem de classificação do candidato. Assim, um candidato selecionado deverá escolher, conforme sua ordem de classificação, das possíveis vagas para a capacitação.

6.3 A não utilização da vaga de doutorado, bem como a não possibilidade de prorrogação dos afastamentos de doutorado em curso (PIACDs anteriores) será remanejada para vagas de pós-doutorado. Ressalta-se que uma vaga de doutorado será convertida em duas vagas para pós-doutorado.

 

 

  1. DISPOSIÇÕES FINAIS

 

7.1 Casos omissos serão resolvidos pela Coordenação Acadêmica do Campus Realeza.

 

 Realeza-PR, 14 de julho de 2020.

 

MARCOS ANTÔNIO BEAL – SIAPE 1767581

Coordenador Acadêmico em Exercício do Campus Realeza

 

 

ANEXO 1 – QUADRO DE VAGAS

VAGAS PARA DOUTORADO

Identificação da Vaga

Início do Afastamento

Vaga 1

Fevereiro 2021

Vaga 2

Fevereiro 2021

Vaga 3

Fevereiro 2021

Vaga 4

Fevereiro 2021

 

VAGAS PARA PÓS-DOUTORADO

Identificação da Vaga

Início do Afastamento

Vaga 5

Fevereiro 2021

Vaga 6

Fevereiro 2021

Vaga 7

Fevereiro 2021

Vaga 11

Fevereiro 2022

Vaga 12

Fevereiro 2022

Vaga 13

Fevereiro 2022

Vaga 14

Fevereiro 2022

Vaga 15

Fevereiro 2022

Vaga 16

Fevereiro 2022

 

VAGAS RESERVADAS PARA PÓS-DOUTORADO DO PIACD 2019/2020

Identificação da Vaga

Início do Afastamento

Vaga 8

Fevereiro 2021

Vaga 9

Fevereiro 2021

Vaga 10

Fevereiro 2021

 

ANEXO 2 – PONTUAÇÃO RELATIVA A ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS JUNTO AO CAMPUS REALEZA OU INSTÂNCIAS SUPERIORES DA UFFS.

 

ATIVIDADES (Pontuação Mensal)

Titular

Suplente

1

Cargos de Reitoria e Direção

0,5

0,25

2

Coord. Academica e Administrativa

0,5

0,25

3

Superintendência do Hospital Veterinário

0,5

0,25

4

Conselho Universitário - CONSUNI e suas câmaras

0,3

0,15

5

Conselho do Campus e suas comissões permanentes

0,3

0,15

6

Conselho Curador

0,3

0,15

7

Coordenação da Clínica-Escola de Nutrição

0,3

0,15

8

Coordenação de estágios

0,3

0,15

9

Conselho Estratégico Social

0,2

0,1

10

Conselho Comunitário

0,2

0,1

11

Coordenação do Domínio Comum

0,2

0,1

12

Coordenação do Domínio Conexo

0,2

0,1

13

Coordenação do CAEC (Comitê Assessor de Extensão e Cultura)

0,2

0,1

14

Membro do CAEC (Comitê Assessor de Extensão e Cultura)

0,2

0,1

15

Coordenação/Participação no PIBID

0,2

0,1

16

Coordenação/Participação na Residência Pedagógica

0,2

0,1

17

Colegiado em Cursos de Graduação

0,2

0,1

18

Comissão de Ética da UFFS (CEP, CEUA,...)

0,2

0,1

19

Comissão de Avaliação de Desempenho dos Servidores Docentes do Campus Realeza (CAD)

0,2

0,1

20

Comissões Permanentes de Análise de Renda

0,2

0,1

21

Coordenação de Cursos de Graduação

0,3

0,15

22

Coordenação de Cursos de Pós-Graduação (mestrado)

0,3

0,15

23

NDE de Cursos de Graduação

0,2

0,1

24

Comissão do SEPE/DIVERSA (organizadora e editorial)

0,2

0,1

25

Colaborador em Projeto de Extensão

0,1

0,05

26

Núcleo de Inovação Tecnológica Social (NITS)

0,1

0,05

27

Comissão de Acompanhamento e Avaliação dos Programas de Assistência Estudantil

0,1

0,05

28

Comissão do PROHAITI

0,1

0,05

29

Comitê Editorial

0,1

0,05

30

Membro de alguma Comissão Organizadora de Eventos

0,1

0,05

31

Núcleo Permanente de Pessoal Docente – NPPD

0,2

0,1

32

Comissão do PIN

0,2

0,1

33

Comissão Permanente de Procedimentos Administrativos Disciplinares (CPPAD)

0,2

0,1

34

Participação em Comité de Ética

0,2

0,1

35

Comissão Permanente de Pessoal Docente – CPPD

0,2

0,1

36

Comissão Própria de Avaliação – CPA

0,2

0,1

37

Membro do Comitê de Acesso e Perm. dos Povos Indígenas – PIN

0,2

0,1

38

Participação em GTs (cursos de mestrado)

0,2

0,1

39

LIFE

0,2

0,1

40

Outras atividades administrativas não citadas e comprovadas no RAA/PAA

0,1

0,05

 

Realeza-PR, 14 de julho de 2020.

Ademir Roberto Freddo

Coordenador Acadêmico do Campus Realeza

CONSCRE

MOÇÃO DE APOIO À PRORROGAÇÃO DOS EDITAIS DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

 

O Conselho do Campus Realeza, órgão consultivo e deliberativo no âmbito do Campus Realeza da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), por decisão unânime dos presentes, subscreve a petição de prorrogação dos prazos dos editais feita pelas coordenações de projetos e programas de ensino, pesquisa, extensão e cultura da UFFS, cuja vigência se encerraria em julho e agosto de 2020.

Os referidos programas e projetos foram iniciados em meados de agosto e setembro de 2019 e tiveram suas atividades no primeiro semestre de 2020 interrompidas em virtude da pandemia do novo Coronavírus. A petição pretende que o prazo de vigência seja estendido, ao menos, até o final de 2020 e ocorre em virtude da importância de se garantir a manutenção das parcerias com a comunidade regional, de promover a devolutiva das ações planejadas e de finalizar os trabalhos de campo.

O Conselho do Campus Realeza também se manifesta pela manutenção integral dos recursos financeiros aprovados para a execução dos projetos e programas mencionados.

 

Sala das Sessões do Conselho do Campus, 5ª Sessão Ordinária, em Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

 

Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

PROAE

Dispõe sobre os procedimentos normativos dos Planos de Acompanhamento para estudantes de graduação no âmbito da Universidade Federal da Fronteira Sul.

O Pró-Reitor de Assuntos Estudantis da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições,

RESOLVE:

Art. 1º INSTITUIR os procedimentos normativos dos Planos de Acompanhamento para estudantes de graduação no âmbito da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Art. 2º  Para fins desta Instrução Normativa, considera-se Planos de Acompanhamento intervenções propostas pelo Setor de Assuntos Estudantis (SAE)/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus que visam a melhoria no desempenho acadêmico dos estudantes e consiste em diagnóstico, plano e desenvolvimento de atividades, realizados no período mínimo de um semestre.

Art. 3º Os Planos de Acompanhamento objetivam estabelecer o compromisso entre estudante, as equipes multiprofissionais dos SAEs e outros setores da UFFS envolvidos neste processo, a fim de atingir o êxito acadêmico desejado.

Parágrafo único. No caso de estudante beneficiário(a) de auxílio socioeconômico, entende-se como êxito acadêmico desejado, ser aprovado no mínimo dos créditos exigidos no Edital de concessão a que está vinculado(a).

Art. 4º O público-alvo são os(as) estudantes regularmente matriculados(as) nos cursos de graduação da UFFS, preferencialmente beneficiários(as) de auxílios socioeconômicos que não atendam aos critérios de desempenho mínimo estabelecidos nos editais.

Art. 5º O Plano de Acompanhamento conta com as seguintes etapas:

I– manifestação de interesse pelo(a) estudante, que deve ser realizada em até 30 (trinta) dias a contar do início do semestre letivo;

II– análise e emissão de parecer realizado pelo SAE/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus;

III– entrevista e elaboração do plano de atividades;

IV– deferimento ou indeferimento no SAS, em caso de estudante beneficiário(a) de auxílio socioeconômico;

V– cadastro dos Planos de Acompanhamento no Mesa Virtual (SIPAC) e envio ao DAE;

VI– homologação do plano de atividades, quando beneficiário(a) de auxílios socioeconômicos, pela PROAE;

VII– execução das atividades propostas;

VIII– avaliação do plano de acompanhamento.

§1° O(A) beneficiário(a) de auxílios socioeconômicos deve manifestar seu interesse por meio de inserção do Formulário de Solicitação de Plano de Acompanhamento no SAS, disponível no site da UFFS.

§2° O(A) estudante que solicitar plano de acompanhamento por demanda espontânea ou que não tiver cadastro no SAS, deve manifestar seu interesse preenchendo o Formulário de Registro de Intervenção, disponível no site da UFFS, entregando-o no SAE/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus.

§3° O plano de acompanhamento será considerado formalizado mediante atendimento das etapas I, II, III e IV deste Artigo.

Art. 6º O diagnóstico é um instrumento que visa elencar as principais motivações que incorreram no desempenho do estudante e auxiliar na elaboração de proposta(s) de atividade(s) que será(ão) acordada(s) no plano de atividades do estudante. É realizado por meio de entrevista e análise do Formulário de Registro de Intervenção sobre a Retenção.

Art. 7º O plano de atividades é o detalhamento das ações que comporão o plano de acompanhamento do estudante. As atividades podem ocorrer de forma individual ou coletiva, por meio de:

I– atendimentos com profissional da equipe psicossocial e/ou pedagógica;

II– participação em monitorias ou tutorias;

III– participação em oficinas;

IV– participação em grupos de estudo;

V– criação e/ou adaptação de rotina de estudos;

VI– encaminhamentos para a Rede de Atendimento de Referência do município;

VII– matrícula orientada, realizada preferencialmente pelo Coordenador de Curso;

VIII– orientações sobre processos internos da universidade (transferência interna, cancelamento de disciplina, trancamento, entre outros);

IX– outras atividades acordadas com o(a) estudante.

Art. 8º A elaboração do plano de atividades deverá ser registrada no formulário Plano de Acompanhamento de Estudante, devendo conter:

I– dados de identificação do(a) estudante;

II– detalhamento dos compromissos assumidos pelo(a) estudante;

III– definição da periodicidade dos atendimentos e das atividades propostas.

Art. 9º O Plano de Acompanhamento será homologado mediante:

I– recebimento do Formulário de Registro de Intervenção sobre a Retenção e elaboração do Plano de Acompanhamento do Estudante, em conformidade com os Artigos 5º ao 8º desta Instrução;

II– protocolo e encaminhamento, pelo SAE/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus, ao Departamento de Assuntos Estudantis (DAE), dos formulários devidamente assinados no Mesa Virtual (SIPAC).

Parágrafo único. O Plano de Acompanhamento não será homologado quando não estiver formalizado, conforme o parágrafo 3º do Artigo 5º desta Instrução.

Art. 10. O acompanhamento será realizado pela equipe do SAE/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus, conforme a periodicidade das ações do plano de atividades, por meio de Formulário de Registro da Frequência nos atendimentos e demais atividades.

Parágrafo único. O estudante encaminhado para a Rede de Atendimento de Referência deve apresentar documento que comprove seu comparecimento ou agendamento de atendimento.

Art. 11. O Plano de Acompanhamento será avaliado periodicamente quanto ao cumprimento das atividades e êxito acadêmico, sendo registrado em uma das seguintes categorias:

I– Caso o(a) estudante não cumpra com as atividades ou atendimentos propostos, terá seu plano de acompanhamento considerado como: não cumprido.

II– Caso o(a) estudante cumpra com as atividades e atendimentos propostos, mas não tenha êxito acadêmico desejável, terá seu plano de acompanhamento considerado como: cumprido parcialmente;

III– Caso o(a) estudante cumpra com as atividades e atendimentos propostos, e tenha êxito acadêmico desejável, terá seu plano de acompanhamento considerado como: cumprido integralmente.

§1° Os(As) beneficiários(as) de auxílios socioeconômicos enquadrados no Inciso I deste Artigo ficam sujeitos(as) às prerrogativas do Edital de concessão a que estão vinculados(as).

§2° Estudantes que foram desligados, que se enquadram no inciso I e II deste Artigo, poderão solicitar novo Plano de Acompanhamento para o próximo período mediante recurso encaminhado à PROAE via Mesa Virtual (SIPAC).

Art. 12. São atribuições do(a) estudante:

I– apresentar o plano de acompanhamento ao Coordenador de seu curso;

II– manter registro das atividades realizadas do seu plano de atividades;

III– cumprir as atividades elencadas no Plano de Acompanhamento;

IV– solicitar agendamento de atendimento, conforme seu plano de atividades, com profissional técnico e/ou docente;

V– comprometer-se a buscar os serviços psicológicos e/ou pedagógicos da UFFS, bem como participar das monitorias disponíveis e do atendimento individual de docentes.

VI– justificar e solicitar reagendamento de atendimento, nos casos em que não puder comparecer ao atendimento e/ou atividade;

VII– responder pesquisas do SAE/PROAE referentes ao Plano de Acompanhamento;

VIII– dedicar-se prioritariamente às atividades de ensino do seu curso de graduação.

IX– ter carga horária disponível para cumprir com as atividades do plano de acompanhamento.

Art. 13. São atribuições do Setor de Assuntos Estudantis (SAE)/Setor designado pela Coordenação Acadêmica de cada campus:

I– orientar o estudante nas prerrogativas do Plano de Acompanhamento;

II– analisar e deferir ou indeferir a manifestação de interesse do(a) estudante;

III– elaborar o plano de atividades em acordo com o(a) estudante, coletar sua assinatura e encaminhar para registro e/ou homologação (quando for o caso) da PROAE, via Mesa Virtual (SIPAC);

IV– realizar atendimentos e/ou parcerias com outros profissionais;

V– encaminhar o(a) estudante para a Rede de Atendimento de Referência;

VI– enviar às coordenações dos Cursos a lista dos(as) estudantes em acompanhamento;

VII– registrar as intervenções durante o semestre e ao final, verificando se o(a) estudante cumpriu as atividades a que se propôs;

VIII– avaliar os planos de acompanhamento;

IX– informar à PROAE sobre os registros de acompanhamento das atividades;

X – emitir, caso solicitado, parecer circunstanciado técnico dos casos à PROAE.

Art. 14. São atribuições da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis:

I– homologar os Planos de Acompanhamento dos(as) beneficiários(as) de auxílios;

II– manter registro dos Planos de Acompanhamento;

III– elaborar estudo anual com base no diagnóstico dos Planos de Acompanhamento, de forma a sugerir medidas para minimizar a retenção e evasão;

IV– realizar monitoramento tempestivo dos Planos de Acompanhamento;

V– realizar reuniões periódicas para troca de informações entre as equipes e proposição de melhorias nos Planos de Acompanhamento;

VI– realizar parcerias com outras Pró-Reitorias e Comissões para viabilizar as ações dos planos de atividades.

VII – analisar e julgar os recursos encaminhados à PROAE.

Art. 15. São atribuições dos Coordenadores de Curso:

I– orientar os(as) estudantes em Acompanhamento do seu curso em suas atividades acadêmicas ao longo do semestre;

II– acompanhar, ao longo do semestre, a frequência e notas dos(as) estudantes em Acompanhamento;

III– dialogar com os docentes dos CCRs dos quais o(a) estudante em Acompanhamento estiver matriculado(a), acerca das dificuldades acadêmicas do(a) estudante.

Parágrafo único: Nos cursos de alternância, o Coordenador do curso auxiliará, quando solicitado, a analisar os casos dos estudantes em acompanhamento em apoio as equipes dos SAEs.

Art. 16. Fica revogada a INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1/PROAE/UFFS/2018.

Art. 17. Esta INSTRUÇÃO NORMATIVA entra em vigor na data de sua publicação.

 

 

Chapecó-SC, 15 de julho de 2020.

Rubens Fey

Pró-Reitor de Assuntos Estudantis

PROPLAN

Manual de Suprimento de Fundos

Este manual tem por objetivo a padronização de procedimentos relativos à concessão e utilização de recursos na modalidade Suprimento de Fundos por meio do Cartão de Pagamento do Governo Federal (CPGF), no âmbito da UFFS, abrangendo as fases de solicitação, concessão, aplicação e prestação de contas, em consonância com os dispositivos legais relacionados.

É recomendável também a leitura do Manual Perguntas e Respostas - Suprimento de Fundos e Cartão de Pagamento - CGU.

Chapecó-SC, 17 de julho de 2020.

Liandro Pedro Luft

Pró-Reitor de Planejamento, em exercício

Designa coordenador responsável por acompanhar o andamento e a execução do Acordo de Cooperação Técnica.

O Pró-Reitor de Planejamento no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 661/GR/UFFS/2012, de 19/06/2012, resolve:

 

Art. 1° DESIGNAR, a partir de 09/07/2020, o servidor ERNESTO QUAST, SIAPE 93817, para ser o coordenador responsável por acompanhar o andamento e a execução do Termo de Convênio de Cooperação Técnica com o Município de Chapecó, Processo 23205.000644/2017-53.

 

Art. 2º DESIGNAR, a partir de 09/07/2020, o servidor ILSON DOS SANTOS, SIAPE 1793405, para ser o coordenador substituto.

 

Art. 3º Revogar a PORTARIA Nº 41/PROPLAN/UFFS/2019.

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Liandro Pedro Luft

Pró-Reitor de Planejamento, em exercício

CCLECLS

ATA Nº 4/CCLEC -LS/UFFS/2020 DA 4ª REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO – 14/07/2020

Aos quatorze dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, às nove horas, no aplicativo de web conferência Cisco Webex, foi realizada a quarta reunião ordinária do Colegiado do Curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências Naturais, Matemática e Ciências Agrárias, concomitante com a quarta reunião ordinária do Colegiado do Curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, do Campus Laranjeiras do Sul da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pela Coordenadora dos Cursos, Professora Fernanda Marcon. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes membros: Joaquim Gonçalves da Costa, Josimeire Aparecida Leandrini, , Ricardo Key Yamazaki, Felipe Mattos Monteiro e Lucimara Lemiechek. Justificaram a ausência os seguintes membros: Vivian Machado de Menezes, Wanderson Gonçalves Wanzeller, Priscila Ribeiro Ferreira, Everton Donizetti Kielt, Tiago Prestes e Marciane Maria Mendes. Faltaram a sessão e não justificaram ausência os seguintes membros: Ticiana Carla Southier Mesquita. A Coordenadora informou a pauta que foi enviada junto com a convocação a qual foi aprovado pelos presentes. 1. Informes: 1.1 PIBID e Residência Pedagógica: A professora Fernanda informou ao colegiado que o prazo de inscrições nos editais do PIBID e do Residência Pedagógica foram prorrogadas mais uma vez, mas que os discentes estão com dificuldades para se enquadrar nos critérios dos editais, principalmente a Residência Pedagógica, que até o momento não se tem ainda o número de discentes que estarão habilitados para participar, tendo em vista ser requisito estar nas fases finais do curso. Ainda é incerto a data de início das atividades, mas cogita-se em trabalhar com atividades remotas a partir do mês de agosto. 1.2 Atividades Extracurriculares: A Coordenadora informou que ainda esta prevista a realização de mais duas atividades referente a série de palestras online denominada "Diálogos virtuais da Educação do Campo", que é promovido pela Comissão Atividades Extracurriculares do curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, no Campus Laranjeiras do Sul. O evento é direcionado a todos os interessados. Haverá certificação para todos os participantes que realizarem a inscrição em https://bityli.com/dhCEP e confirmarem a presença, no dia e horário da palestra, nos comentários do chat. A coordenadora ainda indicou que pretende vincular as referidas atividades a um projeto de extensão coordenado pela servidora Lucimara Lemiechek. Disse ainda que a intenção é de que essas atividades possam gerar certificados para serem validados como ACCs pelos estudantes. 2. Pauta: 2.1 Aprovação da ATA Nº 3/CCLEC-LS/UFFS/2020 (CNMA): As atas foram encaminhadas com a convocação para apreciação prévia. Os presentes aprovaram a ATA Nº 3/CCLEC-LS/UFFS/2020, com alteração na linha número 20, devendo o termo "inciado" ser substituído por "iniciado". 2.2 Estágios no período de suspensão do calendário: Considerando o período de pandemia e suspensão do calendário acadêmico, na data de 01 de julho de 2020, a PROGRAD/DRA e o Fórum das Coordenações, apresentou novas orientações acerca das atividades remoto/semipresencial, das quais se enquadram os estágios das licenciaturas. O Ofício Circular n. 7/2020-PROGRAD, dispões sobre dos Estágios nas licenciaturas: "A oferta de estágio está regulamentada no §8º do artigo 2º da Resolução nº 3/CONSUNI/2020 e, para ser oferecido, basta que seja aprovado no respectivo colegiado de curso e comunicado à Coordenação Acadêmica. A recente Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020, permite a substituição presencial por atividades em meios digitais na oferta de práticas profissionais ou estágios desde que obedecidas às Diretrizes Curriculares Nacionais, ficando vedada a substituição daqueles cursos que não estejam disciplinados pelo CNE. Assim, no caso dos estágios nas licenciaturas, cabe ao colegiado de curso analisar e decidir sobre o oferecimento de estágios nessa modalidade. Nesse caso, em atenção ao disposto no §4º da Portaria nº 544, deverá haver, em nível de colegiado, aprovação de “plano de trabalho específico”, que deverá ser apensado ao projeto pedagógico de curso. Neste caso, o plano de ensino do professor é condição suficiente e equivalente ao “plano de trabalho específico”, exigido pela Portaria nº 554/2020. Caso o colegiado de curso entenda que seja possível o oferecimento de estágio com o uso das TICs, deverá prever “Termo de Acordo/Anuência” do local do estágio (Redes e Sistemas Educacionais, Escolas, etc.) para que o mesmo ocorra nessa modalidade, a fim de permitir a inclusão e participação dos estagiários e os demais envolvidos no processo, de modo a atender o regulamento de estágio de cada curso de licenciatura". Apesar dessa confirmação acerca da viabilidade legal, os membros ainda possuem muitas dúvidas em decidir quais as praticas que poderiam implementada nesse período, sem comprometer a parte pedagógica. Os membros concordam em aguardar a reunião do CONSUNI, definida para data de 03 de agosto de 2020, afim de averiguar quais sãos as estimativas para retorno de retorno presencial das atividades. A partir disso, vislumbrando-se a permanência da situação pandêmica, os membros propõem em marcar reunião com os coordenadores de estágio dos outros campus para averiguar as possibilidades de implementar ações operacionais relativos a estágio, considerando as particularidades de cada curso. Os membros do colegiado aprovam o encaminhamento. 2.3 Curricularização da Extensão: O professor Joaquim Gonçalves da Costa, como membro da Comissão de Curricularização da Extensão do Campus Laranjeiras do Sul ressaltou que foi realizado a resposta das questões encaminhadas pelas coordenações de curso referente à curricularização da extensão, conforme o Ofício Nº 1 / 2020 - EXT - LS (10.17.08.07.01.05.17), Nº do Protocolo: 23205.007217/2020-00. Nos termos do anexo daquele documento "A Comissão em seus debates [neste primeiro momento] se pautou fundamentalmente nos fundamentos legais, princípios e diretrizes inscritos na Resolução CNE/CES nº 7, de 18 de dezembro de 2018, com vistas a opinar acerca das indagações, dúvidas e sugestões advindas das Coordenações de Curso. Levando em consideração a proposta ‘metodológica’ e de cronograma aprovada no Conselho de Campus, que neste primeiro momento, é fundamentalmente “levantar dúvidas e questões dos Cursos sobre a curricularização da extensão [...]” verificamos que algumas questões e dúvidas não serão possíveis de serem respondidas agora [em seu conteúdo fundamental], pois trazem elementos que dependem da aprovação da ‘Peça Normativa Institucional’ [ou a Norma Institucional Geral], que é a razão essencial deste processo de discussões e sínteses em andamento. De posse desse entendimento, consideramos que, tanto as questões, quanto às dúvidas que não podem ser respondidas agora pela ausência da normatização, por serem manifestadas, expressam potencialidades e/ou preocupações e necessidades percebidas nos Colegiados, frente à demanda de Curricularização da Extensão. Neste sentido, serão encaminhadas para a Comissão Geral como indicativo de que se possa levar em consideração essas preocupações [exceto nos casos em que haja impedimento por alguma norma jurídica] na construção da minuta de Resolução que será apreciada e aprovada [posteriormente] no Consuni, onde demarcará e definirá na instituição, os princípios, fundamentos e procedimentos que devem ser observados nas mudanças de PPCs, etc". O professor Joaquim Gonçalves da Costa como encaminhamento orienta para que o curso se atende as recomendações do anexo referente ao Ofício Nº 1 / 2020 - EXT - LS (pag. 18/19), especialmente ao item 4, seja ele: "A partir das discussões realizadas no âmbito dos NDEs, Colegiados, por este relatório e demais documentos indicados, bem como a partir do Conhecimento do PPC do Curso, que os NDEs e Colegiados possam elaborar sugestões de onde gostariam ou precisariam inserir a Curricularização da Extensão. As práticas extensionistas que já estão sendo realizadas pelos cursos poderiam ser consideradas no processo de elaboração de atividades extensionistas curricularizáveis". Orienta ainda para que a coordenação encaminhe os referidos documentos para os membros do colegiado e NDE afim de que todos tenham acesso e possam já ir pensando em sugestões. A professora Fernanda Marcon se comprometeu a encaminhar os referidos documentos, assim como agendar reunião do NDE no início do próximo semestre para continuar com as discussões. Os membros do colegiado aprovam o encaminhamento. 2.4 Remanejamento do orçamento do curso: A Coordenadora apresentou os valores disponíveis conforme relatório do campus. Os membros ao discutir questões relativas ao orçamento do curso, levando em consideração a suspensão do calendário acadêmico em virtude da pandemia, chegaram ao consenso de que estes valores não utilizados em sua plenitude naquelas atividades que estavam previamente estabelecidas. Também foi consenso de que, caso não utilize as verbas em suas, o curso disponibilizará aqueles recursos para outras demandas do campus. Foi consenso também em remanejar as referidas rubricas em apoio a discentes e docentes em eventos acadêmicos. O professor Joaquim Gonçalves da Costa questionou sobre a possibilidade em remanejar tais recursos em publicação de material acadêmico. A Coordenadora se comprometeu em fazer as devidas consultas, apresentar na próxima reunião do coleado a proposta do rateio daqueles valores para apoio discentes e docentes em eventos acadêmicos, averiguar se é possível utilizar em publicações e, caso ainda remanesça recursos, indicar qual seria o valor a ser destinado ao campus, após a aprovação do colegiado. Sendo onze horas e vinte minutos e não havendo mais assuntos a tratar, foi encerrada a sessão, da qual eu, Marcos Paulo Vedana, Assistente em Administração, lotada na Secretaria Geral de Cursos, lavrei a presente Ata que será enviada aos membros para aprovação e, aprovada, será assinada por mim e pela Coordenadora do curso que preside o Colegiado.

Marcos Paulo Vedana_________________________________________________

Fernanda Marcon____________________________________________________

Laranjeiras do Sul-PR, 14 de julho de 2020.

Fernanda Marcon

Coordenadora do Curso de Graduação em Licenciatura em Educação no Campo do Campus Laranjeiras do Sul

Documento Histórico

ATA Nº 4/CCLECLS/UFFS/2020

PROPEPG

Constitui o Grupo de Trabalho responsável pela elaboração do projeto e implantação do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.

O PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 1500/GR/UFFS/2013, resolve:

 

Art. 1º CONSTITUIR o Grupo de Trabalho (GT) responsável pela elaboração do projeto e implantação do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, no Campus Chapecó-SC.


Art. 2º Designar os membros do GT do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, conforme segue:

I – Adriana Remião Luzardo, Professora e Magistério Superior, SIAPE nº 1288832;

II – Aline Massaroli, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2419913;

III – Crhis Netto de Brum, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1639575;

IV Cláudio Claudino da Silva Filho, Professor de Magistério Superior, SIAPE nº 1869398;

V – Daniela Savi Geremia, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2115053;

VI Eleine Maestri, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1716617;

VII – Graciela Soares Fonseca, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2301769;

VIII – Jeane Barros de Souza, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2061213;

IX Jeferson Santos Araujo, Professor de Magistério Superior, SIAPE nº 1414135;

X – Joanna d'Arc Lyra Batista, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1581576;

XI Julia Valeria de Oliveira Vargas Bitencourt, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 579799;

XII – Maíra Rossetto, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2279340;

XIII – Marcela Martins Furlan de Léo, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1613757;

XIV – Valéria Silvana Faganello Madureira, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1952818;

XV – Vander Monteiro da Conceição, Professor de Magistério Superior, SIAPE nº 2421913.

 

Art. 3º Designar os membros que compõem a Comissão responsável pela Coordenação das atividades do Grupo de Trabalho:

I – Crhis Netto de Brum, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 1639575 (Presidente);

II – Vander Monteiro da Conceição, Professora de Magistério Superior, SIAPE nº 2421913.

 

Art. Entende-se como atividades inerentes à implantação do programa a participação em reuniões de trabalho do GT e dos Grupos de Pesquisa, a produção científica e demais atividades correlatas.

 

Art. Fica revogada a Portaria nº 17/PROPEPG/UFFS/2019, de 29 de maio de 2019.

 

Art. 6º Esta Portaria entrará em vigor a partir da sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Clevison Luiz Giacobbo

Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

Homologa o descredenciamento do professor João Lima Sant'Anna Neto como docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Geografia.

O PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 1500/GR/UFFS/2013, resolve:

 

Art. 1º HOMOLOGAR o descredenciamento do professor João Lima Sant'Anna Neto como docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGeo), em conformidade com o Processo nº 23205.006522/2020-76.

 

Art. 2º Esta Portaria entrará em vigor a partir da sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Clevison Luiz Giacobbo

Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação

COSCRE

ATA DA 5ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 2020 DO CONSELHO DO CAMPUS

Aos treze dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, às oito horas e vinte minutos, por meio do sistema de videoconferência, foi realizada a 5ª Sessão Ordinária do Conselho do Campus Realeza da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pelo Diretor do Campus, Marcos Antônio Beal. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes conselheiros: Adelita Maria Linzmeier (Coordenadora do Curso de Graduação em Ciências Biológicas), Aline Portella Biscaino (Coordenadora Adjunta do Curso de Graduação em Física), Ademir Roberto Freddo (Coordenador Acadêmico), Elis Carolina de Souza Fatel (Coordenadora do Curso de Graduação em Nutrição), Gabrielle Coelho Freitas (Coordenadora Adjunta do Curso de Mestrado em Saúde, Bem-estar Animal e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul), Gisele Louro Peres (Coordenadora do Curso de Graduação em Química), Marcelo Karol Galvão de Meira (Coordenador Administrativo em exercício), Márcia Adriana Dias Kraemer (Coordenadora Adjunta do Curso de Graduação em Letras: Português e Espanhol); representantes docentes: Antonio Marcos Myskiw, Barbara Grace Tobaldini de Lima, Clóvis Alencar Butzge, Emerson Martins, Gilza Maria de Souza Franco, Marcelo Zanetti, Letiére Cabreira Soares; representantes técnico-administrativos em educação: André Luiz Zabott (suplente), Hudison Loch Haskel, Maikel Douglas Florintino (suplente); representante discente: temporariamente sem representação. Não compareceram à sessão por motivos justificados: Adalgiza Pinto Neto, Denise Maria de Souza Mello (Coordenadora do Curso de Graduação em Medicina Veterinária), Jonatas Cattelam (Coordenador Adjunto do Curso de Graduação em Medicina Veterinária). Não compareceram à sessão: Claudemir de Chaves [suplente] (representante da comunidade regional), Elemar Linke [titular] (representante da comunidade regional), Gilberto Laske [titular] (representante da comunidade regional), Ozeias de Oliveira [suplente] (representante da comunidade regional). Iniciada a sessão, o presidente passou, de imediato, ao Expediente. 1.1 Apreciação das Atas das sessões anteriores. A Ata da 4ª Sessão Ordinária de 2020 foi aprovada sem ressalvas. Os conselheiros Aline Portella Biscaino, Gabrielle Coelho Freitas, Letiére Cabreira Soares e Marcelo Karol Galvão de Meira abstiveram-se da votação por não terem participado da referida sessão. 1.2 Informes. O conselheiro Clóvis Butzge informou que o Fórum Permanente de Apoio à Formação Docente se reuniu na semana passada, na qual foram tratados dois pontos de pauta: a) residência pedagógica e PIBID; b) mapeamento da formação de professores no Paraná. O conselheiro Marcelo Meira informou que: a) foi finalizada a execução orçamentária relativa à emenda parlamentar da Deputada Federal Gleisi Hoffmann, na ordem de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil), sendo que, deste total, foi empenhado por processo de carona o valor de R$ 113.020,91 para aquisição dos seguintes bens: um trator de jardim, sete condicionadores de ar de 36.000btus, dois condicionadores de ar de 18.000 btus, um aparelho de bioimpedância, uma impressora 3D. Por dispensa de licitação foram adquiridos armários sob medida para as salas de aula; b) o projeto submetido à Chamada Pública nº 2/2019 da Copel para implantação de usina fotovoltaica no Campus Realeza foi aprovado com ressalvas; o Campus tem o prazo de trinta dias para providenciar os ajustes. Registra-se os agradecimentos do presidente, em nome do Campus, pelo empenho da equipe envolvida na submissão do projeto, que contemplará o Campus Realeza com um recurso na ordem de R$ 2.000.000,00 (dois milhões) para implantação da usina, reduzindo consideravelmente os gastos com energia elétrica no Campus. A conselheira Márcia Kraemer informou que o Curso de Graduação em Letras realizou uma consulta aos acadêmicos do curso sobre o contexto de isolamento social em situação de pandemia, sendo que, dos 125 estudantes matriculados, 116 responderam ao questionário on-line. O conselheiro Ademir Freddo informou que: a) durante essa semana será lançado o edital de monitoria; b) está sendo criado um laboratório de monitoria de inclusão digital que será alocado no Laboratório 105. O presidente informou que: a) foi iniciado, na semana passada, o plantio das mudas de araucária doadas pela Universidade Federal do Paraná no final do ano de 2019. O presidente deixou registrado seu agradecimento aos servidores Rony Ristow e Berta Villagra, que mantiveram as mudas sob seus cuidados, bem como deram suporte durante o plantio; b) no dia 22 de junho, foi dado início à realização dos testes para diagnóstico do COVID-19 das amostras encaminhadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Realeza; o Campus firmará um Acordo de Cooperação Técnica com a Associação Regional de Saúde do Sudoeste do Paraná para que outros municípios da região também sejam contemplados; c) na tarde de hoje, será realizada a 7ª Sessão Extraordinária do Conselho Universitário, na qual será discutida a possibilidade de retomada do calendário acadêmico; d) a Pró-Reitoria de Planejamento encaminhou um ofício à Direção do Campus, solicitando a revisão do uso do recurso desconcentrado do Campus; nesse sentido, a equipe diretiva decidiu reduzir o recurso destinado a materiais de consumo e transporte, possibilitando a conversão de, aproximadamente, R$ 209.000,00 (duzentos e nove mil) para recurso de capital. Encerrado o Expediente, passou-se à Ordem do Dia. O presidente apresentou a pauta da sessão: 2.1 Alteração na composição do Colegiado do Curso de Graduação em Nutrição; 2.2 Homologação do resultado final do edital de apoio para participação em eventos científicos; 2.3 Processo 23205.006246/2020-46: Solicitação de redistribuição da servidora Débora de Mattos Branth; 2.4 Aprovação de área para possível instalação de usina fotovoltaica - Projeto Chamada Pública COPEL; 2.5 Proposta de zoneamento do Campus; 2.6 Homologação do Edital do PIACD 2021-2022; 2.7 Moção de apoio à prorrogação dos editais de ensino, pesquisa e extensão. O presidente propôs as seguintes inclusões de pauta: a) Definição de obra na Proposta de Execução Orçamentária para 2020; b) Destinação do uso do recurso desconcentrado remanejado. Ademais, o presidente propôs a retirada do item 2.5 e que a matéria seja apreciada junto ao item 2.6. O Pleno aprovou as alterações propostas pelo presidente. Considerando a indicação de regime de urgência, ficou definido que a matéria “ Definição de obra na Proposta de Execução Orçamentária para 2020” será apreciada na ordem “2.1”. A pauta foi aprovada nos seguintes termos: 2.1 Definição de obra na Proposta de Execução Orçamentária para 2020; 2.2 Alteração na composição do Colegiado do Curso de Graduação em Nutrição; 2.3 Homologação do resultado final do edital de apoio para participação em eventos científicos; 2.4 Processo 23205.006246/2020-46: Solicitação de redistribuição da servidora Débora de Mattos Branth; 2.5 Proposta de zoneamento do Campus; 2.6 Homologação do Edital do PIACD 2021-2022; 2.7 Moção de apoio à prorrogação dos editais de ensino, pesquisa e extensão; 2.8 Destinação do uso do recurso desconcentrado remanejado. Passou-se ao item 2.1 Definição de obra na Proposta de Execução Orçamentária para 2020. O presidente procedeu a leitura do Ofício Nº 36/2020 – CRE, encaminhado ao Conselho do Campus por meio do Processo Nº 23205.007245/2020-19. Conforme consta no documento, a Direção do Campus solicita que o Conselho do Campus “[...]se posicione, em regime de urgência, sobre o item 1.3 da Proposta de Execução Orçamentária da UFFS para 2020, no que essa se refere à definição, por parte da Secretaria Especial de Obras, da obra especificamente prevista para o Campus no ano corrente. A Direção do Campus Realeza apela para que o Conselho do Campus se manifeste sobre o assunto, de forma a manter ou substituir a obra específica prevista por uma das alternativas, até a data limite da sessão ordinária do mês de agosto, a fim de que seja possível produzir os encaminhamentos necessários para tentar garantir a execução da obra ainda em 2020”. O presidente propôs a indicação de relatoria para análise da matéria e elaboração de parecer. As conselheiras Gabrielle Freitas e Gilza Franco se dispuseram a compor a relatoria. A conselheira Gilza Franco sinalizou a importância da Coordenação Administrativa também compor a relatoria. Os conselheiros Marcelo Meira e Antonio Myskiw se dispuseram a compor a relatoria. A conselheira Elis Fatel indicou o nome da conselheira Márcia Nishiyama para compor a relatoria. O Pleno aprovou a designação da comissão relatora, composta pelos seguintes conselheiros: Antonio Myskiw, Gabrielle Freitas, Gilza Franco, Marcelo Meira, Márcia Nishiyama. A comissão deverá apresentar seu parecer na próxima sessão ordinária. Passou-se ao item 2.2 Alteração na composição do Colegiado do Curso de Graduação em Nutrição. O conselheiro Ademir Freddo apresentou a alteração na representação discente do Colegiado do Curso de Graduação em Nutrição, em virtude do término do mandato da referida representação a partir de 15 de julho de 2020: a) Tainá Caroline Leite Wagner (titular) e Romário Ribeiro de Oliveira (suplente); b) Gilvana Motta Andersen Antunes (titular) e Luana Alberti Noronha (suplente). O Pleno homologou a alteração. A secretaria deste Conselho providenciará a publicação da Resolução a partir do dia 16 de julho. Passou-se ao item 2.3 Homologação do resultado final do edital de apoio para participação em eventos científicos. O conselheiro Ademir Freddo apresentou o resultado final do edital de apoio à participação docente em eventos científicos (Edital nº 15/ACAD-RE/UFFS/2020): 1º) Rozane Márcia Triches, pontuação: 9.55, valor das diárias: R$ 618,82. O conselheiro informou que o item 2.2 do Edital previa a participação dos classificados nos editais do primeiro semestre (Edital 001/ACAD-RE/UFFS/2020 e Edital Complementar 005/ACAD-RE/UFFS/2020), desde que o evento pretendido (cadastrado nos editais) não tivesse sido alterado, ou seja, o evento pretendido tenha sido reagendado para o segundo semestre de 2020 e informado de acordo com o cronograma previsto no item 4.2, com a indicação de nova data do evento no ano de 2020. No entanto, nenhum candidato aprovado nos editais anteriores confirmou a data do novo evento. O Pleno homologou o resultado final do edital. Passou-se ao item 2.4 Processo 23205.006246/2020-46: Solicitação de redistribuição da servidora Débora de Mattos Branth. O conselheiro Marcelo Meira apresentou o parecer da Comissão Permanente de Planejamento, Orçamento e Gestão (CPPOG) relativo ao processo de redistribuição da servidora Débora de Mattos Branth, Nutricionista, oriunda da Instituto Federal de Rondônia – Campus Ariquemes, com o seguinte voto: “Ante o exposto, tendo em vista os fatos ocorridos e considerando as demandas, em atendimento à solicitação de PARECER, o voto da comissão é favorável à aprovação do pedido de redistribuição da servidora DÉBORA DE MATTOS BRANTH do IFRO para a UFFS – Campus Realeza. É o parecer, o qual submete-se à apreciação do Conselho do Campus.” O parecer da CPPOG foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros. Passou-se ao item 2.5 Proposta de zoneamento do Campus. O conselheiro relator da matéria, Hudison Haskel, apresentou o Parecer Nº 11/CONSC-RE/UFFS/2020, com o seguinte voto: “Diante do exposto e da necessidade de aprovação pelo pleno para que se torne possível a realização de obras em um futuro próximo, o relator manifesta-se favorável a proposta de zoneamento do Campus, com a ressalva de que as sugestões elaboradas pelos colegiados que levem a alterações na proposta atual sejam debatidas e aprovadas pelo plenário deste Conselho, e uma vez que aprovadas sejam incluídas no zoneamento.” Em seguida, o conselheiro André Zabott apresentou a proposta de alocação da usina fotovoltaica referente à aprovação do projeto submetido na Chamada Pública Nº 2/2019 da Copel, sendo indicada a área em frente à caixa d’água da Superintendência Unidade Hospitalar Veterinária Universitária (SUHVU) para implantação do projeto. O Pleno aprovou a alocação da usina fotovoltaica. Com relação à proposta de zoneamento, a conselheira Adelita Linzmeier disse que uma das sugestões do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas para o reposicionamento do Hospital Regional seria onde, atualmente, está prevista a estrada ecológica, visto que tal localização facilitaria o trânsito de veículos e acesso ao hospital. Sobre a moradia estudantil, a conselheira sugeriu que seja posicionada em um local que garanta uma melhor mobilidade dos estudantes. Em relação à estrada ecológica, a conselheira destacou a preocupação do Colegiado do Curso com um possível uso inadequado dessa área de mata, já que o corredor ficaria, conforme proposta apresentada, em um local de divisa e afastado das demais construções do Campus. O presidente salientou que a proposta visa definir áreas edificáveis, não precisando, necessariamente, as obras serem alocadas nos termos apresentados. O presidente submeteu à aprovação o parecer do relator Hudison Haskel, sendo aprovado por unanimidade pelos conselheiros. Em seguida, o presidente passou a palavra aos conselheiros para que propusessem emendas. Os conselheiros propuseram as seguintes emendas: I) porção nordeste ("estrada ecológica", próximo à rodovia que liga Realeza ao município de Santa Izabel do Oeste), passe a ser área edificável (além da área predefinida no relato, também as demais áreas daquela extremidade do Campus); II) Clínica-Escola de Nutrição seja próxima à segunda rotatória de entrada do Campus, a fim de facilitar o acesso dos pacientes para atendimento; III) espaço das áreas experimentais não seja lotado unicamente para avicultura, caprinocultura, bovino leiteiro, entre outros; IV) posicionar a moradia mais próximo à entrada principal do Campus, mas não deixando um acesso direto para o exterior do Campus. Com relação à emenda III, proposta pela conselheira Gisele Peres, o presidente informou que neste momento será apenas discutida a área destinada para as áreas experimentais, devendo, em outro momento, ser discutida sua distribuição para os cursos. A conselheira Gisele Peres retirou sua proposição de emenda referente às áreas experimentais. Com relação à emenda IV, proposta pela conselheira Adelita Linzmeier, o presidente sugeriu sua substituição pela seguinte redação: transformar a área destinada ao Hospital Regional em área edificável. O Pleno acolheu a proposição do presidente para a emenda IV. Submetidas à votação, as emendas foram aprovadas por unanimidade pelos conselheiros. Às doze horas e vinte minutos, sendo atingido o teto regimental da sessão, o presidente solicitou a prorrogação por mais vinte minutos, sendo aprovada pelos conselheiros. Passou-se ao item 2.6 Homologação do Edital do PIACD 2021-2022. O conselheiro Ademir Freddo apresentou a minuta do edital de afastamento para capacitação docente, PIACD 2021-2022, disponibilizado antecipadamente aos conselheiros na plataforma Moodle. Com relação ao item 3.5, o conselheiro Clóvis Butzge disse que a Resolução Conjunta nº 1/2015-CONSUNI/CGRAD/CPPG dispõe que o docente poderá afastar-se para doutorado por até 30 (trinta) meses, prorrogável por mais 12 (doze) meses; porém, o edital estabelece o período máximo de 24 (vinte e quatro) meses, prorrogáveis por mais 12 (meses). Sugeriu que o Pleno reavalie o prazo estipulado no edital. Em relação ao cronograma do edital, propôs que o prazo para submissão das propostas seja estendido, tendo em vista que muitos docentes estarão em férias no prazo definido. O conselheiro Ademir Feddo disse que verificará com a Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD) a possibilidade de prorrogar o prazo para submissão das propostas até dia 06 de agosto. Sobre o período de afastamento para doutorado, o presidente disse que 24 (vinte e quatro meses) é o prazo inicial concedido, não sendo vedado ao docente a possibilidade de solicitar mais de uma prorrogação, caso necessário. A conselheira Gilza Franco solicitou o registro em ata de que as reservas de vagas são uma condição de excepcionalidade frente às implicações da pandemia no edital vigente. O presidente submeteu à apreciação a sondagem relativa ao período inicial de afastamento para doutorado, obtendo-se o seguinte resultado: a) 24 meses: 10 votos favoráveis; b) 30 meses: 6 votos favoráveis. O Pleno homologou o edital do PIACD 2021-2022 nos termos apresentados, devendo a Coordenação Acadêmica verificar a possibilidade de prorrogação do prazo para submissão das propostas até o dia 06 de agosto. Passou-se ao item 2.7 Moção de apoio à prorrogação dos editais de ensino, pesquisa e extensão. A conselheira Camila Rossi procedeu a leitura da minuta, conforme segue: “O Conselho do Campus Realeza, órgão consultivo e deliberativo no âmbito do Campus Realeza da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), por decisão da maioria (ou unânime) dos presentes, subscreve a petição de prorrogação dos prazos dos editais feita pelas coordenações de projetos e programas de ensino, pesquisa, extensão e cultura da UFFS, cuja vigência se encerraria em julho e agosto de 2020. Os referidos programas e projetos foram iniciados em meados de agosto e setembro de 2019 e tiveram suas atividades no primeiro semestre de 2020 interrompidas em virtude da pandemia do novo Coronavírus. A petição pretende que o prazo de vigência seja estendido, ao menos, até o final de 2020 e ocorre em virtude da importância de se garantir a manutenção das parcerias com a comunidade regional, de promover a devolutiva das ações planejadas e de finalizar os trabalhos de campo. O Conselho do Campus Realeza também se manifesta pela manutenção integral dos recursos financeiros aprovados para a execução dos projetos e programas mencionados”. O Pleno aprovou a minuta da moção com 15 votos favoráveis e 1 abstenção da conselheira Aline Biscaino, justificada pelo fato da conselheira ser Coordenadora Adjunta de Extensão. Sendo doze horas e cinquenta e oito minutos, foi encerrada a sessão, da qual eu, Suellen Karoliny Sergel de Oliveira, Secretária da Direção e Órgãos Colegiados, lavrei a presente Ata que, aprovada, será devidamente assinada por mim e pelo presidente.

 

Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

Documento Histórico

ATA Nº 6/CONSC RE/UFFS/2020

Designa Comissão Relatora para matéria em tramitação no Conselho do Campus Realeza

 

O Conselho do Campus Realeza, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando o seu Regimento Interno e o Processo nº 23205.007245/2020-19,

 

RESOLVE:

Art. 1º Designar comissão relatora para analisar e elaborar parecer acerca da matéria que trata da definição de obra na Proposta de Execução Orçamentária para 2020, composta pelos seguintes conselheiros(as):

a) Antonio Marcos Myskiw; 

b) Gabrielle Coelho Freitas; 

c) Gilza Maria de Souza Franco; 

d) Marcelo Karol Galvão de Meira; 

e) Márcia Fernandes Nishiyama.

Parágrafo único. A comissão relatora deverá encaminhar seu parecer à Secretaria de Direção e Órgãos Colegiados (SEDOC-RE), preferencialmente, até o dia 3 de agosto de 2020, para que possa ser disponibilizado aos demais conselheiros com antecedência e junto dos demais documentos correspondentes à 6ª Sessão Ordinária de 2020 do Conselho do Campus, agendada para o dia 10 de agosto.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Sala das Sessões do Conselho do Campus, 5ª Sessão Ordinária, em Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

 

Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

Homologa o resultado final do Edital nº 015/ACAD-RE/UFFS/2020, referente ao apoio aos docentes do Campus Realeza para participação em eventos científicos

O Conselho do Campus Realeza, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais,


RESOLVE:

Art. 1º Homologar o resultado final do Edital nº 015/ACAD-RE/UFFS/2020, referente ao apoio aos docentes do Campus Realeza para participação em eventos científicos:

Classificados até o limite de recursos previstos no Edital

Ordem de Classificação

Servidor

Pontuação

Valor das Diárias

1

Rozane Márcia Triches

9,55

R$ 618,82

 

Art. 2º A liberação de recursos para a proposta classificada estará sujeita a disponibilidade orçamentária e comprovação (declaração, inscrição, certificados) do proponente na participação do evento com apresentação, publicação de trabalho (resumo ou completo) ou coordenação/organização de atividades.

Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Sala das Sessões do Conselho do Campus, 5ª Sessão Ordinária, em Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

 

Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

Aprova a proposta de zoneamento da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Realeza

 

O Conselho do Campus Realeza, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no Inciso I do Art. 25 do Estatuto da UFFS,


RESOLVE:

Art. 1º Aprovar a proposta de zoneamento da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Realeza, constante no Anexo I, com vistas à disposição e uso dos espaços físicos disponíveis, de acordo com a natureza das atividades projetadas.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Realeza-PR, 13 de julho de 2020.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

PROGESP

Progressão Docente
O PRÓ-REITOR DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições legais e, considerando o disposto na Portaria nº 288/GR/UFFS/2020, o Decreto nº 94.664/1987, a Portaria nº 475/MEC/1987, a Lei n° 12.772/2012, resolve:
 
Art. 1º CONCEDER Progressão Funcional por Mérito, ao Professor do Magistério Superior, a seguir relacionado:
 

Nome

Siape

Vigência

Classe / Nível

Classe / Nível

 

Processo

De

Para

Diego Anderson Hoff

1145634

02/06/2020

Adjunto C Nível 1

Adjunto C Nível 2

23205.002414/2017-29

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.
 

Chapecó-SC, 14 de julho de 2020.

Claunir Pavan

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

Promoção Docente
O PRÓ-REITOR DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições legais e, considerando o disposto na Portaria nº 288/GR/UFFS/2020,  a Lei n° 12.772/2012 e a Lei 13.325/2016, resolve:
 
Art. 1º CONCEDER Promoção, ao Professor do Magistério Superior, a seguir relacionado:
 

Nome

Siape

Vigência

Classe / Nível

Classe / Nível

 

Processo

De

Para

Asdrubal Cesar da Cunha Russo

2274552

04/05/2020

Auxiliar A Nível 2

Assistente B Nível 1

23205.002310/2018-03

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.
 

Chapecó-SC, 14 de julho de 2020.

Claunir Pavan

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

CONCUR

ATA DA 3ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DE 2020 DO CONSELHO CURADOR

 

Aos treze dias do mês de julho do ano de dois mil e vinte, as nove horas e dois minutos, através de teleconferência pela plataforma Cisco Webex Meetings, foi realizada a 3ª Sessão Extraordinária de 2020 do Conselho Curador (CONCUR), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pelo vice-presidente do CONCUR e representante do Conselho Regional de Contabilidade, Alcindo Oliveira Lopes. Fizeram-se presentes à sessão, por videoconferência, os seguintes indicados conselheiros: Elise Cristina Eidt (repres. TAE do estado de Santa Catarina - Campus Chapecó), Anderson Ivan Nava (repres. TAE do estado do Paraná - Campus Laranjeiras do Sul), Laucir Gerson Breitkreitz (repres. TAE do estado do Rio Grande do Sul – Campus Erechim), Rivaldo de Almeida Arruda (repres. discente do estado de Santa Catarina - Campus Chapecó), Agatha Mendes Castiglioni (rep. discentes do estado do PR – Campus Realeza), Everton Alberto Bortolotto (Representante do Sindicato dos Contabilistas de Chapecó e Região), Angelita Bays (repres. Conselho Reg. de Administração). Participaram da sessão os seguintes conselheiros suplentes, no exercício da titularidade: João Paulo Peres Bezerra (repres. Docente Campus Erechim), Renata dos Santos Rabello (repres. docente Campus Passo Fundo), Sirlomar Clauber Zeni (repres. do Conselho Regional de Administração); Não compareceram à sessão por motivo justificado os seguintes conselheiros: Evandro Pedro Schneider e Anderson Spohr Nedel (repres. docente Campus Cerro Largo), Sandra Maria Wirzbicki e Danuce Marcele Dudek (repres. Docente Campus Realeza), Antonio Maria da Silva Carpes (repres. Campus Laranjeiras do Sul); Faltaram à sessão sem apresentar justificativa os seguintes conselheiros: Gelson Aguiar da Silva Moser e Kelly Cristina Benetti Tonani Tosta (repres. Docente Campus Chapecó) Evandro Bilibio (repres. Campus Laranjeiras do Sul). Participaram da reunião como ouvintes, por estarem em férias os seguintes conselheiros: Anderson André Genro Alves Ribeiro (repres. Docente Campus Erechim), Adelmir Fiabani (repres. Docente Campus Passo Fundo). Participou como convidado: Vilson Genesio Schuck (contador da Proplan); Tomaram posse: Angelita Bays, Agatha Mendes Castiglioni. O presidente fez a abertura dos trabalhos do conselho explicando que devido a problemas técnicos de conexão de alguns conselheiros, a sessão iniciou com atraso e após a confirmação de quórum qualificado e passou para a leitura do item 1. - Análise e votação do Parecer referente Processo nº 23205006472/2020-27 - Relato Integrado de Gestão 2019 - Prestação de Contas Anual. O relator, conselheiro Anderson Ivan Nava, fez a apresentação do seu parecer, onde seu voto foi favorável ao contido no Relato Integrado de 2019 da UFFS, ressalvadas as necessidades de atendimento as recomendações da Auditoria Interna e demais Órgãos de Controle, bem como, recomendou que sejam envidados esforços pela gestão para atendimento das recomendações contidas neste relatório e regularização das ressalvas expressas na declaração do contador. Na sequência o presidente colocou o parecer apresentado em votação, sendo que o conselho aprovou-o por unanimidade. O presidente agradeceu o empenho do relator e demais conselheiros envolvidos no parecer e pediu à Secretaria para elaborar um ofício que será enviado ao Presidente do Consuni manifestando a preocupação deste conselho no tocante ao atendimento dos prazos para a distribuição dos processos, conforme previsto no Regimento Interno do CONCUR, pois, são de fundamental importância para que o relator, bem como a secretaria, consiga analisar e preparar o relatório para devida apreciação em plenária. O Conselheiro Anderson Ribeiro também elogiou o nível do parecer, apesar do pouco prazo. Agradeceu aos conselheiros pelo empenho e disponibilidade. O conselheiro Sirlomar Zeni teve que se ausentar da sessão às 9h30m sendo substituído pela conselheira Angelita Bays. O presidente solicitou para registrar a ausência dos conselheiros titular e suplente, lembrando que após três faltas consecutivas, sem justificativa, ocorre a perda do mandato, conforme regimento. Sendo dez horas e quinze minutos e não havendo mais nada a tratar, foi encerrada a 3ª Sessão Extraordinária de 2020 do Conselho Curador da UFFS, da qual eu, Mirian Lovis de Souza, secretária dos órgãos colegiados, lavrei a presente Ata que, aprovada, será devidamente assinada pelo Presidente e por mim.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Alcindo Oliveira Lopes

Presidente do Conselho Curador

Documento Histórico

ATA Nº 5/CONCUR/UFFS/2020

APROVA O RELATO INTEGRADO DE GESTÃO DO ANO DE 2019 DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS)

 

 

O Conselho Curador (CONCUR) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Art. 57, inciso V, do Estatuto da UFFS e considerando as deliberações em sua 3ª Sessão Extraordinária, em 13 de julho de 2020,

 

RESOLVE:

 

Art. 1º Aprovar por unanimidade o Relato Integrado de Gestão do Ano de 2019 da UFFS, conforme recomendação do Parecer n° 5/CONCUR/UFFS/2020.

 

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

 Sala das Sessões do Conselho Curador (em caráter excepcional, por aplicativo de reuniões on-line), 3ª Sessão Extraordinária, em 13 de julho de 2020.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Alcindo Oliveira Lopes

Presidente do Conselho Curador

PROGRAD

Seleção de bolsistas para o grupo PET Políticas Públicas e Agroecologia - Campus Laranjeiras do Sul

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 442/GR/UFFS/2020, torna público o presente Edital, que abre inscrições para a seleção de bolsistas e voluntários para o grupo PET/Conexão de Saberes - Políticas Públicas e Agroecologia, do Programa de Educação Tutorial – PET, Campus Laranjeiras do Sul.

 

1. DOS OBJETIVOS DO PET (Portaria 976/2010, Artigo 2º)

1.1 O PET constitui-se em programa de educação tutorial desenvolvido em grupos organizados a partir de cursos de graduação das instituições de ensino superior do País, orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, que tem por objetivos:

I - desenvolver atividades acadêmicas em padrões de qualidade de excelência, mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar;

II - contribuir para a elevação da qualidade da formação acadêmica dos alunos de graduação;

III - estimular a formação de profissionais e docentes de elevada qualificação técnica, científica, tecnológica e acadêmica;

IV - formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país;

V - estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela cidadania e pela função social da educação superior;

VI - introduzir novas práticas pedagógicas na graduação;

VII - contribuir para a consolidação e difusão da educação tutorial como prática de formação na graduação;

VIII - contribuir com a política de diversidade na instituição de ensino superior - IES, por meio de ações afirmativas em defesa da equidade socioeconômica, étnico-racial e de gênero.

1.2 O PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia, do Campus Laranjeiras do Sul, é um grupo interdisciplinar composto por estudantes de comunidades populares rurais, tendo a agroecologia e o acesso a políticas públicas como temas unificadores dos cinco cursos de graduação do campus: Agronomia (Linha de formação em Agroecologia), Ciências Econômicas (Linha de formação Desenvolvimento e Cooperativismo), Engenharia de Alimentos, Engenharia de Aquicultura, Interdisciplinar em Educação no Campo – Ciências da Natureza. Seu objetivo principal é contribuir para a superação das desigualdades sociais e educacionais do meio rural da região Cantuquiriguaçu/PR, através da elevação da qualidade da formação de estudantes de graduação, filhos de camponeses e assentados da reforma agrária e seu envolvimento em processos de pesquisa e extensão junto às comunidades rurais.

 

2. DAS ATRIBUIÇÕES DO ESTUDANTE BOLSISTA E DO VOLUNTÁRIO

2.1 São deveres do estudante bolsista e do voluntário:

I - zelar pela qualidade acadêmica do PET;

II - participar de todas as atividades programadas pelo professor tutor;

III - participar durante a sua permanência no PET em atividades de ensino, pesquisa e extensão;

IV - manter bom desempenho acadêmico no curso de graduação;

V - contribuir com o processo de formação de seus colegas estudantes da IES, não necessariamente da mesma área de formação, especialmente no ano de ingresso na instituição;

VI - publicar ou apresentar em evento de natureza científica um trabalho acadêmico por ano, individualmente ou em grupo;

VII - fazer referência à sua condição de bolsista ou de voluntário do PET nas publicações e trabalhos apresentados;

VIII - cumprir as exigências estabelecidas no Termo de Compromisso.

2.2 Os estudantes não bolsistas estarão sujeitos aos mesmos requisitos de ingresso e permanência e aos mesmos deveres exigidos para o estudante bolsista (Artigo 21°, Portaria MEC n°343 de 24 de abril de 2013).

2.3 Os estudantes não bolsistas terão, no caráter de suplente e na ordem estabelecida pelo processo de seleção, prioridade para substituição de estudante bolsista, desde que preencha os requisitos para ingresso no PET à época da substituição (Artigo 21°, Portaria MEC n°343 de 24 de abril de 2013).

 

3. INFORMAÇÕES GERAIS

3.1 O estudante que candidatar-se para bolsista e voluntário do PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul, deverá observar os seguintes requisitos:

I - estar regularmente matriculado em um dos cursos da UFFS Campus Laranjeiras do Sul: Agronomia, Ciências Econômicas, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Aquicultura, Interdisciplinar em Educação no Campo – Ciências da Natureza;

II - ter disponibilidade de 20 (vinte) horas semanais para o desempenho das atividades previstas no programa durante todo o período de vigência da bolsa;

III - ser oriundo do meio rural, podendo ser filho de agricultor familiar ou camponês sem-terra em qualquer modalidade (posseiro, parceiro, arrendatário, meeiro, etc.), ou assentado da reforma agrária, ou quilombola, ou indígena;

IV - participar do processo de seleção que é composto por: 1- avaliação de conhecimento do Manual de Orientações Básicas do PET (MOB), Regimento Interno do Grupo e conhecimento das atividades realizadas pelo grupo; 2 - entrevista on-line com Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2; 3- avaliação dos certificados enviados por e-mail; 4- desempenho acadêmico (índice acadêmico); 5- carta de intenção.

V - conhecer e estar de acordo com as exigências contidas neste Edital.

3.2 O candidato poderá ser bolsista de outro programa, desde que o programa ao qual esteja vinculado permita esse acúmulo.

 

4. VAGAS

4.1 Estão abertas para seleção de 8 (oito) vagas para estudantes regularmente matriculados nos cursos de Agronomia, Ciências Econômicas, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Aquicultura e Interdisciplinar em Educação no Campo – Ciências da Natureza, do Campus Laranjeiras do Sul, distribuídas da seguinte forma:

I - 4 (quatro) vagas para bolsista (com recebimento de bolsa);

II - 4 (quatro) vagas para voluntários (sem recebimento de bolsa).

 

5. INSCRIÇÃO

5.1 Para a inscrição no presente Edital, os candidatos deverão preencher o formulário de inscrição, disponível em: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScx4L3832VjguhIWeZp-YTeLfrxqhR1Gu7hUxFE5ou4DfjtvQ/viewform, conforme período definido no cronograma (item 9.1).

5.2 Um dia antes da entrevista on-line, deverão ser enviados para o e-mail do PET (petuffs@gmail.com) os seguintes documentos:

I - Documento comprobatório de matrícula e frequência no curso da UFFS Campus Laranjeiras do Sul e histórico de notas (histórico escolar);

II - horário das disciplinas cursadas do semestre 2020/1;

III - declaração de disponibilidade de 20 (vinte) horas semanais para o desempenho de atividades previstas;

IV - declaração de qual programa possui bolsa (se for o caso);

V - cópias dos certificados de participação em projetos de pesquisa, iniciação científica, extensão (ou declaração do coordenador do projeto) e de participação em eventos da UFFS ou de outras Instituições;

VI - cópia de documentos: RG e CPF;

VII - comprovante ou declaração de que reside em comunidade do campo ou quilombola (DAP atualizada ou nota de produtor e comprovante de residência no campo (conta de 2 meses de luz);

VIII - carta (máximo uma página) onde conste que contribuições você pode trazer as atividades que o grupo PET realiza, dois pontos positivos e dois pontos negativos seus e porque você deveria ser escolhido para participar do PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia. A carta deve ser preenchida no formulário a seguir: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScTWXWL73JWXmxVK17EC_0EBVEPSxpSk2j8MxDd2MVtYnd--w/viewform

5.3 Não serão aceitas cópias e documentos ilegíveis ou com rasuras, podendo o candidato ser desclassificado caso apresente documentos nestas condições.

 

6 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

6.1 A seleção dos candidatos seguirá os critérios estabelecidos neste Edital, a partir dos quais será selecionado a indicação do estudante como bolsista e voluntário:

I - desempenho acadêmico comprovado por histórico emitido pela UFFS, mínimo 6,0;

II - entrevista com Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2;

III - avaliação on-line;

IV - apresentação de cópias dos certificados de participação em projetos de pesquisa, iniciação científica, extensão ou declaração do coordenador do projeto e de participação em eventos da UFFS ou de outras Instituições;

V - entrega da documentação exigida no edital;

VI- envio da Carta de intenções.

 

7. PARÂMETROS DE ANÁLISE PARA SELEÇÃO e DESCLASSIFICAÇÃO

7.1 Durante a fase de análise técnica dos documentos e entrevista, os critérios de avaliação e os membros da Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2 seguirão as etapas e pesos seguintes:

I - índice acadêmico contidos no histórico de notas (histórico escolar) - (peso 1.0). Alunos do primeiro semestre que ainda não tem índice acadêmico, receberão nota 6,0;

II - nota na entrevista com Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2, em que o candidato será questionado/observado em quesitos sobre: participação, possibilidade de projetos, aprendizagens, compromisso com a proposta, adequação à proposta, facilidade de trabalho em grupo, podendo a entrevista ser feita de forma coletiva ou individual, via skype ou outra plataforma, a critério da comissão. Será atribuída nota de 0 (zero) a 10 (dez) por cada membro da Comissão. A nota desta etapa será dada pela média aritmética simples entre as notas dos membros da comissão -  (peso 4.0);

III - avaliação on-line podendo ter questões descritivas e objetivas, abordando temas relacionados ao Programa PET e ao grupo PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia e seu regulamento (documentos presentes em http://petuffs.wix.com/agroecologia ) -  (peso 1,5); 

IV - participação em projeto de pesquisa, iniciação científica e extensão - serão atribuídas notas de 0 (zero) a 10 (dez) – (peso 2); participação em eventos científicos e palestras da UFFS ou externos – (peso 1), caso o evento seja organizado pelo grupo PET (peso 2). Estudantes que não tiverem pontuação nessa fase não serão desclassificados, apenas não terão nota atribuída;

V - carta de apresentação e intenções do candidato, conforme modelo padrão - nota de 0 a 10, peso (1,5).

7.2 A nota final será dada em uma escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, pela média ponderada (com os pesos acima descritos) entre as notas de cada etapa.

 

8. CLASSIFICAÇÃO E DESEMPATE ENTRE OS CANDIDATOS

8.1 A classificação será feita com base na análise da seleção pela comissão e resultará em uma lista com a classificação de todos os candidatos que participaram integralmente do processo de seleção.

8.2 Serão chamados a integrar o grupo PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia os 8 (oito) primeiros colocados, sendo os 4 (quatro) primeiros candidatos classificados como bolsistas e 4 (quatro) candidatos subsequentes, classificados como voluntários (sem recebimento de bolsa). Os demais classificados neste edital com média superior a 6,0 serão chamados assim que novas vagas forem disponibilizadas.

8.3 Havendo situações de empate após a análise, o desempate entre os candidatos será determinado de acordo com a seguinte ordem de critérios, considerando os índices de classificação:

I - nota da entrevista com Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2;

II - mérito acadêmico – média geral do histórico de notas na UFFS;

III - nota de participação em projeto de pesquisa, iniciação científica, extensão ou evento da UFFS.

8.4 Persistindo o empate, haverá classificação a partir dos cursos menos contemplados no grupo PET, a critério da Comissão de Seleção.

8.5 Os candidatos que tiveram a classificação a partir da 9ª colocação formarão a lista de reserva, tendo validade de 2 (dois) semestres.

8.6 Caso haja necessidade (nos casos de saída de algum membro do grupo e conforme avaliação do tutor do grupo PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia) os candidatos da lista de reserva poderão ser chamados, na ordem estabelecida pelo processo de seleção, para substituição de estudante bolsista e voluntário, desde que preencha os requisitos para ingresso no PET à época da substituição.

 

9. CRONOGRAMA

9.1 A seleção de bolsistas para o Grupo PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia – 2020.2 observará o calendário abaixo:

Etapa

Período

Inscrições

20 a 30/07/2020

Homologação das inscrições e divulgação dos horários das entrevistas

31/07/2020

Apresentação de pedidos de Recursos por parte dos candidatos, referente à fase de inscrições

03/08/2020

Análise dos Recursos

04/08/2020

Homologação Final

05/08/2020

Período de realização de avaliação e entrevistas

06, 07 e 10/08/2020

Divulgação preliminar dos/as estudantes selecionados

11/08/2020

Período de apresentação de Recursos pelos candidatos, referente à fase de Análise para Seleção (Histórico, Entrevista e Experiência em Projetos e Programas)

12/08/2020

Análise dos Recursos

13/08/2020

Homologação Final

14/08/2020

Assinatura do Termo de Compromisso pelos Bolsistas

17 e 18/08/2020

Encaminhar à PROGRAD o Processo de Seleção

19/08/2020

 

9.2 A divulgação das homologações bem como horários de entrevistas e outras comunicações referentes ao processo seletivo será por e-mail e estará disponível no site http://petuffs.wix.com/agroecologia na aba PROCESSO SELETIVO, conforme as datas previstas.

9.3 A partir da divulgação do resultado do processo de seleção, o estudante terá o prazo estipulado no cronograma para solicitar a revisão da sua classificação no processo seletivo, mediante recurso devidamente fundamentado.

9.4 Caso haja recurso, os mesmos deverão ser encaminhados via e-mail para petuffs@gmail.com com o assunto RECURSO.

 

10. DESLIGAMENTO DO GRUPO (Artigo 20°, Portaria MEC n°343 de 24 de abril de 2013)

10.1 O integrante discente será desligado do grupo nos seguintes casos:

I - conclusão, trancamento de matrícula institucional ou abandono de curso de graduação;

II - desistência;

III - rendimento escolar insuficiente;

IV - acumular duas reprovações em disciplinas após o seu ingresso no PET;

V - descumprimento das obrigações junto à Pró-Reitoria de Graduação;

VI - prática ou envolvimento em ações não condizentes com os objetivos do PET ou com o ambiente universitário.

 

11. DISPOSIÇÕES FINAIS

11.1 Os candidatos classificados como bolsistas e voluntários deverão assinar um Termo de Compromisso.

11.2 O cumprimento dos prazos e exigências definidas neste Edital é de inteira responsabilidade do estudante interessado e a não observância destes procedimentos indicará desclassificação do processo.

11.3 Será eliminado do processo o candidato que:

I - não preencher corretamente a ficha de inscrição;

II - não apresentar toda a documentação necessária;

III - não comparecer à entrevista on-line, agendada previamente com a Comissão de Seleção;

IV - em qualquer uma das fases, incorrer em falsidade de informações e incoerência entre os dados apresentados e a sua comprovação.

11.4 Haverá tolerância de atraso de no máximo 15 minutos no dia da avaliação/entrevista on-line.

11.5 A falsidade e/ou omissão de informações, independentemente da época em que for constatada, acarretará a suspensão sumária do benefício (quando houver), ficando sujeito o estudante a processo disciplinar, observado o disposto na legislação pertinente.

11.6 Somente a inscrição no processo de seleção não garante a concessão do benefício.

11.7 As bolsas dos estudantes serão pagas pelo Fundo Nacional de Educação – FNDE, mediante o repasse de recursos pela SESu/SECAD, conforme dados constantes no cadastro do Sistema de Informação Gerencial para o Programa de Educação Tutorial – SIGPET.

11.8 Durante a vigência do Programa de Educação Tutorial – PET/Conexões de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia, o aluno deverá manter seu aproveitamento nos componentes curriculares, com a frequência e rendimento acadêmico exigido pela Instituição, não acumulando mais que uma reprovação.

11.9 Os casos omissos serão analisados pela Comissão de Seleção PET/Conexão de Saberes Políticas Públicas e Agroecologia/2020.2, Campus Laranjeiras do Sul, composta pelos seguintes membros:

I - Profa. Dra. Josimeire Aparecida Leandrini (Siape 1643670) - Tutora PET/Conexões de Saberes - Políticas Públicas e Agroecologia – Presidente;

II - Profa. Dra. Cláudia Simone Madruga Lima (Siape 1261454) – docente do curso de Agronomia (convidada) - Titular;

III - Profa. Dra. Larissa Canhadas Bertan (Siape 1755905) – docente do curso de Engenharia de Alimentos (convidada);

IV - Prof. Dr. Thiago Bergler Bitencourt (Siape 1768806) - Coordenador Acadêmico do Campus Laranjeiras do Sul;

V - Jaíne do Amaral Pare (Matrícula 1712310020), bolsista do grupo PET/Conexões de Saberes

Políticas Públicas e Agroecologia.

Chapecó-SC, 13 de julho de 2020.

Jeferson Saccol Ferreira

Pró-reitor de Graduação

ALTERA COMPOSIÇÃO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS (LICENCIATURA) DO CAMPUS ERECHIM (EMEC 5000408)

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 442/GR/UFFS/2020, resolve:

 

Art. 1º ALTERAR a composição do Núcleo Docente Estruturante – NDE, do curso de graduação em Ciências Sociais - Licenciatura - Campus Erechim, nos termos da Resolução nº 001/2011-CONSUNI/CGRAD, designado pela Portaria nº 25/PROGRAD/UFFS/2020, gestão 2019/2022:

Nome

Siape

Douglas Santos Alves

1933602

Maurício Michel Rebello

2089822

Paulo Ricardo Muller  

1723968

Bernardo Mattes Caprara

1184160

Daniel Francisco de Bem

1837873

Humberto José da Rocha

1991805

Ivone Maria Mendes Silva

1720363

Gustavo Giora

2059157

Parágrafo único. A Presidência do NDE ficará a cargo do coordenador do curso em exercício.

 

Art. 2º Conforme disposto na Resolução nº 001/2011-CONSUNI/CGRAD, o NDE terá atribuições acadêmicas, visando ao acompanhamento do processo de concepção, consolidação e contínua atualização do Projeto Pedagógico do Curso. 

 

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 17 de julho de 2020.

Jeferson Saccol Ferreira

Pró-reitor de Graduação

Altera a composição do Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação - CLAA

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 442/GR/UFFS/2020 e, em cumprimento à Portaria MEC nº 976, de 27 de julho de 2010 (atualizada pela Portaria MEC nº 343, de 24 de abril de 2013), resolve:

 

Art. 1º ALTERAR o Art. 1º, da Portaria nº 131/PROGRAD/UFFS/2019, que passa a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 1º DESIGNAR os seguintes servidores e estudantes bolsistas para comporem o Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação (CLAA), do Programa de Educação Tutorial (PET), gestão 2019/2021:

I - Representantes da Pró-Reitoria de Graduação

a) Rosenei Cella (Siape 1848487) - Titular (Presidente);

b) Debora Cristina Costa (Siape 1879756) - Suplente.

II - Representantes da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação

a) Leandro Henrique Manfredi (Siape 2276001) - Titular;

b) Lidiane Tania Ronsoni Maier (Siape 1906033) - Suplente.

III - Representantes da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura

a) Nerandi Luiz Camerini (Siape 1786828) - Titular;

b) Robson Silveira Goulart (Siape 2767657) - Suplente.

IV - Representantes dos Tutores

a) Josimeire Aparecida Leandrini (Siape 1643670) - Titular;

b) Thiago Ingrassia Pereira (Siape 1297619) - Suplente.

V - Representantes dos Discentes

a) Karen Raffaely Rigodanzo Teichmann (Matrícula 1714200006) - Titular;

b) Camila Keterine Gorzelanski Trenkel (Matrícula 1613530024) - Suplente.”

 

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 17 de julho de 2020.

Jeferson Saccol Ferreira

Pró-reitor de Graduação

ACAD CH

EDITAL Nº 26/COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ/UFFS/2020 SELEÇÃO DE MONITORES DE ENSINO UFFS/CAMPUS CHAPECÓ/2020

EDITAL Nº 26/COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ/UFFS/2020

 

SELEÇÃO DE MONITORES DE ENSINO UFFS/CAMPUS CHAPECÓ/2020

 

A COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência da Resolução Nº 1/CONSUNI/CGAE/UFFS/2018, torna público o presente edital de seleção, que estabelece os critérios e os procedimentos para a seleção de monitores de ensino para os projetos classificados através do Edital Nº 20/PROGRAD/UFFS/2020, a serem desenvolvidos junto ao Campus Chapecó

 

1 DA FINALIDADE DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO

1.1 Atender ao disposto na Resolução Nº 1/CONSUNI/CGAE/UFFS/2018, que estabelece como finalidade do Programa de Monitoria de Ensino promover a aproximação com a prática docente no Ensino Superior e contribuir com a melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem nos cursos de Graduação, envolvendo docentes e discentes, na condição de orientadores e monitores, respectivamente.

1.1.1 Compreende-se por iniciação à prática docente no Ensino Superior a atividade intencional e orientada, comprometida com os princípios institucionais e com os perfis de formação dos cursos de graduação da UFFS, que integra as dimensões cognitiva, contextual e pedagógica no âmbito da organização, do desenvolvimento e da avaliação dos processos de ensino e aprendizagem.

1.1.2 Compreende-se por qualidade de ensino os processos de ensinar e aprender pautados nos princípios formativos dos cursos de graduação da UFFS: I - democratização do acesso e da produção do conhecimento; II - formação humana integral; III - integração entre formação acadêmica e profissional; IV - indissociabilidade entre o Ensino, a Pesquisa e a Extensão; V – interdisciplinaridade; VI - autonomia intelectual; VII – cooperação; VIII – sustentabilidade; IX - transformação social.

 

2 DOS OBJETIVOS

2.1 São objetivos do Programa de Monitoria de Ensino da UFFS:

I – promover atividades e oferecer oportunidades de aproximação com a prática docente no Ensino Superior aos acadêmicos dos diferentes cursos de graduação;

II – qualificar o ensino e a aprendizagem dos cursos de graduação;

III– fortalecer e qualificar as políticas de permanência da Instituição, mediante oferta de atividades de apoio pedagógico aos estudantes;

IV – fortalecer a integração curricular;

V – articular atividades de pesquisa e extensão com as de ensino;

VI – promover a diversidade no âmbito da universidade;

VII – promover estudos, debates e reflexões sobre a docência no ensino superior;

VIII– fomentar a inovação didático-pedagógica;

IX– exercitar a cooperação e o trabalho em equipe.

X – promover o êxito acadêmico e a redução da evasão e da retenção.

 

3 DAS ATRIBUIÇÕES DOS MONITORES

3.1 Constituem atribuições dos monitores:

I - participar do programa de formação inicial e de estudos e reflexões promovidas pela Comissão Local;

II - elaborar um Plano de Trabalho para o período de vigência de sua atuação;

III - Assinar Termo de Compromisso;

IV - participar do planejamento, organização, desenvolvimento e avaliação do Plano de Ensino do componente curricular objeto da monitoria, quando for o caso, e/ou na elaboração do diagnóstico e do projeto de ensino, quando se tratar de projetos voltados para públicos específicos;

V - executar, sob a orientação do docente, atividades pedagógicas previstas no Plano de Trabalho;

VI - destinar parte de sua carga horária semanal para atividades de formação, leitura e estudos relacionados à monitoria e iniciação à docência;

VII - destinar parte de sua carga horária semanal às atividades de apoio pedagógico aos discentes vinculados respectivo projeto de ensino;

VIII - participar do Seminário de Iniciação à Docência desenvolvido no âmbito do SEPE e elaborar um relatório analítico final com o auxílio do coordenador do projeto e/ou colaboradores;

IX - participar de atividades de recepção, matrícula e inserção de novos estudantes no contexto da Universidade organizadas pela Coordenação Acadêmica, no caso de monitores remunerados.

3.2 É vedado ao monitor assumir atividades de responsabilidade do professor ou funções meramente burocráticas, que venham a descaracterizar os objetivos da monitoria.

3.3 O horário de exercício das atividades de monitoria não poderá sobrepor-se e/ou interferir nos horários dos componentes curriculares nos quais o aluno estiver matriculado, bem como prejudicar outras atividades previstas em seu curso que sejam necessárias à sua formação acadêmica.

 

3.4 O monitor deverá exercer suas funções com carga horária de 16 (dezesseis) horas semanais.

3.5 Independente da modalidade da monitoria (remunerada ou não remunerada), os monitores deverão desenvolver atividades nos meses de janeiro e fevereiro em conformidade com o previsto no Edital Nº 20/PROGRAD/UFFS/2020.


4 DAS VAGAS DE MONITORIA E DOS REQUISITOS EXIGIDOS PARA SEU PREENCHIMENTO

4.1 Poderão participar do Programa de Monitoria de Ensino os acadêmicos que preencherem os seguintes requisitos gerais:

a) ser acadêmico da UFFS regularmente matriculado, cursando, no mínimo, 12 (doze) créditos semestrais;

b) atender aos requisitos explicitados no Projeto de Monitoria de Ensino, no caso dos projetos vinculados às modalidades por curso e por público-alvo;

c) ter cursado, com aprovação, o(s) componente(s) curricular(es) objeto da monitoria, ou ter validado componente curricular equivalente cursado em outra universidade, no caso dos projetos vinculados à modalidade por componente curricular.

4.2 Para a concessão de bolsas acadêmicas deverá ser exigido do aluno a assinatura de termo de compromisso no qual constem as seguintes declarações (RESOLUÇÃO Nº 1/2013 – CONSUNI/CEXT):

I - de que não possui outra bolsa da UFFS, de outros órgãos/instituições públicas, privadas ou de agências de fomento;

II - de que tem disponibilidade de carga horária para se dedicar às atividades do programa ou projeto;

III – de que não possui vínculo empregatício.

4.3 A especificação dos requisitos mencionados na alinea “b” do item 4.1, de acordo com a natureza de cada projeto, encontram-se listados no item 4.4 deste Edital.

4.4 Os projetos de monitoria de ensino classificados através do Edital Nº 20/PROGRAD/UFFS/2020 e o número de vagas ofertadas e os requisitos exigidos para seu preenchimento encontram-se explicitados na tabela que segue:

Título do Projeto

Modalidade

Coordenador(a):

Vagas Monitoria Remunerada

Vagas Monitoria Não Remunerada

Curso Filosofia

 

Iniciação à docência em Lógica I e Lógica II (ENS-2019-0051)

Curso Filosofia

Newton Marques Peron

01

_

Requisitos exigidos para a candidatura: O pré-requisito para concorrer à bolsa é ter sido aprovado nos CCRs Lógica I e Lógica II

 

Seleção: Os interessados devem enviar e-mail do dia 16/07/2020 a 21/07/2020 para o endereço: newton.peron@uffs.edu.br, constando o histórico escolar em anexo.

Usaremos como critério:

A média aritmética dos CCRs Lógica I e Lógica II

O desempenho acadêmico

O critério 1 terá prioridade, de modo que o critério 2 será usado apenas em caso de empate.

E-mail coordenação do projeto: newton.peron@uffs.edu.br

 

Desafios e potencialidades da Saúde Coletiva como eixo estruturante na formação médica (Registro ENS-2020-0165)

CCR

Maira Rossetto

_

01

Requisitos exigidos para a candidatura: Disponibilidade de 10 horas semanais para dedicar-se às atividades da monitoria;

•Apresentar afinidade com a Saúde Coletiva;

•Apresentar bom aproveitamentos nos componentes curriculares de Saúde Coletiva I, II, III, IV, V e VI

 

Seleção: será no dia 22.07.2020, às 14 horas pelo link: https://meet.google.com/khu-igii-xat

A seleção será realizada por meio de entrevista.

E-mail coordenação do projeto: maira.rossetto@uffs.edu.br

 

O estudo da Biologia Celular e Histologia Humana no contexto fisiológico e patológico (Registro ENS-2020-0134)

CCR

Leonardo Barbosa Leiria

01

01

Requisitos exigidos para a candidatura: Ser estudante do curso de Enfermagem ou Medicina da UFFS e ter cursado e ter sido aprovado nos componentes que abordam Biologia Celular e Histologia para os respectivos cursos.

O Plano do candidato monitor e o índice acadêmico deverão ser enviados em modelo pdf para o e-mail: leonardo.leiria@uffs.edu.br até o dia 21 de julho de 2020.

 

Seleção:

Etapas avaliativas:

Peso 1: Entrega com aviso de recebimento para o e-mail leonardo.leiria@uffs.edu.br da proposta de Plano de atividades do Monitor, conforme modelo presente na Pro-Reitoria de Extensão e Ensino ( https://www.uffs.edu.br/institucional/pro-reitorias/extensao-e-cultura/extensao/formularios), contendo tempo disponível do bolsista, cronograma de horários e atividades, breve descrição das atividades e atividades remotas para os tempos de Pandemia.

Peso1: Índice acadêmico do estudante que deverá ser enviado em pdf para o e-mail leonardo.leiria@uffs.edu.br O mesmo pode ser disponibilizado no portal do estudante candidato.

Peso 2: Entrevista no dia 22 de Julho de 2020 às 18 horas pelo https://uffs.webex.com/meet/leonardo.leiria

Pré-requisitos: Ser estudante do curso de Enfermagem ou Medicina da UFFS e ter cursado e ter sido aprovado nos componentes que abordam Biologia Celular e Histologia para os respectivos cursos.

O Plano do candidato monitor e o índice acadêmico deverão ser enviados em modelo pdf para o e-mail: leonardo.leiria@uffs.edu.br até o dia 21 de julho de 2020.

 

E-mail coordenação do projeto: leonardo.leiria@uffs.edu.br

 

 

 

A transversalidade de "Iniciação à Prática Científica": semeando a cultura científica para além de um Componente Curricular (CCR) nos 13 cursos de graduação do Campus Chapecó (Registro ENS-2020-0187)

CCR

Claudio Claudino da Silva Filho

_

03

Requisitos exigidos para a candidatura: Ter cursado o Componente Curricular “Iniciação à Prática Científica”, e atender aos demais critérios para ser voluntário/a constantes no EDITAL Nº 15/PROGRAD/UFFS/2020- Seleção e/ou Renovação de Projetos de Monitoria de Ensino.

 

Seleção: A data, horário e forma de como será realizada a seleção: Para se candidatar, a/o estudante deve enviar para claudio.filho@uffs.edu.br: 1) Histórico Escolar da Graduação (versão extraída do Portal do Aluno, não necessitando ser assinada fisicamente); 2)Escrever no corpo da mensagem seu telefone celular; e 3) carta de intenções em PDF, com até três laudas, Fonte Times New Roman, Tamanho 12, Espaçamento 1,5, contendo um texto único que responda/reflita sobre as seguintes questões: Como você avalia o CCR Iniciação à Prática Científica? Qual o papel dele na formação acadêmica, profissional, cidadã e humana?A seleção, realizada pelo próprio coordenador/proponente, considerará que o histórico escolar valerá 30% e a carta de intenções 70% da média final classificatória. Se necessário, para complementar a seleção, agendar-se-á uma reunião virtual.

Obs: não haverá data e horário específicos para a seleção, pois farei a análise dos documentos que pedi dentro do prazo que a PROGRAD dará (22 a 27/07/2020).

E-mail coordenação do projeto: claudio.filho@uffs.edu.br

 

Monitoria de Física Básica e Cálculo (ENS-2019-0057)

Curso/Engenharia Ambiental e Sanitária

Rodrigo Dal Bosco Fontana

01

01

Requisitos exigidos para a candidatura: Domínio dos conhecimentos específicos dos componentes curriculares de física; Competência didático-pedagógica; Bom relacionamento interpessoal; Ser comunicativo; Gostar de trabalho em equipe.

 

Seleção: o processo vai ser online com entrevista através de alguma ferramenta online.

Data da seleção, 22 e 23 de julho (a combinar com os candidatos que se inscreverem).

Processo seletivo: entrevista com prova oral, avaliação das capacidades dos candidatos, avaliação do horário disponível para atendimento, avaliação do desempenho nas componentes curriculares de física, do candidato.

Para inscrição é necessário fornecer a ficha de aluno onde constem as notas destes componentes.

 

 

E-mail coordenação do projeto: rodrigo.fontana@uffs.edu.br

 

Monitoria em sintaxe do português (Registro ENS-2020-0123)

CCR

Ani Carla Marchesan

01

01

Requisitos exigidos para a candidatura: Conforme Edital, item 11, que trata dos requisitos da função e seleção dos monitores, o candidato a monitor de ensino na modalidade Componente Curricular (foco deste projeto de monitoria) deverá preencher os seguintes requisitos gerais:

a) ser acadêmico da UFFS regularmente matriculado, cursando, no mínimo, 12 (doze) créditos semestrais [mantendo frequência mínima de 75% em cada CCR];

b) [...]

c) ter cursado, com aprovação, o(s) componente(s) curricular(es) objeto da monitoria, ou ter validado componente curricular equivalente cursado em outra universidade [...].

Por fim, o monitor deve dispor de 16 horas semanais para executar as atividades de monitoria (conforme item 7.4 do edital) e ter nota superior a 7,0 nos CCRs alvo deste projeto de monitoria: “Estudos da língua portuguesa III: morfossintaxe (GLA 021)” e “Estudos da língua portuguesa IV: morfossintaxe (GLA 022)”.

 

Seleção: (inscrições de 16 a 21/07/2020)

- data, horário e forma de como será realizada a seleção: 27/07/2020, às 9h

- A seleção dos candidatos à monitoria será feita através:

1º) das notas nos CCRs "Estudos da língua portuguesa III: morfossintaxe (GLA 021)” e “Estudos da língua portuguesa IV: morfossintaxe (GLA 022)”- verificadas através do histórico escolar do aluno que deverá ser enviado para o email animarchesan@uffs.edu.br (40% da nota final) e

2º) da aplicação de uma avaliação escrita que será enviada por email às 9h do dia 27/07/2020 e deverá ser devolvida no mesmo dia, até às 17h (essa etapa equivalerá a 60% da nota final).

 

E-mail coordenação do projeto: animarchesan@uffs.edu.br

 

Monitoria de apoio ao processo de aprendizagem dos estudantes e otimização do Ludobrinc no curso de Pedagogia (ENS-2020-0184)

Curso/Pedagogia

Katia Aparecida Seganfredo

02

03

Requisitos exigidos para a candidatura: Conforme Edital 15/PROGRAD/UFFS/2020, item 11.1: podem participar do Programa de Monitorias de ensino os acadêmicos que preencham os seguintes requisitos gerais:

a) ser acadêmico da UFFS regularmente matriculado, cursando, no mínimo, 12 (doze) créditos semestrais;

b) atender aos requisitos explicitados no Projeto de Monitoria de ensino, no caso dos projetos vinculados as modalidades por curso [...]

Desta forma, além dos requisitos gerais citados no Edital, exige-se que o/a candidato/a apresente conhecimento sobre elaboração de planos de ação e conhecimentos sobre TICs.

 

Seleção: o candidato deverá enviar no e-mail no período das inscrições (de 22 a 27/07) o histórico dos componentes curriculares cursados; descrever/apresentar conhecimentos sobre elaboração de planos de ação e conhecimentos sobre Tecnologias de Informação e Comunicação

E-mail coordenação do projeto: katia.seganfredo@uffs.edu.br

 

Monitoria em História: cultura universitária e formação de professores (ENS-2020-0171)

Curso/História

Vicente Neves da Silva Ribeiro

02

02

Requisitos exigidos para a candidatura: Matrícula ativa no Curso e bom aproveitamento no Curso

 

Seleção: Na inscrição, os candidatos deverão apresentar seu Histórico do Curso e uma Carta de Intenções, de uma a duas laudas. Na carta o candidato deverá apresentar sua trajetória acadêmica bem como descrever, após a leitura do projeto, como poderia contribuir com a sua realização. A seleção ocorrerá pela análise desses documentos bem como por uma entrevista, a ser realizada na quinta, dia 23, entre 14h e 15h bem como no dia 27, entre 19h30 e 21h.

E-mail coordenação do projeto: vicente@uffs.edu.br

 

Monitoria de Entomologia Agrícola, Saúde de Plantas e Experimentação Agrícola (ENS-2019-0045)

Curso/Agronomia

Marco Aurélio Tramontin da Silva

01

01

Requisitos exigidos para a candidatura: Ter aprovação em todas as disciplinas exigidas neste projeto com média acima de 6,5; nunca ter reprovado nas disciplinas propostas neste projeto; ter habilidade em compreensão de textos na área da fitossanidade e experimentação; ter assiduidade em seus horários propostos para melhor atender os estudantes; ter disponibilidade nos três períodos (manhã/tarde/noite) para melhor atender os estudantes e ter domínio em programas estatísticos.

 

Seleção: no dia 24/07 as 10h via link webex, após inscrições por e-mail. Eu acredito que o prazo seja o que consta no cronograma, até 21/07. As inscrições para os interessados podem ser enviadas ao meu e-mail: marco.silva@uffs.edu.br.

Critérios para a seleção: Histórico escolar e entrevista (ordem por inscrição). Sendo que obviamente o pré-requisito é ter realizado as disciplinas e não ter reprovado nenhuma vez.

E-mail coordenação do projeto: marco.silva@uffs.edu.br

 

 

5. DOS REQUISITOS PARA A REALIZAÇÃO DA INSCRIÇÃO

 

5.1 Para a realização da inscrição, o candidato deverá enviar para o email da coordenação do projeto mencionado na tabela do item 4.4, os seguintes documentos:

I. Formulário de inscrição preenchido (ANEXO I);

II. Documentação comprobatória dos requisitos mencionados neste edital.

 

5.2 Para recebimento da bolsa de monitoria, os selecionados deverão possuir conta-corrente individual, obrigatoriamente no Banco do Brasil.

 

6. DAS ETAPAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO

 

6.1 O processo de seleção de monitores compreende as seguintes etapas:

ETAPAS

PERÍODO

LOCAL

Inscrições

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto. Caso não conste, atender o período de 16 a 21/07/2020

Email coordenação dos projetos

Seleção

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto. Caso não conste, atender o período de 22 a 27/07/2020

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto

Resultado Provisório

Até 29/07/2020

Sítio da UFFS https://www.uffs.edu.br/acessof acil/boletim_oficial/editais/cam pus-chapeco

Recurso sobre o resultado

30/07/2020

Coordenação Acadêmica

Resultado Final

A partir de 03/08/2020

Sítio da UFFS https://www.uffs.edu.br/acessof acil/boletim_oficial/editais/cam pus-chapeco

 

 

7. DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO

7.1 A avaliação dos candidatos poderá ser feita através da análise da documentação comprobatória dos requisitos exigidos para a candidatura dos projetos de monitoria de ensino.

 

7.1.1 Caso entender adequado a coordenação do projeto poderá realizar entrevistas remotas utilizando os recursos que estejam disponíveis, e para isso, pode entrar em contato com os candidatos através de email e telefones disponibilizados na ficha de inscrição.

 

7.2 Os candidatos aprovados nesse edital pra além das vagas ofertadas farão parte de um cadastro reserva, podendo ser chamados a qualquer momento para ingressar no programa na condição de bolsista caso haja disponibilidade de bolsas ou quando houver desistência ou desligamento dos titulares.

 

7.2.1 Os monitores não remunerados poderão assumir a condição de bolsista quando estiverem em posição classificatória que lhes permita assumir a bolsa.

 

7.3 Havendo disponibilidade de vagas, o candidato terá seu chamamento efetivado para ingressar no programa a partir do e-mail informado no momento da inscrição. Caso decline da vaga, assinará declaração de desistência.

 

7.4 Caso o próximo estudante classificado não esteja mais com matrícula ativa na UFFS o Coordenador do Projeto de Monitoria fica autorizado a chamar o candidato subsequente na lista de classificação.

 

8. DA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

 

8.1 A divulgação dos resultados será desenvolvida de acordo com o quadro do item “6.1” deste edital.

 

9 DA HABILITAÇÃO DOS MONITORES


9.1 A habilitação dos monitores se dará mediante apresentação da documentação requerida para o exercício da função.


9.2 Para habilitação inicial das monitorias remuneradas, em conformidade com o cronograma estabelecido no edital 16/PROGRAD/UFFS/2020, o Coordenador do Projeto aprovado deve cadastrar no Sistema Prisma o Termo de Compromisso e cópia do CPF, agência e número da conta bancária, sendo conta corrente individual e obrigatoriamente no Banco do Brasil.

 

9.3 Para que as bolsas de monitoria sejam implementadas a documentação mencionada no item 9.2 deve estar cadastrada no Sistema Prisma até dia o dia 09 do mês que se iniciar as atividades de monitoria.

 

9.4 Para habilitação plena dos monitores (remunerados e não remunerados), o Coordenador do projeto aprovado deve cadastrar no Sistema Prisma o Termo de Compromisso e o Plano de Trabalho até a última semana do primeiro mês do início das atividades de monitoria

 

9.4.1 Não será exigido Plano de trabalho para os Projetos de Monitoria de Ensino que foram renovados.

 

9.4.2 Somente será exigido o Plano de Trabalho nos casos de projetos que venham a ser implementados em razão de ampliação de bolsas de monitoria por edital publicado pela Pró-Reitoria de Graduação ou se o Plano de Trabalho do Projeto de Monitoria ainda não tenha sido anexado no Sistema Prisma.

 

9.5 Os modelos de Termo de Compromisso e Plano de Trabalho se encontram no link http://www.uffs.edu.br/institucional/proreitorias/graduacao/programas/programa_de_monitorias

 

10. DOS CASOS OMISSOS

10.1 Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação Acadêmica, ouvida a Pró-reitoria de Graduação.

 

 

Chapecó, 15 de julho de 2020.

 

 

CRHIS NETTO DE BRUM

Coordenador(a) Acadêmico(a) em exercício do Campus Chapecó

ANEXO I

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

 

Processo seletivo de monitores de ensino

Edital Nº _____________/UFFS/_____

Opção de vaga (Modalidade)

( ) por curso ( ) por público-alvo ( ) por componente curricular

Projeto:

Nome:

 

 

Matrícula:

 

 

Curso/Turno:

Semestre:

RG:

 

 

Órgão emissor:

Data de emissão:

CPF:

 

 

Data de nascimento:

 

Telefone residencial:

 

 

Telefone celular:

E-mail:

Endereço: (rua, n°, complemento)

 

 

Bairro:

 

 

Cidade-UF:

CEP:

É portador de necessidades especiais?

( ) Sim. Qual:__________________________________________

( ) Não


Chapecó-SC, 15 de julho de 2020.

Gabriela Gonçalves de Oliveira

Coordenadora Acadêmica do Campus Chapecó

EDITAL Nº 27/COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ/UFFS/2020 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 26/ACAD – CH/UFFS/2020 SELEÇÃO DE MONITORES DE ENSINO UFFS/CAMPUS CHAPECÓ/2020

EDITAL Nº 27/COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ/UFFS/2020

 

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 26/ACAD – CH/UFFS/2020

SELEÇÃO DE MONITORES DE ENSINO UFFS/CAMPUS CHAPECÓ/2020

 

A COORDENAÇÃO ACADÊMICA DO CAMPUS CHAPECÓ, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência da Resolução Nº 1/CONSUNI/CGAE/UFFS/2018, torna público a retificação do edital nº 26/ACAD-CH/UFFS/2020.

 

1 INCLUSÃO DO PROJETO DO CURSO DE ENFERMAGEM

 

Título do Projeto

Modalidade

Coordenador(a):

Vagas Monitoria Remunerada

Vagas Monitoria Não Remunerada

Laboratório de Semiologia e Semiotécnica: um espaço facilitador para o processo ensino/aprendizagem na Enfermagem (ENS-2019-0049)

Curso/Enfermagem

Aline Massaroli

01

01

Requisitos exigidos para a candidatura:

ter aprovação em todas as disciplinas exigidas neste projeto com média acima de 6,0;  nunca ter reprovado nas disciplinas propostas neste projeto;  ter habilidade em compreensão de textos na área da saúde;  ter habilidade de comunicação com estudantes e professores;  ter assiduidade em seus horários propostos para melhor atender os estudantes;  ter disponibilidade de carga horária (manhã e/ou tarde e/ou noite) para atender os estudantes;

 

Seleção:

atendimento aos pré-requisitos citados acima (caráter eliminatório);  análise de currículo considerando a participação do início da graduação até o presente momento em projetos de ensino, pesquisa, extensão e cultura. Será realizada avaliando o currículo lattes dos candidatos;  análise de publicações de artigos em periódicos científicos da área de Enfermagem e de resumos em eventos científicos. Será realizada avaliando o currículo lattes dos candidatos;  entrega de carta de intenção apresentando as motivações do candidato para desenvolver as atividades de monitor, bem como, propostas de trabalho para as atividades que serão realizadas durante o período da monitoria. A entrega deve ser realizada no dia 21/07/2019 por meio de envio dos documentos e comprovantes (em formato PDF) solicitados para o e-mail: aline.massaroli@uffs.edu.br .  análise da média final nas disciplinas de Fundamentos para o Cuidado Profissional I e II;  análise do Índice de Aproveitamento Acumulado, para fins de desempate (segundo critério);

 

E-mail coordenação do projeto: aline.massaroli@uffs.edu.br

 

 

 

 

 

 

2. DAS ETAPAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO

 

6.1 O processo de seleção de monitores compreende as seguintes etapas:

ETAPAS

PERÍODO

LOCAL

Inscrições

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto. Caso não conste, atender o período de 16 a 21/07/2020

Email coordenação dos projetos

Seleção

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto. Caso não conste, atender o período de 22 a 27/07/2020

Conforme especificado na tabela do item 4.4 e em cada projeto

Resultado Provisório

Até 29/07/2020

Sítio da UFFS https://www.uffs.edu.br/acessof acil/boletim_oficial/editais/cam pus-chapeco

Recurso sobre o resultado

30/07/2020

Coordenação Acadêmica

Email: coord.acad.ch@uffs.edu.br

Resultado Final

A partir de 03/08/2020

Sítio da UFFS https://www.uffs.edu.br/acessof acil/boletim_oficial/editais/cam pus-chapeco

 

 

 

 

 

Chapecó, 16 de julho de 2020.

 

 

CRHIS NETTO DE BRUM

Coordenador(a) Acadêmico(a) em exercício do Campus Chapecó

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Gabriela Gonçalves de Oliveira

Coordenadora Acadêmica do Campus Chapecó

SUCL

OBJETO: Aquisição de maravalha para o biotério da SUHVU – Realeza

Processo Administrativo nº: 23205.006637/2020-61

Enquadramento Legal: Art. 24, Inc. II da Lei nº 8.666/93.

Valor total da Contratação: R$ 486,00

Contratada/CNPJ: CATTO INDUSTRIA DE MARAVALHA EIRELI - CNPJ: 81.713.729/0001-07

Observação: O item adquirido através desta dispensa de licitação é remanescente da Cotação eletrônica nº. 17/2020, na qual não pode ser adquirido por falta de proposta dentro do valor estimado

Chapecó-SC, 15 de julho de 2020.

Lidiane Marcante

Superintendente de Compras e Licitações

REGISTRO DE PREÇOS visando à aquisição de água mineral, utilidades domésticas, insumos para copa, embalagens e produtos de armarinhos.

Data da sessão: 29/07/2020.
Horário: 09h15min.
Local: Portal de Compras do Governo Federal – www.comprasgovernamentais.gov.br
Pregoeira: LIDIANE MARCANTE

Chapecó-SC, 16 de julho de 2020.

Lidiane Marcante

Superintendente de Compras e Licitações

Documento Histórico

PREGÃO Nº 12/SUCL/UFFS/2020

REGISTRO DE PREÇOS visando à aquisição de materiais de expediente.

Data da sessão: 30/07/2020.
Horário: 09h15min.
Local: Portal de Compras do Governo Federal – www.comprasgovernamentais.gov.br
Pregoeira: BERTIL LEVI HAMMARSTROM

Chapecó-SC, 17 de julho de 2020.

Lidiane Marcante

Superintendente de Compras e Licitações

Documento Histórico

PREGÃO Nº 13/SUCL/UFFS/2020

OBJETO: Registro de Preços visando a eventual contratação de empresa especializada na prestação de serviço de confecção de material gráfico para atender a demanda da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS

Data da sessão: 28/07/2020
Horário: 09h15min
Local: Portal de Compras do Governo Federal – www.comprasgovernamentais.gov.br
Pregoeira: GREICE PAULA HEINEN LEGRAMANTI

Chapecó-SC, 15 de julho de 2020.

Lidiane Marcante

Superintendente de Compras e Licitações

Documento Histórico

PREGÃO Nº 19/SUCL/UFFS/2020

PROAD

Gestores e Fiscais do Contrato nº 32/2016, Pregão Eletrônico nº 61/2015, Processo nº 23205.004443/2015-63, contratada a empresa PREVEN MED SAÚDE OCUPACIONAL LTDA-ME

A Pró-Reitora de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 32/2016, decorrente do Pregão Eletrônico nº 61/2015, Processo nº 23205.004443/2015-63, contratada a empresa PREVEN MED SAÚDE OCUPACIONAL LTDA-ME.

I. Reitoria:
a) Gestor Titular: Alex Sandro Fedrigo, Assistente em Administração, Siape 2124433;
b) Fiscal Titular: Sara Lucca, Assistente em Administração, Siape 2209331;
c) Fiscal Suplente: Fabriela Soriane dos Santos, Assistente em Administração, Siape 2046535.

II. Campus Chapecó-SC:
a) Fiscal Titular: Andréia do Prado Bueno. Assistente em Administração, Siape 2141447;
b) Fiscal Suplente: Geomara Balsanello, Administradora, Siape 1180919.

III. Campus Cerro Largo/RS:
a) Fiscal Titular: Débora Champe da Silva Brum, Assistente em Administração, Siape 1886074;
b) Fiscal Suplente: Andréia Borkovski, Assitente em Administração, Siape 1770441.

IV. Campus Erechim/RS:
a) Fiscal Titular: Irene Cosmo Neta, Enfermeira, Siape 1409617;
b) Fiscal Suplente: Marlei Devensi Janisch, Assistente em Administração, Siape 1945647.

V. Campus Passo Fundo/RS:
a) Fiscal Titular: Fabiano Gnoato, Assistente em Administração, Siape 2271077;
b) Fiscal Suplente: Bianca Eloize Moro, Assistente em Administração, Siape 3238860.

VI. Campus Laranjeiras do Sul/PR:
a) Fiscal Titular: Egon Elias Pasquatto, Assistente em Administração, Siape 1915139;
b) Fiscal Suplente: Roberto Sachet, Assistente em Administração, Siape 2124409.

VII. Campus Realeza/PR:
a) Fiscal Titular: Roseana Tenutti Setti, Assistente em Administração, Siape 1771925;
b) Fiscal Suplente: Zacarias Tavora Assistente em Administração, Siape 1961841.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do referido contrato é a contratação de empresa especializada para a gestão e realização dos exames médicos periódicos, clínicos e laboratoriais para os servidores do quadro efetivo e servidores nomeados exclusivamente para o exercício do cargo em comissão, lotados em todos os Campi e Reitoria da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 108/PROAD/UFFS/2020, de 16 de junho de 2020.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 17 de julho de 2020.

Rosangela Frassão Bonfanti

Pró-Reitora de Administração e Infraestrutura

GR

DIVULGAÇÃO DO RESULTADO PROVISÓRIO REFERENTE À SELEÇÃO DE PESQUISADORES EM RESPOSTA AO EDITAL CYTED 2020-REDES
O REITOR EM EXERCÍCIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público o resultado provisório referente ao EDITAL Nº 380/GR/UFFS/2020, que define os critérios para submissão e seleção de pesquisadores de uma linha de pesquisa dos programas de pós-graduação da UFFS em resposta ao Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED) - Edital CYTED 2020-Redes Temáticas.
 
1 PROPOSTAS CLASSIFICADAS
Pesquisadores
Programa de Pós-Graduação
Linha de Pesquisa
Edital CYTED 2020
Área
Linha de pesquisa
Edemar Rotta e Dionéia Dalcin
Desenvolvimento e Políticas Públicas
Dinâmicas Sociopolíticas e Experiências de Desenvolvimento
Área 6: Ciência e Sociedade
6.2: As instituições de ensino superior como atores da geração, difusão e uso do conhecimento para o desenvolvimento territorial.
Helen Treichel e Thiago Bergler Bitencourt
Ciência e Tecnologia de Alimentos
Microbiologia e Bioprocessos
Área 1: Agroalimentação
1.3: Micro-organismos para a decomposição e uso de resíduos da agricultura para uma produção sustentável
Vânia Zanella Pinto e Vivian Machado de Menezes
Ciência e Tecnologia de Alimentos
Processos e modelagem matemática aplicada a alimentos
Área 1: Agroalimentação
1.1: Embalagens biodegradáveis para alimentos
 
2 DOS RECURSOS
2.1  Os pesquisadores poderão interpor recurso ao resultado provisório enviando um e-mail para agiitec@uffs.edu.br até as 23h59min do dia posterior ao da divulgação do resultado provisório.
2.2  O recurso deverá conter uma breve descrição das razões pelas quais solicita revisão.
2.3  A UFFS não se responsabilizará por eventuais problemas/falhas ocasionadas pela prestação de serviços de internet quando do envio dos recursos.
2.4  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar, na página eletrônica da UFFS, a divulgação dos resultados e as eventuais alterações no cronograma acima.
 
 

Chapecó-SC, 14 de julho de 2020.

Gismael Francisco Perin

Reitor em exercício

Documento Histórico

EDITAL Nº 393/GR/UFFS/2020

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO 2020/2 NA MODALIDADE SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA (SISU) (PRIMEIRA CHAMADA)
O REITOR EM EXERCÍCIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS) no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no item 4.5 e subsequentes do EDITAL Nº 369/GR/UFFS/2020, torna pública a lista dos candidatos selecionados, em primeira chamada, para os cursos oferecidos pela UFFS por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2ª edição de 2020.
 
1 DA RESERVA DA VAGA
1.1  O candidato convocado em primeira chamada deverá manifestar interesse na vaga, conforme o item 7.1 do EDITAL Nº 369/GR/UFFS/2020, exclusivamente pelo e-mail ps.uffs@uffs.edu.br no período de 16 até 21 de julho de 2020 .
1.1.1  O candidato convocado será notificado através de e-mail institucional e deverá manifestar o interesse na vaga conforme o item 1.1 deste edital respondendo, preferencialmente, o e-mail de notificação.
1.1.2  A manifestação de interesse do candidato convocado deverá conter os seguintes dados: nome completo, número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e nome do curso.
1.1.3  A UFFS não se responsabiliza por problemas que possam impedir ou inviabilizar que o candidato convocado manifeste interesse na vaga.
1.2  A vaga permanecerá reservada para o candidato que confirmar o interesse até a apresentação de toda documentação exigida para registro de matrícula, de acordo com a modalidade de inscrição, em data a ser definida no edital de registro de matrícula.
1.3  O candidato convocado que não manifestar interesse, conforme prazo estabelecido no item 1.1 deste edital, perderá o direito a vaga a qual será destinada ao candidato subsequente na lista de espera da UFFS.
1.4  O candidato que manifestar interesse na reserva da vaga e não apresentar a documentação exigida para o registro da matrícula, no período definido por edital da UFFS, perderá o direito a vaga a qual será destinada ao candidato subsequente na lista de espera da UFFS.
 
2 DO REGISTRO DE MATRÍCULA
2.1  O candidato que confirmar a reserva da vaga no período definido no item 1.1 deste edital, será convocado, por meio de edital específico, para apresentação da documentação de registro de matrícula e demais procedimentos constates no item 6 e no ANEXO I do EDITAL Nº 369/GR/UFFS/2020.
 
3 RELAÇÃO DOS CANDIDATOS CONVOCADOS EM PRIMEIRA CHAMADA
Nº de Inscrição
Nome
Curso
Modalidade / Turno
Campus
Modalidade de inscrição
191004665805
Adrian Joel Bertuol de Lima
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191057162379
Adriana Lessa de Oliveira
Ciência da Computação
B/N
CCH
A0
191035233458
Adriano Rodrigues Marchi
Ciência da Computação
B/N
CCH
V3669
191021203119
Alexsandro Meurer Schneider
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191018083599
Anna Carolina Ferronato da Silva
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191003184139
Bruno Otavio de Lima e Silva Ferreira
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191040806454
Caio Vinicius de Souza Costa
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191013465759
Carlos Eduardo Thomas
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191001737292
Daniel Salazar Lima
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191050034161
Danielle Roberta da Silva Almeida Sarmento
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191005441891
Davi Alexandre Schoenardie
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191023551473
David Gabriel Cromianski de Almeida
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191029183925
Diego Fill
Ciência da Computação
B/N
CCH
A0
191002338314
Eduarda Salette Ruchs
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191009284024
Eric Rodrigues Das Chagas
Ciência da Computação
B/N
CCH
L2
191039604779
Everton Reginatto
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191001082707
Gabrielle Bernardes da Silva
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191055287632
Guilherme Henrique Andrade Otoni
Ciência da Computação
B/N
CCH
A0
191037206064
Gustavo Boeno Lanzana
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191014032004
Ismael Bortoluzzi
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191041380293
Joao Victor Winderfeld Bussolotto
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191026942554
Jose Fernando Ramos da Silva
Ciência da Computação
B/N
CCH
L6
191017113108
Kelly Silva Jesus
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191004434806
Leonardo Caetano Gomide
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191038425283
Leonardo Piazzolo Bertollo
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191052177281
Luan Dutra Carneiro
Ciência da Computação
B/N
CCH
L6
191012928401
Luana Costa Ribeiro da Silva
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191024335876
Luiz Felipe Souza Diniz
Ciência da Computação
B/N
CCH
L2
191062889842
Maikon Douglas Suarez Gomes
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191011220594
Marcelo Eduardo Cordeiro
Ciência da Computação
B/N
CCH
L2
191018901220
Marcos Djorkaeff Vieira Sidronio
Ciência da Computação
B/N
CCH
L2
191056256248
Marlon Correia Simas
Ciência da Computação
B/N
CCH
L13
191003658454
Matheus Vieira Santos
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191005739666
Moises de Ramos Souza
Ciência da Computação
B/N
CCH
L6
191003219554
Natalia Artini Ferrandin
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191040817873
Patrick Dalagnoli Walter
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191036339189
Pedro Henrique Gomes Costa
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191046785454
Pedro Zawadzki Dutra
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191008970987
Pietro Miguel de Almeida
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191023108902
Raphael Barbosa Rodrigues
Ciência da Computação
B/N
CCH
A0
191011384218
Raquel Arantes Valerio
Ciência da Computação
B/N
CCH
L5
191006850231
Rodrigo Magalhaes Carneiro
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191032099357
Victor Hugo da Silva Xisto
Ciência da Computação
B/N
CCH
L6
191012414451
Vitor Eduardo Alves da Silva
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191021561748
William Kalebe Aguiar Fernandes
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191033371268
William Liu
Ciência da Computação
B/N
CCH
A0
191035502910
William Vanderlei Ellwanger
Ciência da Computação
B/N
CCH
L1
191025091015
Ana Paula de Assis Sousa
Medicina
B/I
CCH
L2
191043285755
Antonio Marcos Reissureicao Galindo
Medicina
B/I
CCH
L1
191001189197
Arthur Moreira Cardoso
Medicina
B/I
CCH
L5
191019878781
Beatriz Carvalho de Oliveira
Medicina
B/I
CCH
L5
191013914913
Bianca Cunha Goncalves
Medicina
B/I
CCH
L1
191013118960
Bruno Pereira Acosta da Silva
Medicina
B/I
CCH
A0
191012504996
Dafnin Lima de Souza Ramos
Medicina
B/I
CCH
L6
191018657111
Eduardo Augusto de Brito Prates
Medicina
B/I
CCH
L2
191051735360
Gabriel de Menezes Marques
Medicina
B/I
CCH
V3730
191053676901
Guylherme Fernando Fernandes Ferreira
Medicina
B/I
CCH
L1
191024534494
Jessica Leticia Barreto Revoredo
Medicina
B/I
CCH
L1
191056566869
Joao Paulo Bilibio
Medicina
B/I
CCH
V3669
191050372355
Lara Moreira Arvelos
Medicina
B/I
CCH
L1
191011050579
Larissa Jardim Melo
Medicina
B/I
CCH
L1
191036066402
Luiz Bressan
Medicina
B/I
CCH
L5
191005804254
Marcos Fernandes Paulo
Medicina
B/I
CCH
L5
191018482361
Mayra Gabrielle Domingos Martinez
Medicina
B/I
CCH
A0
191021452278
Monica Barboza da Silva
Medicina
B/I
CCH
L6
191001559084
Nathalia Kaminski Della Libera
Medicina
B/I
CCH
L1
191023262287
Paula Camara Lima Faria
Medicina
B/I
CCH
L5
191000417680
Paulo Massao Tamura
Medicina
B/I
CCH
L13
191010161591
Paulo Vitor Moreira Romao
Medicina
B/I
CCH
L9
191021798704
Pedro Henrique Salvego Rodrigues
Medicina
B/I
CCH
A0
191035591608
Pedro Pavan
Medicina
B/I
CCH
L5
191025320125
Rafael Martins da Rocha
Medicina
B/I
CCH
L5
191035370813
Tiago Liberio Mota
Medicina
B/I
CCH
L5
191035463618
Walison Bravo Santos
Medicina
B/I
CCH
L1
191005672446
Ana Julia Mendonca Altino de Lima
Administração
B/N
CCH
L1
191035053583
Ana Laura Bartos
Administração
B/N
CCH
L5
191001223079
Angelina Lorrany Lourenco Santos
Administração
B/N
CCH
L9
191017076099
Breno Rosa Bariani
Administração
B/N
CCH
A0
191000296043
David de Araujo Nunes
Administração
B/N
CCH
L2
191028276928
Douglas Alcy da Silva Boeira
Administração
B/N
CCH
L1
191022144742
Edgar Antonio Goncalves Pereira
Administração
B/N
CCH
L2
191028115647
Fabiane Balsan
Administração
B/N
CCH
L1
191015706846
Fernanda Tomazi
Administração
B/N
CCH
L5
191046883986
Gabriel Pedro Vieira da Silva
Administração
B/N
CCH
A0
191050988713
Gabriela Fernanda de Freitas
Administração
B/N
CCH
L1
191055821620
Geovani Gomes de Oliveira
Administração
B/N
CCH
L1
191051338686
Guilherme Lavall Correia
Administração
B/N
CCH
L1
191039965550
Inara Borges de Souza Silva
Administração
B/N
CCH
L6
191027100590
Joao Pedro Ribeiro Rossi
Administração
B/N
CCH
V3669
191003917702
Leonardo Maia Correa Lima
Administração
B/N
CCH
L1
191009789568
Lucas Gois da Silva
Administração
B/N
CCH
L5
191010883152
Luiza Pellegrino
Administração
B/N
CCH
L5
191028866017
Maiana Fochezatto
Administração
B/N
CCH
L5
191010146626
Marcelo Ronaldo Cenci
Administração
B/N
CCH
L5
191004451867
Maria Eduarda Girardi Piazza
Administração
B/N
CCH
A0
191049030106
Mateus de Oliveira Barbosa Lima
Administração
B/N
CCH
A0
191060209837
Maycon Douglas Godoi
Administração
B/N
CCH
L6
191031018705
Natalia Ramos de Oliveira
Administração
B/N
CCH
L1
191017782746
Natally de Souza Fagundes
Administração
B/N
CCH
L1
191020625221
Nathan da Silva Santana
Administração
B/N
CCH
L1
191040311463
Nicolas Parrilha Molina
Administração
B/N
CCH
L5
191008929306
Paula Vitoria Birkheuer
Administração
B/N
CCH
L1
191043193595
Rafael Andre Favaretto
Administração
B/N
CCH
L5
191014445834
Raul Cesar Siqueira Rocco
Administração
B/N
CCH
L5
191028161716
Reinaldo Gomes Fontes
Administração
B/N
CCH
V3730
191009104800
Susan Allison Yamamoto de Almeida
Administração
B/N
CCH
L5
191032552173
Tamires Fatima da Silva
Administração
B/N
CCH
L1
191017823912
Vinicius Pecini Vargas
Administração
B/N
CCH
L5
191039281016
Vitor Ravel Pacheco Martins
Administração
B/N
CCH
L5
191035056941
Vitoria Bento da Silva
Administração
B/N
CCH
L2
191063849704
Wallacy Bezerra Gomes
Administração
B/N
CCH
L1
191004372295
Willer dos Santos Batista
Administração
B/N
CCH
L6
191003682140
William Trombini
Administração
B/N
CCH
L5
191006340746
Alexia Vitoria Dartora
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191026323789
Aline Vendramini Marconi
Pedagogia
L/N
CCH
A0
191015871269
Amanda Batista dos Santos
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191012280886
Amanda Janaina Jarabiza
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191045242556
Andressa Carvalho Benedito
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191002178488
Anne Caroline dos Santos Freire Barbosa
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191008991462
Ariane Jorgina de Almeida
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191057098052
Bruna Santi Silva
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191002470018
Camila Farias
Pedagogia
L/N
CCH
V3730
191032384288
Daniella Inglez Silva
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191018982873
Drielli Alvarenga Barbosa
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191000306412
Fernanda de Sousa Vieira
Pedagogia
L/N
CCH
L2
191009287233
Franciele Zanetta Joaquim
Pedagogia
L/N
CCH
L6
191032251594
Gabriel Moraes Pivoto
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191006861139
Gabrielly Duraes Ribeiro
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191027471553
Geovani Espindula Carvalho
Pedagogia
L/N
CCH
L6
191046122146
Igor Rios Simoes
Pedagogia
L/N
CCH
L2
191003729909
Jackeline de Souza Bonequini
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191038151491
Jaqueline Camargo de Oliveira
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191034865656
Jaqueline Wismann
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191000516150
Jekcilhane Rigo
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191019848099
Jenifer Menezes Andrade
Pedagogia
L/N
CCH
L2
191008478502
Jenyfer Aparecida Nunes Ferreira
Pedagogia
L/N
CCH
L2
191028898168
Karine Granza
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191054137291
Ketlin Vitoria Hammerschmitt
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191037435226
Larissa Agnoletto Neves
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191006662008
Larissa Queiroz da Silva
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191030845645
Leonardo Machado dos Santos
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191010552146
Luana de Souza Figueira
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191019226098
Mahina Schultz Alves
Pedagogia
L/N
CCH
V3669
191027203535
Marcel Murilo Costa de Souza
Pedagogia
L/N
CCH
L5
191018078177
Maria Eduarda Bittencourt da Cruz
Pedagogia
L/N
CCH
A0
191025798247
Maria Vitoria Laune Rocha
Pedagogia
L/N
CCH
L1
191023304014
Mariana Pescuma Mimura
Pedagogia