Semana 19 de Agosto a 24 de Agosto de 2019

De 19 de agosto de 2019 até 24 de agosto de 2019

CONSCER
CCALS
DIR RE
CEG CONSUNI
CCCBLS
PROGESP
CONSCCH
ACAD LS
COSCRE
PROAD
CCEASER
PROPEPG
CONSUNI CPPGEC
CCACH
COSCCH
PROGRAD
SUCL
GR
EDITAL Nº 855/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 856/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 857/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 858/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 859/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 860/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 861/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 862/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 863/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 864/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 865/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 866/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 867/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 868/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 869/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 870/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 871/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 872/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 873/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 874/GR/UFFS/2019 (ALTERADO, RETIFICADO) EDITAL Nº 875/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 876/GR/UFFS/2019 (RETIFICADO) EDITAL Nº 877/GR/UFFS/2019 (RETIFICADO) EDITAL Nº 878/GR/UFFS/2019 (TORNADO SEM EFEITO, ALTERADO) EDITAL Nº 879/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 880/GR/UFFS/2019 EDITAL Nº 881/GR/UFFS/2019 (RETIFICADO) EDITAL Nº 882/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 927/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 928/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 929/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 930/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 931/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 932/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 933/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 934/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 935/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 936/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 937/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 938/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 939/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 940/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 941/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 942/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 943/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 944/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 945/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 946/GR/UFFS/2019 (ALTERADA) PORTARIA Nº 947/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 948/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 949/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 950/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 951/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 952/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 953/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 954/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 955/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 956/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 957/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 958/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 959/GR/UFFS/2019 (REVOGADA) PORTARIA Nº 960/GR/UFFS/2019 PORTARIA Nº 961/GR/UFFS/2019 (REVOGADA)

CONSCER

Convocação para a 7ª Sessão Ordinária do Conselho de Campus de 2019 - 29/08/2019

O Presidente do Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim, Luís Fernando Santos Corrêa da Silva, no uso de suas atribuições, convoca os senhores conselheiros para a 7ª Sessão Ordinária de 2019, que será realizada no dia 29 de agosto de 2019, às 13h30min, no Auditório do Bloco B.

Erechim-RS, 23 de agosto de 2019.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

CCALS

Delibera acerca da alteração de código em CCR e inserção de equivalência de Componentes Curriculares entre a matriz 2010/1 e a matriz 2017/1 do Curso de Agronomia – Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul.

A Coordenação do Curso de Graduação em Agronomia - Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando a necessidade de alteração do Projeto Pedagógico do Curso 2017,

 

DELIBERA:

 

Art.1º Alterar o texto do PPC, onde se lê: Fisiologia e nutrição animal, código GCB138, leia-se: Fisiologia e nutrição animal, código GCB452.

 

Art. 2º Inserir no quadro de equivalências do Anexo IV, Art 1º, as seguintes informações:

Matriz 2017/1

Matriz 2010/1(em extinção)

Código

Componente Curricular

Créditos

Código

Componente Curricular

Créditos

GCB452

Fisiologia e nutrição animal

3

GCB138

Fisiologia e nutrição animal

3

 

Sala de Reuniões do Colegiado do Curso de Graduação em Agronomia – Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul, 6ª Reunião Ordinária, em Laranjeiras do Sul-PR, 20 de agosto de 2019.

 

 

ALINE POMARI FERNANDES

Coordenadora do Curso de Graduação em Agronomia -

Linha de formação: Agroecologia

 

Homologado pela Pró-reitoria de Graduação/PROGRAD

Laranjeiras do Sul-PR, 20 de agosto de 2019.

Aline Pomari Fernandes

Coordenadora do Curso de Graduação em Agronomia do Campus Laranjeiras do Sul

Delibera acerca da alteração de código em CCR e inserção de equivalência de Componentes Curriculares entre a matriz 2010/1 e a matriz 2017/1 do Curso de Agronomia – Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul.

A Coordenação do Curso de Graduação em Agronomia - Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando a necessidade de alteração do Projeto Pedagógico do Curso 2017,

 

DELIBERA:

 

Art.1º Alterar o texto do PPC, onde se lê: Fisiologia e nutrição animal, código GCB138, leia-se: Fisiologia e nutrição animal, código GCB452.

 

Art. 2º Inserir no quadro de equivalências do Anexo IV, Art 1º, as seguintes informações:

Matriz 2017/1

Matriz 2010/1(em extinção)

Código

Componente Curricular

Créditos

Código

Componente Curricular

Créditos

GCB452

Fisiologia e nutrição animal

3

GCB138

Fisiologia e nutrição animal

3

 

Sala de Reuniões do Colegiado do Curso de Graduação em Agronomia – Linha de formação: Agroecologia, Campus Laranjeiras do Sul, 6ª Reunião Ordinária, em Laranjeiras do Sul-PR, 20 de agosto de 2019.

 

 

ALINE POMARI FERNANDES

Coordenadora do Curso de Graduação em Agronomia -

Linha de formação: Agroecologia


Homologado pela Pró-reitoria de Graduação/PROGRAD

Laranjeiras do Sul-PR, 20 de agosto de 2019.

Aline Pomari Fernandes

Coordenadora do Curso de Graduação em Agronomia do Campus Laranjeiras do Sul

DIR RE

Designa a Comissão Local da Semana do Diversa 2019 no âmbito do Campus Realeza

O DIRETOR DO CAMPUS REALEZA, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, com base na Resolução nº 7/CONSUNI/UFFS/2019, resolve:


Art. 1º Designar a Comissão Local da Semana do Diversa 2019 no âmbito do Campus Realeza para exercer as atribuições de organização, planejamento, execução e autoavaliação das atividades, no período compreendido entre agosto a novembro de 2019.

Art. 2º A comissão será composta pelos seguintes membros:

Alínea

Nome

Siape / Matrícula

Vínculo

a

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

Docente

b

Amélia Dreyer Machado

1731369

Docente

c

Caroline Heinig Voltolini

1715702

Docente

d

Edinéia Paula Sartori Schmitz

1894471

Técnico-administrativo

e

Zacarias Távora

1961841

Técnico-administrativo


Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

 

Realeza-PR, 21 de agosto de 2019.

Marcos Antônio Beal

Diretor do Campus Realeza

CEG CONSUNI

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 9/CEG/UFFS/2019 - RESULTADO PROVISÓRIO DA VOTAÇÃO DA ELEIÇÃO DAS REPRESENTAÇÕES DOS SEGMENTOS DA COMUNIDADE ACADÊMICA NO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL, MANDATO 2019-2021
A Presidente da Comissão Eleitoral Geral (CEG), designada ad referendum pelo Presidente do Conselho Universitário (CONSUNI) pela Portaria nº 494/GR/UFFS/2019, homologada pela Resolução nº 12/CONSUNI/UFFS/2019, para cumprir as atribuições previstas na Resolução nº 16/2012-CONSUNI, torna públicas as retificações ao Edital nº 9/CEG/UFFS/2019, publicado em 16 de agosto de 2019, que tornou público o resultado provisório da votação da eleição das representações dos segmentos da comunidade acadêmica no CONSUNI da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), para o mandato que corresponde ao período de 1º de setembro de 2019 a 31 de agosto de 2021, conforme a seguir especificado.

1 No item 3, inciso II, onde se lê:

3 CAMPUS ERECHIM
[...]
II - Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Candidatos

Condição

Nº de Votos

Resultado

Luana Angelica Alberti

Titular

51

Eleita

Reginaldo Cristiano Grilesi

Suplente

 
Leia-se:
 
3 CAMPUS ERECHIM
[...]
II - Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Candidatos

Condição

Nº de Votos

Resultado

Luana Angelica Alberti

Titular

51

Eleita

Reginaldo Cristiano Griseli

Suplente

 
2 No item 7, inciso I, onde se lê:

7 REITORIA
I - Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Candidatos

Condição

Nº de Votos

Resultado

Lilian Wrzesinski Simon

Titular

06

Não eleita

Ana Paula dos Santos

Suplente

Bertil Levi Hammarstrom

Titular

116

Eleita

Odaleia Terezinha Peroza

Suplente

Cinara Reis Flores

Titular

42

 

Não eleita

Dalton Scavassa

Suplente

 
Leia-se:
 
7 REITORIA
I - Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Candidatos

Condição

Nº de Votos

Resultado

Lilian Wrzesinski Simon

Titular

79

Eleita

Ana Paula dos Santos

Suplente

Bertil Levi Hammarstrom

Titular

59

Não eleita

Odaleia Terezinha Peroza

Suplente

Cinara Reis Flores

Titular

45

Não eleita

Dalton Scavassa

Suplente

 
 

 

Chapecó-SC, 19 de agosto de 2019.

Gabriela Gonçalves de Oliveira

Presidente da Comissão Eleitoral Geral

RESULTADO FINAL DA VOTAÇÃO DA ELEIÇÃO DAS REPRESENTAÇÕES DOS SEGMENTOS DA COMUNIDADE ACADÊMICA NO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL, MANDATO 2019-2021
A Presidente da Comissão Eleitoral Geral (CEG), designada ad referendum pelo Presidente do Conselho Universitário (CONSUNI) pela Portaria nº 494/GR/UFFS/2019, homologada pela Resolução nº 12/CONSUNI/UFFS/2019, para cumprir as atribuições previstas na Resolução nº 16/2012-CONSUNI, torna público o resultado final da votação da eleição das representações dos segmentos da comunidade acadêmica no CONSUNI da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), para o mandato que corresponde ao período de 1º de setembro de 2019 a 31 de agosto de 2021.
 
1 REPRESENTANTES ELEITOS
1.1 Representantes eleitos em cada Campus/Unidade e Segmento, conforme regra o art. 50 da Resolução nº 16/2012-CONSUNI e o art. 2º da Resolução nº 14/CONSUNI/UFFS/2019.

I CAMPUS CERRO LARGO
 
a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Ivann Carlos Lago

Titular

Ana Cecilia Teixeira Gonçalves

Suplente

Demétrio Alves Paz

Titular

Pablo Lemos Berned

Suplente

Renan Costa Beber Vieira

Titular

Mario Sergio Wolski

Suplente

Edemar Rotta

Titular

Rosemar Ayres dos Santos

Suplente


b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Adenise Clerici

Titular

Roberta Daniele Klein

Suplente

 
c) Segmento Discente
Não houve chapas inscritas.

II CAMPUS CHAPECÓ

a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Valdete Boni

Titular

Rosane Rossato Binotto

Suplente

Milton Kist

Titular

Morgana Fabiola Cambrussi

Suplente

Willian Simões

Titular

Zuleide Maria Ignácio

Suplente

Adriana Remião Luzardo

Titular

Alejandra Maria Rojas Covalski

Suplente

João Alfredo Braida

Titular

Solange Maria Alves

Suplente

Danilo Enrico Martuscelli

Titular

Sergio Luiz Alves Junior

Suplente

Vanessa Neumann Silva

Titular

Vicente Neves da Silva Ribeiro

Suplente


b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Dariane Carlesso

Titular

Jonas Goldoni

Suplente


c) Segmento Discente

Representantes Eleitos

Condição

Mauricio Zinn Klemann

Titular

Mariele Zanotto

Suplente


III CAMPUS ERECHIM
 
a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Daniella Reche

Titular

Everton de Moraes Kozeniseski

Suplente

Alfredo Castamann

Titular

Jeronimo Sartori

Suplente

Luiz Felipe Leao Maia Brandao

Titular

Marcio Soares

Suplente

Isabel Rosa Gritti

Titular

Halferd Carlos Ribeiro Junior

Suplente

Ulisses Pereira de Mello

Titular

Marcio Freitas Eduardo

Suplente

 
 
b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Luana Angelica Alberti

Titular

Reginaldo Cristiano Griseli

Suplente


c) Segmento Discente

Representantes Eleitos

Condição

Vanessa Regina T. Zoraski

Titular

Pietra Picolo Antunes

Suplente


IV CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL

a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Aline Pomari Fernandes

Titular

Vivian Machado de Menezes

Suplente

Gustavo Henrique Fidelis dos Santos

Titular

Humberto Rodrigues Francisco

Suplente

Luciano Tormen

Titular

Silvia Romão

Suplente

Luiz Carlos de Freitas

Titular

Eduarda Molardi Bainy

Suplente


b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Eloir Faria de Paula

Titular

Franciele Karoline Lenschuko

Suplente


c) Segmento Discente

Representantes Eleitos

Condição

Vinicius França Alves

Titular

Lucas Ferreira das Neves

Suplente

 
V CAMPUS PASSO FUNDO

a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Ivana Loraine Lindemann

Titular

Regina Inês Kunz

Suplente

Gustavo Olszanski Acrani

Titular

Jossimara Polettini

Suplente

Alessandra Regina Müller Germani

Titular

Vanderleia Laodete Pulga

Suplente


b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Marcelo Zvir de Oliveira

Titular

Gabrieli Vargas

Suplente



c) Segmento Discente

Representantes Eleitos

Condição

Gleidson de Araujo Felix

Titular

Jackson Pagno Lunelli

Suplente


VI CAMPUS REALEZA

a) Segmento Docente

Representantes Eleitos

Condição

Gilza Maria de Souza Franco

Titular

Luciana Pereira Machado

Suplente

Everton Artuso

Titular

Izabel Aparecida Soares

Suplente

Marcos Leandro Ohse

Titular

Carlos Alberto Celatto

Suplente

Clovis Piovezan

Titular

Gentil Ferreira Gonçalves

Suplente


b) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Edson Antonio Santolin

Titular

Roseana Tenutti Setti

Suplente


c) Segmento Discente

Representantes Eleitos

Condição

Hugo Garcia Sanches Munhon

Titular

Renan Henrique da Silva

Suplente


VII REITORIA

a) Segmento Técnico-Administrativo em Educação

Representantes Eleitos

Condição

Lilian Wrzesinski Simon

Titular

Ana Paula dos Santos

Suplente


2 HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO
2.1 O resultado final da eleição deverá ser homologado pelo Conselho Universitário da UFFS, conforme regra o art. 56 da Resolução nº 16/2012-CONSUNI.
 
 

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Gabriela Gonçalves de Oliveira

Presidente da Comissão Eleitoral Geral

CCCBLS

ATA DA 4ª REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2019 DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – LICENCIATURA

 

Aos vinte e dois dias do mês de agosto do ano de dois mil e dezenove, às quinze horas, na sala 305 do Bloco Docente/Administrativo da UFFS, em Laranjeiras do Sul-PR, reuniram-se os integrantes para quarta reunião ordinária do Colegiado do Curso de graduação em Ciências Biológicas – Licenciatura. Estavam presentes o Coordenador do Curso, Ricardo Key Yamazaki, o Coordenador Adjunto, Alexandre Monkolski, bem como Aline Pomari Fernandes, Claudia Giongo, Diogo José Siqueira, Jeane Cristina Justi, Leticia Maria Polli Kades, Michel Pegoraro Simão, Roberson Dibax, Valeria Cristina Gomes Garcia e, secretariando, a secretaria executiva, Marize Helena da Rosa Vendler. O coordenador expôs a pauta que foi previamente aprovada pelos presentes: 1. INFORMES: 1.1 Disponibilidade de Recursos para os técnicos do laboratório participarem em eventos da área de ciências biológicas: O coordenador Ricardo expôs que aos discentes e docentes é disponibilizado recursos para apresentação de trabalho científico, mas para os técnicos administrativos não tem regulamentação que propicie recursos para participação em eventos. 2. PONTOS DE PAUTA: 2.1) Aprovação da ATA: A ata nº 03 do Colegiado do curso de 27/06/2019 foi aprovada pelos membros do colegiado.  2.2) Quebras de pré-requisito: O coordenador Ricardo comentou que no momento que foi elaborada a matriz curricular, tinha alguns entendimentos de pré requisitos necessários, os quais podem ser revistos, como o pré-requisito de química geral para cursar química orgânica. Expôs que, devido não ter ato deliberativo que apresente os critérios de quebra de pré-requisito foram realizadas quebras de pré-requisitos ad referendum para: os discentes Michel Prokopio Mik e Iago Gomes da Silva cursarem Química Orgânica I, comentou que para fazer a quebra conversou com o professor Thiago responsável pelo referido CCR; a discente Pricila Cassiane Orlovski cursar Bioquímica e quebra de pré-requisito (GCH290 - Iniciação à prática científica) do CCR de Apicultura para todos os alunos, considerando que foi um equívoco no momento de colocar o número do pré-requisito na matriz curricular. A professora Aline abordou que para referendar a quebra de pré-requisito é necessário fazer Ato deliberativo, bem como estudar a questão da cadeia de pré-requisitos, porque tem casos que os alunos estão fazendo componentes curriculares das fases adiantadas e não foram aprovados ainda em componentes curriculares  bases. Encaminhou-se como ponto de pauta do NDE rever os pré-requisitos e trazer uma proposta para análise do colegiado. 2.3) Aprovação dos planos de ensino: O coordenador apresentou os sete planos de ensino, comentou que verificou principalmente: a questão do horário de atendimento ser um horário que os alunos não tenham aula, se o cronograma apresenta a reposição de aula, a recuperação de nota e os critérios de avaliação. Os planos de ensino dos CCR's de Bioquímica, Produção textual acadêmica e Fundamentos da educação, foram aprovadas com a ressalva dos professores inserirem os critérios de avaliação. Os planos de ensino dos CCR's de Química orgânica, Apicultura do curso de Agronomia, Fundamentos da educação e Apicultura do curso de Ciências biológicas, que apenas precisa retirar o encontro dia 09/12/19, foram aprovados sem ressalvas. O plano de ensino de Invertebrados II, foi aprovado, mas a professora Aline solicitou que não fosse finalizado até que fosse verificado a possibilidade de mudar a ementa. 2.4) Semana Acadêmica: O coordenador expôs que precisa definir qual será a necessidade de recurso para a semana acadêmica. Comentou que o recurso pode ser utilizado apenas para diárias e transporte. O professor Alexandre abordou que a comissão de organização da semana acadêmica se reuniram ontem (21/08/2019) e optaram pela realização de 4 palestras no dia 21/09/2019, relacionadas aos temas biotecnologia e zoologia e visita técnica no 22 de outubro, a princípio no Parque das Águas de Foz do Iguaçu. Abordou sobre possíveis palestrantes: Biocombustíveis - prof. Henrique (SEED - Laranjeiras do Sul); Bioindicadores de Poluição - Prof. Sidnei Pressinate (UNICENTRO); Biologia Marinha - Biólogo Luis Eduardo (MUSEU DE BOMBINHAS-SC); Tecnologia Educacional - Prof. Paulo Inada (UEM); Abelhas e Polinização - prof. Guilherme (UFPR) e Tecnologia Educacional - prof. Guilherme (IFPR). Expôs que a programação do dia 21/09/2019 iniciará com o credenciamento as 7:30, as 8horas a abertura e as palestras serão realizada até 12h e a tarde terá palestras das 13:30 as 17h. Expôs que o valor da inscrição para participar da semana será R$20,00 reais e será feita uma rifa no valor de 5,00, para cobrir gastos da semana, bem como estão buscando patrocínio. 2.5) Orçamento do curso: O coordenador abordou que caso sobre  recurso disponibilizará para redistribuição entre os cursos. 2.6) Laboratório didático para o ensino de Ciências: Foi abordado sobre colocar como demanda do curso a necessidade de ter um laboratório de desenvolvimento e armazenamento de atividades didáticas. A professora Aline expôs que os laboratórios são mais pensados para o desenvolvimento de pesquisas e do que para o ensino. O técnico Diogo abordou que tem o laboratório 107 de didática, que possui materiais como esqueleto, que pode ser utilizado para o ensino. Comentou que talvez seja necessário rever o professor responsável pelo laboratório, verificando quem tem o interesse de assumir a coordenação deste laboratório. Definiu-se que esta demanda será encaminhado para a CLAB – LS. 2.7) Alteração na ementa de Invertebrados II.  O professor Alexandre Monkolski expôs sobre a necessidade de alterar a ementa do CCR de Invertebrados II, devido algumas incoerências relacionadas aos primeiros conteúdos, os quais já formaram apresentados no CCR Invertebrados I. A professora Aline que ministra o CCR Invertebrados II comentou que é necessário alterar a ementa para: “Estudo comparado da morfologia e sistemática dos filos: Annelida, Arthropoda”. Os membros do Colegiado aprovaram a alteração da ementa. 2.8) Alteração composição NDE: O coordenador expôs sobre substituição da professora Katia Ap. Seganfredo enquanto titular e representante do Domínio Conexo, devido sua eminente redistribuição, e inserção do professor Thiago Bergler Bitencourt novo coordenador acadêmico. Os membros do colegiado aprovaram a referida alteração. 2.9) Alteração da composição do Colegiado: Discutiu-se sobre necessidade de uma nova suplente para docente Jeane Cristina Justi (titular do Domínio Comum), tendo em vista que sua suplente, Crislaine M. Marcolina, teve seu contrato encerrado enquanto professora substituta, bem como sobre necessidade de substituição da Katia Ap. Seganfredo enquanto titular e representante do Domínio Conexo devido sua eminente redistribuição. Definiu-se que será solicitado a indicação de representante suplente do domínio comum para a coordenação acadêmica e a indicação de representante titular do domínio conexo para a presidente do Fórum do domínio conexo. Não havendo nada mais a tratar, a reunião foi encerrada às dezesseis horas e, eu, Marize Helena da Rosa Vendler, lavrei a presente Ata que depois de apresentada aos membros do Colegiado e aprovada, será assinada por mim e pelo Coordenador do Curso, Ricardo Key Yamazaki, na condição de presidente do Colegiado. Laranjeiras do Sul, 22 de agosto de 2019:

Marize Helena Rosa Vendler______________________________________________________

Ricardo Key Yamazaki__________________________________________________________

Laranjeiras do Sul-PR, 22 de agosto de 2019.

Alexandre Monkolski

Presidente do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas do Campus Laranjeiras do Sul

Documento Histórico

ATA Nº 4/CCCBLS/UFFS/2019

PROGESP

Designa CAD Cerro Largo
O PRÓ-REITOR DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando a Portaria nº 1169/GR/UFFS/2017 e em cumprimento à Portaria nº 797/GR/UFFS/2014, prorrogada pela Portaria n° 1466/GR/UFFS/2015, resolve:
 
Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, sob a presidência do primeiro, comporem as Comissões de Avaliação de Desempenho dos servidores Docentes do campus Cerro Largo, conforme art. 2º da Portaria 797/GR/UFFS/2014:
 
I – MEMBROS FIXOS

Membro Titular

SIAPE

Membro Suplente

SIAPE

Benhur de Godoi

1930715

Iara Denise Endruweit Battisti

1770689

Denize Ivete Reis

1770712

Benedito Silva Neto

1767578

 
II – MEMBROS DOS COLEGIADOS

Curso

Membro Titular

SIAPE

Membro Suplente

SIAPE

Administração

Herton Castiglioni Lopes

1770685

Rodrigo Prante Dill

1836887

Agronomia

Debora Leitzke Betemps

1929652

Sidinei Zwick Radons

1789866

Ciências Biológicas

David Augusto Reynalte Tataje

2116925

Daniela Oliveira de Lima

1770643

Engenharia Ambiental

Marcio Antonio Vendruscolo

1933663

Mario Sergio Wolski

1914685

Física

Aline Beatriz Rauber

1011073

Marcos Alexandre Dullius

1730168

Letras

Demetrio Alves Paz

1334435

Ana Cecilia Teixeira Gonçalves

1803879

Química

Ildemar Mayer

1560767

Judite Scherer Wenzel

1800829

Mestrados

Suzymeire Baroni

1895157

Monize Samara Visentini

2021414

 
Art. 2º Fica revogada a Portaria nº 662/PROGESP/UFFS/2018, de 10 de julho de 2018.
 
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.
 
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Edivandro Luiz Tecchio

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

Reenquadramento - Progressão Capacitação
 
O PRÓ-REITOR DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, considerando o disposto na Portaria nº 1153/GR/UFFS/2017, o Artigo 10-A e 10 §1º da Lei 11.091/2005, e a Nota Técnica nº 756/COGES/DENOP/SRH/MP, resolve:
 
Art. 1º REENQUADRAR no tocante à Progressão por Capacitação, a Servidora Técnico-Administrativo em Educação a seguir relacionada:

 

Nome

 

SIAPE

 

Cargo

Nível de Vencimento

 

Vigência

 

Processo nº

De

Para

Grasiele Borgmann

1000169

Assistente em Administração

IV (quatro)

II (Dois)

01/09/2014

23205.002305/2019-73

 
Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.
 

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Edivandro Luiz Tecchio

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

Designa CAD Laranjeiras do Sul
O PRÓ-REITOR DE GESTÃO DE PESSOAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - UFFS, no uso de suas atribuições legais, considerando a Portaria nº 1169/GR/UFFS/2017 e em cumprimento à Portaria nº 797/GR/UFFS/2014, prorrogada pela Portaria n° 1466/GR/UFFS/2015, resolve:
 
Art. 1º DESIGNAR os servidores a seguir relacionados para, sob a presidência do primeiro, comporem as Comissões de Avaliação de Desempenho dos servidores Docentes do campus Laranjeiras do Sul, conforme art. 2º da Portaria 797/GR/UFFS/2014:
 
I – MEMBROS FIXOS

Membro Titular

SIAPE

Membro Suplente

SIAPE

Ricardo Key Yamazaki

1542283

Vivian Machado de Menezes

2144383

Gustavo Henrique Fidelis dos Santos

2142564

Miguel Mundstock Xavier de Carvalho

1836967

 
II – MEMBROS DOS COLEGIADOS

Curso

Membro Titular

SIAPE

Membro Suplente

SIAPE

Agronomia

Alexandre Monkolski

1341688

Juliano Cesar Dias

1789407

Ciências Biológicas

Claudia Giongo

1579601

Roberson Dibax

1963827

Ciências Econômicas

Antonio Maria da Silva Carpes

1835641

Rafael Stefenon

2124196

Engenharia de Alimentos

Eduarda Molardi Bainy

1836956

Carlos Augusto Fernandes Dagnone

1846732

Engenharia de Aquicultura

Alexandre Monkolski

1341688

Betina Muelbert

1766150

Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências Sociais e Humanas

Evandro Bilibio

1931137

Felipe Mattos Monteiro

1780260

Interdisciplinar em Educação no Campo

Gian Machado de Castro

1735376

Marciane Maria Mendes

2022824

Pedagogia

Luiz Carlos de Freitas

2075035

Alexandre Monkolski

1341688

Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável

Betina Muelbert

1766150

Gilmar Franzener

1836269

Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Larissa Canhadas Bertan

1755905

Luisa Helena Cazarolli

1771844

Art. 2º Fica revogada a Portaria nº 624/PROGESP/UFFS/2019, de 05 de junho de 2019.
 
Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.
 
 
Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019
 

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Edivandro Luiz Tecchio

Pró-Reitor de Gestão de Pessoas

CONSCCH

ATA DA 6ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 2019 DO CONSELHO DO CAMPUS CHAPECÓ

Aos vinte dias do mês de agosto de dois mil e dezenove, às quatorze horas e quatro minutos, no auditório do Bloco da Biblioteca do Campus Chapecó da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, realizou-se a 6ª sessão ordinária do Conselho do Campus, presidida pelo diretor do campus Chapecó, Roberto M. Dall’Agnol. Compareceram à sessão os conselheiros: Gabriela Gonçalves de Oliveira (coordenadora acadêmica); Diego de Souza Boeno (coordenador administrativo) Moacir Francisco Deimling, Samuel Mariano Gislon da Silva, Fernando Bevilácqua, Crhis Netto de Brum, João Paulo Bender, Ricardo Machado, Marlon Brandt, Noeli Gemelli Reali, Lúcia Menoncini e Marcelo Moreno (coordenadores de cursos de graduação); Igor de França Catalão, Samira Peruchi Moretto e Vítor José Petry (coordenadores de curso de pós-graduação); Ronei Arno Mocellin, Valdete Boni, João Guilherme Dal Belo Leite, Andrey Luis Binda e Maria Helena Baptista Vilares Cordeiro (representantes docentes); Amanda Trindade Castro da Silva, Tiago Boldrin e Rozilene Bellaver (representante dos TAE’s); Participaram da sessão os seguintes conselheiros suplentes, no exercício da titularidade: Ari José Sartori, Aline Cassol Daga Cavalheiro, Flavio Miguel de Oliveira Zimmermann e Silvânia Cabreira. Não compareceram à sessão por motivos justificados os conselheiros: Odair Neitzel, Oto João Petry, Ângela Derlise Stübe e Patrícia Graff. Não compareceram à sessão os conselheiros representantes discentes: Wéricles Macedo Cordeiro e seu suplente Emilio Carolina Briski; Regiani Rolim de Moura e sua suplente Katia Aparecida Rodrigues. Verificada a existência de quórum, o presidente declarou aberta a sessão. Ficou acordado que os conselheiros, adjuntos e suplentes, que não possuem acesso ao material no sistema moodle, farão contato com a Secretaria dos Órgãos Colegiados para regularizar a situação. Passou-se ao ponto 1. Expediente: 1.1 Apreciação da ata da 5ª Sessão Ordinária de 2019: em apreciação não houve sugestões de alteração, e assim foi aprovada por unanimidade. 1.2 Comunicações: O presidente, em nome da direção do Campus e da nova equipe de gestão, deu as “boas vindas” aos conselheiros e agradeceu ao aceite da professora Gabriela Gonçalves de Oliveira para a função de Coordenadora Acadêmica e do servidor técnico-administrativo Diego de Souza Boeno para a função de Coordenador Administrativo, ambos, a partir de agora, membros natos deste Conselho. Agradeceu também ao professor João Paulo Bender por aceitar a Coordenação Acadêmica Adjunta, acrescentando que a equipe está à disposição para dar sequência às atividades acadêmicas e administrativas. Parabenizou ainda, na pessoa do professor Igor de França Catalão, o novo curso de mestrado em Geografia que o Campus passou a oferecer, assim como o mestrado em Filosofia, agradecendo na pessoa do professor Newton Marques Peron, ambos presentes a sessão. Em seguida, o momento foi destinado aos conselheiros para novos comunicados e, não havendo, a presidência finalizou suas comunicações, recomendando a leitura do MC 15/PROAE/UFFS/2019 - Demonstrativo de investimentos PNAES 2019, consolidado até junho/2019, disponível no moodle. 2. Ordem do Dia: pela ordem regimental, a secretaria informou não haver solicitações de retiradas, alterações na ordem ou exclusões dos itens de pauta. Também não houve solicitações por parte dos conselheiros presentes na sessão. Em seguida, a Secretaria do Conselho informou o recebimento de dois pedidos de inclusão em pauta, como matéria de urgência: I) MEM 29/CCLP - CH, acerca da nova composição do colegiado do curso de Pedagogia, solicitando homologação do Conselho de Campus; e, II) MEM 30/CCME – CH, acerca da nova composição do colegiado do curso de mecidina, solicitando homologação do Conselho de Campus. A professora Gabriela, Coordenadora Acadêmica, fundamentou a justificativa da urgência, informando ter sido realizada a devida análise prévia pela assessoria acadêmica. O presidente destacou que a gestão do Campus está adotando como procedimento padrão que a Coordenação Acadêmica realize e encaminhe uma análise prévia quanto ao atendimento dos aspectos legais, sempre que houver pedidos de homologação de novas composições de colegiados de cursos a fim de oferecer maior segurança às decisões do conselho. As duas inclusões foram aprovadas por unanimidade, passando a compor o início das matérias de pauta. Assim, se deu o início da apreciação das matérias em pauta: 2.1 Homologação da composição do novo colegiado do curso de Pedagogia: aprovado por unanimidade; 2.2 Homologação da composição do novo colegiado do curso de Medicina: aprovado por unanimidade; 2.3 Homologação do resultado de eleição para segmento técnico administrativo em educação- mandato complementar(2017-2019) através do MEM 27/ASSAE – CH/UFFS/2019, foram eleitos para representar o segmento técnico administrativo em educação no Conselho do Campus Chapecó (mandato complementar 2017/2019) os técnicos: Michele Batista (titular) e Silvânia Cabreira (suplente); e, Tiago Boldrin (titular) e Jonas Goldoni (suplente). Os resultados da eleição foram homologados por unanimidade, e os eleitos Tiago Boldrin e Silvânia Cabreira, presentes a sessão, foram empossados na sequência. O presidente cumprimentou os novos conselheiros e também à conselheira Amanda, que assumiu a titularidade de uma das vagas destinadas ao segmento dos TAES, uma vez que o conselheiro TAE, Diego de Souza Boeno passou a ser membro nato como Coordenador Administrativo. 2.4 Homologação da composição do novo colegiado do curso de Enfermagem: com análise favorável pela Coordenação Acadêmica, através do MEM 8/CCENF – CH/UFFS/2019, foi homologado por unanimidade. 2.5 Homologação da composição do novo colegiado do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária: com análise favorável pela Coordenação Acadêmica através do MEM 18/CCEA – CH/UFFS/2019, foi homologado por unanimidade. 2.6 Análise Resolução Nº 15/2015 – Conselho do Campus Chapecó que trata das atribuições da Comissão Eleitoral para escolha dos representantes da comunidade universitária no Conselho de Campus 2015-2017. Foram apresentadas as proposições de alteração: para inclusão no preâmbulo e em todo o documento que se trata de “composição e atribuições” da Comissão Eleitoral; que se suprima o período do mandato da gestão a ser regida pela resolução; que onde houver a citação “comunidade externa” se substitua por “comunidade regional”; que seja atribuído o prazo de constituição, entre 60 e 90 dias de antecedência da posse dos novos membros eleitos. Todas aprovadas por unanimidade. Também, foi sugerido que seja opcional a composição pelo segmento da comunidade regional, tendo em vista a dificuldade em contar com a participação de tal segmento, sendo esta proposição rejeitada A conselheira Maria Helena colocou em reflexão quem compõe a comunidade regional, como será realizado os convites e se efetivamente a comunidade regional receberá os convites realizados. O conselheiro Igor de França Catalão apresenta que já foi matéria de discussão em outras sessões a pauta sobre quem compõe a comunidade regional e como são realizados os convites a este segmento, falou ainda que este Conselho é soberano para compor a referida comunidade, bem como para enviar os convites, e destaca: “quanto menos engessamento, melhor. Nesta universidade a comunidade regional está muito bem representada, em todos os Conselhos de Campi (...)”, propõe o conselheiro, que não havendo manifestação de retorno da comunidade regional, a comissão deve se compor da mesma maneira. A conselheira Maria Helena reforça que se deve insistir no convite à comunidade regional. Os conselheiros acordaram que a nenhum dos segmentos deve ser aplicado tratamento diferenciado. Seguindo com a proposição da conselheira Maria Helena, para o Art. 2º foi proposta a redação: “A Comissão Eleitoral será composta por, no mínimo 6(seis) membros, e no máximo 8(oito), dentre os quais deve ser assegurada a representatividade de pelo menos 3(três) dos 4(quatro) segmentos, quais sejam: docentes, técnicos administrativos em educação, discentes e comunidade regional”. Colocada em apreciação, esta redação foi aprovada por unanimidade. Sobre a impossibilidade da composição por parte de algum dos segmentos, a Comissão Eleitoral pode dar andamento aos seus trabalhos, é de responsabilidade da Secretaria dos Órgãos Colegiados e da Presidência deste Conselho, comunicar e abrir inscrições para composição da Comissão Eleitoral para todos os segmentos, obedecendo a ordem cronológica de chegada das manifestações de interesse. Colocada em votação a proposição foi aprovada pela maioria, com 1(uma) abstenção e 3 (três) votos contrários. Acordou-se também que a nova redação da resolução será enviada aos conselheiros para apreciação e posterior publicação. 2.7Composição de Comissão Eleitoral para condução do processo de escolha dos representantes para o Conselho de Campus - mandato 2019-2021. O presidente perguntou aos conselheiros se algum dos presentes tem interesse em compor a Comissão Eleitoral, e como não houve manifestação, seguiu-se à próxima pauta. 2.8 – Análise Resolução Nº 10/2015 – Conselho do Campus Chapecó. Regimento Interno do Conselho do Campus Chapecó. O presidente expressa a necessidade de maior agilidade nos prazos processuais, principalmente no que se refere a homologações de colegiados de cursos, e para maior segurança quanto ao voto nos pontos de pauta, sugere que se avalie a possibilidade de se implantar a figura dos relatores, sendo estes os próprios membros do Conselho. Afirma que não será alterada a constituição das Câmaras já existentes. Ressalta que a proposição é para a aprovação de uma revisão no regimento, a qual se dará por intermédio de análise por parte dos conselheiros e envio de sugestões a Secretaria dos órgãos colegiados para consolidação e posterior análise pelos conselheiros. A proposição foi aprovada por unanimidade. Não havendo mais nada a tratar, às quinze horas e trinta e nove minutos foi encerrada a sessão, da qual eu, Flávia Aigner Pan, Secretária de Direção e dos Órgãos Colegiados, lavrei a presente ata que, aprovada, segue assinada por mim e pelo presidente.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

Documento Histórico

ATA Nº 7/CONSCCH/UFFS/2019

ACAD LS

RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL Nº 29/ACAD–LS/UFFS/2019– CHAMADA PÚBLICA 09/2019 CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A EVENTOS NA UFFS CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL

A Coordenação Acadêmica da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Laranjeiras do Sul – PR, faz saber por meio e nos termos do EDITAL Nº 29/ACAD–LS/UFFS/2019 – Chamada Pública 09/2019 o Resultado Provisório das PROPOSTAS DE APOIO ECONÔMICO para a promoção da VII Semana Acadêmica de Ciências Econômicas – VII SAECO, a ser realizada no período de 27 a 31 de agosto de 2019. Em conformidade com os itens 2 a 6 do Edital N° 29/ACAD-LS/UFFS/2019 – Chamada Pública 09/2019, publicado em 01 de agosto de 2019, foram selecionados os seguintes parceiros, de acordo com a forma de participação:

2.1 Cota Econômica – Material:
1. Banco Bradesco S/A
2. Cooperativa de Sicredi
3. Supermercado Conafri
4. Supermercado Italo
5. Supermercado Marechal
6. Supermercado Rede Lar
7. Farmacia Santa Terezinha
8. Panificadora da XV
9. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE
10. Comercial Virmond LTDA
11. Erva Mate Laranjeiras
12. Espaço Bem Estar
13. Microlan
14. Hora do Mate
15. Ótica Schuster
16. Loja Pingo Doce
17. 4 FIT
18. Safra Engenharia
19. Lactopar Laticínios
20. Frigorifico Cascatinha
21. Volkswagem AutoBraz
22. Surek Calçados
23. Livraria Cristo Rei
24. Capeletti Restaurante e Eventos
25. Imperium Bar
26. Floricultura Flor do Campo
27. Celero Nacional
28. Via Rápida Telecom

2.2 Cota Econômica – Serviços:
1. Banco Bradesco S/A
2. Panificadora da XV
3. Erva Mate Laranjeiras
4. Microlan
5. Hora do Mate
6. 4 FIT
7. Lactopar Laticínios
8. Frigorifico Cascatinha
9. Imperium Bar
10. Celero Nacional
11. Garda hotel

Laranjeiras do Sul-PR, 19 de agosto de 2019.

Thiago Bergler Bitencourt

Coordenador Acadêmico do Campus Laranjeiras do Sul

RESULTADO FINAL DO EDITAL Nº 29/ACAD–LS/UFFS/2019– CHAMADA PÚBLICA 09/2019 CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A EVENTOS NA UFFS CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL

A Coordenação Acadêmica da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Laranjeiras do Sul – PR, faz saber por meio e nos termos do EDITAL Nº 29/ACAD–LS/UFFS/2019 – Chamada Pública 09/2019 o Resultado Final das PROPOSTAS DE APOIO ECONÔMICO para a promoção da VII Semana Acadêmica de Ciências Econômicas – VII SAECO, a ser realizada no período de 27 a 31 de agosto de 2019. Em conformidade com os itens 2 a 6 do Edital N° 29/ACAD-LS/UFFS/2019 – Chamada Pública 09/2019, publicado em 01 de agosto de 2019, foram selecionados os seguintes parceiros, de acordo com a forma de participação:

2.1 Cota Econômica – Material:
1. Banco Bradesco S/A
2. Cooperativa de Sicredi
3. Supermercado Conafri
4. Supermercado Italo
5. Supermercado Marechal
6. Supermercado Rede Lar
7. Farmacia Santa Terezinha
8. Panificadora da XV
9. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE
10. Comercial Virmond LTDA
11. Erva Mate Laranjeiras
12. Espaço Bem Estar
13. Microlan
14. Hora do Mate
15. Ótica Schuster
16. Loja Pingo Doce
17. 4 FIT
18. Safra Engenharia
19. Lactopar Laticínios
20. Frigorifico Cascatinha
21. Volkswagem AutoBraz
22. Surek Calçados
23. Livraria Cristo Rei
24. Capeletti Restaurante e Eventos
25. Imperium Bar
26. Floricultura Flor do Campo
27. Celero Nacional
28. Via Rápida Telecom

2.2 Cota Econômica – Serviços:
1. Banco Bradesco S/A
2. Panificadora da XV
3. Erva Mate Laranjeiras
4. Microlan
5. Hora do Mate
6. 4 FIT
7. Lactopar Laticínios
8. Frigorifico Cascatinha
9. Imperium Bar
10. Celero Nacional
11. Garda hotel

Laranjeiras do Sul-PR, 21 de agosto de 2019.

Thiago Bergler Bitencourt

Coordenador Acadêmico do Campus Laranjeiras do Sul

CHAMADA PÚBLICA PARA APOIO A EVENTOS NA UFFS – CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL

O Coordenador Acadêmico da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Laranjeiras do Sul – PR, faz saber por meio e nos termos deste Edital, que receberá PROPOSTAS DE APOIO ECONÔMICO para a III Feira de Ciências da Cantu na UFFS.

 

1 – DA FINALIDADE

A finalidade da presente Chamada Pública é atrair recursos de pessoas jurídicas para a promoção do Evento no dia 05 de novembro de 2019.

 

2 – FORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Para a participação no presente Edital, e consequentemente na III Feira de Ciências da Cantu na UFFS, as empresas interessadas poderão oferecer a cota a seguir especificada:

Cota Econômica – Material (não-perecível)

Fornecimento de material didático, crachás, livros, material promocional (kit de anotações, canecas plásticas personalizadas – tamanho e arte a ser fornecida pela comissão organizadora do Evento), brindes, 9 kits de premiação com 5 itens cada, som, decoração, iluminação, entre outros, desde que aprovados, a serem disponibilizados durante e/ou após o término do Evento entre os participantes.

Cota Econômica – Material (perecível)

Fornecimento de refeições, lanches, sucos e frutas, entre outros, desde que aprovados, a serem disponibilizados durante o Evento entre os participantes.

Cota Econômica – Serviços

Empréstimo de tendas, mesas e cadeiras, serviços de locação de estruturas para eventos, desde que aprovados pela organização do evento.

 

3 – PROPOSTAS E PRAZO

3.1 Fica de forma única e exclusiva o contato para apoio, o e-mail feiracienciasuffs@gmail.com, com a finalidade de organização das propostas, para que prevaleça a ordem dos contatos e a relevância das Cotas para os Eventos, conforme as regras gerais.

3.2 Serão aceitas propostas e apoio até o dia 30 de setembro de 2019 às 23h59min, horário de Brasília.

3.3 Após o fechamento do acordo o proponente deverá fornecer a logomarca da empresa em um prazo máximo de 2 dias úteis em alta qualidade de definição.

 

4 – CRITÉRIOS DE SELEÇÃO

4.1 Serão selecionadas as propostas que atendam ao edital, respeitando a ordem cronológica e levando em consideração:

Interesse da empresa pela produção de conhecimento científico e tecnológico;

Apoio oferecido;

Espaço disponível;

Exigências da empresa para fornecer apoio.

4.2 Qualquer dúvida ou esclarecimento a respeito dos critérios abordados poderão ser resolvidos entrando em contato direto com os organizadores da III Feira de Ciências da Cantu na UFFS pelo e-mail feiracienciasuffs@gmail.com.

4.3 A quantidade de recursos de apoio disponibilizados será definida pela coordenação do Evento, sendo esta limitada a necessidade do Evento.

 

5 – CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR

Não poderão participar empresas que comercializem produtos nocivos à saúde, que atentem à moral e aos bons costumes, bem como assuntos políticos e religiosos.

 

6 – DAS CONTRAPARTIDAS OFERECIDAS

6.1 A divulgação dos apoiadores da III Feira de Ciências da Cantu na UFFS se dará de igual forma, no mesmo espaço de tempo, se ocorrer por áudio, ou com ocupação de espaço físico de igual tamanho, se for mídia impressa ou site.

6.2 É permitido às empresas parceiras durante o Evento:

Poder distribuir material informativo aos participantes;

Publicar banner com o logo do parceiro no site do evento;

Afixar cartazes nas dependências onde será realizado o Evento, além de poder distribuir material de divulgação em estande próprio (estande, montagem do estande, desmontagem do estande e material de divulgação são de inteira responsabilidade do parceiro);

Todos os parceiros poderão fornecer para a organização do Evento materiais como livros, canetas, blocos de anotação, camisetas, canecas plásticas personalizadas, bonés, brindes, bônus, e outros para a distribuição em sorteios ou premiação do Evento.

 

7 – DO RESULTADO

O resultado da análise das propostas será divulgado até o dia 01 de outubro de 2019 e comunicado através do e-mail disponibilizado no formulário de proposta.

 

8 – ENTREGA DA COTA ECONÔMICA – MATERIAL

8.1 Os parceiros deverão entregar as Cotas Econômicas – Material (não perecíveis) até o dia 01 de novembro de 2019. Cotas como lanches, sucos e frutas poderão ser entregues até às 09h00min do dia 05 de novembro de 2019.

8.2 Os parceiros receberão instruções da Comissão Organizadora para entrega das Cotas através de e-mail disponibilizado no formulário de proposta.

8.3 Quaisquer dúvidas ou esclarecimentos a respeito da entrega das Cotas poderão ser resolvidos entrando em contato direto com os organizadores do Evento pelo e-mail feiracienciasuffs@gmail.com.

 

9 – DISPOSIÇÕES GERAIS

A Coordenação Acadêmica do Campus Laranjeiras do Sul reserva-se ao direito de alterar, reprogramar ou cancelar todo ou partes desta Chamada por interesses próprios da administração ou motivos de força maior.

 

10 – DATAS IMPORTANTES

Lançamento da Chamada (www.uffs.edu.br)

21/08/2019

Prazo para Impugnação da Chamada

22/08/2019

Submissão de Propostas

02/09/2019 à 30/09/2019

Publicação do Resultado

01/10/2019

Prazo para Recurso do Resultado da Chamada

02/10/2019

Realização do Evento

05/11/2019

 

Laranjeiras do Sul-PR, 21 de agosto de 2019.

Thiago Bergler Bitencourt

Coordenador Acadêmico do Campus Laranjeiras do Sul

COSCRE

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (LICENCIATURA) DO CAMPUS REALEZA (EMEC 1152574)

O Conselho do Campus Realeza, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, com base na Resolução 004/2014-CONSUNI/CGRAD, e nas deliberações da 7ª Sessão Ordinária, realizada no dia 14 de agosto de 2019,

 

RESOLVE:

Art. 1º Alterar o Art. 2º da Resolução nº 029/2017 - CONSC-RE, que passa a vigorar com a seguinte redação:

"Art. 2º O Colegiado será formado pelos seguintes integrantes, titulares e suplentes respectivamente, sob a presidência do primeiro:

I - Coordenador do curso: Letiére Cabreira Soares;

II - Coordenadora Adjunta: Gisele Louro Peres;

III - Coordenador de Estágios: Jackson Luís Martins Cacciamani e Julio Murilo Trevas dos Santos;

IV - Representantes do Domínio Específico eleitos:

a) Clovis Piovezan e Julio Murilo Trevas dos Santos;

b) Adriana Simane Camera e Glessyan de Quadros Marques;

c) André Lazarin Gallina e Leonardo de Lima.

VI - Representantes docentes do Domínio Comum:

a) Everton Artuso e Marcos Leando Ohse;

VII - Representantes docentes do Domínio Conexo:

a) José Oto Konzen e Ronaldo Aurélio Gimenes Garcia;

VIII - Representantes Técnicos Administrativos em Educação:

a) Edinéia Paula Sartori Schmitz e Everton Pizato;

IX - Representantes discentes indicados pelo Centro Acadêmico:

a) Luana Marciele Morschheiser e Eduarda Carolina Scherer Hagemann;

b) Francieli Sal e Geovane Felipe Padilha."

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Realeza-PR, 20 de agosto de 2019.

 

Realeza-PR, 20 de agosto de 2019.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS: PORTUGUÊS E ESPANHOL (LICENCIATURA) DO CAMPUS REALEZA (EMEC 5000406)

O Conselho do Campus Realeza, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais, com base na Resolução nº 4/CONSUNI-CGRAD/UFFS/2014,

 

RESOLVE:

Art. 1º Homologar ad referendum a composição do Colegiado Curso de Graduação em Letras: Português e Espanhol - Licenciatura da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Realeza:

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Coordenação de Estágios

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

 

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Mirielly Ferraça

3123286

Suplente

Matheus França Ragievicz

3096467

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Gilson Luís Voloski

1645450

Titular

Odair Eduardo Geller

3060725

Suplente

Domínio Conexo

Mariane Inês Ohlweiler

2426991

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Andrielly Pagnoncelli

1613803025

Titular

Gabriel Bevilacqua

1913803005

Suplente

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Titular

Iara Maria Adriano

1813803002

Suplente

 

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Coordenação de Estágios

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

 

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Mirielly Ferraça

3123286

Suplente

Matheus França Ragievicz

3096467

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Gilson Luís Voloski

1645450

Titular

Odair Eduardo Geller

3060725

Suplente

Domínio Conexo

Cristiane de Quadros

1554791

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Andrielly Pagnoncelli

1613803025

Titular

Gabriel Bevilacqua

1913803005

Suplente

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Titular

Iara Maria Adriano

1813803002

Suplente

(NOVA REDAÇÃO DADA PELA RESOLUÇÃO Nº 7/CONSC-RE/UFFS/2020)

 

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Coordenação de Estágios

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

 

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Rosiane Moreira da Silva Swiderski

1106098

Suplente

Matheus França Ragievicz

3096467

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Gilson Luís Voloski

1645450

Titular

Odair Eduardo Geller

3060725

Suplente

Domínio Conexo

Cristiane de Quadros

1554791

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Andrielly Pagnoncelli

1613803025

Titular

Gabriel Bevilacqua

1913803005

Suplente

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Titular

Iara Maria Adriano

1813803002

Suplente

(NOVA REDAÇÃO DADA PELA RESOLUÇÃO Nº 12/CONSC-RE/UFFS/2020)

 

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Márcia Adriana Dias Kraemer

2408016

 

Coordenação de Estágios

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

 

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Rosiane Moreira da Silva Swiderski

1106098

Suplente

Matheus França Ragievicz

3096467

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Odair Eduardo Geller

3060725

Titular

Gilson Luís Voloski

1645450

Suplente

Domínio Conexo

Cristiane de Quadros

1554791

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Andrielly Pagnoncelli

1613803025

Titular

Gabriel Bevilacqua

1913803005

Suplente

Iara Maria Adriano

1813803002

Titular

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Suplente

(NOVA REDAÇÃO DADA PELA RESOLUÇÃO Nº 15/CONSC-RE/UFFS/2020)

 

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Márcia Adriana Dias Kraemer

2408016

 

Coordenação de Estágios

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

 

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

 

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Rosiane Moreira da Silva Swiderski

1106098

Suplente

Matheus França Ragievicz

3096467

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Gilson Luís Voloski

1645450

Titular

Paulo Cesar Borges Duarte

3209864

Suplente

Domínio Conexo

Cristiane de Quadros

1554791

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Iara Maria Adriano

1813803002

Titular

Andrielly Pagnoncelli

1613803025

Suplente

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Titular

Atena Suiane Peter

1813803010

Suplente

(NOVA REDAÇÃO DADA PELA RESOLUÇÃO Nº 45/CONSC-RE/UFFS/2020)

 

Representação

Nome

Siape / Matrícula

Atribuição

Coordenação do Curso

Marcos Roberto da Silva

1716043

Presidente

Coordenação Adjunta

Márcia Adriana Dias Kraemer

2408016

Titular

Coordenação de Estágios

Andréia Cristina de Souza

2208586

Titular

Coordenação Adjunta de Estágio

Ana Carolina Teixeira Pinto

1836795

Titular

Domínio Específico

Marilene Aparecida Lemos

1863967

Titular

Rosiane Moreira da Silva Swiderski

1106098

Suplente

Saulo Gomes Thimóteo

1840014

Titular

Clóvis Alencar Butzge

1768224

Suplente

Sérgio Roberto Massagli

1835617

Titular

Sabrina Casagrande

1805159

Suplente

Domínio Comum

Gilson Luís Voloski

1645450

Titular

Paulo Cesar Borges Duarte

3209864

Suplente

Domínio Conexo

Cristiane de Quadros

1554791

Titular

Carmen Elisabete de Oliveira

2770171

Suplente

Técnico-administrativo em Educação

Jeverson Luiz Cattani

1127119

Titular

Giuliano Kluch

1783945

Suplente

Discente

Iara Maria Adriano

1813803002

Titular

Lucas Kevin Silva de Lima

2013803017

Suplente

Thaís Mendes da Purificação

1813803013

Titular

Hillary Keity de Gois

1813803014

Suplente

(NOVA REDAÇÃO DADA PELA RESOLUÇÃO Nº 4/CONSC-RE/UFFS/2021)

Art. 2º O mandato dos representantes docentes eleitos e dos servidores técnico- administrativos em educação será de 2 (dois) anos e o dos representantes discentes de 1 (um) ano.

Art. 3º Fica revogada a Resolução nº 25/CONSC-RE/UFFS/2017, de 18 de setembro de 2017.

Art. 4º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Realeza-PR, 23 de agosto de 2019.

Marcos Antônio Beal

Presidente do Conselho de Campus Realeza

PROAD

Gestores e Fiscais do Contrato nº 30/2018, Inexigibilidade de Licitação nº 02/2018, Processo nº 23205.001007/2018-85, contratada a EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS – ECT

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura, em exercício, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 30/2018, decorrente da Inexigibilidade de Licitação nº 02/2018, Processo nº 23205.001007/2018-85, contratada a EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS – ECT:

I. Gestor Titular: Edivandro Luiz Tecchio, Administrador, Siape 1822328;
II. Gestor Suplente: Alex Sandro Fedrigo, Assistente em Administração, Siape 2124433;
III. Fiscal Titular: Aline Voss Perin, Secretária Executiva, Siape 1942201;
IV. Fiscal Suplente: Claudia Mônica Mueller, Assistente em Administração, Siape 2036730.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do referido Contrato é a contratação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT para a prestação de serviços postais da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 093/PROAD/UFFS/2018 de 14 de junho de 2018.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 17/2018, Pregão Eletrônico nº 43/2017, Processo nº 23205.004177/2017-31, contratada a empresa MW Segurança Ltda

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 17/2018, decorrente do Pregão Eletrônico nº 43/2017, Processo nº 23205.004177/2017-31, contratada a empresa MW Segurança Ltda:

I. Gestor Titular: Elizabete Maria da Silva Pedroski, Coordenadora Administrativa, Siape 1828090;
II. Gestor Suplente: Reginaldo Cristiano Griseli, Contador, Siape 1030174;
III. Fiscal Titular: Claudia Simone da Cunha Teixeira, Assistente em Administração, Siape 1908527;
IV. Fiscal Suplente: Domingos Roque Pavan, Administrador, Siape 1906527.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do referido Pregão Eletrônico é a contratação de serviços continuados de vigilância armada e desarmada, motorizada e não motorizada, a serem executados nos Campi da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, sediados em Erechim/RS e Passo Fundo/RS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 035/PROAD/UFFS/2018 de 19 de fevereiro de 2018.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 12/2019, Pregão Presencial nº 03/2019, Processo nº 23205.000526/2019-15, contratada a empresa GNAS & CIA LTDA

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 12/2019, decorrente do Pregão Presencial nº 03/2019, Processo nº 23205.000526/2019-15, contratada a empresa GNAS & CIA LTDA:

I. Gestor Titular: Elizabete Maria da Silva Pedroski, Coordenadora Administrativa, Siape 1828090;
II. Gestor Suplente: Reginaldo Cristiano Griseli Contador, Siape 1030174;
III. Fiscal Titular: Cleudes Fátima Bresolin Hubner, Assistente em Administração, Siape 1829411;
IV. Fiscal Suplente: Tatiane Marmentini Oliveira, Assistente em Administração, Siape 1792911.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do presente instrumento é a concessão administrativa de uso, a título oneroso, de espaço físico para instalação de PESSOA JURÍDICA com vistas a exploração comercial da atividade de REPROGRAFIA no Campus Erechim da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 033/PROAD/UFFS/2019 de 03 de abril de 2019.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 25/2018, Pregão Eletrônico nº 01/2018, Processo nº 23205.000154/2018-38, contratada a empresa PANIFICADORA DELICATA LTDA - ME

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 25/2018, decorrente do Pregão Eletrônico nº 01/2018, Processo nº 23205.000154/2018-38, contratada a empresa PANIFICADORA DELICATA LTDA - ME:

I. Gestor Titular: Elizabete Maria da Silva Pedroski, Coordenadora Administrativa, Siape 1828090;
II. Gestor Suplente: Reginaldo Cristiano Griseli Contador, Siape 1030174;
III. Fiscal Titular: Daiane Truylio, Administradora, Siape 1757547;
IV. Fiscal Suplente: Domingos Roque Pavan, Administrador, Siape 1906527;
V. Fiscal Técnico Suplente: Elitana Antoniolli, Nutricionista, Siape 2124154.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do referido Contrato é a concessão de uso de espaço físico para instalação de PESSOA JURÍDICA com vistas a exploração de serviços de Cantina, no Campus Erechim-RS da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 066/PROAD/UFFS/2018 de 12 de abril de 2018.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 49/2016, Pregão Eletrônico nº 30/2016, Processo 23205.001710/2016-21, contratada a empresa JONES L. GUIMARÃES & CIA LTDA – ME

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 49/2016, decorrente do Pregão Eletrônico nº 30/2016, Processo 23205.001710/2016-21, contratada a empresa JONES L. GUIMARÃES & CIA LTDA – ME:

I. Gestor Titular: Edinéia Paula Sartori Schmitz, Coordenadora Administrativa, Siape 1894471;
II. Gestor Suplente: Catiane Maria Dalcortivo, Técnico em Contabilidade, Siape 1770078;
III. Fiscal Titular: Adair Perdomo Falcão, Assistente em Administração, Siape 3046619;
IV. Fiscal Suplente: Luis Carlos Pais Gularte, Assistente em Administração, Siape 2126760.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados.

Art. 3º O objeto do referido Contrato é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva nos veículos da frota do Campus Realeza/PR.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 114/PROAD/UFFS/2017 de 10 de outubro de 2017.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 10/2016, Pregão Eletrônico nº 63/2015, Processo nº 23205.0004727/2015-50, contratada a empresa BRANBUS FRETAMENTO E TRANSPORTE LTDA – ME

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 10/2016, decorrente do Pregão Eletrônico nº 63/2015, Processo nº 23205.0004727/2015-50, contratada a empresa BRANBUS FRETAMENTO E TRANSPORTE LTDA – ME:

I. Gestor Titular: Edinéia Paula Sartori Schmitz, Coordenadora Administrativa, Siape 1894471;
II. Gestor Suplente: Catiane Maria Dalcortivo, Técnico em Contabilidade, Siape 1770078;
III. Fiscal Titular: Adair Perdomo Falcão, Assistente em Administração, Siape 3046619;
IV. Fiscal Suplente: Luis Carlos Pais Gularte, Assistente em Administração, Siape 2126760.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados.

Art. 3º O objeto do referido contrato é a contratação, em regime de empreitada por preço unitário, de empresas especializadas na prestação de transporte executivo com carro de passeio e transporte rodoviário de passageiros com ônibus, micro-ônibus e van, no âmbito municipal, intermunicipal e interestadual, e prestação de transporte rodoviário de passageiros com ônibus no âmbito internacional, para execução de viagens destinadas a atender as necessidades dos Campi da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 113/PROAD/UFFS/2017 de 10 de outubro de 2017.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 03/2016, Pregão Presencial nº 66/2015, Processo nº 23205.004762/2015-79, contratada a empresa REFEIVEL COMÉRCIO DE REFEIÇÕES LTDA – EPP

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 03/2016, oriundo do Pregão Presencial nº 66/2015, Processo nº 23205.004762/2015-79, contratada a empresa REFEIVEL COMÉRCIO DE REFEIÇÕES LTDA – EPP:

I. Campus Chapecó/SC:
a) Gestor Titular: Diego de Souza Boeno, Assistente em Administração, Siape 2139439;
b) Gestor Suplente: Vagner Garcias de Vargas, Assistente em Administração, Siape 2073314;
c) Fiscal Técnico: Luciana de David, Nutricionista, Siape 2130270;
d) Fiscal Técnico: Matheus Todescatt, Engenheiro Eletricista, Siape 1911027;
e) Fiscal Técnico: Itacir Casarin Camelatto, Técnico em Eletrotécnica, Siape 2133013;
f) Fiscal Administrativo: Alana Zamoner Valmorbida, Assistente em Administração, Siape 1590936.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados, de acordo com o Manual nº 3/PROAD/UFFS/2014, de Gestão e Fiscalização de Contratos da UFFS.

Art. 3º O objeto do referido contrato é a concessão não onerosa da área física e dos equipamentos do Restaurante Universitário - RU do Campus Chapecó/SC, para exploração econômica, por Pessoa Jurídica especializada no serviço de alimentação, para produção e distribuição de refeições (almoço e jantar), incluindo o fornecimento de todos os insumos, materiais e mão de obra necessários a realização destas atividades.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 054/PROAD/UFFS/2019 de 09 de maio de 2019.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

Gestores e Fiscais do Contrato nº 38/2017, Pregão Eletrônico nº 18/2017, Processo nº 23205.002405/2017-38, contratada a empresa RIVA CONFEITARIA E PANIFICADORA LTDA – ME

O Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 354/GR/UFFS/2010, de 30/08/2010, publicada no Boletim Oficial da UFFS na mesma data, resolve:

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuarem como Gestores e Fiscais do Contrato nº 38/2017, oriundo do Pregão Eletrônico nº 18/2017, Processo nº 23205.002405/2017-38, contratada a empresa RIVA CONFEITARIA E PANIFICADORA LTDA – ME:

I. Gestor Titular: Diego de Souza Boeno, Assistente em Administração, Siape 2139439;
II. Gestor Suplente: Vagner Garcia de Vargas, Assistente em Administração, Siape 2073314;
III. Fiscal Técnico: Luciana de David Parizotto, Nutricionista, Siape 2130270;
IV. Fiscal Administrativo: Alana Zamoner valmorbida, Assistente em Administração, Siape 1590936.

Art. 2º Os gestores e os fiscais serão responsáveis por fiscalizar e acompanhar o andamento e a execução dos serviços prestados.

Art. 3º O objeto do referido contrato é a concessão de uso de espaço físico para instalação de PESSOA JURÍDICA com vistas a exploração de serviços de Cantina, no Campus Chapecó/SC, com vistas a fornecer lanches aos estudantes, servidores, colaboradores e ao contingente considerável de pessoas que trafegam nas dependências do Campus Chapecó da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS.

Art. 4º Fica revogada a Portaria nº 087/PROAD/UFFS/2019 de 04 de junho de 2019.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Péricles Luiz Brustolin

Pró-Reitor de Administração e Infraestrutura

CCEASER

Delibera sobre Mobilidade Acadêmica.

A Coordenação do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim, no uso de suas atribuições legais,

 

DELIBERA:

 

Art. 1º Tendo em vista a instituição da Política de Mobilidade Acadêmica, o curso de Graduação em Engenharia Ambiental da UFFS – Campus Erechim DESIGNA a docente ADRIANA DERVANOSKI, Siape 2079873, para apoiar os estudantes do curso na elaboração do Plano de Estudos para participação no Programa de Mobilidade Acadêmica e auxiliar os contatos com as instituições de ensino, tanto nacional quanto internacional.

 

Art. 2º Fica revogado o Ato Deliberativo Nº 2/2016 – CCEA-ER.

 

Art. 3º Esta decisão entra em vigor na data de sua publicação.

 

Erechim-RS, 20 de agosto de 2019.

Marcelo Correa Ribeiro

Coordenador do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária do Campus Erechim

PROPEPG

Regulamenta a concessão, manutenção e suspensão de bolsas de estudos aos alunos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Fronteira Sul.

 

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, de 20 de AGOSTO de 2019

 

Regulamenta a concessão, manutenção e suspensão de bolsas de estudos aos alunos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal da Fronteira Sul.

 

A PRÓ-REITORA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO em exercício, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO a necessidade de regulamentar a atribuição e redistribuição de bolsas de mestrado, CONSIDERANDO a Portaria 76/2010/CAPES sobre distribuição de bolsas DS em Programas de Pós-Graduação no país, CONSIDERANDO a RN017/2006/CNPq sobre Bolsas por Quota no país, CONSIDERANDO a Portaria Conjunta nº 01/2010 CAPES/CNPq, CONSIDERANDO os arts. 20 a 23 do Regimento do PPGGeo, aprovado pela Resolução nº 18/CONSUNI/UFFS/2018 que estabelece normas que priorizam a concessão de bolsas de estudo a alunos que não exercem atividade remunerada no âmbito do PPGGeo,

 

RESOLVE:

 

Art. 1º Regulamentar a concessão, manutenção e suspensão de bolsas de estudos aos alunos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGeo) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó-SC e Campus Erechim-RS.

 

CAPÍTULO I

Das Bolsas

 

Art. 2º Serão concedidas bolsas de estudos a alunos regularmente matriculados no curso de Mestrado desde que atendam aos requisitos expressos neste documento.

Parágrafo único. As bolsas serão concedidas desde que haja cotas de bolsa para o PPGGeo disponibilizadas por programas de agências de fomento.

 

Art. 3º A bolsa terá duração de 12 meses, renovável por mais 12, dependendo da disponibilidade da bolsa e do preenchimento dos critérios de renovação.

 

Art. 4º O tempo máximo de duração da bolsa não ultrapassará 24 (vinte e quatro) meses e os limites fixados são improrrogáveis.

§ 1º Para o cálculo do limite de duração da bolsa, serão computadas eventuais parcelas recebidas pelo bolsista, advindas de outros programas ou agências financiadoras de bolsas para o mesmo nível de curso.

§ 2º A bolsa se encerrará por ocasião do cumprimento do prazo, tenha ou não o aluno concluído sua dissertação. Igualmente se encerrará em razão da defesa da dissertação, ainda que não se tenha cumprido o prazo da bolsa.



CAPÍTULO II

Da Comissão de Bolsas

 

Art. 5º A Comissão de Bolsas será constituída conforme orienta o art. 24 do Regimento do PPGGeo.

Parágrafo único. A Comissão de Bolsas se reunirá anualmente, ou sempre que necessário, para decidir sobre distribuição das bolsas atribuídas ao Programa de Pós-Graduação.



CAPÍTULO III

Da Inscrição do Candidato à Bolsa

 

Art. 6º Todos os alunos regularmente matriculados no PPGGeo poderão se candidatar à bolsa de estudo, respeitadas as exigências do edital de concessão de bolsas, amplamente divulgado aos discentes do Programa.

 

Art. 7º O candidato deverá preencher e assinar formulário específico com o pedido de bolsa, respeitando-se a data e os requisitos discriminados em cada edital de concessão de bolsas.

 

Art. 8º Para a inscrição o aluno deve:

I – ter o currículo na Plataforma Lattes do CNPq atualizado nos últimos 6 meses;

II – estar regularmente matriculado no curso de Mestrado do PPGGeo;

III – quando possuir vínculo empregatício, estar liberado das atividades profissionais sem percepção de vencimentos, considerando-se as exceções previstas pelas agências de fomento;

IV – não possuir qualquer relação de trabalho com a UFFS, considerando-se as exceções previstas pelas agências de fomento;

V – não acumular a percepção da bolsa com qualquer modalidade de auxílio ou bolsa de outros programas, de outra agência de fomento pública, nacional ou internacional, ou empresa pública ou privada, considerando-se as exceções previstas.

Parágrafo único. Os pedidos de bolsa serão analisados pela Comissão de Bolsas.

 

CAPÍTULO IV

Dos Critérios para a Concessão de Bolsas

 

Art. 9º O critério para decidir pela concessão de bolsa será a ordem na lista classificatória final dos aprovados em Processo Seletivo, por linha de pesquisa, homologada pelo colegiado do PPGGeo.

§ 1º A cada concessão de cotas de bolsa por programas e agências financiadoras, o PPGGeo reservará, pelo menos, uma bolsa para cada Processo Seletivo seguindo a ordem de classificação por linhas de pesquisa.

§ 2º Em cada nova concessão de cotas, considerando-se os critérios das agências financiadoras, poderão ser contemplados os remanescentes de períodos anteriores que estejam no prazo, respeitado o exposto no § 1º.

§ 3º Além da ordem de classificação no Processo Seletivo, outros critérios poderão ser exigidos pelos programas e agências de fomento para a concessão de bolsas.

 

Art. 10 Caso haja empate, o critério de desempate será a nota da prova de Conhecimento Específico na seleção.

 

Art. 11 Os candidatos não contemplados por insuficiência de quota formarão uma lista de espera e poderão ser contemplados no caso de desistência de bolsistas ou diante do surgimento de quotas adicionais de bolsas para o Programa, apenas para o ano em questão.

 

Art. 12 No caso de quotas adicionais, elas serão distribuídas por linha de pesquisa, respeitando a classificação geral no processo seletivo e o equilíbrio de distribuição de bolsas entre as linhas.

 

CAPÍTULO V

Da Manutenção da Bolsa

 

Art. 13 Durante o tempo em que permanecer com bolsa, o aluno deverá:

I – dedicar-se exclusivamente ao curso e à pesquisa, considerando-se as exceções previstas pelas agências financiadoras;

II – cumprir as exigências do PPGGeo ou da agência financiadora de sua bolsa;

III – apresentar desempenho acadêmico satisfatório, condizentes com as normas do PPGGEO ou da agência financiadora para a manutenção do benefício;

IV – apresentar relatório semestral de atividades acadêmico-científicas documentado.

§ 1º O relatório deverá conter:

a) Identificação do aluno e do orientador;

b) Plano de trabalho de atividades acadêmico-científicas do semestre vigente e do seguinte;

c) Atividades desenvolvidas no semestre vigente;

d) Parecer do orientador; e

e) Histórico escolar.

§ 2º O bolsista deverá protocolizar o relatório de atividades acadêmico-científicas na Secretaria de Programas de Pós-Graduação, até as seguintes datas: 1º semestre: 20 de julho; 2º semestre: 20 de dezembro, ou 1º dia útil subsequente.

§ 3º A não entrega do relatório de atividades acadêmico-científicas na data prevista, sem justificativa pertinente apresentada à Comissão de Bolsas, poderá acarretar na suspensão da bolsa para o semestre seguinte.

§ 4º O relatório de atividades acadêmico-científicas será validado pela Comissão de Bolsas.

 

Art. 14 Além de satisfazer os critérios do PPGGeo, dos programas ou das agências financiadoras, o aluno bolsista deverá estar matriculado em, no mínimo, duas disciplinas por semestre, até terminar os créditos mínimos obrigatórios em disciplinas.

 

Art. 15 O bolsista que não qualificar o projeto de dissertação até 18 (dezoito) meses a partir do ingresso no curso e não apresentar justificativa pertinente terá suspenso o pagamento da bolsa.

 

Art. 16 A bolsa poderá ser renovada semestralmente para os alunos que apresentarem desenvolvimento adequado e satisfatório das atividades acadêmico-científicas e receberem aprovação do relatório de atividades, após análise da Comissão de Bolsas.

 

 

CAPÍTULO VI

Da Suspensão da Bolsa

 

Art. 17 A bolsa será suspensa a qualquer momento por reprovação em disciplina e/ou em exame de qualificação da dissertação, por licenciamento, ausência ou baixo desempenho comunicado por escrito pelo orientador.

§ 1º Perderá a bolsa o aluno que receber 1 (um) conceito R ou 2 (dois) conceitos C, nos créditos cursados em disciplinas.

§ 2º Perderá a bolsa o aluno que for reprovado por não apresentar a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária programada em disciplina.

 

Art. 18 A bolsa será suspensa se assim o bolsista desejar, mediante requerimento justificado, dirigido à Comissão de Bolsas, e apresentação de relatório parcial.

 

CAPÍTULO VII

Das Disposições Finais

 

Art. 19 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Bolsas.

 

Art. 20 Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

 

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Ione Ines Pinsson Slongo

Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação

CONSUNI CPPGEC

ATA DA 7ª SESSÃO ORDINÁRIA DE 2019 DA CÂMARA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO, EXTENSÃO E CULTURA

Aos vinte e dois dias do mês de agosto do ano de dois mil e dezenove, às quatorze horas, na sala de videoconferência do Bloco da Biblioteca do Campus Chapecó da UFFS, e nos demais campi por videoconferência, foi realizada a 7ª Sessão Ordinária da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), presidida pelo Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Joviles Vitório Trevisol. Fizeram-se presentes à sessão os seguintes conselheiros titulares (representantes docentes): Emerson Neves da Silva (Pró-Reitor de Extensão e Cultura), Samira Moretto e Igor de França Catalão (Chapecó), Demétrio Alves Paz (Cerro Largo), Marcos Weingartner e José Francisco Grillo (Laranjeiras do Sul), Valdecir José Zonin e Paulo Afonso Hartmann(Erechim), Thiago de Cacio Luchese (Cerro Largo), Marcos Leandro Ohse e Luciana Pereira Machado (Realeza). Os conselheiros representantes da Comunidade Regional do Estado de Santa Catarina, Augustinho Taffarel e Marlene Stochero (titular e suplente, respectivamente) também participaram da sessão. Os representantes titulares dos técnicos-administrativos em Educação e dos discentes: Edinéia Paula Sartori Schmitz (TAE - Realeza), Luis Carlos Rossato (TAE - Cerro Largo), Cristiano de Carvalho (TAE - Passo Fundo) e Gleidson de Araujo Felix (representante discente/Passo Fundo). Participaram da sessão no exercício da titularidade: Clarissa Dalla Rosa (Erechim) e Cacea Maggi (Larajeiras do Sul). Conferido o quórum, o Presidente declarou aberta a sessão às catorze horas e dez minutos. Passou ao expediente. Apreciação da ata da 5ª Sessão Ordinária de 2019 (22 de agosto): a ata foi aprovada por unanimidade, sem ressalvas. O Presidente da CPPGEC saudou os membros e consultou se haveria algum comunicado por parte dos conselheiros. Não havendo comunicados e nem designações de relatorias, passou a apresentação das matérias a serem analisadas. O presidente consultou os membros se todos estão de acordo com a Ordem do Dia e se há solicitações de inclusão de itens de pauta. Como não houve sugestões ou acréscimos a pauta ficou estruturada da seguinte forma: 1° Item: Processo 23205.001806/2019-32 (Relator: Luis Carlos Rossato); 2° Item: Processo 23205.001907/2019-11 (Relator: Igor Catalão); 3° Item: Processo 23205.001749/2019-91 (Relatora: Edinéia Schmitz); Processo 23205.002306/2019-18 (Relator: Thiago Luchese); 4° Item: Processo 23205.002268/2019-01 (Relatora: Siomara Marques); 5° Item: Processo 23205.002307/2019-62 (Relator: Marcos Leandro Ohse). 6° Item: Processo 23205.002299/2019-54 (Relator: Emerson Neves da Silva) e Revogação das Decisões de credenciamento de docentes do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Linguísticos – PPGEL. Passou-se a Ordem do Dia. 2.1 Processo 23205.001806/2019-32: Contratação de Fundação de Apoio para prestar serviço de pagamento de bolsas da Fundação Araucária 2019-2020 sob relatoria do conselheiro Luis Carlos Rossato. O conselheiro procedeu com a leitura de seu parecer e voto. Iniciou comentando que o processo trata da contratação de Fundação para prestar serviço de pagamento de bolsas da Fundação Araucária a estudantes de graduação para vigência 2019- 2020, conforme Termo de Colaboração a ser firmado com a Fundação Araucária referente a Chamada Pública 01/2019 – Programa de Bolsas de Iniciação Científica, Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBIT), e Chamada Pública 02/2019 – Programa Institucional de Apoio a Inclusão Social – Pesquisa e Extensão Universitária (PIBIS). A solicitação é apresentada pelo professor Paulo Roges Lopes Alves, Diretor de Pesquisa da UFFS. Se prevê o pagamento de bolsas de inclusão social – pesquisa e extensão universitária, com duração de até 12 (doze) meses, no valor mensal de R$ 400,00 (quatrocentos reais), sendo o limite de pagamento até julho de 2020. Para o presente parecer, consultou-se, além do Projeto “Bolsas PIBIS e PIBIC da Fundação Araucária” também os documentos acima elencados, a Resolução 04/2013 do CONSUNI, que dispõe sobre as normas que regulamentam as relações entre a UFFS e as Fundações de Apoio. A referida Chamada Pública da Fundação Araucária convida as instituições de ensino superior e institutos de pesquisa de natureza pública ou privada e as Organizações Sociais sem fins lucrativos com sede no Estado do Paraná a apresentarem projetos no âmbito do Programa de Bolsas para Iniciação Científica e Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBIC/PIBIT. Conforme consta na apresentação da Chamada Pública, o PIBIC/ PIBIT passa a incorporar a construção estrutural de Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação no Paraná (NAPI), que está sendo fomentado pela Fundação Araucária, objetivando a articulação mais intensados atores do Sistema Regional de Inovação do Paraná e a mobilização de ativos no território Paranaense em torno dos desafios ligados ao desenvolvimento do território. Analisando o Projeto “Bolsas PIBIS e PIBIC da Fundação Araucária”, coordenado por Paulo Roger Lopes Alves, o conselheiro Luis Carlos Rossato concluiu que a proposta encontra-se adequado às exigências normativas, bem como de sua pertinência para o desenvolvimento da pesquisa na UFFS. Diante do exposto, o conselheiro votou favorável à matéria. Posto o parecer e voto em votação, ambos foram aprovados por unanimidade pelo pleno desta Câmara. 2.2 Processo 23205.001907/2019-11: Regimento do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência e Tecnologia de Alimentos (PPGCTAL) - Relator: Igor Catalão. O relator procedeu com a leitura do parecer e voto. O processo em análise trata da reformulação do Regimento do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos (PPGCTAL) do Campus Laranjeiras do Sul. As alterações justificam-se, principalmente, em virtude da necessidade de mudança na composição do Colegiado, conforme decisão desta Câmara quando aprovou mudanças no Regulamento da Pós-Graduação da UFFS. Adicionalmente, o PPGCTAL propõe outras modificações no intuito de “corrigir e melhorar a escrita de forma a deixar o Regimento mais claro”, conforme expressa o MEM nº 07/PPGCTAL/UFFS/2019. O conjunto das modificações no Regimento do PPGCTAL estão muito bem pontuadas no memorando que as justifica, onde se apresenta a menção a todos os itens alterados. Ademais, o processo também é acompanhado da indicação de todas as alterações feitas, que, para facilitar a leitura e não alongar este parecer, incluo anexo ao final com a referência às concordâncias e propostas de alteração. O relator destacou que o conjunto das modificações feitas não altera a essência do Regimento, sendo, na maior parte dos casos, alterações na numeração dos artigos, seguidas das alterações de redação. Não há mudança essencial de conteúdo, estando o documento de acordo com o Regulamento da Pós-Graduação da UFFS. Ele ressaltou o trabalho minucioso da Coordenação e da Secretaria do PPGCTAL, que facilitaram a análise do documento. Considerando os aspectos mencionados e o detalhamento do conjunto de modificações (anexo ao parecer), manifestou-se favorável à aprovação das alterações do Regimento do PPGCTAL. Posto o parecer e voto em votação, ambos foram aprovados por unanimidade pelo pleno desta Câmara. 2.3 Processo 23205.001749/2019-91: Proposta de criação do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Escolar – Coordenação, Direção e Supervisão Escolar para Oferta no Campus Erechim. (Relatora: Edinéia Schmitz). Cabe mencionar alguns pontos relevantes desta matéria:O curso será presencial sendo ofertadas 45 vagas para esta edição. A área de conhecimento da CAPES a qual está ligado é Educação, estando inserido no grupo de pesquisa Educação, Formação Docente e Processos Educativos e sendo o curso proponente o curso de Pedagogia. A Carga horária total do curso será de 465 horas, sendo disponibilizadas 60 horas para o TCC, Trabalho de Conclusão de curso. As aulas serão realizadas as sextas-feiras no período noturno e aos sábados na parte da manhã e da tarde. O pedido de oferta do curso, iniciou-se em maio de 2019, sendo esta a segunda edição do curso, conforme consta no processo (primeira edição ofertada em 2016) o início previsto para as aulas será em setembro de 2019 e o término previsto em dezembro de 2020. As componentes curriculares (CCR´s) encerrando-se em dezembro de 2020 e a entrega do TCC ocorrendo também em dezembro de 2020, visto que o desenvolvimento do TCC será concomitante com as aulas, no segundo semestre de 2020. As aulas serão ministradas as sextas-feiras e aos sábados, conforme descrito no projeto, o trabalho de conclusão do curso deverá ser apresentado, pelo estudante, na forma de artigo científico inédito. O pedido de oferta da segunda edição do curso foi apresentado em maio de 2019 ao Conselho do campus, tendo sido aprovado e em junho de 2019 a direção do campus emitiu parecer quanto a aprovação do curso e solicita o encaminhamento da proposta para a Diretoria de Pós-Graduação para encaminhamentos junto a CPPGEC do CONSUNI para os trâmites de aprovação. Tanto a Diretoria de Pós-Graduação, quanto a PROPLAN (Pró-reitoria de Planejamento) emitem despacho favorável quanto a oferta do curso, tendo em vista que os custos informados como necessários para a realização do curso serão custeados pelo campus, sendo estes de diárias e passagens, num total de R$ 819,74. Constam do processo, a proposta de criação do curso, a relação dos docentes do curso, o parecer da Direção do Campus e a ata de aprovação do curso pelo colegiado de Pedagogia. Não foram apresentados os documentos comprobatórios da titulação dos docentes, portanto, sugere-se que estes documentos sejam anexados ao processo. O pedido de oferta da segunda edição do curso de Pós-graduação em questão, baseia-se na demanda e na realidade vividas na região dos entornos do Campus Erechim. Conforme relatado no processo, a demanda regional por cursos de formação continuada de professores existe e é uma das metas da UFFS atender a estas demandas. O principal objetivo do curso é promover a formação continuada dos docentes que trabalham com a gestão escolar nas escolas da Educação Básica. Refletindo o papel do gestor educacional, no que tange uma gestão democrática da escola pública. Baseados neste princípio, surgiu a proposta da primeira edição do curso, em 2016 e agora em 2019 a segunda edição é ofertada. Desta forma, o curso é proposto no sentido de ampliar as possibilidades de formação continuada, de aprofundamento dos estudos e de fortalecimento dos grupos de pesquisa envolvidos com a temática da Gestão escolar, contemplando processos de desenvolvimento de demandas sociais e regionais, qualificando os gestores e os futuros gestores, da educação básica das redes estaduais e Municipais. Com relação a proposta do curso, considera-se a mesma adequada e muito importante para a UFFS e comunidade regional, tendo em vista os fundamentos do curso e pretende-se aprovar com grau de especialista no mínimo 80% dos estudantes matriculados, sendo esta a meta proposta pelo projeto. Ante o exposto, o voto da relatora foi favorável à aprovação da Proposta de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em: Gestão Escolar: Coordenação, Direção e Supervisão escolar com as sugestões propostas e sem prejuízo das discussões junto ao pleno. Posto em votação, o voto e parecer foram aprovados por unanimidade pelo pleno desta Câmara, sem ressalvas. O Processo 23205.002306/2019-18 trata da contratação de Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU para o gerenciamento administrativo e financeiro do Projeto “Terra Solidária: Capacitação de agentes de desenvolvimento da agricultura familiar e agroecologia em Santa Catarina” sob relatoria do conselheiro Thiago Luchese. Este projeto objetiva “construir espaços de formação, qualificação, intercâmbios, produção de conhecimento, capacitação de lideranças da agricultura familiar para elaboração e negociação de políticas públicas, afirmando e valorizando o espaço rural como perspectiva de permanência no campo com renda e qualidade de vida, apontando para um projeto de desenvolvimento sustentável e solidário.” Pretende-se que as ações extensionistas sejam executadas no período de 12 (doze) meses, a saber, entre 01 de outubro de 2019 a 01 de outubro de 2020. O valor total a ser gerido pela FAPEU é duzentos e cinquenta mil reais oriundos da Emenda Parlamentar Federal N° 2570 0025 a ser decentralizado através do orçamento da instituição. O relator solicitou algumas alterações, principalmente na forma, a saber: 1) Na folha 30, onde a Coordenadora do Projeto declara algumas ciências de sua parte, cabe completar o número do processo e, se possível, corrigir a cidade e a data da assinatura da declaração; 2) Na folha 39, no Termo de Referência, notase que o Total Geral indicado é de R$ 100.000,00 (cem mil reais) e deveria ser corretamente indicado como R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais); 3) Ainda na folha 39, item 27 do Termo de Referência, deve-se indicar corretamente o e-mail do Fiscal de Contrato pois, aparentemente, onde indica-se o e-mail encontra-se o SIAPE do servidor Fiscal. Por fim, cabe observar que a execução do projeto prevê o pagamento mensal de bolsas para a coordenação e para a assistência técnica nos valores um mil e quinhentos reais e um mil e cem reais, respectivamente, totalizando um custo representativo trinta e um mil e duzentos reais, que corresponde a doze e meio por cento do total financeiro disponível ao projeto. Na opinião do relator esta verba poderia ser de benefício aos extensionistas por meio de ações ou materiais a eles destinado. O relator deu parecer favorável à aprovação da contratação da FAPEU para gerenciamento financeiro administrativo do Projeto “Terra Solidária”, não se opondo a quaisquer discussões adicionais que foram necessárias junto a Câmara. Posto em votação, o parecer e voto por aprovados. 2.5 Processo 23205.002268/2019-01: Contratação de Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU. (Gerenciamento administrativo e financeiro do Projeto “Formação Continuada de Professores da Região Macromissioneira) - Relatora: Siomara Marques. O processo trata-se de solicitação de contratação de Fundação de Apoio, no caso, a FAPEU – Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária, para gerenciamento do projeto de Extensão “Formação Continuada de Professores da Região Macromissioneira”, com vigência de 1 (um) ano, aprovado pelas instâncias competentes da Universidade. O objetivo do projeto é “(...) a formação continuada de professores do ensino fundamental (anos iniciais) das redes municipais de ensino das Missões do Estado do Rio Grande do Sul. Essa região é constituída por 25 municípios e possui aproximadamente 120 escolas de ensino fundamental e 2.700 professores atuando nas respectivas áreas do conhecimento previstas nas Diretrizes Curriculares Nacionais, a saber: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza”. O Projeto tem como base os princípios da “efetivação do direito universal à educação de qualidade científica e social, conforme prescrito pela legislação (...)”: Constituição Federal de 1988, Declaração Universal dos Direitos Humanos, Constituição Estadual do Rio Grande do Sul, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, Estatuto da Criança e do Adolescente, entre outras. Além dessas legislações, fundamentam esse projeto, a Política Institucional da UFFS para Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica (Resolução n.2/CONSUNICGAE/UFFS/2017) e a Política de Extensão da UFFS (Resolução n.4/CONSUNI-CPPGEC/UFFS/2017). “(...) esse projeto de extensão propõe articulação com a formação inicial ofertada no campus Cerro Largo/UFFS por meio de Cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Língua Portuguesa e Espanhola, Química e Física”. O recurso a ser utilizado para a execução financeira do projeto tem origem na Emenda nº 28620010 do Deputado Federal Bohn Gass PT/RS e será descentralizado através do orçamento da instituição. Já está incluso no recurso a ser descentralizado o valor que será pago à Fundação de Apoio a título de custos operacionais. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU, ofereceu a melhor proposta, cobrando 5,00% do montante a ser gerido, cobrando o valor de cinco mil reais. Segundo a relatora e entendendo que a solicitação de contratação de Fundação de Apoio está de acordo com as exigências institucionais votou favoravelmente à contratação da FAPEU para execução do Projeto de Extensão “Formação Continuada de Professores da Região Macromissioneira”, do Campus Cerro Largo/RS. O presidente consultou os conselheiros se todos estavam de acordo com o parecer e voto da relatora. Não havendo manifestações contrárias, o parecer e voto foram aprovados pelo pleno. 2.6 Processo 23205.002307/2019-62: Projeto de Extensão (Contratação de Fundação para gerenciamento financeiro e administrativo do Projeto “Mulheres atingidas por barragens, resgatando saberes e multiplicando saúde II”) - Relator: Marcos Leandro Ohse. O presente processo trata da contratação de fundação de apoio para gerenciamento financeiro e administrativo do projeto de extensão intitulado “Mulheres atingidas por barragens, resgatando saberes e multiplicando saúde”, a ser gerenciado pela Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – FUNTEF. A FAPEU apresentou a melhor proposta orçamentária (5%), enquanto a FAPEU e FAURGS apresentaram percentuais de 7,01% e 7,21%, respectivamente. Todos os documentos estão fundamentando que não há nenhum tipo de impedimento para a contratação da FUNTEF como gerenciadora do referido projeto. Para fins de prestação de constas, ao final do projeto, o relator sugere que a FUNTEF apresente todas as guias de pagamento referente a este projeto, para fins de melhor fiscalização e controle dos órgãos da UFFS que avaliarão a prestação de contas final. O seu parecer e voto foi favorável. Posto em votação, o pleno aprovou a matéria na íntegra. 2.7 Processo 23205.002299/2019-54: Contratação de Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU para o gerenciamento administrativo e financeiro do Projeto “Programa Gestão para a Cooperação” (Relator: Emerson Neves da Silva). O conselheiro procedeu com leitura do parecer e voto. O objeto da presente proposta é a contratação de fundação de apoio para gerenciar os recursos financeiros do programa de extensão. A proposta de contratação de fundação visa gerenciar os recursos financeiros do Programa de extensão “Gestão para Cooperação”, que será desenvolvido no campus Cerro Largo, sob coordenação da professora Louise de Lira Roedel Botelho. A ação consiste no desenvolvimento de cursos de gestão para cooperação e de acompanhamento técnico de unidades de produção da agricultura familiar da região em torno do município de Cerro Largo/RS. A recurso de R$ 100.000,00 será gerido pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (FAPEU), pois essa Instituição apresentou o menor orçamento pera prestação do serviço demandado. O relator comentou que o processo está de acordo com a exigências administrativas previstas na Instrução Normativa 28/PROAD/UFFS/2017. Segundo ele, a proposta é uma ação de extensão de elevada pertinência acadêmica, pois visa qualificar a gestão de unidades de produção da agricultura familiar na perspectiva da cooperação. Cabe destacar que o projeto contribui para o processo de sustentabilidade das propriedades familiares envolvidas nas atividades elencadas no plano de trabalho. Também é pertinente destacar a sintonia do Programa com as diretrizes que orientam a atuação da UFFS no território da Mesorregião da Grande Fronteira do Mercosul, como, por exemplo, os documentos da I e II Conferência de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS (COEPE), uma vez que o Programa enfrenta questões relacionadas a matriz produtiva preponderante na região, no caso a agricultura familiar. Diante do exposto, o relator Emerson Neves da Silva manifestou-se favorável à Contração de fundação de apoio para gerenciamento do referido programa de extensão. Por fim, o último item de pauta foi a solicitação de Revogação das Decisões de credenciamento de docentes do Programa de PósGraduação Stricto Sensu em Estudos Linguísticos – PPGEL. A solicitação é motivada em virtude da publicação do Novo Regulamento da Pós-Graduação que altera a forma de publicação de credenciamento dos docentes dos programas de pós-graduação. Antes os processos eram aprovados após a relatoria da CPPGEC e cada solicitação de credeciamento ou recredenciamento dos docentes dos PPGs passava pelo crivo desta Câmara. Contudo, a partir da publicação da Resolução n° 18/CONSUNI-CPPGEC/UFFS/2016 (ALTERADA) não há mais a necessidade do pleno da CPPGEC analisar tais solicitações. Portanto, agora esta responsabilidade é da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEPG) que após despacho favorável do (a) Pró-Reitor (a) publica a portaria que credencia ou descredencia o docente. O presidente fez a leitura dos números das decisões a serem revogadas e consultou o pleno se todos estavam de acordo. Não havendo manifestações contrárias informou que a PROPEPG se responsabilizará pela publicação destas portarias de credenciamento de docentes do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Linguísticos – PPGEL. Não havendo mais matérias a serem analisadas, o Presidente informou que esta sessão é a última de seu mandato como Presidente da Câmara assim como a última sessão da maioria dos conselheiros que não participaram novamente do pleito eleitoral para escolha dos novos conselheiros do Conselho Universitário. Neste momento, aproveitou para agradecer a todos pelo brilhante e dedicado trabalho desempenhado como conselheiros da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC). Enalteceu o comprometimento e dedicação de todos e colocou-se à disposição para atividades futuras. Consultou os membros se havia mais assuntos a serem tratados e não havendo manifestações por parte conselheiros, agradeceu a presença de todos e às dezesseis horas e trinta minutos foi encerrada à sessão, da qual eu, Suianny Francini Luiz Michelon, Secretária da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura, lavrei esta ata, que após de lida e aprovada será assinada por mim e pela Presidência.

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Joviles Vitório Trevisol

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura

Aprova o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação de Fundação de Apoio para o Projeto de Extensão “Educação Popular, Equidade e Saúde: Capacitação e Mobilização de Atores Sociais para fortalecimento do SUS”.
 
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.003404/2018-91 e o Parecer nº 31/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2018;
 
DECIDE:

Art. 1º Aprovar o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEF/PR), para prestar serviços de apoio concernentes ao gerenciamento administrativo e financeiro necessários à execução do Projeto de Extensão “Educação Popular, Equidade e Saúde: Capacitação e Mobilização de Atores Sociais para fortalecimento do SUS”.
 
Art. 2º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.
 
Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 26 de setembro de 2018.
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação de Fundação de Apoio para Projeto da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.002268/2019-01 e o Parecer nº 16/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
DECIDE:

Art. 1º Aprovar o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (FAPEU) para prestar serviços de apoio concernentes ao gerenciamento administrativo e financeiro necessários à execução do Projeto Formação Continuada de Professores da Região Macromissioneira, a ser desenvolvido na UFFS.

Art. 2º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação de Fundação de Apoio para Projeto da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.002307/2019-62 e o Parecer nº 17/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
DECIDE:
 
Art. 1º Aprovar o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEF/PR) para prestar serviços de apoio concernentes ao gerenciamento administrativo e financeiro necessários à execução do Projeto Mulheres atingidas por barragens resgatando saberes e multiplicando saúde II, a ser desenvolvido na UFFS.

Art. 2º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação de Fundação de Apoio para Projeto da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.002299/2019-54 e o Parecer nº 18/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
DECIDE:
 
Art. 1º Aprovar o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (FAPEU) para prestar serviços de apoio concernentes ao gerenciamento administrativo e financeiro necessários à execução do Projeto Programa Gestão para a Cooperação, a ser desenvolvido na UFFS.
 
Art. 2º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação de Fundação de Apoio para Projeto da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.001806/2019-32 e o Parecer nº 12/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
DECIDE:
 
Art. 1º Aprovar o Projeto Básico, o Plano de Trabalho, a Equipe Técnica e a contratação da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEF/PR) para prestar serviços de apoio concernentes ao gerenciamento administrativo e financeiro necessário à execução do Projeto “Bolsas PIBIC/PIBIT e PIBIS da Fundação Araucária”, a ser desenvolvido na UFFS.

Art. 2º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova a proposta do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Escolar: Coordenação, Direção e Supervisão Escolar do Campus Erechim da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.001749/2019-91 e o Parecer nº 14/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
DECIDE:
 
Art. 1º Aprovar a proposta do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Escolar: Coordenação, Direção e Supervisão Escolar da UFFS.
 
Art. 2º O curso, com carga horária de 465 (quatrocentas e sessenta e cinco) horas será ofertado pelo Campus Erechim-RS, no período de setembro de 2019 a dezembro de 2020.
Parágrafo único. Serão ofertadas 45 (quarenta e cinco) vagas a portadores de diploma de cursos superiores de graduação, nos termos estabelecidos pela proposta do curso.
 
Art. 3º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Revoga as decisões de credenciamento de docentes do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Linguísticos da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto nos arts. 69 e 70 da Resolução nº 18/CONSUNI/ CPPGEC/UFFS/2016,
 
DECIDE:

Art. 1º Revogar a Decisão nº 2/2013-CONSUNI/CPPG que homologou o credenciamento da professora NÚBIA SARAIVA RECH como docente permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Estudos Linguísticos (PPGEL) da UFFS.

Art. 2º Revogar a Decisão nº 9/2014-CONSUNI/CPPG que homologou o credenciamento da professora ANI CARLA MARCHESAN como docente permanente do PPGEL.
 
Art. 3º Revogar a Decisão nº 11/2014-CONSUNI/CPPG que homologou o credenciamento do professor ERIC DUARTE FERREIRA como docente permanente do Programa.
 
Art. 4º Revogar a Decisão nº 13/2015-CONSUNI/CPPG que homologou o credenciamento da professora ALINE PEIXOTO GRAVINA como docente permanente do PPGEL.

Art. 5º A partir da publicação desta Decisão todos os credenciamentos, descredenciamentos e mudanças de categorias dos docentes do PPGEL serão publicados através de Portarias expedidas pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.
 
Art. 6º Esta Decisão entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

Jaime Giolo

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Regimento do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência e Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal da Fronteira Sul.
A Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC) do Conselho Universitário (CONSUNI), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o Processo nº 23205.001907/2019-11 e o Parecer n° 13/CPPGEC/CONSUNI/UFFS/2019,
 
RESOLVE:

Art. 1º Aprovar o Regimento do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência e Tecnologia de Alimentos (PPGCTAL) da UFFS, conforme o Anexo I desta Resolução.
 
Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, tendo efeito imediato para as turmas do PPGCTAL ingressantes a partir de 2018.
Parágrafo único. Para as turmas cujo ingresso se deu nos anos anteriores a 2018, permanece em vigor o Regimento aprovado pela Resolução nº 4/CONSUNI/CPPGEC/UFFS/2018.
 
Sala das Sessões da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, 7ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.
 

ANEXO I
da Resolução nº 24/CONSUNI/CPPGEC/UFFS/2019
 
REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

CAPÍTULO I
DISPOSIÇÕES INICIAIS
 
Art. 1º O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência e Tecnologia de Alimentos (PPGCTAL) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) organiza-se em nível de mestrado e está vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEPG) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e sediado no Campus de Laranjeiras do Sul -PR.

CAPÍTULO II
DOS OBJETIVOS
 
Art. 2º O PPGCTAL destina-se a proporcionar formação científica ampla e profunda em biociências de alimentos, ciências de alimentos, tecnologia de alimentos e engenharia de alimentos, conduzindo à obtenção do grau acadêmico de Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos.
 
Art. 3º O Programa visa a capacitação e qualificação de pesquisadores, docentes e profissionais de alto nível para atuação em setores de atividades relativas à temática de biociência, ciência, tecnologia e engenharia de alimentos.
CAPÍTULO III
DA ORGANIZAÇÃO E COORDENAÇÃO ACADÊMICA

Art. 4º O PPGCTAL será composto pelos seguintes órgãos:
I - Colegiado do Programa;
II - Coordenação do Programa;
III- Secretaria do Programa, como órgão auxiliar.
Seção I
Do Colegiado: composição e competências

Art. 5º O Colegiado do Programa terá a seguinte composição:
I - Coordenador do Programa, que exercerá também a função de presidente do colegiado durante as reuniões;
II - Coordenador Adjunto, que substituirá o Coordenador em suas ausências, na presidência do colegiado;
III - todos os docentes credenciados no PPGCTAL como permanentes;
IV - 1 (um) representante do corpo discente (com suplente) regularmente matriculado, eleito por seus pares, para um mandato de 1 (um) ano, permitida uma única recondução;
V - 1 (um) titular e seu respectivo suplente dos servidores técnicos administrativos em educação (STAE), escolhidos entre seus pares para um mandato de dois anos, permitida uma única recondução, entre aqueles que atuam no desenvolvimento de atividades relacionadas à gestão do curso no campus.
 
Art. 6º Compete ao Colegiado do Programa:
I - propor a criação de cursos novos stricto sensu dentro do Programa;
II - propor o Regimento do Programa e sugerir modificações sempre que se fizerem necessárias, submetendo-os à Câmara de Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Cultura (CPPGEC), para aprovação;
III - propor alterações nas linhas de pesquisa, áreas de concentração e matriz curricular do Programa, observadas as orientações do Documento da Área da CAPES e da Diretoria de Pós-Graduação (DPG), e submetê-las à CPPGEC, para aprovação;
IV - eleger o Coordenador e o Coordenador Adjunto, observado o que dispõe neste Regimento e no Regulamento Geral de Pós-Graduação da UFFS;
V - propor por, no mínimo, 2/3 (dois terços) de seus membros, a destituição do Coordenador do Programa;
VI - estabelecer os critérios específicos para credenciamento e recredenciamento de docentes, observado o disposto neste Regimento, submetendo-os à homologação da CPPGEC;
VII - julgar, em grau de recurso, as decisões do docente do Programa e do Coordenador, a ser interposto no prazo de 10 (dez) dias a contar da ciência da decisão recorrida;
VIII - manifestar-se, sempre que convocado, sobre questões de interesse da Pós-Graduação Stricto Sensu;
IX - analisar as solicitações de credenciamento, recredenciamento e descredenciamento de docentes junto ao Programa;
X - aprovar o planejamento anual do Programa;
XI - analisar o plano de aplicação de recursos do Programa de Apoio à Pós-Graduação (PROAP) e outros, elaborados pelo Coordenador do Programa;
XII - propor as medidas necessárias à integração da Pós-Graduação com o Ensino de Graduação;
XIII - estabelecer os critérios de alocação de bolsas atribuídas ao Programa, considerando as regras deste Regimento e das agências de fomento;
XIV - aprovar as Comissões de seleção de ingresso de estudantes ao Programa;
XV - aprovar a Comissão de Bolsas do Programa;
XVI - aprovar o Edital de Credenciamento de docentes;
XVII - aprovar o Edital de Seleção de ingresso a ser enviado à PROPEPG;
XVIII - aprovar o Edital de Credenciamento de novos docentes;
XIX - zelar pelo cumprimento do Regimento do PPGCTAL e do Regulamento da Pós-graduação da UFFS;
XX - definir sobre o número de candidatos aceitos no programa por turma;
XXI - indicar orientador nos casos de afastamento docente para fins de capacitação;
XXII - decidir sobre os pedidos de prorrogação de prazo de conclusão de curso,
considerando o disposto neste Regimento e o disposto no Regulamento da Pós-Graduação;
XXIII - examinar, em última instância, os pedidos de revisão de conceitos;
XXIV - decidir sobre pedidos de prorrogação de prazo de conclusão de curso, observado o disposto neste Regimento e no Regulamento da Pós-Graduação da UFFS;
XXV - propor convênios de interesse do Programa, observando os trâmites processuais da Universidade;
XXVI - apreciar, em grau de recurso, as decisões da comissão de bolsas;
XXVII - decidir sobre a validação de créditos obtidos em outros cursos de pós-graduação, observando o disposto no Regulamento da Pós-Graduação;
XXVIII - aprovar o edital de credenciamento de novos docentes;
XXIX - homologar as dissertações aprovadas pelas bancas examinadoras;
XXX - zelar pelo cumprimento do Regimento do PPGCTAL e do Regulamento da Pós-Graduação da UFFS;
XXXI - Definir sobre o número de candidatos aceitos no Programa por turma

Seção II
Da Coordenação: composição e competências

Art. 7º A Coordenação do PPGCTAL será exercida por um Coordenador e um Coordenador Adjunto, eleitos pelo Colegiado, com mandato de 2 (dois) anos, permitida uma recondução.
§ 1º São elegíveis os docentes permanentes do Programa e do quadro efetivo da UFFS.
§ 2º A eleição dar-se-á com a presença de, no mínimo, 2/3 (dois terços) dos membros do Colegiado, cujos critérios para o processo eleitoral serão definidos pelo Colegiado.
§ 3º Serão eleitos Coordenador e Coordenador Adjunto, a chapa que obtiver maioria simples de votos.
§ 4º O Coordenador Adjunto substituirá o Coordenador nas suas faltas e nos seus impedimentos, incluindo a Presidência do Colegiado do Programa.
§ 5º Em caso de vacância do cargo de Coordenador, por qualquer motivo, adotar-se-á um dos seguintes procedimentos:
I - se a vacância ocorrer antes de cumprida a primeira metade do mandato, será realizada nova eleição para Coordenador e Coordenador Adjunto;
II - se a vacância ocorrer após cumprida a primeira metade do mandato o Coordenador Adjunto assumirá a Coordenação;
III - quando ocorrer a vacância do cargo de Coordenador Adjunto, a qualquer tempo, o Colegiado deverá indicar um substituto para completar o mandato.
 
Art. 8º Compete a Coordenação do curso:
I - convocar e presidir as reuniões do Colegiado, da Comissão de Seleção de Ingresso, da Comissão de Bolsas e de outras, de interesse do curso;
II - elaborar e propor ao Colegiado o calendário semestral/anual do Programa com a devida distribuição das atividades acadêmicas do curso, observado o Calendário Acadêmico da UFFS;
III - cumprir e fazer cumprir as decisões do Colegiado, as diretrizes e as normas estabelecidas para as atividades de Pós-Graduação;
IV - elaborar, em conjunto com a Secretaria do Programa, as minutas de editais e demais portarias a serem remetidos à PROPEPG para publicação;
V - elaborar, em conjunto com o Colegiado do curso, os planos de aplicação de recursos financeiros do curso, especialmente o PROAP, acompanhar a sua execução e organizar a prestação de contas;
VI - nomear comissão para examinar pedidos de revisão de conceitos;
VII - definir, em conjunto com o Colegiado, os nomes que integrarão a Comissão de Seleção de Ingresso, a Comissão de Bolsas, a Comissão de Credenciamento de Docentes e outras de interesse do curso;
VIII - definir, em conjunto com os coordenadores dos cursos de graduação, os componentes curriculares de que poderão participar os estudantes de pós-graduação matriculados no componente curricular "Estágio de Docência”;
IX - estabelecer, em consonância com as demais instâncias envolvidas, a distribuição das atividades didáticas do Programa;
X - elaborar o relatório das atividades do Programa exigido pela Plataforma Sucupira/CAPES;
XI - articular-se com a PROPEPG para acompanhamento, execução e avaliação das atividades do Programa;
XII - primar pela qualificação permanente do Programa, com ênfase para a internacionalização;
XIII - coordenar todas as atividades do Programa que estão sob sua responsabilidade;
XIV - representar o Programa, interna e externamente à Universidade, nas situações relativas à sua competência;
XV - zelar pela atualização permanente e melhoria dos meios de comunicação do Programa;
XVI - assinar os termos de compromisso firmados pelos pós-graduandos;
XVII - zelar pelo cumprimento do Regimento do PPGCTAL e do Regulamento da Pós-Graduação da UFFS;
XVIII - deliberar sobre os processos de transferência e desligamento de alunos;
XIX - organizar, em conjunto com o colegiado, ao menos uma vez ao ano, um seminário de autoavaliação do programa, com a participação dos docentes, discentes e convidados.

Seção III
Da Secretaria

Art. 9º A Secretaria é órgão auxiliar da Coordenação do Programa e terá as seguintes atribuições:
I - organizar a infraestrutura administrativa e zelar por ela;
II - prestar os serviços rotineiros ao Programa e outros solicitados pela Coordenação;
III - proceder a matrícula e rematrícula dos estudantes de pós-graduação;
IV - arquivar toda a documentação dos discentes do Programa;
V - processar todos os requerimentos dos estudantes matriculados e informar ao Coordenador;
VI - receber e processar toda a documentação referente aos processos de seleção e matrícula dos pós-graduandos;
VII - manter atualizada toda a documentação afeta ao Programa, especialmente portarias, resoluções, decretos, leis, atas do colegiado, entre outras;
VIII - secretariar as reuniões do Colegiado do Programa e as sessões de defesa das dissertações;
IX - enviar aos docentes e discentes, em tempo hábil, as convocações para as reuniões de Colegiado e demais avisos e informações de rotina;
X - organizar e publicar o calendário contendo a programação periódica das atividades do curso, especialmente o período de realização e ajustes de matrícula, observando o calendário acadêmico da PROPEPG;
XI - zelar pela melhoria e atualização permanente dos meios de divulgação do Programa;
XII - produzir, em conjunto com a coordenação, o lançamento dos dados referentes ao programa nas plataformas da CAPES e das agências de fomento;
XIII - elaborar e encaminhar à Secretaria Geral da Pós-Graduação (SGPG) os processos dos alunos aptos à diplomação;
XIV - organizar, em conjunto com as coordenações, os eventos promovidos no âmbito dos programas, bem como auxiliar na elaboração e no envio dos relatórios à SGPG para certificação.
CAPÍTULO IV
DO CORPO DOCENTE
Art. 10. O corpo docente do PPGCTAL será constituído por professores permanentes, colaboradores e docentes/pesquisadores visitantes, credenciados nos termos deste Regimento e em conformidade com legislação vigente.
Parágrafo único. Os professores serão, prioritariamente, docentes da UFFS portadores de título de doutor, ou titulação equivalente, ficando facultado o credenciamento de portadores de título de mestre para os mestrados profissionais, desde que comprovada titulação equivalente ou destacada experiência profissional na área do programa.

Art. 11. O credenciamento será válido até o término do período quadrienal de avaliação da CAPES, findo o qual deve ser submetida a solicitação de recredenciamento, mediante critérios e procedimentos definidos pelo Regimento do Programa.
§ 1º Nos casos de não renovação do credenciamento, o docente manterá somente as orientações em andamento, de modo a não prejudicar os estudantes orientados;
§ 2º Os critérios de avaliação docente, para os fins do disposto no parágrafo 1º deste artigo, deverão contemplar a avaliação pelo corpo discente, na forma a ser definida pelo colegiado do curso;
§ 3º No caso de credenciamento nos intervalos da avaliação quadrienal o docente poderá ter prazo menor de avaliação do credenciamento para adequação ao calendário de avaliação da CAPES;
§ 4º A renovação do credenciamento deverá ser encaminhada para homologação da PROPEPG.

Art. 12. O descredenciamento é o processo de autorização de desligamento de docentes, considerando decisão prévia do colegiado e homologação pela PROPEPG, e poderá ocorrer:
I - por solicitação do próprio docente;
II - quando, por ocasião do recredenciamento, o docente deixar de enquadrar-se em uma das categorias e/ou atividades para os quais foi credenciado.
 
Art. 13. A atuação eventual em atividades específicas não caracterizará um docente ou pesquisador como integrante do corpo docente do programa.
Parágrafo único. Entende-se por atividades específicas as palestras ou conferências, a participação em bancas examinadoras, a coautoria de trabalhos publicados, a coorientação ou cotutela de trabalhos de conclusão de curso, a participação em projetos de pesquisa e em outras atividades acadêmicas caracterizadas como eventuais no Regimento do Programa.

Art. 14. O credenciamento de docentes permanentes no PPGCTAL deve considerar as Normativas Institucionais da CAPES, este Regimento e o Regulamento da Pós-graduação da UFFS, observados os seguintes pré-requisitos:
I - integrar o quadro de pessoal efetivo da Universidade ou ser docente ou pesquisador de outra instituição que tenha autorização, estabelecida em convênio;
II - desenvolver, com regularidade, atividades de ensino na graduação e na Pós-graduação ou Pesquisa;
III - desenvolver projetos de pesquisa;
IV - desenvolver atividades de orientação;
V - apresentar regularidade e qualidade na produção científica ou tecnológica, atendendo as exigências estabelecidas pelo Documento de Área.
§ 1º Cada docente poderá ser credenciado como permanente em até 3 (três) programas de pós-graduação, conforme legislação nacional vigente.
§ 2º O credenciamento será realizado obrigatoriamente por edital;
§ 3º O afastamento temporário de docentes permanentes para realização de estágio pós-doutoral, estágio sênior ou outras atividades acadêmicas relevantes não impedirá a manutenção do seu credenciamento, observado o que estabelece o Regulamento de Afastamento para Participação Docente em Programa de Pós-graduação e Pós-doutoramento.

Art. 15. Serão credenciados como docentes colaboradores os professores ou pesquisadores que contribuirão com o programa de forma complementar ou eventual e que não preencham todos os requisitos estabelecidos pelo Regulamento da Pós-graduação da UFFS para classificação como permanentes, de acordo com legislação vigente.
 
Art. 16. Integram a categoria de visitantes os docentes ou pesquisadores com vínculo funcional administrativo com outras instituições, brasileiras ou não, que sejam liberados, mediante acordo formal, das atividades correspondentes a tal vínculo, para colaborarem, por um período contínuo de tempo e em regime de dedicação exclusiva, em projeto de pesquisa e/ou atividades de ensino no programa, permitindo-se que atuem como orientadores e em atividades de extensão.
Parágrafo único. A atuação de docentes visitantes no programa deverá ser viabilizada mediante convênio entre a Universidade e a instituição de origem do docente ou por meio de bolsa concedida para essa finalidade por agências de fomento.

Art. 17. O credenciamento de docente será feito através de edital, tendo como referência o seguinte:
I - Plano de Trabalho do docente, demonstrando vinculação com, pelo menos, uma linha de pesquisa do programa;
II - Currículo Lattes atualizado do docente;
III - programa de disciplina a ser ministrada no programa.
 
Art. 18. A renovação do credenciamento, reclassificação ou descredenciamento de docentes do programa está vinculada:
I - ter orientado/estar orientando pelo menos um aluno dentro do período de avaliação;
II - ofertar pelo menos uma disciplina a cada 2 (dois) anos, exceto em casos justificados;
III - apresentar material científico publicado e/ou aceito para publicação nos últimos 3 (três) anos, de acordo com os critérios de avaliação da CAPES.
Parágrafo único. Entende-se por material científico artigo em periódicos científicos indexados, capítulos de livro e livros.
CAPÍTULO V
DA ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA

Seção I
Das Disposições Gerais
Art. 19. O PPGCTAL será ministrado em regime regular, sendo a unidade de ensino o semestre.
§ 1º As atividades do PPGCTAL compreendem disciplinas, seminários, cursos e pesquisas, além de outras atividades desenvolvidas pelos docentes e discentes vinculados ao programa;
§ 2º As atividades de ensino, pesquisa e extensão poderão ser articuladas com outros programas de pós-graduação, bem como com outros institutos de pesquisa e universidades, nacionais ou estrangeiras;
§ 3º Poderão ser oferecidas disciplinas em regime especial, a critério do colegiado do programa, respeitando o sistema de créditos vigente.

Art. 20. O curso de Mestrado em Ciências e Tecnologia de Alimentos terá duração mínima de 12 (doze) e máxima de 24 (vinte e quatro) meses.
§ 1º Excepcionalmente, por solicitação justificada do pós-graduando, com anuência do professor-orientador, os prazos estabelecidos no caput poderão ser prorrogados por até 6 (seis) meses para fins de conclusão, mediante decisão do colegiado;
§ 2º Da decisão do colegiado a que se refere o parágrafo 1º deste artigo, caberá recurso à CPPGEC.
§ 3º Para efeito dos prazos de realização do curso, a data do primeiro dia de aula será considerada como data de início do curso, e a data da defesa da dissertação ou tese será considerada como data de conclusão do curso.
§ 4º Para fins de defesa de dissertação, o Regimento do Programa de Pós-graduação poderá estabelecer critérios de religamento ao curso para o pós-graduando que tiver a matrícula cancelada por prazo de integralização excedido.

Art. 21. Nos casos de afastamento em razão de doença que impeça o aluno de participar das atividades do curso, os prazos a que se refere o caput do art. 20 poderão ser suspensos, mediante solicitação do aluno, de acordo com os critérios estabelecidos neste Regimento, devidamente comprovada por atestado médico referendado pela Junta Médica da Universidade.
Parágrafo único. Aplicar-se-á o disposto neste artigo aos afastamentos em razão de maternidade e aleitamento.
Seção II
Da Estrutura Curricular
 
Art. 22. Os componentes curriculares – teóricos ou práticos – do curso de mestrado serão classificados nas seguintes modalidades:
I - componentes curriculares obrigatórios: são considerados indispensáveis à formação do aluno e ligados à temática central do programa: Ciência e Tecnologia de Alimentos;
II - componentes curriculares eletivos: são os que compõem as linhas de pesquisa do programa, cujos conteúdos contemplem aspectos mais específicos;
III - Estágio de Docência.
§ 1º As propostas de criação ou alteração de componentes curriculares deverão ser acompanhadas de justificativa e caracterizadas por nome, ementa detalhada, carga horária, número de créditos, bibliografia básica e complementar e corpo docente responsável pelo seu oferecimento e submetidas à aprovação do colegiado e à homologação CPPGEC.
§ 2º As alterações na matriz curricular devem ser propostas, quando for necessário, preferencialmente, no período correspondente ao término do quadriênio de avaliação da CAPES, devendo a nova matriz curricular ser implementada no início do novo quadriênio.
§ 3º Para os fins do disposto no artigo anterior, cada unidade de crédito corresponderá a 15 (quinze) horas.
CAPÍTULO VI
DA ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA
Seção I
Da Carga Horária e Estrutura de Créditos
 
Art. 23. A integralização dos estudos necessários ao mestrado será expressa em unidades de crédito e cada unidade de crédito corresponderá a 15 (quinze) horas.

Art. 24. O curso de Mestrado terá a carga horária mínima de 24 (vinte quatro) créditos em componentes curriculares, sendo que o discente com o professor-orientador definirá o elenco de disciplinas no início das atividades do programa que será constituído de:
I - 12 (doze) créditos em disciplinas obrigatórias;
II - 12 (doze) créditos em disciplinas eletivas.
 
Art. 25. É obrigatória a matrícula em Dissertação, correspondente a 6 (seis) créditos.
Parágrafo único: Os 6 (seis) créditos da Dissertação serão somados aos 24 (vinte quatro) créditos em componentes curriculares, totalizando ao final do curso 30 (trinta) créditos.
 
Art. 26. Os 12 (doze) créditos obrigatórios deverão ser preenchidos com 3 (três) dos 5 (cinco) componentes curriculares obrigatórios a seguir:
I - Análise Avançada de Alimentos;
II - Microbiologia Avançada de Alimentos;
III - Processamento Térmico: Princípios e Aplicações;
IV - Química Avançada de Alimentos;
V - Estatística: Aplicações em Alimentos.
Parágrafo único. O aluno que cursar mais de 12 (doze) créditos dos componentes curriculares obrigatórios deste artigo poderá atribuir o excedente cursado para fins de cumprimento total de créditos como componentes curriculares eletivos.

Art. 27. Não serão atribuídos créditos às atividades desenvolvidas para a qualificação do projeto de dissertação.
 
Art. 28. Para o cálculo do total de créditos do curso, serão consideradas as aulas teóricas, práticas, teórico-práticas, outras atividades definidas como trabalhos acadêmicos, os estágios orientados ou supervisionados.
 
Art. 29. Poderão ser validados créditos obtidos em componentes curriculares ou atividades de outros cursos de Pós-graduação Stricto Sensu credenciados pela CAPES, mediante aprovação do colegiado.
§ 1º Pode requerer Aproveitamento Curricular (AC), o estudante regularmente matriculado no programa, até o limite de 25% (vinte e cinco por cento) do total dos créditos mínimos para integralização do curso.
§ 2º Em caso de estudantes reingressantes no curso, após desistência de curso idêntico frequentado na UFFS, o limite de aproveitamento será de 100% (cem por cento) do total da carga horária, desde que sejam atendidos os critérios de aproveitamento de estudos estabelecidos na legislação vigente.

Art. 30. Para obter aproveitamento, o componente curricular desenvolvido em outro programa de Pós-graduação Stricto Sensu, devidamente credenciado pela CAPES, deverá atender aos seguintes requisitos:
I - apresentar, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) de equivalência do conteúdo ministrado;
II - ter carga horária igual ou superior ao componente curricular oferecido na UFFS;
III - ter cursado componente curricular em período não superior a 5 (cinco) anos anteriores ao do ingresso no curso.
§ 1º Cada componente curricular de origem pode ser apresentado para aproveitamento apenas uma vez.
§ 2º O conceito “AC” será atribuído no histórico a todos os componentes curriculares cursados pelo pós-graduando em outro programa e aproveitado no curso da UFFS, considerando o disposto no Regulamento da Pós-graduação.
§ 3º Nos casos de componentes curriculares cursados fora do programa, mas que tenham relação com o objeto de pesquisa do pós-graduando, o mesmo poderá ser aproveitado como componentes curriculares que não tenham ementa definida, que é o caso dos “Tópicos Especiais”.
§ 4º Os componentes curriculares obrigatórios dos programas não são passíveis de solicitação de aproveitamento.
§ 5º Poderão ser validados créditos obtidos em cursos de pós-graduação estrangeiros, desde que realizados em programas reconhecidos pelo Ministério da Educação ou órgão equivalente do país onde foram realizados e desde que reconhecidos pelo colegiado do programa.

CAPÍTULO VII
DA ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA

Seção I
Da Matriz Curricular
 
Art. 31. A matriz curricular do PPGCTAL está organizada conforme a tabela abaixo:

Componentes Curriculares

Créditos

Natureza

Análise Avançada de Alimentos

4

O*

Microbiologia Avançada de Alimentos

4

O*

Processamento Térmico: Princípios e Aplicações

4

O*

Química Avançada de Alimentos

4

O*

Estatística: Aplicação em Alimentos

4

O*

Linguagem de Programação e

Simulação em Ciência e Tecnologia de Alimentos

4

E

Embalagem de Alimentos

4

E

Processamento não Térmico: Princípios e Aplicações

4

E

Biodisponibilidade e Metabolismo de Substâncias Bioativas

4

E

Desenvolvimento de Novos Produtos

4

E

Bioprocessos: Princípios e Aplicações em Alimentos

4

E

Fisiologia e Manejo Pós-Colheita de Alimentos

4

E

Tópicos Especiais em Ciência e Tecnologia de Alimentos I

2

E

Tópicos Especiais em Ciência e Tecnologia de Alimentos II

4

E

Seminários em Ciência e Tecnologia de Alimentos

2

E

Dissertação

 

 

Dissertação

6

-

O*: componente curricular obrigatório. O aluno que optar por cursar mais de 12 (doze) créditos dos componentes curriculares obrigatórios mencionados no parágrafo 3º poderá atribuir o excedente cursado para fins de cumprimento total de créditos, atribuindo-os como créditos em componentes curriculares eletivos.

Seção II
Do Estágio de Docência

Art. 32. O Estágio de Docência é parte integrante da formação do pós-graduando, objetivando a preparação para a docência e a qualificação do ensino de graduação.

Art. 33. O Estágio de Docência é obrigatório para os bolsistas do Programa de Demanda Social (DS), regularmente matriculados nos programas de pós-graduação, segundo determina o anexo à Portaria CAPES nº 76, de 14 de abril de 2010.
 
Art. 34. Os componentes curriculares da UFFS que poderão contar com a participação de pós-graduando em Estágio de Docência deverão ser compatíveis com a área de concentração e ou linhas de pesquisa do programa.
 
Art. 35. O pós-graduando em Estágio de Docência deverá desempenhar, sob a supervisão do professor responsável pelo componente curricular, as seguintes atividades docentes:
  Art. 36. O Plano de Ensino deve especificar as atividades docentes desenvolvidas pelo pós-graduando ao longo do período de Estágio de Docência.

Art. 37. O pós-graduando realizará o Estágio de Docência preferencialmente no 2º (segundo) ou no 3º (terceiro) semestre letivo de seu ingresso como aluno regular no programa.
 
Art. 38. A duração do Estágio de Docência será de 1 (um) semestre letivo, compreendido o estágio em 1 (um) componente curricular de cursos de graduação da UFFS.

Art. 39. O pós-graduando em Estágio de Docência deve cumprir a frequência de 75% (setenta e cinco por cento) de presença na carga horária do componente curricular em que estagia, incluindo-se nesse cômputo as horas de atividade de regência de aulas teóricas e práticas.

Art. 40. Ao final do Estágio de Docência, o pós-graduando deverá entregar ao professor supervisor responsável pelo componente curricular um relato de experiência sobre sua prática de estágio, em que também aborde a implicação dessa atividade para a sua formação profissional.

Art. 41. Ao final do Estágio de Docência, o professor supervisor deverá entregar ao estagiário parecer, no prazo de 7 (sete) dias, contendo a análise do desempenho do estagiário e a indicação de aprovação ou de reprovação no Estágio de Docência.

Art. 42. Cabe ao estagiário entregar, à coordenação do programa, o parecer do professor supervisor, o registro de frequência e o relato de experiência.
Parágrafo único. O coordenador do programa deve analisar em até 15 (quinze) dias a documentação e emitir parecer conclusivo e declaração final ao estagiário.
 
Art. 43. A aprovação na atividade de Estágio de Docência é condição para manutenção da bolsa do Programa de Demanda Social (DS), conforme estabelece a Portaria CAPES nº 76, de 14 de abril de 2010.
 
Art. 44. O pós-graduando em Estágio de Docência não terá nenhum vínculo empregatício com a UFFS.
 
Art. 45. Até 30 (trinta) dias após o início do semestre letivo, o pós-graduando deve protocolizar cópia do Plano de Ensino da disciplina em que estagiará na coordenação do programa, dirigida à Comissão de Bolsas do respectivo Programa de Pós-graduação.
Parágrafo único. Após aprovado pela Comissão de Bolsa, o Estágio de Docência será inserido no histórico do aluno pela secretária de pós-graduação do programa.

Art. 46. A supervisão e a avaliação do Estágio de Docência ficarão a cargo do professor responsável pelo componente curricular de curso de graduação da UFFS e o registro no Portal do Professor ficará a cargo do orientador do pós-graduando.

Seção III
Da Proficiência em Línguas
 
Art. 47. Será exigida a comprovação de proficiência em língua inglesa.
§ 1º A proficiência em língua inglesa não confere direito a créditos no programa.
§ 2º A proficiência em língua estrangeira deverá ser comprovada antes da realização de exame de qualificação da dissertação.
§ 3º Caso o aluno não cumprir o estabelecido no caput do artigo, deverá solicitar novo prazo ao colegiado do programa.
§ 4º Os alunos estrangeiros deverão, também, comprovar proficiência na língua portuguesa.
 
Seção IV
Da Qualificação
 
Art. 48. A qualificação do Projeto de Dissertação deverá ser realizada perante banca examinadora, até 12 (doze) meses após o ingresso no curso.
§ 1º No caso de reprovação, o pós-graduando terá um prazo de 60 (sessenta) dias para nova qualificação do Projeto de Dissertação.
§ 2º Em caso de nova reprovação, o discente será automaticamente desligado do programa.
§ 3º O exame baseia-se em uma arguição sobre o Projeto de Dissertação, o candidato deverá demonstrar que possui os conhecimentos necessários para seu desenvolvimento, assim como a exequibilidade do mesmo.
§ 4º Uma comissão formada por, no mínimo, 3 (três) membros, portadores do título de doutor ou titulação equivalente, da qual o orientador e o coorientador, se houver, são membros natos, avaliarão o plano e os conhecimentos do candidato na área.

CAPÍTULO VIII
DO REGIME ACADÊMICO

Seção I
Da Admissão

Art. 49. O PPGCTAL admitirá candidatos portadores de diplomas de cursos de graduação reconhecidos pelo MEC e que preencham os requisitos exigidos no Edital de Seleção.

Art. 50. A inscrição de candidato portador de diploma de graduação expedido por instituição estrangeira e reconhecido pelo MEC ou instância legal do país onde o curso foi realizado poderá ser admitida desde que o candidato comprove, em tempo predeterminado em edital, a regularidade de sua situação no Brasil.
 
Art. 51. O processo seletivo far-se-á segundo edital o qual definirá o número de vagas atendendo o máximo estabelecido no Regulamento da Pós-graduação.
 
Art. 52. A efetivação da primeira matrícula como aluno regular, aprovado e selecionado pelo Processo de Seleção do Programa, definirá o início da vinculação do pós-graduando ao programa e será efetuada mediante a apresentação dos documentos exigidos no edital de seleção.
 
Art. 53. A oferta de componentes curriculares será efetiva com a matrícula de pelo menos 5 (cinco) alunos regulares.

Art. 54. O aluno regular deverá renovar sua matrícula no programa semestralmente, nos prazos estabelecidos no calendário acadêmico, matriculando-se nos componentes curriculares e/ou demais atividades conforme seu plano de estudos.

Art. 55. O estudante, com a concordância do orientador e a critério do colegiado do curso, poderá solicitar trancamento de matrícula.
 
Art. 56. O pós-graduando terá sua matrícula automaticamente cancelada e será desligado do programa nas seguintes situações:
I - quando deixar de renovar sua matrícula por um semestre letivo sem estar em regime de trancamento e sem apresentar justificativa;
II - se reprovar em 2 (duas) ou mais disciplinas;
III - se for reprovado no exame de defesa da dissertação;
IV- quando esgotar o prazo máximo para a conclusão do curso;
V - quando, a partir do segundo semestre letivo como aluno regular, não mantiver conceito médio igual ou superior a “B”;
VI - no caso de comprovação de fraude e plágio;
VII - não ter sido aprovado no exame de qualificação em 14 (quatorze) meses a contar do seu ingresso no curso.
§ 1º Para efeito do previsto no inciso V, para cada disciplina cursada cuja aprovação ocorrer com conceito “C”, o estudante terá de obter aprovação em outra disciplina com conceito “A”, independentemente do número de créditos das mesmas.
§ 2º Para os fins do disposto no caput, o pós-graduando deverá ser cientificado para, se assim o quiser, formular alegações e apresentar documentos os quais serão objeto de consideração pelo colegiado.
§ 3º O pós-graduando que incorrer em uma das situações previstas no caput somente poderá ser readmitido por meio de um novo processo de seleção.
 
Art. 57. Poderá ser concedida matrícula em componentes curriculares eletivos, na condição de aluno especial, a interessados que tenham concluído curso superior ou que estejam cursando o último semestre do curso de graduação.
§ 1º O número de vagas para matrícula de aluno especial será definido em edital, ouvindo o professor responsável pelo componente curricular, cabendo a este docente a análise e aceitação do aluno;
§ 2º O aluno especial deverá se submeter ao sistema de avaliação adotado pelo professor responsável pelo componente curricular e pelo Regulamento da Pós-graduação.
§ 3º A condição de aluno especial conferirá direito, unicamente, à certificação de conclusão da(s) disciplina(s) cursada(s), na qual deverá constar, o nome do programa, carga horária (créditos), frequência, conceito obtido pelo estudante e a situação.
§ 4º Os créditos obtidos na forma do caput, observado o disposto no Regimento do Programa, poderão ser aproveitados caso o interessado venha a ser selecionado para o curso tendo como prazo de validade 5 (cinco) anos anteriores à data da solicitação.

Seção II
Do Sistema de Avaliação

Art. 58. O resultado da avaliação da aprendizagem será expresso pelos seguintes conceitos:

Conceito

Significado

Equivalência numérica

A

Excelente = Aprovado

9,0 a 10,0

B

Bom = Aprovado

8,0 a 8,9

C

Regular = Aprovado

7,0 a 7,9

AC

Aproveitamento de componente curricular

-

R

Reprovado por aproveitamento

Menor que 7,0

RF

Reprovado por frequência

Menos de 75% de frequência

 
§ 1° Para ser considerado aprovado em um componente curricular, o pós-graduando deverá obter, no mínimo, conceito “C”.
§ 2° O aluno que receber conceito “R” será considerado reprovado.
§ 3° O conceito “AC” será atribuído àqueles componentes curriculares cursados pelo pós-graduando em outro programa, externo à UFFS, ou cursados como disciplina isolada em programa de pós-graduação na UFFS.
§ 4° O conceito final de cada componente curricular deverá estar à disposição do estudante em prazo não superior a 30 (trinta) dias do término da disciplina.
§ 5° O pós-graduando poderá solicitar revisão de conceito mediante apresentação de justificativa, em primeira instância, ao professor responsável pela disciplina, no prazo de até 7 (sete) dias após a publicação do conceito e, não havendo sucesso, em segunda instância, à coordenação do programa, que nomeará uma banca constituída por 03 (três) professores do programa para o julgamento do pedido e emissão de parecer.
 
Art. 59. A frequência é obrigatória e não poderá ser inferior a 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária programada, para cada componente curricular ou atividade.
§ 1° O discente que obtiver frequência, na forma do caput, fará jus aos créditos correspondentes aos componentes curriculares ou atividades, desde que obtenha conceito igual ou superior a “C”.
§ 2° Ao discente que não apresentar frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária no componente curricular ou atividade será atribuído o conceito RF.

Art. 60. Cabe ao docente responsável estabelecer as formas de avaliação do aproveitamento acadêmico.

CAPÍTULO IX
DA CONCESSÃO DE BOLSAS
 
Art. 61. Para concessão de bolsa de estudo aos alunos do programa será exigido o cumprimento dos requisitos das agências financiadoras e dos critérios estabelecidos pelo colegiado do curso.
 
Art. 62. Para os pedidos de prorrogação de bolsa, além dos documentos exigidos pelas agências financiadoras, o candidato deverá apresentar:
I - relatório sucinto de suas atividades no ano anterior;
II - histórico escolar dos componentes curriculares cursados;
III - projeto de pesquisa atualizado;
IV - parecer do professor-orientador sobre o trabalho de pesquisa do bolsista.
§ 1º A bolsa será automaticamente suspensa uma vez que a matrícula é cancelada.
§ 2º A reprovação em qualquer componente curricular, por conceito ou frequência insuficiente, implicará o cancelamento da bolsa.
 
Art. 63. A Comissão de Bolsas do Programa será composta, no mínimo, por três membros do colegiado: pelo coordenador do programa, um docente permanente e um representante discente, sendo eleito por seus pares, com mandato de um ano, permitindo-se recondução.
 
Art. 64. Caberá à Comissão de Bolsas do Programa:
I - examinar as solicitações dos candidatos e propor a distribuição de bolsas de estudos mediante critérios definidos pelo colegiado e pelas respectivas agências de fomento que priorizem o mérito acadêmico;
II - sugerir, para decisão do Colegiado, sobre substituição de bolsistas.

Art. 65. Os critérios para concessão de bolsa, quando houver, serão especificados em edital próprio, elaborado por Comissão de Bolsas do PPGCTAL, respeitadas as regras da agência de fomento concedente.
 
CAPÍTULO X
DO ORIENTADOR E DO COORIENTADOR
 
Art. 66. O aluno de mestrado terá um professor-orientador, escolhido entre os docentes do programa, que constará em uma relação organizada anualmente pelo colegiado do programa, sendo considerados os interesses de pesquisa do discente.
§ 1° O número máximo de orientandos por professor, não deverá superar 06 (seis) discentes.
§ 2° O pós-graduando poderá ser acompanhado por um comitê de orientadores, cujas regras serão definidas pelo colegiado de acordo com cada caso.
§ 3° Poderão ser credenciados como orientadores de dissertações de mestrado, docentes portadores do título de doutor.

Art. 67. O orientador escolhido deverá manifestar, formal e previamente ao início da orientação, a sua concordância quanto ao desenvolvimento dessa atividade.
§ 1° O pós-graduando poderá, em requerimento fundamentado e dirigido ao colegiado do programa, solicitar mudança de orientador.
§ 2° O orientador poderá, em requerimento fundamentado dirigido ao colegiado do programa, solicitar interrupção do trabalho de orientação.
§ 3º A alteração de orientação pode ser solicitada pelo discente ou orientador mediante justificativa. Cada caso será avaliado pelo colegiado.
§ 4º Em nenhuma hipótese, o pós-graduando poderá permanecer matriculado sem a assistência de um professor-orientador.
§ 5° No caso de mudança de orientador e/ou coorientador, a continuidade ou não do desenvolvimento do projeto de pesquisa em andamento dependerá da concordância, por escrito, do orientador inicial.
§ 6° No caso da necessidade de substituição, o colegiado do programa indicará novo orientador, considerando a afinidade da temática da dissertação, disponibilidade do professor em assumir nova orientação e em comum acordo com o discente.
 
Art. 68. Competirá ao Orientador:
I - elaborar, em comum acordo com seu orientando, o plano de estudos deste e manifestar-se sobre alterações supervenientes;
II - acompanhar o desempenho do estudante e manifestar-se a respeito perante o colegiado;
III - solicitar à coordenação do programa providências para realização de exame de qualificação e para a defesa pública da dissertação;
IV - orientar o processo de elaboração da dissertação e a redação de trabalhos para publicação;
V - presidir a banca examinadora do projeto de qualificação e da dissertação de seus orientandos;
VI - comunicar à coordenação a ocorrência de abandono das atividades pelo discente;
VII - fazer cumprir os prazos fixados para a finalização e defesa da dissertação;

Art. 69. Poderá existir o coorientador, interno ou externo à Universidade, a ser autorizado pelo respectivo colegiado, inclusive nas orientações em regime de cotutela, observada a legislação específica.
§ 1° O coorientador é definido como sendo aquele docente ou pesquisador, com título de doutor ou equivalente, chamado a contribuir com competência complementar àquela do orientador, considerada necessária à realização do projeto acadêmico do discente.
§ 2° O coorientador deverá manifestar formalmente sua concordância em requerimento fundamentado, dirigido ao colegiado do programa. Da mesma forma, poderá solicitar a interrupção do trabalho de coorientação.
§ 3° A designação do coorientador terá caráter específico e transitório, com duração equivalente ao tempo de permanência do pós-graduando no programa.

CAPÍTULO XI
DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
 
Art. 70. O Trabalho de Conclusão de Curso só poderá entrar em julgamento após o candidato ter satisfeito as seguintes condições:
I - ter completado todos os créditos exigidos em disciplinas de pós-graduação, com frequência e aproveitamento;
II - ter a aprovação no Exame de Qualificação do Projeto de Dissertação.
III - ter sido aprovado no Exame de Proficiência em inglês.
§ 1° A Defesa da Dissertação deverá ser realizada perante banca examinadora, em até 24 (vinte e quatro) meses após o ingresso no curso.
§ 2° As dissertações serão redigidas em língua portuguesa, podendo-se, em casos especiais, aceitar-se a redação em outra língua, desde que aprovado pelo colegiado do programa e preservando-se o resumo e as palavras-chave em língua portuguesa.
§ 3° A dissertação poderá ser estruturada na forma tradicional ou como um conjunto de artigos publicáveis.
§ 4º As orientações para confecção da dissertação serão definidas pelo colegiado.

Art. 71 Elaborada a dissertação e cumpridas as demais exigências para a integralização do curso, o estudante deverá defendê-la em sessão pública e presencial, perante uma banca examinadora aprovada pelo colegiado e designada pelo coordenador do programa de pós-graduação e aprovada pelo colegiado.
§ 1° Poderão participar da banca examinadora professores ativos e aposentados do programa ou de outros programas de pós-graduação afins, além de profissionais com título de doutor ou titulação equivalente.
§ 2° Mediante autorização do colegiado, 1 (um) membro da banca examinadora de mestrado, poderá participar através de videoconferência ou similar devendo emitir parecer por escrito, o qual será lido no ato da defesa pelo presidente da banca examinadora.
 
Art. 72. As bancas examinadoras dos trabalhos de conclusão serão constituídas por, no mínimo, 3 (três) membros titulares e 1 (um) suplente, todos possuidores de título de doutor ou titulação equivalente, sendo ao menos 1 (um) externo ao programa.
§ 1º O professor-orientador será membro e presidente da banca examinadora.
§ 2º O coorientador poderá integrar a banca examinadora, sem direito a julgamento.
§ 3º O tempo máximo de apresentação do discente será de 50 (cinquenta) minutos.
§ 4° O tempo máximo de arguição pela banca será de 3(três) horas.

Art. 73. Na impossibilidade de participação do orientador, o colegiado designará o coorientador ou, na impossibilidade dessa substituição, um docente do programa para presidir a seção pública de defesa da dissertação ou qualificação do projeto.
 
Art. 74. A banca examinadora, depois de concluído o processo de avaliação, considerará a dissertação:
I - aprovada.
II - reprovada.
§ 1º Na situação prevista no inciso I, o pós-graduando terá o prazo de até 45 (quarenta e cinco) dias para proceder aos ajustes recomendados pela banca e apresentar ao professor-orientador um exemplar da versão definitiva do trabalho, elaborado no padrão gráfico e de normatização exigido pela UFFS.
§ 2º Aceita essa versão pelo orientador, o discente deverá protocolizar, na secretaria do programa, as vias definitivas do trabalho e a declaração de autorização de entrega de dissertação, do orientador informando que as modificações sugeridas pela banca foram incorporadas ao texto final da dissertação.
§ 3º A liberação dos documentos de conclusão do curso e diploma fica condicionada a entrega de 1 (uma) cópia definitiva do trabalho em formato digital destinada a secretaria e demais exigências estabelecidas pelo programa.
§ 4º A banca examinadora poderá não aprovar a dissertação e conceder prazo não superior a 60 (sessenta) dias para que o candidato reapresente o trabalho à mesma comissão examinadora, desde que o prazo adicional concedido não ultrapasse os 30 (trinta) meses previstos para a finalização do curso.
§ 5º A não aprovação do trabalho reformulado, assim como a não entrega da reformulação no prazo estipulado, implicará a reprovação.
§ 6º O pós-graduando que não apresentar trabalho de conclusão ou for reprovado na defesa fará jus a certificado de aperfeiçoamento.
 
Art. 75. Excepcionalmente, quando o conteúdo do trabalho de conclusão de curso envolver conhecimento passível de ser protegido por direitos de propriedade intelectual, a CPPGEC autorizará defesa de dissertação ou tese em sessão fechada, mediante solicitação do orientador e do candidato, aprovada pela coordenação do programa.
§ 1º Para os fins do disposto no caput, a realização da defesa deverá ser precedida da formalização de documento contemplando cláusulas de confidencialidade e sigilo a ser assinado por todos os membros da banca examinadora.
§ 2º Por sessão fechada, entende-se que o público deverá assinar um termo de compromisso de confidencialidade.

CAPÍTULO XII
DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Seção I
Da Concessão do Título de Mestre

Art. 76. Fará jus ao Título de Mestre o pós-graduando que satisfizer, nos prazos previstos, as exigências deste Regimento e do Regulamento Geral da Pós-graduação e realizar as seguintes atividades:
I - cursar e ser aprovado em disciplinas conforme estabelecido neste Regimento;
II - ser aprovado no exame de qualificação do projeto de dissertação;
III - ser aprovado no exame de proficiência em língua inglesa;
IV - elaborar uma dissertação/trabalho de conclusão, apresentar e ser aprovado na defesa;
V - deverá haver submetido para avaliação pelo menos 1 (um) artigo em periódico científico indexado, com DOI ou um capítulo de livro em editora com ISSN.
Parágrafo Único. Cumpridas todas as formalidades necessárias à conclusão do curso se dará encaminhamento ao pedido de emissão do diploma.

Art. 77. O pós-graduando deverá solicitar sua diplomação junto à secretaria do programa por meio de requerimento específico, disponível no site da UFFS, link da Secretaria Geral de Pós-Graduação (SGPG), devendo anexar cópia da ata de defesa da dissertação e dos demais documentos exigidos pela SGPG para o processo de diplomação.
Parágrafo único. Cabe à coordenação do programa fazer a conferência dos documentos e dos requisitos necessários para a diplomação.
 
Art. 78. A secretaria do programa abrirá processo no Sistema de Gestão de Processos e Documentos (SGPD), anexará o requerimento e os documentos exigidos, e encaminhará para o SGPG para emissão do referido diploma.
 
Art. 79. A SGPG da PROPEPG confeccionará e registrará os diplomas, devendo os mesmos serem retirados no campus de origem, nos termos estabelecidos pela Resolução nº 1/2016-CONSUNI/CPPGEC.
 
CAPÍTULO XIII
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS
 
Art. 80. Os casos omissos a este Regimento serão resolvidos, em primeira instância, pelo colegiado do PPGCTAL e, no que couber, pelas demais instâncias competentes da UFFS.
Art. 81. Este regimento entrará em vigor na data de sua publicação, tendo efeito imediato para as turmas do PPGCTAL ingressantes a partir de agosto de 2019.
 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

Emerson Neves da Silva

Presidente da Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura em exercício

CCACH

Delibera sobre critérios adicionais de classificação e desempate para transferência interna, transferência externa, retorno de aluno-abandono e retorno de graduado.

 

Art. 1º Tornar sem efeito o ato deliberativo 6/2018-CCA-CH;

 

Art. 2º Estabelecer os critérios adicionais de classificação e desempate para o preenchimento das vagas em cada modalidade de ingresso prevista no Art. 32 do Regulamento da Graduação da UFFS.

 

Art. 3º Os critérios para Transferência Interna e Retorno de Aluno-abandono são:

 

I. Obrigatório

 

a) Ter cursado, ou estar cursando, Agronomia ou área afim.

b) O aluno deve ter aproveitamento mínimo de 50% (cinquenta por cento) dos créditos cursados no curso de origem até o momento do pedido de transferência.

 

II. Classificatório:

 

a) Média geral do candidato (média x 4 (fator de correção));

b) Participação em projetos de iniciação científica (10 pontos por projeto);

c) Participação em monitoria (5 pontos por monitoria).

 

Nota = (Media x 4) + (N°. Projeto I.C x 10) + ( N°. Monitoria x 5)

 

Parágrafo único. Todos os itens deverão ser comprovados através de documentação.

 

Art. 4º Os critérios para Transferência Externa são:

 

I. Critérios obrigatórios:

a) O aluno deve ter aproveitamento mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) dos créditos cursados no curso de origem até o momento do pedido de transferência;

b) Estar cursando Agronomia ou área afim (Eng. Ambiental, Zootecnia, Eng. Florestal, Eng. Agrícola, Eng. de Horticultura, etc.).

 

II) Critérios classificatórios:

a) Média geral do candidato (media x 4 (fator de correção));

b) Participação em projetos de iniciação científica (10 pontos por projeto);

c) Participação em monitoria (5 pontos por monitoria).

 

Nota = (Media x 4) + (N°. Projeto I.C x 10) + ( N°. Monitoria x 5)

 

§ 1º. Todos os itens deverão ser comprovados através de documentação.

 

§ 2º. Como critério de desempate, deve ser levada em consideração a universidade de origem do aluno, com preferência para alunos oriundos de Universidades Públicas.

 

Art. 5º Os critérios para Retorno de Graduado são:

 

I. Terão prioridade os alunos oriundos de cursos de graduação em áreas afins a Agronomia (Eng. Ambiental, Zootecnia, Eng. Florestal, Eng. Agrícola, Eng. de Horticultura, etc.).

 

II. Em seguida, os alunos provenientes dos demais cursos de graduação.

 

 

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Samuel Mariano Gislon da Silva

Coordenador do Curso de Graduação em Agronomia do Campus Chapecó

COSCCH

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (LICENCIATURA) DO CAMPUS CHAPECÓ (EMEC 5000402)

O Conselho do Campus Chapecó, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais;

 

RESOLVE

Art. 1º Homologar a composição do Colegiado do Curso de Licenciatura em Pedagogia nos termos da Resolução 09/2018 – CONSUNI/CGAE:

I – Coordenadora do Curso: Noeli Gemelli Reali

II – Coordenadora Adjunta: Solange Maria Alves

III – Coordenadora de Estágios: Andrea Simões Rivero

IV – Representantes Docentes do Domínio Comum: Odair Neitzel (titular), suplente: vacante.

V – Representantes Docentes do Domínio Conexo: Leticia Ribeiro Lyra  (titular), Rivael Mateus Fabricio (suplente);

VI – Representantes Docentes do Domínio Específico: Maria Lucia Marocco Maraschin (titular) e Jeferson Saccol Ferreira (suplente); Jane Teresinha Donini Rodrigues (titular) e Cláudio Claudino da Silva Filho (suplente); Patricia Gräff (titular) e Ione Inês Pinsson Slongo (suplente);

VII – Representantes Discentes: Karize Keili Rizzoto (titular) e Gabriela Cima dos Santos (suplente); Victoria Louise de Paula Santos Carminati (titular) e Jhenifer Infante Couto (suplente); Nicolle Eduarda Martinelli (titular) e Larissa Maria Ritter Pedroso (suplente);

VIII – Representante Técnico Administrativo em Educação: Rozilene Bellaver (titular) e Ana Cláudia Arenhart (suplente).

 

Art. 2º As atribuições do colegiado de curso estão dispostas na Resolução nº 09/2018 – CONSUNI/CGAE.

Art. 3º Fica revogada a Resolução Nº5/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2019.

Art. 4º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Secretaria do Conselho do Campus Chapecó, 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

 

 

 

 

 

 

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA (BACHARELADO) DO CAMPUS CHAPECÓ (EMEC 1193759)

O Conselho do Campus Chapecó, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais;

 

RESOLVE

Art. 1º Homologar a composição do Colegiado do Curso de Medicina nos termos da Resolução 09/2018 – CONSUNI/CGAE:

I – Coordenador do Curso: Marcelo Moreno

II – Coordenadora Adjunta: Agnes de Fátima Pereira Cruvinel

III – Coordenadores de Estágios: Adriana Wagner (titular),Carlos Alberto do Amaral Medeiros (suplente); Grasiela Marcon (titular), Jaime Dias Rodrigues Junior (suplente)

IV – Representantes Docentes do Domínio Comum: Daniela Zanini (titular), Paulo Henrique de Araujo Guerra (suplente)

V – Representantes Docentes do Domínio Conexo: Andreia Machado Cardoso (titular), Margarete Dulce Bagatini (suplente)

VI – Representantes Docentes do Domínio Específico: Paulo Roberto Barbato (titular), Graciela Soares Fonseca (suplente); Rodrigo Aguiar da Silva (titular), Marcelo Zeni (suplente); Thais Nascimento Helou (titular),  Jorge Diego Valentini (suplente);

VII – Representantes Discentes: Paulo Filipe Pereira (titular), Beatriz Teixeira Baião (suplente); Pedro Augusto Cavagni Ambrosi (titular), Marta Schmidt Pfaffenzeller (suplente);

VIII – Representante Técnico Administrativo em Educação: Luiz Felipe da Paz (titular), Roseni Maria Zuconelli (suplente).

 

Art. 2º As atribuições do colegiado de curso estão dispostas na Resolução nº 09/2018 – CONSUNI/CGAE.

Art. 3º Ficam revogadas as Resoluções Nº12/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2018 e  Nº 24/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2018.

Art. 4º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Secretaria do Conselho do Campus Chapecó, 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

 

 

 

 

 

 

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM (BACHARELADO) DO CAMPUS CHAPECÓ (EMEC 5000388)

O Conselho do Campus Chapecó, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais;

 

RESOLVE

Art. 1º Homologar a composição do Colegiado do Curso de Enfermagem nos termos da Resolução 09/2018 – CONSUNI/CGAE:

I – Coordenadora do Curso: Crhis Netto de Brum

II – Coordenador Adjunto: Claudio Claudino da Silva Filho

III – Coordenadora de Estágios: Denise Consuelo Moser Aguiar (titular), Adriana Remião Luzardo (suplente);

IV – Representantes Docentes do Domínio Comum: Joseane de Menezes Sternadt (titular), Ricardo Monteiro (suplente)

V – Representantes Docentes do Domínio Conexo: Leonardo Barbosa Leiria (titular), Leandro Henrique Manfredi (suplente)

VI – Representantes Docentes do Domínio Específico: Kátia Lilian Sedrez Celich (titular), Vacante (suplente); Vander Monteiro da Conceição (titular), Aline Massaroli (suplente); Gelson Aguiar da Silva Moser (titular),  Leoni Terezinha Zenevicz (suplente);

VII – Representantes Discentes: Vitória Pereira Sabino (titular), Caroline Menzel Gato (suplente); Kassiano Carlos Sinski (titular), Andressa Krindges (suplente);

VIII – Representante Técnico Administrativo em Educação: Kerli Maria da Cruz (titular), Deisi Stangherlin (suplente);

                  

Art. 2º As atribuições do colegiado de curso estão dispostas na Resolução nº 09/2018 – CONSUNI/CGAE.

Art. 3º Fica revogada a Resolução Nº23/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2018 .

Art. 4º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

 

Secretaria do Conselho do Campus Chapecó, 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

ALTERA COMPOSIÇÃO DO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA (BACHARELADO) DO CAMPUS CHAPECÓ (EMEC 5000390)

O Conselho do Campus Chapecó, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, no uso de suas atribuições legais;

 

RESOLVE

Art. 1º Homologar a composição do Colegiado do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária nos termos da Resolução 09/2018 – CONSUNI/CGAE:

I – Coordenador do Curso: João Paulo Bender

II – Coordenador Adjunto: Guilherme Martinez Mibielli

III – Coordenador de Estágios: Roberto Carlos Pavan

IV – Representantes Docentes do Domínio Comum: Alexandre Maurício Matiello (titular), vacante (suplente).

V – Representantes Docentes do Domínio Conexo: Sérgio Luiz Alves Júnior (titular), Edson Ribeiro dos Santos (suplente).

VI – Representantes Docentes do Domínio Específico: Aline de Almeida Mota (titular), Janaina Goerck (suplente); Diego Anderson Hoff (titular), vacante (suplente); Mauro Leandro Menegotto (titular), Fernando Grison (suplente); Paulo Roger Lopes Alves (titular), Jorge Luis Mattias (suplente); Deise Regina Lazzarotto (titular), vacante (suplente); Arlindo Cristiano Felippe (titular), vacante (suplente).

VII – Representantes Discentes: Aline Perin Dresch (titular), Juliane Brancalione (suplente); Alexandre Gemelli Borges da Silva (titular), Anderson Giehl (suplente); Rafael Soares de Araújo (titular), Isabela Aparecida Rigo de Medeiros (suplente).

VIII – Representante Técnico Administrativo em Educação: Ricardo Osmar Voss (titular), Jonas Goldoni (suplente).

 

Art. 2º As atribuições do colegiado de curso estão dispostas na Resolução nº 09/2018 – CONSUNI/CGAE.

Art. 3º Ficam revogadas as Resoluções Nº15/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2017 e Nº18/CONSELHO DE CAMPUS CHAPECÓ/2018   .

Art. 4º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Secretaria do Conselho do Campus Chapecó, 6ª Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

Estabelece a composição e as atribuições da Comissão Eleitoral - responsável pela organização e condução do processo eleitoral de escolha dos representantes dos segmentos da comunidade universitária no Conselho de Campus.

O Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Chapecó, no exercício de suas atribuições legais,

 RESOLVE:

Art. 1º A organização do processo eleitoral com vistas à escolha dos representantes dos segmentos da comunidade universitária no Conselho de Campus, será conduzida por uma Comissão Eleitoral composta especificamente para este fim.

Art. 2º A Comissão Eleitoral será composta por, no mínimo 6(seis) membros, e no máximo 8(oito), dentre os quais deve ser assegurada a representatividade de pelo menos 3(três) dos 4(quatro) segmentos, quais sejam: docentes, técnicos administrativos em educação, discentes e comunidade regional.

§1º Os integrantes da Comissão Eleitoral não poderão ser candidatos à representação no Conselho do Campus.

§É de responsabilidade da Secretaria dos Órgãos Colegiados e da Presidência do Conselho de Campus comunicar e encaminhar os convites aos 4(quatro) segmentos relacionados no caput, com a finalidade de compor a comissão eleitoral e receber as inscrições, organizando-as por ordem cronológica.

Art. 3º A Comissão Eleitoral deverá ser constituída com antecedência mínima de 60 dias e máxima de 90 dias da posse dos novos membros.

Art. 4º A Comissão Eleitoral funcionará a partir das seguintes orientações:

  1. Iniciará suas atividades logo após a publicação da resolução de homologação de seus membros;
  2. Em sua primeira reunião, escolherá sua presidência e secretaria;
  3. A direção do campus viabilizará à comissão os recursos requeridos para o pleno exercício de suas funções;
  4. As atividades serão prioritárias em relação às demais atividades desenvolvidas por seus membros no âmbito do Campus Chapecó.

Art.  5º Compete à Comissão Eleitoral:

  1. Elaborar os editais que deverão reger o processo eleitoral para escolha dos representantes dos segmentos da comunidade acadêmica do Campus Chapecó;
  2. Coordenar e fiscalizar o processo eleitoral;
  3. Divulgar a normatização do pleito para docentes, discentes, técnicos administrativos em educação e comunidade regional;
  4. Elaborar e publicar a lista de eleitores;
  5. Receber e homologar as inscrições dos candidatos;
  6. Dar publicidade à lista de candidaturas homologadas;
  7. Estabelecer os locais, datas e horários da votação;
  8. Elaborar as cédulas a serem utilizadas no processo eleitoral;
  9. Definir a forma de certificação das cédulas;
  10. Indicar e credenciar os integrantes das seções eleitorais;
  11. Credenciar fiscais de votação e de apuração;
  12. Zelar pela guarda e pela inviolabilidade das urnas;
  13. Conduzir a apuração dos votos;
  14. Emitir atas circunstanciadas dos processos eleitorais e da apuração;
  15. Decidir em caráter definitivo sobre os recursos interpostos à execução do processo eleitoral;
  16. Encaminhar à Secretaria da Direção e dos Órgãos Colegiados do Campus Chapecó o relatório final do processo eleitoral contendo os resultados gerais da eleição;
  17. Divulgar os resultados gerais do pleito para a comunidade universitária;
  18. Adotar as demais providências necessárias à realização do processo eleitoral.

Art. 6º Compete ao presidente da Comissão Eleitoral:

  1. A responsabilidade pelos trâmites necessários à realização do processo eleitoral;
  2. Convocar as reuniões da comissão;
  3. Assinar os documentos concernentes às decisões da comissão;
  4. Responder pelas decisões da comissão.

Art. 7º Compete ao secretário da Comissão Eleitoral:

  1. Lavrar as atas das reuniões;
  2. Elaborar os documentos, ofícios e memorandos concernentes às decisões da comissão;
  3. A responsabilidade pela guarda dos documentos da comissão até o término do processo eleitoral;
  4. Receber os documentos endereçados à comissão;
  5. Instruir em processos todos os documentos gerados e encaminhá-los à Secretaria da Direção e dos Órgãos Colegiados do Campus Chapecó ao término do processo eleitoral.

Art. 8º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Secretaria do Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Chapecó, 6ª Sessão Ordinária, realizada em 20 de agosto de 2019.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Roberto Mauro Dallagnol

Presidente do Conselho de Campus Chapecó

PROGRAD

Edital complementar ao Edital nº 44/PROGRAD/UFFS/2019 (ampliação de bolsas de monitoria)

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 565/GR/UFFS/2016, considerando a existência de disponibilidade orçamentária, torna pública lista complementar de projetos de monitorias de ensino, submetidos e aprovados no Edital nº 36/PROGRAD/UFFS/2019, contemplados com cota de bolsa para monitoria remunerada.

1.1 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR CURSO:

1.1.1 PROJETOS RENOVADOS

Campus Cerro Largo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Agronomia

Monitoria em Estatística Básica, Experimentação Agrícola e Trabalho de Conclusão de Curso (Processo 23205.001838/2018-57)

Tatiane Chassot

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Ciências Biológicas

Monitoria na Área de Biologia Molecular: contribuição para formação acadêmica, profissional e pessoal- Campus Cerro Largo- RS (Processo 23205.001494/2019-67)

Suzymeire Baroni

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Cálculo para o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária (Processo 23205.002029/2018-62)

Izabel Gioveli

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Química

Monitoria de Química: a mediação no processo de aprendizagem de conceitos (Processo 23205.001879/2018-43)

Mariana Boneberger Behm

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Campus Cerro Largo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Agronomia

Monitoria em Estatística Básica, Experimentação Agrícola e Trabalho de Conclusão de Curso (Processo 23205.001838/2018-57)

Tatiane Chassot

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Cálculo para o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária (Processo 23205.002029/2018-62)

Izabel Gioveli

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Química

Monitoria de Química: a mediação no processo de aprendizagem de conceitos (Processo 23205.001879/2018-43)

Mariana Boneberger Behm

01

-

09/09/19 a 31/07/20

(Retificação feita pelo Edital nº 57/PROGRAD/UFFS/2019).

Campus Chapecó

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Administração

Monitoria Aplicada à Formação Crítica, Analítica em Métodos Quantitativos na Formação de Administradores (Processo 23205.001909/2018-11)

Éverton Miguel da Silva Loreto

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Enfermagem

Laboratório de Semiologia e Semiotécnica: um espaço facilitador para o processo ensino/aprendizagem na Enfermagem (Processo 23205.002053/2018-00)

Aline Massaroli

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Filosofia

Iniciação à docência em Lógica I e Lógica II (Processo 23205.001667/2018-66)

Newton Marques Peron

01

-

09/09/19 a 31/07/20

História

História: Pesquisa e Ensino (Processo 23205.001830/2018-91)

Ricardo Machado

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Matemática

Monitoria de Fundamentos de Matemática e Geometria (Processo 23205.001914/2018-24)

Vitor José Petry

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Pedagogia

Monitoria de apoio ao processo de ensino e de aprendizagem a estudantes do Curso de Pedagogia (Processo 23205.002048/2018-99)

Camila Fátima Soares dos Santos

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Erechim

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Ciências Sociais

A Antropologia nas Ciências Sociais (Processo 23205.002094/2018-98)

Paulo Ricardo Müller

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Filosofia

Bases da Filosofia e Economia Política (Processo 23205.001942/2018-41)

Gustavo Giora

01

-

09/09/19 a 31/07/20

História

Monitoria para o apoio pedagógico no Curso de História (Processo 23205.002050/2018-68)

Gerson Egas Severo

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Interdiscipli-nar em Educação do Campo (Ciências da Natureza)

Iniciação à docência em Ciências da Natureza: Planejamento, Orientação e Desenvolvimento de Atividades Práticas (Processo 23205.002019/2018-27)

Fernanda Moro

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Laranjeiras do Sul

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Interdisciplinar em Educação do Campo (Ciências Sociais e Humanas)

Monitoria de Leitura, escrita e produção textual (Processo 23205.001938/2018-83)

Fernanda Marcon

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Realeza

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Ciências Biológicas

Monitoria em Ciências Biológicas: ensinando e aprendendo biologia (Processo 23205.001935/2018-40)

Adelita Maria Linzmeier

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Letras (Português e Espanhol)

Monitoria em Estudos da Língua Espanhola (Processo 23205.001939/2018-28)

Ana Carolina Teixeira Pinto

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Medicina Veterinária

Monitoria de Ensino em Medicina Veterinária (Processo 23205.001951/2018-32)

Antonio Carlos Pedroso

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Química

Monitorias para o Curso de Química (Processo 23205.002039/2018-06)

Letiére Cabreira Soares

01

02

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Passo Fundo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Medicina

Monitoria de ensino por Curso - Campus Passo Fundo (Processo 2320.002057/2018-80)

Leandro Tuzzin

01

04

09/09/19 a 31/07/20

 

1.1.2 PROJETOS APROVADOS

1.1.2.1 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR CURSO

Campus Chapecó

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Medicina

Monitoria em Anatomia Humana – O estudo do corpo humano através do desenvolvimento de estratégias de aprendizado e de formação complementar (Processo 23205.001365/2019-79)

Débora Tavares de Resende e Silva

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Agronomia

Monitoria de Entomologia Agrícola, Saúde de Plantas e Experimentação Agrícola (Processo 23205.001403/2019-93)

Marco Aurélio Tramontin da Silva

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Monitoria nas disciplinas Bioquímica (para os Cursos de Agronomia e Engenharia Ambiental) e Microbiologia (para os Cursos de Agronomia e Engenharia Ambiental) (Processo 23205.001404/2019-38)

Samuel Mariano Gislon da Silva

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Mecânica dos Fluidos (Processo 23205.001382/2019-14)

João Paulo Bender

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Ciência da Computação

Monitoria em Sistemas Digitais e Projeto de Hardware (Processo 23205.001373/2019-15)

Luciano Lores Caimi

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Letras

Leitura e Produção de Gêneros Acadêmicos em Língua Portuguesa (Processo 23205.001415/2019-18)

Claudia Andrea Rost Snichelotto

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Erechim

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Física (Processo 23205.001435/2019-99)

Marcelo Correa Ribeiro

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Cerro Largo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Ciências Biológicas

Monitoria na Área de Biologia Molecular: contribuição para formação acadêmica, profissional e pessoal- Campus Cerro Largo- RS (Processo 23205.001494/2019-67)

Suzymeire Baroni

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Física

Monitoria para o Ensino de Eletricidade, Magnetismo e Óptica (Processo 23205.001408/2019-16)

Aline Beatriz Rauber

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Realeza

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Nutrição

Projeto de Monitoria do Curso de Nutrição com ênfase em Técnica Dietética e Culinária (Processo 23205.001390/2019-52)

Cassiani Gotâma Tasca

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Física

Monitoria em Cálculo e Geometria Analítica (Processo 23205.001498/2019-45)

Carlos Alberto Cecatto

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Laranjeiras do Sul

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Agronomia

Monitoria de Física II (Processo 23205.001383/2019-51)

Wanderson Wanzeller

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia de Aquicultura

Monitoria nos componentes curriculares Maricultura e Nutrição em Aquicultura (Processo 23205.001529/2019-68)

Maude Regina de Borba

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Ciências Biológicas

Botânica e Zoologia para Biólogos (Processo 23205.001376/2019-59)

Roberson Dibax

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia de Alimentos

Monitoria de Geometria Analítica e Álgebra Linear (Processo 23205.001363/2019-80)

Andresa Freitas

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Interdisciplinar em Educação do Campo (Ciências da Natureza)

Monitoria de Física 1 e 3 (Processo 23205.001361/2019-91)

Gian Machado de Castro

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Ciências Econômicas

Monitoria de Contabilidade Social, Macroeconomia e Microeconomia (Processo 23205.001378/2019-48)

Rafael Stefenon

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Interdisciplinar em Educação no Campo: Ciências Naturais, Matemática e Ciências Agrárias

Monitoria de Matemática (Processo 23205.001374/2019-60)

Martinho Machado Júnior

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Pedagogia

Formação de Professores: Educação infantil e organização do trabalho pedagógico na educação básica (Processo 23205.001514/2019-08)

Gracialino da Silva Dias

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

1.2 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR PÚBLICO-ALVO:

1.2.1 PROJETOS RENOVADOS

Campus Cerro Largo

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Monitoria de apoio pedagógico acadêmico (Processo 23205.001878/2018-07)

Neusete Machado Rigo

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Erechim

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da Monitoria

Monitoria Intercultural – inserção de povos indígenas e haitianos na UFFS/Campus Erechim (Processo 23205.002041/2018-77)

Aníbal Lopes Guedes

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

1.3 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR COMPONENTE CURRICULAR:

1.3.1 PROJETOS APROVADOS

Campus Cerro Largo

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Balanços de Massa e Energia; Termodinâmica

Monitoria em Leis da Conservação de Massa e Energia (Processo 23205.001412/2019-84)

Manuela Gomes Cardoso

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Chapecó

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da Monitoria

Saúde Coletiva I, II, III, IV, V e VI

A Saúde Coletiva e a interlocução de saberes na formação médica (Processo 23205.001379/2019-92)

Jane Kelly Oliveira Friestino

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Hidrologia, Drenagem Urbana e Controle de Enchentes

Monitoria para Hidrologia e Drenagem Urbana e Controle de Enchentes (Processo 23205.001380/2019-17)

Aline de Almeida Mota

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Cartografia Sistemática e Sensoriamento Remoto

Educação Cartográfica na Geografia: Cartografia Sistemática e Sensoriamento Remoto (Processo 23205.001387/2019-39)

Ederson do Nascimento

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Campus Realeza

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Fisiologia Veterinária I, Fisiologia Metabólica, Histologia e Embriologia Veterinária e Fisiologia Humana

Monitoria em Histologia, Embriologia, Fisiologia e Comportamento Animal Processo 23205.001396/2019-41)

Denise Maria Sousa de Mello

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Patologia básica, Patologia especial veterinária I e Patologia especial veterinária II

Monitoria acadêmica em patologia veterinária (Processo 23205.001392/2019-41)

Fabiana Elias

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Técnica Cirúrgica Veterinária e Obstetrícia Veterinária

Monitoria acadêmica de técnica cirúrgica e obstetrícia veterinária (Processo 23205.001524/2019-35)

Fabíola Dalmolin

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Anestesiologia Veterinária

Monitoria Acadêmica em Anestesiologia Veterinária (Processo 23205.001395/2019-41)

Gabrielle Coelho Freitas

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Microbiologia Veterinária, Inspeção e Tecnologia de Alimentos I e II

Monitoria em Microbiologia Veterinária e Inspeção de Alimentos de Origem Animal (Processo 23205.001391/2019-05)

Karina Ramirez Starikoff

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Bioquímica Básica, Diagnóstico Laboratorial Veterinário e Bioquímica Veterinária

Descomplicando a Bioquímica (Processo 23205.001394/2019-41)

Luciana Pereira Machado

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Campus Realeza

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Fisiologia Veterinária I, Fisiologia Metabólica, Histologia e Embriologia Veterinária e Fisiologia Humana

Monitoria em Histologia, Embriologia, Fisiologia e Comportamento Animal Processo 23205.001396/2019-41)

Denise Maria Sousa de Mello

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Patologia básica, Patologia especial veterinária I e Patologia especial veterinária II

Monitoria acadêmica em patologia veterinária (Processo 23205.001392/2019-41)

Fabiana Elias

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Técnica Cirúrgica Veterinária e Obstetrícia Veterinária

Monitoria acadêmica de técnica cirúrgica e obstetrícia veterinária (Processo 23205.001524/2019-35)

Fabíola Dalmolin

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Anestesiologia Veterinária

Monitoria Acadêmica em Anestesiologia Veterinária (Processo 23205.001395/2019-41)

Gabrielle Coelho Freitas

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Microbiologia Veterinária, Inspeção e Tecnologia de Alimentos I e II

Monitoria em Microbiologia Veterinária e Inspeção de Alimentos de Origem Animal (23205.001391/2019-05)

Karina Ramirez Starikoff

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Bioquímica Básica, Diagnóstico Laboratorial Veterinário e Bioquímica Veterinária

Descomplicando a Bioquímica (Processo 23205.001394/2019-41)

Luciana Pereira Machado

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Semiologia Veterinária e Clínica de Animais de Produção

Projeto de Monitoria Acadêmica para os componentes curriculares de Semiologia Veterinária e Clínica de Animais de Produção Processo 23205.001397/2019-41)

Maiara Garcia Blagitz Azevedo

01

 

09/09/19 a 31/07/20

(Retificação feita pelo Edital nº 57/PROGRAD/UFFS/2019).

Campus Passo Fundo

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Diagnóstico e Terapêutica I e II

Monitoria em Diagnóstico e Terapêutica I e II (Processo 23205.001399/2019-63)

Darlan Martins Lara

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

2. DA QUANTIDADE DE BOLSAS

2.1 A quantidade de bolsas adicionais disponibilizadas neste Edital é de 52 (cinquenta e duas) cotas, com duração de 11 (onze) meses e vigência no período de 09 de setembro de 2019 a 31 de julho de 2020.

2.2 O número de cotas de bolsas de monitoria para cada campus está descrito no quadro abaixo e foi definido considerando os remanejamentos previstos no item 5.2 do Edital nº 36/PROGRAD/UFFS/2019:

Campus

Nº de bolsas

Cerro Largo

08

Chapecó

15

Erechim

06

Laranjeiras do Sul

09

Realeza

12

Passo Fundo

02

TOTAL

52

 

Campus

Nº de bolsas

Cerro Largo

07

Chapecó

15

Erechim

06

Laranjeiras do Sul

09

Realeza

13

Passo Fundo

02

TOTAL

52

(Retificação feita pelo Edital nº 57/PROGRAD/UFFS/2019).

3. DA DESISTÊNCIA DO PROJETO

3.1 O coordenador de projeto que, eventualmente, não venha a desenvolver o projeto com a cota de bolsa prevista neste edital deverá informar o cancelamento do projeto ao e-mail dir.dpg@uffs.edu.br no prazo definido no cronograma.

 

4. DO CRONOGRAMA

Atividades

Data

Publicação do edital

20/08/2019

Desistência do projeto de monitoria

Até 23/09/2019

Publicação do Edital de seleção de monitores, pela Coordenação Acadêmica, para os projetos em que não for possível utilizar o cadastro reserva de monitores selecionados para os Semestres 2019.2 e 2020.1

28/08/2019

Publicação do resultado provisório da seleção de monitores, pela Coordenação Acadêmica

04/09/2019

Pedido de reconsideração

05/09/2019

Publicação do resultado final pela Coordenação Acadêmica

06/09/2019

Início das atividades de monitoria

09/09/2019

Encaminhamento de arquivo editável para DPGRAD, pela Coordenação Acadêmica, referente às monitorias remuneradas

Até 06/09/2019

Data limite para cadastro e envio da documentação descrita no Edital de seleção de monitores

Até 30/09/2019

Data limite para encaminhamento do relatório analítico final e comprovação de inscrição de trabalho no seminário de iniciação à docência do SEPE

21/08/2020

Publicação de novo Edital

De 10/04 a 30/04/2020

 

5. DISPOSIÇÕES FINAIS

5.1 Esclarecimentos sobre o conteúdo deste Edital podem ser obtidos com a Diretoria de Políticas de Graduação no e-mail dir.dpg@uffs.edu.br.

5.2 Os casos omissos serão resolvidos pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), em diálogo com a Comissão Institucional.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

João Alfredo Braida

Pró-reitor de Graduação

Retifica o Edital nº 56/PROGRAD/UFFS/2019

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 565/GR/UFFS/2016, torna pública a retificação dos itens 1.1.1, 1.3.1 e 2.2 da lista complementar de projetos de monitorias de ensino, submetidos e aprovados no Edital nº 36/PROGRAD/UFFS/2019, contemplados com cota de bolsa para monitoria remunerada.

Onde se lê:

1.1 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR CURSO:

1.1.1 PROJETOS RENOVADOS

Campus Cerro Largo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Agronomia

Monitoria em Estatística Básica, Experimentação Agrícola e Trabalho de Conclusão de Curso (Processo 23205.001838/2018-57)

Tatiane Chassot

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Ciências Biológicas

Monitoria na Área de Biologia Molecular: contribuição para formação acadêmica, profissional e pessoal- Campus Cerro Largo- RS (Processo 23205.001494/2019-67)

Suzymeire Baroni

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Cálculo para o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária (Processo 23205.002029/2018-62)

Izabel Gioveli

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Química

Monitoria de Química: a mediação no processo de aprendizagem de conceitos (Processo 23205.001879/2018-43)

Mariana Boneberger Behm

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Leia-se:

1.1 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR CURSO:

1.1.1 PROJETOS RENOVADOS

Campus Cerro Largo

Curso

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Agronomia

Monitoria em Estatística Básica, Experimentação Agrícola e Trabalho de Conclusão de Curso (Processo 23205.001838/2018-57)

Tatiane Chassot

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Engenharia Ambiental e Sanitária

Monitoria de Cálculo para o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária (Processo 23205.002029/2018-62)

Izabel Gioveli

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Química

Monitoria de Química: a mediação no processo de aprendizagem de conceitos (Processo 23205.001879/2018-43)

Mariana Boneberger Behm

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Onde se lê:

1.3 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR COMPONENTE CURRICULAR:

1.3.1 PROJETOS APROVADOS

[…]

Campus Realeza

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Fisiologia Veterinária I, Fisiologia Metabólica, Histologia e Embriologia Veterinária e Fisiologia Humana

Monitoria em Histologia, Embriologia, Fisiologia e Comportamento Animal Processo 23205.001396/2019-41)

Denise Maria Sousa de Mello

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Patologia básica, Patologia especial veterinária I e Patologia especial veterinária II

Monitoria acadêmica em patologia veterinária (Processo 23205.001392/2019-41)

Fabiana Elias

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Técnica Cirúrgica Veterinária e Obstetrícia Veterinária

Monitoria acadêmica de técnica cirúrgica e obstetrícia veterinária (Processo 23205.001524/2019-35)

Fabíola Dalmolin

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Anestesiologia Veterinária

Monitoria Acadêmica em Anestesiologia Veterinária (Processo 23205.001395/2019-41)

Gabrielle Coelho Freitas

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Microbiologia Veterinária, Inspeção e Tecnologia de Alimentos I e II

Monitoria em Microbiologia Veterinária e Inspeção de Alimentos de Origem Animal (Processo 23205.001391/2019-05)

Karina Ramirez Starikoff

01

-

09/09/19 a 31/07/20

Bioquímica Básica, Diagnóstico Laboratorial Veterinário e Bioquímica Veterinária

Descomplicando a Bioquímica (Processo 23205.001394/2019-41)

Luciana Pereira Machado

01

-

09/09/19 a 31/07/20

 

Leia-se:

1.3 MODALIDADE DE MONITORIA DE ENSINO POR COMPONENTE CURRICULAR:

1.3.1 PROJETOS APROVADOS

[…]

Campus Realeza

Componente(s) curricular(es)

Título do projeto

Coordenador

Vagas monitoria remunerada

Vagas monitoria não remunerada

Vigência da monitoria

Fisiologia Veterinária I, Fisiologia Metabólica, Histologia e Embriologia Veterinária e Fisiologia Humana

Monitoria em Histologia, Embriologia, Fisiologia e Comportamento Animal Processo 23205.001396/2019-41)

Denise Maria Sousa de Mello

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Patologia básica, Patologia especial veterinária I e Patologia especial veterinária II

Monitoria acadêmica em patologia veterinária (Processo 23205.001392/2019-41)

Fabiana Elias

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Técnica Cirúrgica Veterinária e Obstetrícia Veterinária

Monitoria acadêmica de técnica cirúrgica e obstetrícia veterinária (Processo 23205.001524/2019-35)

Fabíola Dalmolin

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Anestesiologia Veterinária

Monitoria Acadêmica em Anestesiologia Veterinária (Processo 23205.001395/2019-41)

Gabrielle Coelho Freitas

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Microbiologia Veterinária, Inspeção e Tecnologia de Alimentos I e II

Monitoria em Microbiologia Veterinária e Inspeção de Alimentos de Origem Animal (23205.001391/2019-05)

Karina Ramirez Starikoff

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Bioquímica Básica, Diagnóstico Laboratorial Veterinário e Bioquímica Veterinária

Descomplicando a Bioquímica (Processo 23205.001394/2019-41)

Luciana Pereira Machado

01

 

09/09/19 a 31/07/20

Semiologia Veterinária e Clínica de Animais de Produção

Projeto de Monitoria Acadêmica para os componentes curriculares de Semiologia Veterinária e Clínica de Animais de Produção Processo 23205.001397/2019-41)

Maiara Garcia Blagitz Azevedo

01

 

09/09/19 a 31/07/20

 

Onde se lê:

2.2 O número de cotas de bolsas de monitoria para cada campus está descrito no quadro abaixo e foi definido considerando os remanejamentos previstos no item 5.2 do Edital Nº 36/PROGRAD/UFFS/2019:

Campus

Nº de bolsas

Cerro Largo

08

Chapecó

15

Erechim

06

Laranjeiras do Sul

09

Realeza

12

Passo Fundo

02

TOTAL

52

 

Leia-se:

2.2 O número de cotas de bolsas de monitoria para cada campus está descrito no quadro abaixo e foi definido considerando os remanejamentos previstos no item 5.2 do Edital Nº 36/PROGRAD/UFFS/2019:

Campus

Nº de bolsas

Cerro Largo

07

Chapecó

15

Erechim

06

Laranjeiras do Sul

09

Realeza

13

Passo Fundo

02

TOTAL

52

 

Chapecó-SC, 21 de agosto de 2019.

João Alfredo Braida

Pró-reitor de Graduação

Retifica o Edital nº 55/PROGRAD/UFFS/2019

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 565/GR/UFFS/2016, torna pública a retificação do Anexo II do Edital nº 55/PROGRAD/UFFS/2019.

 

Onde se lê:

ANEXO II

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1. Manual de orientações básicas (MOB) do Programa de Educação Tutorial - PET.

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO (Brasil). Manual de orientações básicas – Programa de Educação Tutorial. Brasília, 2006. Portaria 976 de 27 de julho de 2010. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=338-manualorientabasicas&category_slug=pet-programa-de-educacao-tutorial&Itemid=30192 >.

 

2. Legislações do Programa de Educação Tutorial - PET

a) Lei nº 11.180, de 23 de setembro de 2005 - Institui o Programa de Educação Tutorial – PET

b) Portaria n° 343, de 24 de abril de 2013 - Altera dispositivos da Portaria MEC nº 976, de 27 de julho de 2010, que dispõe sobre o Programa de Educação Tutorial – PET

c) Portaria nº 976, de 27 de julho de 2010 - Atualizada pela Portaria n° 343/2013 – dispõe sobre o Programa de Educação Tutorial – PET

Todas estão disponíveis em: <http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=12227:legislacao-pet>

 

3. Boletim técnico. Universidade Federal de Lavra. Departamento de Medicina Veterinária. Mastite bovina: controle e prevenção. Disponível em:

<http://livraria.editora.ufla.br/upload/boletim/tecnico/boletim-tecnico-93.pdf>

 

4. Circular Técnico. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Manejo Correto da Ordenha e Qualidade do Leite. Disponível em:

<https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/227703/1/CR2702.pdf>

 

5. Locatelli, J. F. P.; Nardi Junior, G. Importância Do Pré-Dipping E Pós-Dipping No Controle Da Mastite Bovina. 5ª Jornada Científica e Tecnológica da FATEC de Botucatu. Disponível em:

< https://webmail.uffs.edu.br/service/home/~/?auth=co&loc=pt_BR&id=22385&part=3>

 

6. Manual técnico. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Gado de Leite. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Gado de leite (Capítulos 1, 2, 4 e 9)

<https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/89669/1/24399.pdf>

 

7. Manual técnico. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Pecuária Sudeste. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Boas práticas de ordenha. <https://central3.to.gov.br/arquivo/228631/>

8. Cartilha Boas Práticas na Ordenha. LIPOA – Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem animal. UEL. 2008. <http://www.uel.br/laboratorios/inspecao/portal/pages/arquivos/Cartilhas/Cartilha%20Boas%20Praticas%20na%20Ordenha.pdf>

9. Cartilha Boas Práticas de Manejo (Ordenha). Marcelo Simão da Rosa, et al. -- Jaboticabal : Funep, 2009. <http://www.agricultura.gov.br/assuntos/boas-praticas-e-bem-estar-animal/arquivos-publicacoes-bem-estar-animal/ordenha.pdf>”

 

Leia-se:

 

ANEXO II

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 

1. Manual de orientações básicas (MOB) do Programa de Educação Tutorial - PET.

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO (Brasil). Manual de orientações básicas – Programa de Educação Tutorial. Brasília, 2006. Portaria 976 de 27 de julho de 2010. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=338-manualorientabasicas&category_slug=pet-programa-de-educacao-tutorial&Itemid=30192 >.

 

2. Legislações do Programa de Educação Tutorial - PET

a) Lei nº 11.180, de 23 de setembro de 2005 - Institui o Programa de Educação Tutorial – PET

b) Portaria n° 343, de 24 de abril de 2013 - Altera dispositivos da Portaria MEC nº 976, de 27 de julho de 2010, que dispõe sobre o Programa de Educação Tutorial – PET

c) Portaria nº 976, de 27 de julho de 2010 - Atualizada pela Portaria n° 343/2013 – dispõe sobre o Programa de Educação Tutorial – PET

Todas estão disponíveis em: <http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=12227:legislacao-pet>

 

3. Boletim técnico. Universidade Federal de Lavra. Departamento de Medicina Veterinária. Mastite bovina: controle e prevenção. Disponível em:

http://livraria.editora.ufla.br/upload/boletim/tecnico/boletim-tecnico-93.pdf

 

4. Circular Técnico. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Manejo Correto da Ordenha e Qualidade do Leite. Disponível em:

<https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/227703/1/CR2702.pdf>

 

5. Locatelli, J. F. P.; Nardi Junior, G. Importância Do Pré-Dipping E Pós-Dipping No Controle Da Mastite Bovina. 5ª Jornada Científica e Tecnológica da FATEC de Botucatu. Disponível em:

http://www.fatecbt.edu.br/ocs/index.php/VJTC/VJTC/paper/viewFile/634/893

 

6. Manual técnico. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Gado de Leite. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Gado de leite (Capítulos 1, 2, 4 e 9). disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/89669/1/24399.pdf>

 

7. Manual técnico. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Pecuária Sudeste. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Boas práticas de ordenha. Disponível em: <https://central3.to.gov.br/arquivo/228631/>

8. Cartilha Boas Práticas na Ordenha. LIPOA – Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem animal. UEL. 2008. Disponível em: http://www.uel.br/laboratorios/inspecao/portal/pages/arquivos/Cartilhas/Cartilha%20Boas%20Praticas%20na%20Ordenha.pdf

 

9. Cartilha Boas Práticas de Manejo (Ordenha). Marcelo Simão da Rosa, et al. -- Jaboticabal: Funep, 2009. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/assuntos/boas-praticas-e-bem-estar-animal/arquivos-publicacoes-bem-estar-animal/ordenha.pdf>

 

10. Instrução Normativa nº 76, de 26 de novembro de 2018 (MAPA) – Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade de Leite Cru Refrigerado. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/52750137/do1-2018-11-30-instrucao-normativa-n-76-de-26-de-novembro-de-2018-52749894IN%2076

 

11. Instrução Normativa nº 77, de 26 de novembro de 2018 (MAPA) Critérios e Procedimentos para a Produção, Acondicionamento, Conservação, Transporte, Seleção e Recepção do Leite Cru em Estabelecimentos Registrados no Serviço de Inspeção Oficial. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/52750141/do1-2018-11-30-instrucao-normativa-n-77-de-26-de-novembro-de-2018-52749887

 

Chapecó-SC, 22 de agosto de 2019.

João Alfredo Braida

Pró-reitor de Graduação

ALTERA COMPOSIÇÃO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS (LICENCIATURA) DO CAMPUS CHAPECÓ (EMEC 5000407)

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 0565/GR/UFFS/2016, resolve:

Art. 1º ALTERAR a composição do Núcleo Docente Estruturante – NDE, do curso de graduação em Ciências Sociais - Licenciatura - Campus Chapecó, nos termos da Resolução nº 001/2011-CONSUNI/CGRAD, designada pela Portaria nº 145/PROGRAD/UFFS/2018, gestão 2018/2021:

Nome

Siape

Ari José Sartori

1834285

Alexandre Maurício Matiello

2065779

Ivan Paolo de Paris Fontanari

1679645

Fábio Carminati

1621389

Danilo Enrico Martuscelli

1289805

Claudete Gomes Soares

1343231

Valdete Boni

2455914

Parágrafo único. A Presidência do NDE ficará a cargo do coordenador do curso em exercício.

Art. 2º Conforme disposto na Resolução nº 001/2011-CONSUNI/CGRAD, o NDE terá atribuições acadêmicas, visando ao acompanhamento do processo de concepção, consolidação e contínua atualização do Projeto Pedagógico do curso.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor a partir de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

João Alfredo Braida

Pró-reitor de Graduação

ALTERA A COMPOSIÇÃO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS LICENCIATURA DO CAMPUS LARANJEIRAS DO SUL (EMEC 1455377)

O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL – UFFS, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 0565/GR/UFFS/2016, resolve:


Art. 1º ALTERAR a composição do Núcleo Docente Estruturante – NDE, do curso de graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura - Campus Laranjeiras do Sul, nos termos da Resolução nº 001/2011 - CONSUNI/CGRAD, designada pela Portaria nº 178/PROGRAD/UFFS/2018, gestão 2018/2021:

Nome

Siape

Ricardo Key Yamazaki

1542283

Alexandre Monkolski

1341688

Aline Pomari Fernandes

2145190

Silvia Romão

1835443

Josimeire Aparecida Leandrini

1643670

Claudia Giongo

1579601

Vanda Mari Trombetta

1766096

Katia Aparecida Seganfredo

2133080

Parágrafo único. A Presidência do NDE ficará a cargo do coordenador do curso em exercício.

Art. 2º Conforme disposto na Resolução nº 001/2011 - CONSUNI/CGRAD, o NDE terá atribuições acadêmicas, visando ao acompanhamento do processo de concepção, consolidação e contínua atualização do Projeto Pedagógico do curso.

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor a partir de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

 

Chapecó-SC, 21 de agosto de 2019.

João Alfredo Braida

Pró-reitor de Graduação

SUCL

CANCELADA - Cotação Eletrônica nº 44/2019 - Aquisição Suporte/Expositor para leitores de livros digitais (compatível com o Modelo Kindle Paperwhite).

ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.comprasgovernamentais.gov.br.

DATA DE ABERTURA: 26/08/2019 às 08h00min.

ENCERRAMENTO: 27/08/2019 às 17h00min.

Chapecó-SC, 23 de agosto de 2019.

Thiego Rippel Pinheiro

Superintendente de Compras e Licitações

Objeto: Registro de Preços visando a aquisição de reagentes comuns, reagentes em bombonas para conservação de cadáveres, soluções e kits de consumíveis para os laboratórios da UFFS.

Data da Sessão Pública de Licitação: 03/09/2019
Horário da Sessão Pública de Licitação: 09h15min
Local: Portal de Compras do Governo Federal – www.comprasgovernamentais.gov.br.
Pregoeiro: Bertil Levi Hammarstrom - (49) 2049-3793

 

Chapecó-SC, 20 de agosto de 2019.

Thiego Rippel Pinheiro

Superintendente de Compras e Licitações

Documento Histórico

PREGÃO Nº 29/SUCL/UFFS/2019

GR

CONVOCA CANDIDATO CLASSIFICADO EM LISTA DE SUPLÊNCIA CONFORME EDITAL Nº 669/GR/UFFS/2019
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, convoca candidato classificado em lista de suplência do Processo Seletivo de Candidatos à Vagas em disciplina isolada para realizar matrícula em vaga remanescente no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas (PPGDPP), Campus Cerro Largo, curso de Mestrado, com ingresso em 2019/2, conforme normas estabelecidas no EDITAL Nº 669/GR/UFFS/2019 e no EDITAL Nº 788/GR/UFFS/2019.
 
1 CONVOCADO
1.1  Disciplina: Cultura, Política e Desenvolvimento
Classificação
Nome do Candidato
09
Dione Joel Thomas
 
2 DOS PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA:
2.1  O candidato selecionado deverá efetuar a matrícula conforme os Editais Nº 669/GR/UFFS/2019 e 788/GR/UFFS/2019 junto a Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas do campus Cerro Largo, sala 1-2-16 do Seminário, Rua Major Antônio Cardoso, nº 590, Centro, CEP 97900-000 - Cerro Largo - RS no dia 20 de agosto de 2019 , das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h30.
2.2  O candidato deverá estar instruído dos seguintes documentos com cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original:
I -  cópia do documento de identidade com foto (RG) e do CPF;
II -  cópia do diploma de curso superior de graduação reconhecido pelo MEC ou declaração original da IES, indicando a conclusão de todos os componentes curriculares e a data de colação de grau, ou declaração da instituição de que esteja cursando o último semestre do curso de graduação;
III -  cópia do Histórico Escolar da Graduação;
IV -  certidão de Quitação Eleitoral atualizada (emitida pelo site www.tse.jus.br), no caso de candidato brasileiro;
V -  cópia simples de documento que comprove estar em dia com as obrigações militares (apenas para candidatos do sexo masculino com menos de 45 anos), no caso de candidato brasileiro.
2.3  O candidato selecionado que não puder comparecer para efetuar sua matrícula, poderá fazê-la através de procuração reconhecida em cartório, no período estipulado.
2.4  O candidato selecionado que não realizar a matrícula nesse período perderá direito à vaga.
 
3 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
3.1  A qualquer tempo, e a critério da Comissão de Seleção, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a matrícula do candidato.
3.2  Os casos omissos serão resolvidos pelo Colegiado do Curso e pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFFS.
 
 

Chapecó-SC, 19 de agosto de 2019.

Jaime Giolo

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 855/GR/UFFS/2019

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 853/GR/UFFS/2019 - RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL Nº 459/GR/UFFS/2019
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEPG), torna pública a retificação dos itens 2.1 e 2.2 do Resultado Provisório do processo de seleção e classificação dos subprojetos submetidos ao EDITAL Nº 459/GR/UFFS/2019 de Fomento à pesquisa com ênfase no fortalecimento de Pós-Graduação Stricto Sensu .
 
Onde se lê:
2.1 FAIXA “A” - Propostas classificadas para pesquisadores da demanda universal
Registro No Sistema Prisma
Campus
Nome do pesquisador
Título Do Subprojeto
Grande Área De Conhecimento Do CNPq
Valor Total
Valor Aprovado
Cota De Bolsa Deferida
PES-2019-0543
Cerro Largo
ANDERSON SPOHR NEDEL
Conforto térmico humano na região das missões do Rio Grande do Sul e a relação com doenças respiratórias
1
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0644
Cerro Largo
FABIANO CASSOL
Implementação de uma Estação Meteorológica de Baixo Custo Utilizando Raspberry Pi
1
R$ 9.667,43
-
01
PES-2019-0657
Cerro Largo
IARA DENISE ENDRUWEIT BATTISTI
Exposição de crianças a agrotóxicos, residentes no meio rural de um município em região com alto consumo de agrotóxico, no Rio Grande do Sul
9
R$ 9.860,00
R$ 9.860,00
01
PES-2019-0567
Cerro Largo
SIDINEI ZWICK RADONS
Sistema agrometeorológico de previsão da ferrugem da folha do trigo
9
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0606
Chapecó
JOAO PAULO BENDER
Obtenção e Aplicação Tecnológica de Extratos do Fruto Goiaba Serrana
3
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
-
PES-2019-0600
Chapecó
GUILHERME MARTINEZ MIBIELLI
Caracterização, pré-tratamento e hidrólise enzimática da biomassa capim elefante.
3
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0637
Chapecó
DANIELA SAVI GEREMIA
Avaliação Das Causas Sensíveis À Atenção Primária: Ênfase No Acesso E Longitudinalidade Do Cuidado Na Rede De Serviços De Saúde
4
R$ 9.950,00
R$ 9.950,00
01
PES-2019-0583
Chapecó
DEBORA TAVARES DE RESENDE E SILVA
Análise bioquímica de pacientes com câncer de mama submetidos à auriculoterapia e/ou protocolo de exercício físico resistido.
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0598
Chapecó
ZULEIDE MARIA IGNACIO
Potencial Efeito Antidepressivo e Neuroprotetor de Extratos da Espécie Solidago chilensis e do Composto Ativo Quercitrina em Ratos Submetidos a Estresse na Infância e na Vida Adulta
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0550
Chapecó
LARISSA DE LIMA TRINDADE
Governança Pública da Água: uma análise comparativa da gestão integrada de recursos hídricos no Oeste e no Planalto Catarinense
6
R$ 10.000,00
R$ 9.978,59
01
PES-2019-0591
Chapecó
NEWTON MARQUES PERON
Nomes próprios e os limites das teorias referenciais da linguagem
7
R$ 9.817,66
R$ 9.817,66
01
PES-2019-0641
Chapecó
FLAVIO MIGUEL DE OLIVEIRA ZIMMERMANN
Hume e os Diálogos sobre a Religião Natural
7
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0596
Chapecó
JAISSON TEIXEIRA LINO
Paisagem e Patrimônio da Colonização no Oeste Catarinense
7
R$: 9.960,00
-
01
PES-2019-0574
Erechim
DENISE CARGNELUTTI
Microrganismos promotores do crescimento de plantas no manejo de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) sob déficit hídrico.
5
R$ 9.949,00
-
01
PES-2019-0520
Erechim
ADRIANA RICHIT
Aprendizagens profissionais de professores que ensinam matemática no contexto dos estudos de aula título
7
R$: 9.700, 00
-
01
PES-2019-0561
Erechim
ALTEMIR JOSE MOSSI
Avaliação do efeito bioherbicida de Trichoderma koningiopsis nas características morfofisiológicas e bioquímicas de plantas daninhas e cultivadas.
9
R$ 10.000,00
R$ 9.700,00
-
PES-2019-0580
Laranjeiras Do Sul
LARISSA CANHADAS BERTAN
Utilização de extratos vegetais na elaboração de sorvete vegano
5
R$ 5.539,68
R$ 5.539,68
01
PES-2019-0549
Laranjeiras Do Sul
LUIZ CARLOS DE FREITAS
Sucessão familiar rural: os condicionantes econômicos, sociais e culturais para a permanência ou o abandono do campo pela juventude na região da Cantuquiriguaçu.
7
R$ 8.320,00
-
-
PES-2019-0594
Passo Fundo
GUSTAVO OLSZANSKI ACRANI
Perfil epidemiológico da população de Passo Fundo e de municípios da região do Planalto Médio, RS.
4
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
-
PES-2019-0655
Passo Fundo
JOSSIMARA POLETTINI
Prevalência De Papiloma Vírus Humano (Hpv) Em Tecidos Placentários E Relação Com Prematuridade
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0593
Realeza
LETIERE CABREIRA SOARES
Síntese e avaliação da atividade antioxidante de salicilatos no Biodiesel
1
R$ 9.746,02
R$ 9.746,02
-
PES-2019-0632
Realeza
FELIPE BEIJAMINI
Características do sono e humor de adolescentes residentes na zona rural do sudoeste paranaense.
2
R$ 9.550,00
R$ 9.550,00
01
PES-2019-0604
Realeza
CAMILA ELIZANDRA ROSSI
Autoimagem corporal em adolescentes de 11 a 14 anos de idade e sua associação com obesidade e comportamento alimentar.
4
R$ 5.868,00
-
01
PES-2019-0646
Realeza
MAIARA GARCIA BLAGITZ AZEVEDO
Incidência de mastite clínica em vacas primíparas no período pós parto com alta e baixa contagem de células T-gama delta
5
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
01
PES-2019-0616
Realeza
GABRIELLE COELHO FREITAS
Estresse oxidativo e função fagocítica de neutrófilos em cadelas anestesiadas com propofol ou isofluorano e submetidas à ovariohisterectomia eletiva
5
R$ 9.985,00
-
01
PES-2019-0623
Realeza
VALFREDO SCHLEMPER
Efeito inibitório do extrato bruto da Cunila microcephala sobre a migração celular induzida por agentes flogísticos nas vias aéreas de camundongos
5
R$ 9.992,65
-
01
PES-2019-0652
Realeza
ADALGIZA PINTO NETO
Viabilidade In Vitro do Sêmen Bovino Congelado com Antioxidantes no meio de Criopreservação
5
R$ 9.630,00
-
01”
 
Leia-se:
2.1 FAIXA "A" - Propostas classificadas para pesquisadores da demanda universal
Registro No Sistema Prisma
Campus
Nome do pesquisador
Título Do Subprojeto
Grande Área De Conhecimento Do CNPq
Valor Total
Valor Aprovado
Cota De Bolsa Deferida
PES-2019-0543
Cerro Largo
ANDERSON SPOHR NEDEL
Conforto térmico humano na região das missões do Rio Grande do Sul e a relação com doenças respiratórias
1
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0644
Cerro Largo
FABIANO CASSOL
Implementação de uma Estação Meteorológica de Baixo Custo Utilizando Raspberry Pi
1
R$ 9.667,43
-
01
PES-2019-0657
Cerro Largo
IARA DENISE ENDRUWEIT BATTISTI
Exposição de crianças a agrotóxicos, residentes no meio rural de um município em região com alto consumo de agrotóxico, no Rio Grande do Sul
9
R$ 9.860,00
R$ 9.860,00
01
PES-2019-0567
Cerro Largo
SIDINEI ZWICK RADONS
Sistema agrometeorológico de previsão da ferrugem da folha do trigo
9
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0606
Chapecó
JOAO PAULO BENDER
Obtenção e Aplicação Tecnológica de Extratos do Fruto Goiaba Serrana
3
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
-
PES-2019-0600
Chapecó
GUILHERME MARTINEZ MIBIELLI
Caracterização, pré-tratamento e hidrólise enzimática da biomassa capim elefante.
3
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0637
Chapecó
DANIELA SAVI GEREMIA
Avaliação Das Causas Sensíveis À Atenção Primária: Ênfase No Acesso E Longitudinalidade Do Cuidado Na Rede De Serviços De Saúde
4
R$ 9.950,00
R$ 9.950,00
01
PES-2019-0583
Chapecó
DEBORA TAVARES DE RESENDE E SILVA
Análise bioquímica de pacientes com câncer de mama submetidos à auriculoterapia e/ou protocolo de exercício físico resistido.
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0598
Chapecó
ZULEIDE MARIA IGNACIO
Potencial Efeito Antidepressivo e Neuroprotetor de Extratos da Espécie Solidago chilensis e do Composto Ativo Quercitrina em Ratos Submetidos a Estresse na Infância e na Vida Adulta
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0550
Chapecó
LARISSA DE LIMA TRINDADE
Governança Pública da Água: uma análise comparativa da gestão integrada de recursos hídricos no Oeste e no Planalto Catarinense
6
R$ 10.000,00
R$ 9.978,59
01
PES-2019-0591
Chapecó
NEWTON MARQUES PERON
Nomes próprios e os limites das teorias referenciais da linguagem
7
R$ 9.817,66
R$ 9.817,66
01
PES-2019-0641
Chapecó
FLAVIO MIGUEL DE OLIVEIRA ZIMMERMANN
Hume e os Diálogos sobre a Religião Natural
7
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0596
Chapecó
JAISSON TEIXEIRA LINO
Paisagem e Patrimônio da Colonização no Oeste Catarinense
7
R$: 9.960,00
-
01
PES-2019-0574
Erechim
DENISE CARGNELUTTI
Microrganismos promotores do crescimento de plantas no manejo de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) sob déficit hídrico.
5
R$ 9.949,00
-
01
PES-2019-0520
Erechim
ADRIANA RICHIT
Aprendizagens profissionais de professores que ensinam matemática no contexto dos estudos de aula título
7
R$: 9.700, 00
-
01
PES-2019-0561
Erechim
ALTEMIR JOSE MOSSI
Avaliação do efeito bioherbicida de Trichoderma koningiopsis nas características morfofisiológicas e bioquímicas de plantas daninhas e cultivadas.
9
R$ 10.000,00
R$ 9.700,00
-
PES-2019-0580
Laranjeiras Do Sul
LARISSA CANHADAS BERTAN
Utilização de extratos vegetais na elaboração de sorvete vegano
5
R$ 5.539,68
R$ 5.539,68
01
PES-2019-0549
Laranjeiras Do Sul
LUIZ CARLOS DE FREITAS
Sucessão familiar rural: os condicionantes econômicos, sociais e culturais para a permanência ou o abandono do campo pela juventude na região da Cantuquiriguaçu.
7
R$ 8.320,00
-
01
PES-2019-0594
Passo Fundo
GUSTAVO OLSZANSKI ACRANI
Perfil epidemiológico da população de Passo Fundo e de municípios da região do Planalto Médio, RS.
4
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
-
PES-2019-0655
Passo Fundo
JOSSIMARA POLETTINI
Prevalência De Papiloma Vírus Humano (Hpv) Em Tecidos Placentários E Relação Com Prematuridade
4
R$ 10.000,00
-
01
PES-2019-0593
Realeza
LETIERE CABREIRA SOARES
Síntese e avaliação da atividade antioxidante de salicilatos no Biodiesel
1
R$ 9.746,02
R$ 9.746,02
-
PES-2019-0632
Realeza
FELIPE BEIJAMINI
Características do sono e humor de adolescentes residentes na zona rural do sudoeste paranaense.
2
R$ 9.550,00
R$ 9.550,00
01
PES-2019-0604
Realeza
CAMILA ELIZANDRA ROSSI
Autoimagem corporal em adolescentes de 11 a 14 anos de idade e sua associação com obesidade e comportamento alimentar.
4
R$ 5.868,00
-
01
PES-2019-0646
Realeza
MAIARA GARCIA BLAGITZ AZEVEDO
Incidência de mastite clínica em vacas primíparas no período pós parto com alta e baixa contagem de células T-gama delta
5
R$ 10.000,00
R$ 10.000,00
01
PES-2019-0616
Realeza
GABRIELLE COELHO FREITAS
Estresse oxidativo e função fagocítica de neutrófilos em cadelas anestesiadas com propofol ou isofluorano e submetidas à ovariohisterectomia eletiva
5
R$ 9.985,00
-
01
PES-2019-0623
Realeza
VALFREDO SCHLEMPER
Efeito inibitório do extrato bruto da Cunila microcephala sobre a migração celular induzida por agentes flogísticos nas vias aéreas de camundongos
5
R$ 9.992,65
-
01
PES-2019-0652
Realeza
ADALGIZA PINTO NETO
Viabilidade In Vitro do Sêmen Bovino Congelado com Antioxidantes no meio de Criopreservação
5
R$ 9.630,00
-
01”
 
Onde se lê:
2.2 FAIXA “B” - Propostas classificadas para pesquisadores da demanda universal
Registro No Sistema Prisma
Campus
Nome do pesquisador
Título Do Subprojeto
Grande Área De Conhecimento Do CNPq
Valor Total
Valor Aprovado
Cota De Bolsa Deferida
PES-2019-0599
Cerro Largo
CARLA MARIA GARLET DE PELEGRIN
Morfoanatomia e histoquímica de Lantana fucata Lindl. (Verbenaceae) submetida a solo com excesso de cobre
9
R$ 4.967,00
R$ 4.967,00
01
PES-2019-0626
Cerro Largo
MARDIORE TANARA PINHEIRO DOS SANTOS
Plantas fornecedoras de alimentos para polinizadores: meliponíneos e Apis mellifera
9
R$ 4.927,00
R$ 3.16810
01
PES-2019-0658
Chapecó
CLAUNIR PAVAN
Desenvolvimento de um assistente virtual para segurança e saúde no trabalho, apoiado por Inteligência Artificial
1
R$ 3.380,00
R$ 3.380,00
01
PES-2019-0557
Chapecó
ANDRÉIA MACHADO CARDOSO
Avaliação Do Sistema Purinérgio E De Parâmetros Inflamatórios Em Linfócitos, Plaquetas E Biópisia De Pacientes Com Câncer De Colo Uterino
2
R$ 5.000,00
R$ 5.000,00
01
PES-2019-0613
Chapecó
PAULO ROGER LOPES ALVES
Impacto De Diferentes Tipos De Manejos Agrícolas Sobre Organismos Do Solo
3
R$ 5.000,00
R$ 5.000,00
01
PES-2019-0638
Chapecó
SERGIO LUIZ ALVES JUNIOR
Otimização da fermentação alcoólica para a produção de etanol 3G
3
R$ 4.987,00
-
-
PES-2019-0665
Chapecó
CLAUDIO CLAUDINO DA SILVA FILHO
Os legados do VER-SUS e do PET-Saúde: representações sociais, desafios e possibilidades das metodologias ativas para educação e (trans)formação interprofissional em saúde
4
R$ 5.000,00
R$ 5.000,00
01
PES-2019-0615
Chapecó
LEANDRO HENRIQUE MANFREDI
Análise metabolômica do plasma de mulheres obesas submetidas ao jejum intermitente
4
R$ 5.000,00
-
-
PES-2019-0660
Chapecó
SIUMAR PEDRO TIRONI
Ação bioherbicida de óleos essenciais de rizomas de açafrão e gengibre
5
R$ 4.970,00
R$ 4.970,00
01
PES-2019-0617
Chapecó
JOAO ALFREDO BRAIDA
Resistência ao cisalhamento e à penetração de solos argilosos do Oeste Catarinense submetidos a diferentes sistemas de uso e manejo.
5
R$ 4.984,00
-
-
PES-2019-0631
Chapecó
FABIANO GEREMIA
Energia Solar e Energia Eólica: Sistema de Inovação e Experiência Brasileira
6
R$ 4.990,00
R$ 4.990,00
01
PES-2019-0634
Chapecó
ADRIANA MARIA ANDREIS
Investigar O Lugar Para Compreender O Mundo: Um Estudo Com A Escola De Ensino Médio
7
R$ 5.000,00
R$ 5.000,00
01
PES-2019-0624
Chapecó
ALINE PEIXOTO GRAVINA
A diacronia do sujeito nulo na sala de aula: propostas de atividades didáticas
8
R$ 5.000,00
R$ 5.000,00
01
PES-2019-0553
Erechim
JOSE MARIO VICENSI GRZYBOWSKI