MANUAL Nº 44/PROGESP/UFFS/2019

LICENÇA À GESTANTE - CONCESSÃO ADMINISTRATIVA

1 O que é?

1.1 É a licença concedida à servidora em virtude de nascimento de filho(s), pelo período de até 120 (cento e vinte) dias consecutivos, sem prejuízo da remuneração.

 

2 Para as contratadas nos termos da Lei nº 8.745/1993 (contratada temporária):

2.1 As contratadas nos termos da Lei nº 8.745/1993 não fazem jus à Licença à Gestante prevista pelo art. 207 da Lei nº 8.112/1990, mas sim à Licença-maternidade, de 120 dias, com percepção de salário-maternidade, equivalente pago pelo Regime Geral de Previdência Social.

2.2 A solicitação da Licença-maternidade deve seguir as orientações dispostas neste Manual.

2.3 As contratadas fazem jus à Prorrogação da Licença-maternidade. As informações sobre este benefício devem ser consultadas no Manual do Servidor > Prorrogação da Licença à Gestante.

 

3 Fique atenta para:

3.1 É dever da servidora informar a sua chefia sobre a licença a ser usufruída.

3.2 O afastamento em virtude de Licença à Gestante é considerado como de efetivo exercício.

3.3 A licença terá início no dia do nascimento do(s) filho(s) ou a partir do primeiro dia do nono mês de gestação, salvo antecipação por prescrição médica. Verifique o item “Licença à Gestante – concessão por atestado médico” no Manual do Servidor da UFFS.

3.4 Em caso de nascimento prematuro, a licença terá início a partir do parto.

3.5 Em se tratando de aborto, verifique o itemLicença para Tratamento de Saúde do Servidorno Manual do Servidor.

3.6 Em se tratando de natimorto, após 30 (trinta) dias do ocorrido, a servidora deverá ser submetida a exame médico para avaliar se está apta a retornar ao serviço.

3.7 Para amamentar o próprio filho, até a idade de seis meses, será concedida à servidora uma hora de descanso durante a jornada de trabalho, que poderá ser parcelada em dois períodos de meia hora.

3.8 A servidora que não usufruir das férias que faz jus, por coincidirem com o período de usufruto de Licença Gestante, poderá reprogramá-las antecipadamente para usufruto posterior, ainda que esta reprogramação seja para o exercício seguinte.

3.9 A servidora poderá solicitar prorrogação da Licença à Gestante. Atentar para o prazo para a solicitação da prorrogação da Licença à Gestante conforme orientações do Manual do Servidor > “Prorrogação da Licença à Gestante”.

3.10 Para a servidora que tomar posse após o nascimento da criança é cabível a concessão da Licença à Gestante devendo-se observar, contudo, na concessão da mencionada licença, o período que faltar ao complemento dos cento e vinte dias, a contar da data do parto.

3.11 É cabível a concessão da Licença à Gestante em qualquer hipótese de nascimento com vida da criança, ainda que esta venha a falecer horas após o parto.

 

4 Como solicitar:

4.1 A solicitação da licença deve ser feita através do SIGAC/SIGEPE, conforme orientações do Tutorial SIGEPE – Licença à Gestante e Prorrogação da Licença à Gestante (Anexo I).

4.2 Após gerar o documento no sistema, a servidora deverá anexar:

a) Certidão de Nascimento do(s) recém-nascido(s); ou

b) Certidão de Óbito, em se tratando de natimorto.

4.3 Todos os documentos anexados ao Requerimento devem ser assinados (eletronicamente) no SIGEPE, sendo de inteira responsabilidade da servidora a veracidade dos documentos apresentados.

 

5 Fundamentação legal:

a) Lei nº 8.112/90, de 11 de dezembro de 1990 (Servidores Públicos Federais);

b) Orientação normativa SRH nº 2, de 23 de fevereiro de 2011 (Férias e licença);

c) Orientação consultiva DENOR/SRH/MARE nº 035, de 1998 (Falecimento da criança após o parto);

d) Nota Informativa nº 419/2010/COGES/DENOP/SRH/MP, de 29 de julho de 2010 (Licença à Gestante à servidora que tomar posse após o nascimento da criança);

e) Nota Informativa nº 502/2013/CGNOR/DENOP/SEGEP/MP (Marco inicial da fruição e contagem das datas);

f) Nota Técnica nº 271/2009/COGES/DENOP/SRH/MP (Licença-maternidade às contratadas nos termos da Lei nº 8.745/1993).

g) Nota Informativa nº 502/2013/CGNOR/DENOP/SEGEP/MP (Marco inicial da fruição e contagem de licenças).

 

Dúvidas sobre esse assunto podem ser esclarecidas com a Divisão de Benefícios, Afastamentos e Licenças (DBAL) pelo e-mail suape.dbal@uffs.edu.br ou pelo telefone (49) 2049-3162.

 

Data do ato: Chapecó-SC, 07 de agosto de 2019.
Data de publicação: 14 de novembro de 2016.

Edivandro Luiz Tecchio
Pró-Reitor de Gestão de Pessoas