Pesquisa desenvolvida no Mestrado em Ambiente e Tecnologias Sustentáveis do Campus Cerro Largo é publicada em periódico internacional Qualis A1
A pesquisa fala de um tratamento alternativo para degradação e mineralização do fármaco ciprofloxacina

Assessoria de Comunicação do Campus Cerro Largo

Publicado em: 20 de abril de 2018 09h04min / Atualizado em: 20 de abril de 2018 11h04min

Um trabalho desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Ambiente e Tecnologias Sustentáveis (PPGATS) foi publicado em um periódico internacional de Qualis A1. O trabalho intitulado “Degradation of Ciprofloxacin by the Electrochemical Peroxidation process using stainless steel electrodes”, trata do desenvolvimento e aplicação de um processo de tratamento alternativo para degradação e mineralização do fármaco Ciprofloxacina, considerado pela comunidade acadêmica científica como um contaminante emergente e persistente no meio aquático. O artigo foi escrito pela discente do programa Francine Bueno, ingressante no mestrado em março de 2017, em conjunto com seu grupo de pesquisa.

Os resultados deste trabalho foram publicados nesta quarta-feira (18) no periódico Journal of Environmental Chemical Engineering, Qualis A1 na Ciências Ambientais, área de concentração do PPGATS. Mais informações sobre este artigo estão disponibilizadas no site.

O professor Fernando Borba, coordenador do mestrado destaca que "este processo de Peroxidação Eletroquímica pode ser considerado um sistema de tratamento complementar e contribuir na redução dos impactos negativos relacionados com a descarga de produtos farmacêuticos em corpos hídricos", afirma.

A acadêmica destaca que êxitos como este, na pesquisa, somente são possíveis quando se tem uma equipe de trabalho altamente comprometida e eficiente no desenvolvimento das atividades, e ressalta também a excelente estrutura física dos laboratórios e a disponibilidade dos recursos humanos que os gerenciam. Por fim, a discente agradece a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Cerro Largo e todo o corpo docente do PPGATS pela disponibilidade e ensinamentos prestados.

O Programa de Pós-graduação em Ambiente e Tecnologias Sustentáveis (PPGATS) conta com 41 discentes distribuídos nas linhas de pesquisa: 1) Qualidade Ambiental e 2) Desenvolvimento de Processos e Tecnologias.