Arte, gênero e inclusão serão temas de palestra na UFFS – Campus Erechim

Publicado em: 21 de agosto de 2013 13h08min / Atualizado em: 06 de janeiro de 2017 10h01min

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim recebe, no próximo sábado (24), a arte-educadora Marina Reidel que palestrará sobre o tema “Arte, Gênero e Inclusão: relato de experiências”. A palestra é gratuita e aberta ao público, e as inscrições poderão ser feitas na hora e local do evento.

 Segundo a produtora cultural da UFFS – Campus Erechim, Elisiane Quevedo, o objetivo da palestra é tratar da questão de gênero nas escolas e como a arte pode ser um instrumento para isso. “Marina é arte-educadora há mais de 20 anos e utiliza esta experiência para trabalhar questões de gênero e de inclusão de grupos minoritários no ambiente escolar se utilizando das aulas de arte como um veículo de troca de saberes e de transgressão”.

A palestra inicia às 13h30min, no auditório da UFFS, e é uma promoção do Programa Experimental Circulando – arte, cultura e movimento, da UFFS – Campus Erechim em parceria com o grupo Contraste – Coletivo LGBT.

Marina Reidel

Marina Reidel é professora de Educação Artística. Atualmente trabalha com temas de direitos humanos e diversidade sexual e gênero na Prefeitura Municipal de Canoas e como professora na Fundação Municipal de Artes de Montenegro (Fundarte). Na próxima sexta-feira (23) defende sua dissertação de mestrado em Educação pela Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS), o que a tornará a primeira transexual com título de mestre no Rio Grande do Sul. Em sua dissertação, Marina problematiza as trajetórias de cerca de 40 professoras transexuais, que atuam no ensino público no Brasil e explora os impactos educacionais da atuação das mesmas.

Em 2010, Marina foi premiada com o projeto “Diga não à Homofobia Escolar” no 1º Concurso de Educação e Diversidade Sexual promovido pela organização não governamental (ONG) internacional Aliança Global para Educação LGBT (GALE). Foi consultora do programa Diversidade Sexual da TV Escola, do Ministério da Educação, no ano de 2011. Tem participado de eventos que debatem gênero e sexualidade em diversos estados do Brasil.