Campus Erechim contribui com debate nacional sobre ensino de Arquitetura e Urbanismo

Publicado em: 29 de novembro de 2012 13h11min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 13h01min

Recentemente o curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim filiou-se à Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (Abea). Entre os dias 22 e 24 de novembro a coordenadora do curso, Daniella Reche, participou, representando a UFFS, da primeira atividade junto às entidades filiadas, a qual envolveu o 31º Encontro Nacional sobre Ensino de Arquitetura e Urbanismo (Ensea) e a 35ª Reunião do Conselho Superior da Abea (Cosu), realizados em São Paulo.

Conforme Daniella, é de extrema importância que o curso da UFFS, prestes a passar pelo processo de avaliação e reconhecimento junto ao Ministério da Educação (MEC) e que vive o período de ajuste e reconstrução de seu Plano Pedagógico, inicie, a partir desse evento, seu diálogo com as demais instituições associadas à Abea. “É nesse espaço que discussões importantes sobre o ensino de Arquitetura e Urbanismo entre as Universidades Brasileiras, o MEC e os Conselhos profissionais ocorrem”, informa.

O evento é realizado anualmente, com a participação de 99 universidades associadas, Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), MEC, docentes e discentes. O tema desta edição foi “Novos cenários para o ensino da arquitetura e urbanismo: atualizar, avaliar, acreditar”.

Segundo Daniella, dentro dessas perspectivas foram debatidas questões como a avaliação dos e nos cursos de Arquitetura e Urbanismo e a sugerida implementação de sistemas de acreditação, em âmbito nacional e internacional, podendo culminar na proposição de um selo de reconhecimento de qualidade.

Práticas pedagógicas

Outro aspecto que envolve a atividade promovida pela Abea é o espaço destinado à socialização de práticas pedagógicas entre as instituições associadas. De acordo com Daniella, nesse sentido o curso de Arquitetura e Urbanismo da UFFS – Campus Erechim tem questões importantes para enriquecer o debate. Conforme a coordenadora, trata-se de um curso em funcionamento em uma universidade nova, instalada em uma região historicamente desassistida de ensino superior federal e com um projeto pedagógico ajustado para absorver questões vinculadas à realidade regional, entre as quais a relação entre campo e cidade, arquitetura regional e assentamentos rurais.

Nesta edição do evento a UFFS apresentou um artigo sobre a experiência de implementação do canteiro experimental de Arquitetura na instituição, produzido pela coordenadora do curso, pela professora Nauíra Zanardo Zanin e pelos bolsistas que atuam no projeto.