Integração marca comemoração do aniversário da UFFS no Campus Erechim

Publicado em: 22 de setembro de 2012 13h09min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 12h01min

O terceiro aniversário da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) foi marcado, no Campus Erechim, pela integração com a comunidade. No final da tarde da última terça-feira (18) uma mateada reuniu servidores e estudantes no Acampamento Farroupilha, com o apoio da organização do evento. Representantes da instituição também distribuíram material informativo sobre a Universidade nos galpões das entidades e tradicionalistas.

O objetivo foi socializar dados sobre as ações da UFFS - Campus Erechim nesses três anos e também prestar contas à comunidade sobre o andamento do projeto de implantação. Para o coordenador administrativo, Dirceu Benincá, que acompanhou a visita aos galpões, “à medida em que a instituição vai se consolidando, através do ensino, da pesquisa e da extensão, também aprofunda a sua interação comunitária”. Antes do início do show, que integrou a programação do Acampamento, foi aberto espaço para uma homenagem à UFFS, além da exibição de um vídeo que ilustrou, com fotos, uma parcela da história construída ao longo dos últimos três anos.

A abertura da programação de aniversário, no Campus Erechim, aconteceu na primeira aula do curso de pós-graduação em Educação Integral, realizada no dia 14 de setembro. O diretor do Campus, Ilton Benoni da Silva, destacou a simbologia de se iniciar as atividades do aniversário no curso de especialização, tendo em vista que a Educação é um foco de preocupação institucional. A formação de professores tem espaço privilegiado, com cinco cursos de licenciatura em funcionamento na UFFS – Campus Erechim, além de uma série de atividades de ensino e extensão que visam proporcionar a formação continuada de profissionais que já atuam nas escolas públicas.

Acesso

A estudante do curso de Licenciatura em Ciências Sociais, Chaiane Ribeiro, foi a primeira a se matricular na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim. Quase três anos depois, ela diz que a Universidade representa uma vitória para um grande número de estudantes que não teria acesso ao ensino superior, ou encarraria mais dificuldades para alcançá-lo, se a instituição não tivesse sido implantada. “Educação com qualidade”, ressalta.

A jovem afirma que nesse período houve dificuldades, enfrentadas por toda a comunidade acadêmica, no entanto, considera que isso integra o processo de construção da Universidade. “Antes não se tinha nada, hoje Erechim é uma referência por dispor de ensino superior público”, comenta.

Números

Criada oficialmente em 15 de setembro de 2009, a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) possui cinco campi, localizados nas cidades de Laranjeiras do Sul e Realeza, no Paraná, Chapecó, em Santa Catarina, e Cerro Largo e Erechim, no Rio Grande do Sul. As aulas na instituição iniciaram em 29 de março de 2010.

No Campus Erechim funcionam os cursos de graduação em Arquitetura e Urbanismo, Agronomia, Engenharia Ambiental e Energias Renováveis, Filosofia, História, Geografia, Ciências Sociais e Pedagogia. Atualmente são 1.069 estudantes de graduação, aproximadamente 95% deles oriundos de escolas públicas.

Além disso, existem três cursos de pós-graduação em andamento: História da Ciência, Processos Pedagógicos na Educação Básica e Educação Integral. São mais 116 estudantes nestes três cursos.

Atualmente a Universidade funciona em um espaço locado junto ao Seminário Nossa Senhora de Fátima e na Escola Estadual Érico Veríssimo. No entanto, em 2013 a UFFS estará de casa nova. O campus definitivo está em construção em área localizada no quilômetro 72 da ERS-135. Uma visita às obras também estava programada para esta semana, no entanto, devido à chuva, foi transferida para uma nova data.