Pesquisadores e representantes de entidades trocam informações sobre patrimônio no Campus Erechim

Publicado em: 27 de junho de 2013 13h06min / Atualizado em: 06 de janeiro de 2017 09h01min

O programa de extensão “Erechim para Quem Quiser Ver, Discutir e Intervir”, por meio do projeto de extensão “Patrimônio Material e Imaterial: os cinemas de Erechim”, realizaram nessa quarta-feira (26) um encontro com representantes de entidades ligadas à preservação do patrimônio material e imaterial na região. O objetivo foi compartilhar as informações sobre os projetos de extensão desenvolvidos na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim e também as experiências e preocupações dos órgãos públicos e entidades convidadas.

Conforme um dos coordenadores do projeto de extensão “Patrimônio Material e Imaterial: os cinemas de Erechim”, o professor da UFFS – Campus Erechim, Paulo Muller, a proposta do projeto é discutir as questões relativas ao patrimônio a partir da história das salas de cinema do município. “Estamos tentando trazer à tona essa discussão sobre patrimônio por meio de diferentes visões disciplinares: pela História, pela Arquitetura, pela Antropologia, pela Geografia”, explicou Muller.

De acordo com ele, o objetivo desse momento de interação com a comunidade externa foi de estreitar os laços da Universidade com os segmentos que discutem e trabalham com a preservação do patrimônio na região, de modo a compartilhar experiências e informações que possam colaborar com as respectivas iniciativas. “A intenção é que a partir daqui consigamos construir, ou pelo menos afinar algumas ideias para quem sabe pensar em projetos conjuntos, em possibilidades de parcerias”, explicou Muller.

A professora da UFFS – Campus Erechim, Josicler Alberton, que também coordena o projeto de extensão, destacou a relevância dessa colaboração mútua entre Universidade e comunidade por meio de ações de extensão, pesquisa e ensino, já que o projeto acaba  desdobrando-se nessas diferentes esferas. Interessados no projeto podem entrar em contato pelo e-mail patrimonio.mi@gmail.com.

Participaram do encontro professores e estudantes dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciências Sociais, Agronomia, História e Geografia da UFFS – Campus Erechim; arquitetos; representantes da Secretaria de Cultura Esporte e Turismo e do Arquivo Histórico de Erechim; representante da Associação Amigos da Ferrovia de Marcelino Ramos; e da prefeitura de Gaurama.

Programa

Além desse projeto, outros quatro integram o programa de extensão “Erechim para Quem Quiser Ver, Intervir e Discutir”. São eles: Café com Memória; Arquitetura Discutida e Vivida: experimentações entre o teórico e o real – Grupo Viver AU; Curso Gestão Urbana e Formulação, Implementação e Avaliação de Políticas Públicas; e Erechim para Quem Quiser Ver, Intervir e Discutir: democratizando o acesso às informações socioambientais da cidade.