UFFS – Campus Erechim promove atividades socioculturais e educativas

Publicado em: 25 de abril de 2012 13h04min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 11h01min

Os acadêmicos da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim têm a oportunidade de ampliar os significados e as perspectivas de suas experiências universitárias.

 Trata-se do Projeto de Intervenção Socioeducativo, promovido pelo Setor de Assuntos Estudantis (SAE) da instituição, e que tem como objetivo aprimorar os processos de aprendizagem, oferecendo oportunidades de construção e desenvolvimento de habilidades, através da promoção de atividades socioculturais e educativas.

O projeto reforça as ações de assistência estudantil contempladas no Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) através de atividades que buscam: a integração dos estudantes com a vida universitária e o ambiente acadêmico, incentivar práticas esportivas e hábitos de vida saudáveis e valorizar a cultura e as diversas manifestações artísticas. Segundo a chefe do serviço especial de assuntos estudantis da UFFS – Campus Erechim, Andrea Schneider, o projeto está previsto para ocorrer durante todo ano de 2012 e promoverá espaços de construção de conhecimento e de socialização de experiências através de um roteiro que inclui oficinas de fotografia, LIBRAS, customização, xadrez, separação de lixo doméstico, caminhada, ciclismo, orientação nutricional e sobre doação de sangue, além de teatro, dança e literatura, entre outros.

Andrea ainda destaca que a promoção de atividades socioculturais e educativas são de extrema importância, pois envolvem e comprometem o estudante com seu processo de aprendizagem e com a responsabilidade social que assume ao ingressar em uma universidade pública. “Desta forma, o desenvolvimento do projeto faz parte de uma iniciativa mais ampla que busca tornar o ensino universitário comprometido e não dissociado da integração acadêmica, científica e social do estudante, incentivando-o ao exercício pleno da cidadania, explicou Andrea.

Além da colaboração de professores da própria UFFS, o projeto ainda tem como parceiros o Serviço Social do Comércio (SESC Erechim), Mesa Brasil, Banco de Sangue de Erechim, Secretaria Municipal de Saúde, Elo Verde e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS – Campus Erechim).