Matriz Curricular

Grade/Matriz Curricular

Planos de Ensino

Planos de Ensino Homologados

Matriz Curricular

COMPONENTES

CH

CRÉDITOS

EMENTA

 

O,E,OL

Agroecologia

45

3

Origem e desenvolvimento da agricultura e a modificação dos ecossistemas naturais. Agricultura e crise ambiental e social. Agroecologia: conceitos e princípios. O papel da biodiversidade nos agroecossistemas. As dinâmicas socioeconômincas em agroecologia. Fluxos em agroecossistemas. Regulamentação da Agroecologia e Agricultura Orgânica no Brasil.

Obrigatória

Desenvolvimento rural sustentável

45

3

O debate "crescimento versus desenvolvimento e questão ambiental". Origens, metamorfoses e o debate contemporâneo sobre o desenvolvimento. Desenvolvimento Sustentável e suas críticas. Teoria social, capitalismo e agricultura familiar. Teoria do campesinato. O debate brasileiro sobre agricultura familiar: formas de organização, diversificação, pluriatividade e multifuncionalidade. Os atores do desenvolvimento rural. Políticas públicas para o desenvolvimento rural.

Obrigatória

Metodologia e epistemologia da ciência

30

2

Introdução à filosofia da Ciência, metodologia e métodos. Aspectos epistemológicos em ciência. A construção do conhecimento científico. Problematização, hipóteses e objetivos da pesquisa em agroecologia e desenvolvimento rural sustentável numa abordagem interdisciplinar. Introdução aos métodos de pesquisa e formas de interpretação científica da realidade das ciências da natureza e das ciências da sociedade. Normas técnicas da produção científica.

Obrigatória

Oficinas de prática interdisciplinar I

30

2

Formação de equipes interdisciplinares e elaboração de planejamento comum de estudo. Discussão inicial sobre as possibilidades de delimitação de um objeto de pesquisa em comum. Leitura de materiais bibliográficos e documentais sobre a região mais ampla de interesse e trabalho coletivo sobre estes materiais. Definição de questões preliminares para a turma como um todo. Estudos teóricos para definição de um quadro conceitual comum. Elaboração de uma grade de orientação para levantamento de dados visando a caracterização dos locais de estudo. Análise e avaliação interdisciplinar de espaços comuns de pesquisa.

Obrigatória

Oficinas de prática interdisciplinar II

30

2

Realização da pesquisa preliminar de dados a partir da grade de orientação em comum. Discussão e definição dos problemas de pesquisa de cada mestrando. Elaboração dos projetos de dissertação e discussão dos mesmos com a presença dos docentes envolvidos com a turma; apresentação e discussão dos projetos com suas interfaces interdisciplinares. Pré-qualificação dos projetos individuais de pesquisa.

Obrigatória

Aquicultura agroecológica

45

3

Sistemas de produção aquícola agroecológicos. Nutrição e alimentação de organismos aquáticos em sistema agroecológico. Inovações tecnológicas. Normas nacionais e internacionais de certificação orgânica para aquicultura. Plano de manejo. Transição agroecológica.

Eletiva

Economia solidária agroecológica

45

3

O surgimento da economia solidária como forma de resistência ao avanço do capitalismo no campo; formas de cooperação na agricultura agroecológica; potencialidades e contradições da economia solidária agroecológica frente aos conglomerados capitalistas agrícolas e à economia capitalista verde; a economia solidária como condição para a construção de um modelo sustentável de desenvolvimento rural que tenha como base a agroecologia; sociabilidades e conflitos nos processos de construção da economia solidária agroecológica; mercados alternativos e a economias solidária agroecológica; políticas públicas e o estí mulo à construção de práticas de economia solidária e agroecologia no campo brasileiro.

Eletiva

História ambiental

45

3

Diferentes processos históricos de intervenção humana sobre o ambiente;influências do meio natural sobre as sociedades humanas em diferentes contextos históricos e ecológicos, tendo em vista as possibilidades comparativas entre distintas configurações histórico-ecológicas Formas de pratica agrícola a agricultura e as políticas agrícolas envolvidas. Papel das práticas e políticas nas transformações ambientais. Formas de interpretação do meio ambiente (pensamento social, político e cultural), o Variáveis ecológicas no entendimento dos processos históricos.

Eletiva

Aspectos sociais, econômicos e ambientais da sustentabilidade em agroecossistemas

45

3

A questão socioambiental vista como objeto de investigação interdisciplinar e como problema social. Princípios e correntes de socioeconomia do desenvolvimento e suas discussões sobre a sustentabilidade.

Organização social e econômica da produção agroecológica e convencional nos agroecossistemas e contradições com a perspectiva de um desenvolvimento rural sustentável. indicadores de sustentabilidade em agroecossistemas. Viabilidade socioeconômica de agroecossistemas nas perspectivas convencional e agroecológica.

Eletiva

Soberania, segurança alimentar e políticas públicas

45

3

O processo de desconexão da cadeia de abastecimento alimentar, a sua complexificação e seu domínio pela distribuição e por grandes impérios alimentares. As diversas crises e fraturas do modelo produtivista referentes à saúde pública, ao meio ambiente e à sociedade. As tendências sociais contestadoras como a criação, operação e desenvolvimento de cadeias curtas de abastecimento e sua imersão em valores e práticas sociais específicas; o papel do consumo e do consumidor no direcionamento das cadeias de abastecimento e no desenho de novas relações e modelos agroalimentares. A escala local e o envolvimento da cultura, do território, da agroecologia e de outros atributos na distinção e qualificação dos alimentos em contraponto aos produtos padronizados e de escala global. O papel e a influência do Estado e das políticas públicas na determinação dos modelos agroalimentares. As políticas de Segurança e Soberania Alimentar e Nutricional e as diferentes posturas do Estado em relação ao enfrentamento das desigualdades de renda e aos problemas nutricionais, sociais e ambientais. Direito Humano à Alimentação Adequada. Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN. Conselhos de Segurança Alimentar. Programa de Aquisição de Alimentos – Programa de Alimentação Escolar.

Eletiva

Comportamento de plantas sob estresse biótico e abiótica em agroecossistemas

45

3

Definição de estresses bióticos e abióticos. Água e estresse hídrico. Temperatura, estresse e choques térmicos. Energia radiante. Deficiência de oxigênio. Estresse salino. Mecanismos de adaptação e resistência.

Eletiva

Sanidade vegetal e plantas biotaivas em agroecossistemas

45

3

Principais conceitos. principais agentes que afetam a sanidade vegetal. Princípios gerais de controle. Integração dos diversos métodos de controle e práticas culturais. Controle biológico de pragas e doenças. Métodos físicos e culturais para prevenção e controle de fitófagos e patógenos. Métodos alternativos em proteção de plantas. Indução de resistência em plantas. Papel da biodiversidade na proteção de plantas. Identificação e importância de plantas bioativas em agroecossistemas. Potencial de utilização de plantas bioativas no redesenho de agroecossistemas. Metabólitos secundários de interesse. Derivados de plantas bioativas no controle alternativo de pragas e doenças de plantas. Aspectos ambientais, sociais e econômicos do manejo ecológico fitossanitário em agroecossistemas sustentáveis.

 

Sistemas Agrossilvipastoris

45

3

Principais conceitos em sistemas agrossilvipastoris. Integração dos sistemas de produção. Ecologia de sistemas agrossilvipastoris. Ciclagem de nutrientes. Redesenho de agroecossistemas sustentáveis. Interação entre agroecossistemas e ecossistemas naturais. Interação entre agroecossistemas animais e de produção vegetal. Práticas de manejo vegetal. Manejo e conservação da variabilidade genética. Práticas de manejo animal. Espécies de múltiplos propósitos. Aspectos técnicos, sociais e econômicos.

Eletiva

Manejo Ecológico de Solo, e Fertilidade dos Sistemas

45

3

Funções do solo nos agroecossistemas. Caracterização física, química e biológica dos solos. Fluxos de matéria e energia no solo. Interações físicas, químicas e biológicas e a fertilidade do solo. Fertilidade do sistema. Processos de degradação do solo. Impactos ambientais (e sociais) do uso e manejo do solo. Manejo, conservação e recuperação de solos. Classificação de solos como ferramenta para o manejo agroecológico. Sustentabilidade do sistema de produção com relação ao subsistema solo.

Eletiva

Economia Política da Natureza

45

3

Ética e economia. Economia (neo) clássica e os fatores de produção (in) esgotáveis. O debate crescimento versus desenvolvimento e o ambiente. Economia dos recursos naturais. Economia ambiental. O aparato institucionalista e a emergência dos estudos multidisciplinares: a economia ecológica e a emergência dos estudos territoriais. Estudos de caso.

Eletiva

Tópicos especiais

45

3

Objetiva tratar de temas correlatos com a proposta do curso provenientes tanto de atividades de intercâmbio como de cooperação do curso que possibilitam ampliar os temas a serem abordados, quanto a possíveis demandas de pesquisa ou áreas de interesse dos acadêmicos ingressantes. São possíveis temas: saneamento rural; tecnologias sociais para gestão da água; bioindicadores de qualidade de água; educação do campo; abordagem sistêmica; empreendimentos agroalimentares; certificação participativa; resiliência em agroecossistemas às mudanças climáticas; indicadores de sustentabilidade em agroecossistema; entre outros. O programa será aprovado pelo Colegiado do curso sempre que for oferecida a disciplina.

Eletiva