Campus Laranjeiras do Sul: Curso de Ciências Econômicas realiza II Semana Acadêmica

Publicado em: 23 de outubro de 2014 08h10min / Atualizado em: 19 de janeiro de 2017 08h01min

Iniciou na última segunda-feira (20) e segue até sexta-feira (24) a “II Semana Acadêmica do Curso de Ciências Econômicas” da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul. Participam do evento acadêmicos, servidores e pessoas da comunidade externa. As atividades estão sendo realizadas no Cine Teatro Iguassu e no Bloco A do Campus e incluem palestras, minicursos e apresentações culturais.

A palestra de abertura tratou sobre o tema “Análise conjuntural: entendendo a economia brasileira além da leitura de jornal e das tendências estatísticas”, apresentado pelo professor Dr. Paulo Rogério Alves Brene. Na noite de terça-feira (21) foi abordada a inserção dos acadêmicos em espaços de extensão: “Empresa Junior e Incubadora”. Nessa atividade representantes da “Empresa Junior Sem Fronteiras da UFFS – Campus Chapecó” e do “Movimento Brasil Junior” participaram compartilhando suas experiências com os acadêmicos.

Na quarta-feira (22), a palestrante foi a jornalista Rosa Freire d'Aguiar Furtado, viúva de Celso Furtado, que falou sobre a contribuição dele para o desenvolvimento brasileiro e sobre a atualidade de seu pensamento. Para ela, “Celso é muito atual por pelo menos 3 razões: primeira por ter se tornado um clássico ao interpretar a formação econômica do Brasil, tema de seu livro mais conhecido; segunda, por teorizar sobre o desenvolvimento e subdesenvolvimento; e a terceira, pela riqueza de sua obra”.

A palestrante destacou que “o maior legado de Celso para o desenvolvimento brasileiro é a teorização a respeito do desenvolvimento, desmistificando a premissa de que para um país tornar-se desenvolvido deveria necessariamente passar pela etapa do subdesenvolvimento. E hoje está provado que isso não acontece, pois o subdesenvolvimento de certa forma sempre acompanha o desenvolvimento. Não é uma etapa pela qual tenham passado necessariamente os países desenvolvidos. Foi isso que Celso percebeu há aproximadamente 50 anos”. Rosa observa que “ele não foi só um teórico, ele tentou aplicar a teoria na prática quando foi Ministro de Planejamento e quando criou a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Ele foi um homem de ação”.

Na noite desta quinta-feira (23) a atividade é voltada para os acadêmicos, com a oferta de minicursos. Já na sexta-feira será realizada uma palestra no Cine Teatro Iguassu sobre o tema “A inflação e os 20 anos do plano real”, tendo como ministrante o professor Dr. Lucas Lautert Dezordi.


Participação:

As palestras de sexta-feira (24) serão abertas à comunidade, e a entrada é franca. Os interessados em participar podem efetivar a inscrição na hora e no local do evento, preenchendo a lista de presença que estará disponível no local.