Movimento contra o uso de agrotóxicos acontece no Campus de Laranjeiras do Sul

Publicado em: 05 de dezembro de 2014 08h12min / Atualizado em: 19 de janeiro de 2017 08h01min

O grupo PET – Políticas Públicas e Agroecologia da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Laranjeiras do Sul, realizou, em parceria com o Centro de Desenvolvimento Sustentável e Capacitação em Agroecologia (CEAGRO) e com a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, o movimento contra o uso de agrotóxicos, nos dias 3 e 4 de dezembro, no Bloco A, nas escolas e no comércio de Laranjeiras do Sul.

A data de 3 de dezembro foi escolhida em decorrência de um vazamento de gases tóxicos na Índia, que levou 30 mil pessoas à morte e deixou outras 150 mil com doenças crônicas degenerativas.

Segundo a acadêmica de Agronomia, Elisandra de Oliveira Franco, do grupo PET, “o evento tem o objetivo de conscientizar a comunidade de Laranjeiras do Sul sobre os problemas de saúde que os agrotóxicos causam, bem como divulgar a feira agroecológica que ocorre na cidade, incentivando o consumo de alimentos advindos dos pequenos produtores da região, sem o uso de agrotóxicos, sem contaminar a terra e os rios.”

Conforme o professor Diego dos Santos, colaborador do Grupo PET, “desde 2012 o grupo vem trabalhando junto com o CEAGRO e a Campanha Permanente contra os agrotóxicos e pela vida, e neste ano, para marcar a data, além da exposição que ocorreu no Bloco A da UFFS, houve distribuição de panfletos nos restaurantes, nas praças e no comércio em geral, além de divulgação nas rádios locais sobre a importância do problema. Aproveitamos também para entregar a premiação do concurso de desenhos da campanha nas escolas da região”.

Durante o evento foram veiculados cartilhas informativas, vídeos e banners sobre os danos causados pelo uso de agrotóxicos.