PIBID Diversidade do Campus Laranjeiras do Sul possibilita formação e prática docente aos estudantes

Publicado em: 19 de novembro de 2015 08h11min / Atualizado em: 18 de janeiro de 2017 13h01min

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) mantém no Campus Laranjeiras do Sul o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para a Diversidade – PIBID Diversidade, o qual possibilita, aos estudantes do curso de graduação Interdisciplinar em Educação do Campo – Licenciatura, a inserção em escolas da região visando o desenvolvimento de atividades didático-pedagógicas. Os alunos vinculados ao programa recebem bolsas para que desenvolvam atividades didático-pedagógicas em escolas de educação básica indígenas e do campo (incluídas as escolas quilombolas, extrativistas e ribeirinhas).

No Campus Laranjeiras do Sul atualmente existe um subprojeto, voltado para as áreas das Ciências Naturais e Matemática e de Ciências Agrárias, no qual participam 60 estudantes. Conforme o coordenador institucional, Cristiano Durat, “o programa atende escolas localizadas no campo, escolas de assentamentos, acampamentos, casas familiares rurais, escolas do campo e indígenas”.

O coordenador destaca que “o PIBID Diversidade oportuniza aos licenciandos a criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar, buscando a superação de problemas identificados no processo de ensino e aprendizagem. Além disso, pretende garantir o envolvimento das escolas públicas de educação básica de comunidades indígenas e do campo no processo de formação inicial para o magistério e contribuir para a inserção dos estudantes de licenciatura na cultura escolar do magistério por meio da apropriação e da reflexão sobre instrumentos, saberes e peculiaridades do trabalho docente e, ainda, fortalecer as escolas por meio da reflexão crítica das atividades didático-pedagógicas, produzidas nos ambientes escolares e relacionadas às particularidades de cada comunidade ou região”.

Durat salienta, ainda, que as atividades dos acadêmicos bolsistas são orientadas por professores supervisores que atuam nas escolas. “O bolsista de iniciação à docência não assume a sala de aula ou exerce qualquer atividade sozinho, essa responsabilidade é exclusiva do professor da disciplina. Os bolsistas estão em processo de formação para a docência e o seu compromisso é conhecer a dinâmica da escola, conhecer todos os espaços e as atividades, aulas, oficinas, conselhos, reuniões, organização pedagógica, relação com a comunidade, festividades e comemorações e vínculo com movimentos e organizações”, finaliza Durat.

A acadêmica Helida Santi Pereira considera que o PIBID Diversidade contribui sobremaneira para a formação do futuro professor. A estudante relata que “o PIBID está sendo fundamental para a preparação profissional. É um programa que proporciona o contato e a inserção nas escolas e isso contribui muito para a formação, pois possibilita aos estudantes a percepção e a vivência de diversas situações que poderão ser enfrentadas durante a atuação profissional. Essa experiência nos prepara, dá segurança e confiança para a atuação profissional. Considero o PIBID essencial para a formação do professor, os alunos que participam dos projetos incrementam sua formação acadêmica e profissional e possibilita relacionar a teoria com a prática”.


Coordenação e Supervisão do PIBID Diversidade

Coordenador Institucional: Cristiano Durat

Coordenadores de áreas:
Biologia – Ricardo Yamazaki
Física – Wanderson Wanzeller
Matemática – Cladir Zanotelli

Professores supervisores bolsistas (docentes da rede pública de ensino estadual que atuam nas escolas parceiras:

Adriana Degrandis
Supervisora Ciências

Colégio Estadual do Campo Joany Guilherme de Lima E.F.M. – Passo Liso – Laranjeiras do Sul-PR

Sandra Helena Zys Algeri
Supervisora Matemática

Colégio Estadual do Campo Joaquim Nasario Ribeiro E.F.M. – Campo do Bugre – Rio Bonito do Iguaçu-PR

Ana Paula Bazia
Supervisora Ciências

Colégio Estadual Indígena Prof. Candoca T. Fidêncio E.I.F.M. – Comunidade Trevo – Nova Laranjeiras-PR

Edinei da Trindade Bucher
Supervisor Física

Colégio Estadual Ludovica Safraider - Atuação na Casa Familiar Rural E.F.M. – Rio Bonito do Iguaçu-PR

Elisangela Gomes Ferreira
Supervisor Ciências

Colégio Estadual Do Campo Ireno Alves dos Santos E.F.M. – Assentamento Ireno Alves dos Santos – Comunidade Arapongas – Rio Bonito do Iguaçu-PR

Lenir Salette Zanotto
Supervisora Biologia

Colégio Estadual Ludovica Safraider - Atuação na Casa Familiar Rural E.F.M. - Rio Bonito do Iguaçu-PR

Maurício Cabral Osciany
Supervisor Biologia

Colégio Estadual Do Campo Joaquim Nasario Ribeiro E.F.M. – Campo do Bugre – Rio Bonito do Iguaçu-PR

Soniamar Lara Lima
Supervisora Ciências

Colégio Estadual do Campo Ireno Alves dos Santos – Assentamento 1º de Maio – Comunidade Arapongas – Rio Bonito do Iguaçu-PR

Sandra Mânica Dalmolin
Supervisora Matemática

Colégio Estadual do Campo Joany Guilherme de Lima E.F.M. – Passo Liso – Laranjeiras do Sul-PR

Valeria Santi
Supervisora Ciências

Colégio Estadual do Campo José Alves dos Santos C.E.C. – EFM – Assentamento Ireno Alves dos Santos – SEDE – Rio Bonito do Iguaçu-PR