Campus Passo Fundo instala o Conselho de Campus

Publicado em: 30 de abril de 2015 15h04min / Atualizado em: 11 de janeiro de 2017 08h01min

Nesta quarta-feira, dia 29, o Campus Passo Fundo cumpriu mais uma etapa importante para sua consolidação. Foi instalado o Conselho de Campus, com sua primeira composição.

De acordo com o Estatuto da UFFS, o Conselho de Campus é órgão consultivo e deliberativo no âmbito do Campus Universitário. Compõem o Conselho: diretor do Campus; coordenador acadêmico; coordenador administrativo; coordenadores de cursos de Graduação e Pós-Graduação; representantes dos técnicos-administrativos, docentes e discentes eleitos pelos seus pares; e representantes da comunidade regional.

Durante a 1ª sessão do Conselho foram empossados 12 representantes docentes, dois representantes do corpo técnico-administrativo, dois representantes do corpo discente e dois representantes da comunidade regional, escolhidos por seus pares para o período de dois anos (2015 a 2017).

O tema central da primeira reunião foi a análise e construção do Regimento Interno do Conselho de Campus.

A docente Renata Moraes Bielemann foi eleita como conselheira e, para ela, esse “é um marco para o planejamento administrativo e de ensino do Campus.” O coordenador acadêmico, Rafael Kremer, é membro nato do Conselho de Campus e afirma: “esse é um espaço de discussão das políticas que norteiam a filosofia da UFFS, bem como colaborará no aperfeiçoamento do processo educativo, auxiliando na decisão e execução das políticas de ensino, pesquisa, extensão. Nesse momento, com o crescimento do número de servidores, finalmente há possibilidade real de darmos esse importante passo em busca da maturidade do Campus”.

Raoli Scheidemantel Wagner, estudante que ingressou na primeira turma do curso de Medicina e eleito como representante para o Conselho, destaca que a presença discente em espaços deliberativos. “Essa participação é complementar na formação acadêmica e de muita importância na construção conjunta de uma Universidade que tem uma proposta diferenciada nesta formação, como é o caso da UFFS”.