Campus Realeza: parceria entre UFFS e Unicentro viabiliza criação do Jogo Literacards

Publicado em: 06 de julho de 2016 09h07min / Atualizado em: 11 de janeiro de 2017 10h01min

Um jogo de cartas que estimula a leitura de obras clássicas da literatura brasileira. Este material foi criado pelos participantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) Letras-Português da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Realeza, em parceria com a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). O lançamento oficial do Jogo Literacards foi realizado na noite desta terça-feira (05), com a presença da comunidade acadêmica e de ambos os reitores das instituições.

O Literacards é formado por 105 cartas, que compõem cinco baralhos distintos. Cada grupo apresenta os personagens de romances consagrados escritos por José de Alencar, Machado de Assis, Graciliano Ramos, Jorge Amado e Clarice Lispector. Aos personagens, foram atribuídos valores que variam de um a 10, divididos nas categorias: importância, simbologia, astúcia, evolução e relacionamento. As cartas também trazem uma pequena descrição do personagem, assim como uma ilustração.

O trabalho de composição do jogo iniciou em 2015, quando os 27 bolsistas do Pibid Letras-Português da UFFS abordavam as obras literárias em cinco escolas, nas cidades de Realeza e Santa Izabel do Oeste. "A ideia do jogo surgiu da necessidade de elaborar estratégias de leitura que extrapolassem a sala de aula. O Literacards acaba por fomentar um envolvimento com os personagens dos romances e com os autores, incentivando a descoberta de novos romances, a redescoberta dos romances já lidos e as conexões imprevistas entre os personagens", destacou o coordenador do projeto, professor Saulo Gomes Thimoteo.

Para o reitor da UFFS, Jaime Giolo, o Literacards pode estimular os estudantes a criarem mais intimidade com os personagens e os autores brasileiros. "É um jogo que possui um caráter formativo bastante interessante, pois traz uma estética do momento, o que atrai as crianças e os adolescentes. Isso pode despertar o interesse pela leitura dos livros trabalhados no jogo, como também de novos livros", afirmou.

A diagramação, a finalização e a impressão do Literacards foi viabilizada pela Unicentro, por meio de uma parceria. "Para nós, é uma satisfação fazer parte deste projeto, pois se trata de uma inovação muito importante na área do Ensino. Precisamos cada vez mais ressignificar a educação e torná-la mais atrativa. É necessário criar novas formas para que a educação se torne mais instigante, interessante e  possa competir com a atratividade das mídias disponíveis. Esse é o desafio que todo educador precisa ter", salientou o reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona.

Ao todo, foram impressos 130 exemplares do Literacards, os quais serão distribuídos às escolas participantes do projeto, às bibliotecas da UFFS e à Unicentro e aos bolsistas e professores participantes do Pibid Letras-Português.