Campus Realeza: rodas de conversa estimulam debate sobre temas da docência

Publicado em: 10 de maio de 2016 09h05min / Atualizado em: 11 de janeiro de 2017 09h01min

Como aprendemos? Como ensinamos? Essas são algumas inquietudes que estão sendo trabalhadas no Projeto de Extensão "A potencialidade da formação acadêmico-profissional na formação dos professores nos diversos espaços e tempos da docência" da UFFS – Campus Realeza. Desenvolvido em conjunto com os professores da Educação Básica, o projeto busca formar rodas de conversa, o que permite debater a respeito da atividade docente e encontrar respostas na própria experiência dos participantes.

 

Os debates foram realizados no espaço da Universidade, bem como nos Colégios Estaduais Doze de Novembro e Dom Carlos Eduardo, em Realeza. Entre as temáticas debatidas, estão o sentimento de pertencimento à docência, o como estamos aprendendo e a importância de educar pela pesquisa. Ao final dos encontros, os participantes elaboram narrativas relatando essa experiência do processo de ensinar e de aprender.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Jackson Luís Martins Cacciamani, a intenção é construir um livro a partir das narrativas. "Um dos temas que trabalhamos foi a respeito dos professores inesquecíveis que tivemos, tanto no aspecto positivo, quanto negativo. Quais foram os professores que nos marcaram e como isso influencia na nossa formação e atuação docente. Queremos que esses relatos sejam discutidos na formação de professores, seja no ambiente universitário ou escolar", explicou.

Para a pedagoga do Colégio Estadual Dom Carlos Eduardo, Bernardete Gorette Kuijawa, todo o debate sobre o processo de aprendizagem é importante. "Isso aproxima a Universidade da realidade da escola pública. Além disso, o debate é importante para o desenvolvimento de novas percepções sobre as temáticas da docência", enfatizou.

O Projeto de Extensão foi criado a partir do Grupo de Pesquisa em Educação em Ciências Naturais (GPECieN). "Nossa intenção é, futuramente, transformarmos esse projeto num programa de Extensão voltado à formação de professores, integrando a escola e a universidade", comentou Cacciamani.

Também são colaboradores do projeto os professores Ronaldo Aurélio Gimenez Garcia, Almir Paulo dos Santos, Sandra Maria Wirzbicki, Flávia Caroline Bedin, Gisele Louro Peres, as técnicas-administrativas em educação Andréia Florêncio Eduardo e Edinéia Sartori Schmitz, e como bolsista a acadêmica de Química Priscila Paola Dario.