Assinatura de termo de posse tem significado institucional

Publicado em: 08 de novembro de 2010 09h11min / Atualizado em: 20 de março de 2017 10h03min

Compartilhar página Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twistter Compartilhar via Google Plus

Cerimônia na manhã de quinta-feira 04, no Auditório do campus-sede da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), representou mais um passo na direção de solidificar a parceria entre a Universidade, a Prefeitura Municipal de Chapecó e o empresário local Nilso Folle, além de significar um momento decisivo na vida institucional da universidade. O principal evento da programação foi a assinatura do termo de doação da área de 916.000 metros quadrados da Prefeitura Municipal para a UFFS.

Representaram as partes envolvidas o vice-reitor da UFFS, Jaime Giolo, o prefeito municipal de Chapecó, José Cláudio Caramori, o presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó, Valdemir Stobe, a representante do 2º Tabelionato de Chapecó, Ana Crisitina de Almeida, o empresário Nilso Folle, empresário que doou a área para instalação do campus. O processo teve início ainda no mês de agosto, com a aprovação da Lei Complementar nº 416 pela Câmara de Vereadores de Chapecó, a qual tratava do recebimento do terrreno pelo Município para futura doação à UFFS.

O vice-reitor da UFFS, Jaime Giolo, fez referência à doação da área pelo empresário Nilso Folle como sendo “um ato que vai muito além de sua repercussão social e que marca o estreitamento das relações com os diversos setores da comunidade que estão engajadas neste projeto”. Ainda conforme Giolo, “a nossa intenção é construir uma grande universidade e influenciar positivamente a vida de muitas famílias e o destino das regiões onde a UFFS está instalada”. José Caramori fez questão de salientar que “muitas mãos contribuíram para a concretização daquele momento. Investimentos desse porte mudam a trajetória de uma cidade, de uma região”.

Em seguida o prefeito de Chapecó falou a respeito das obras que serão necessárias naquela região da cidade. “Todos os investimentos na região da grande Efapi tem como mote hoje a instalação da UFFS. Entre os desafios do município estão a viabilização de vias de acesso alternativas ao campus e a pavimentação da via de acesso, que tem custo estimado em 4 milhões de reais”. Depois da assinatura do documento, os presentes rumaram até o terreno onde estão sendo construídos os prédios do campus definitivo da UFFS em Chapecó.