Bolsas colaboram para formação acadêmica do estudante na Universidade

Publicado em: 23 de abril de 2015 09h04min / Atualizado em: 10 de janeiro de 2017 16h01min

A cada início de ano letivo, a UFFS lança vários editais para submissão de projetos e inscrição de estudantes bolsistas para participação nesses projetos. Nos primeiros meses de 2015, a UFFS já disponibilizou sete editais neste formato, com inscrições encerradas ou em andamento. Envolvendo atividades de Iniciação Científica foram os editais Nº 281/UFFS/2015 (Iniciação Científica), Nº 294/UFFS/2015 (Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação), Nº 296/UFFS/2015 (Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio). Existem ainda os editais Nº 317/UFFS/2015 (Bolsa de Iniciação Científica) e Nº 340/UFFS/2015 (Bolsa de Inovação Tecnológica e de Inovação), com recursos provenientes da agência de fomento Fapergs. Para esses editais, foram ofertadas 202 bolsas.

 Neste ano também foram ofertadas 110 bolsas de extensão (Edital Nº 287/UFFS/2015) e 70 bolsas de cultura (Edital Nº 318/UFFS/2015) para estudantes de graduação, em editais lançados pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC). Do ponto de vista da formação dos estudantes, o pró-reitor de Extensão e Cultura, Geraldo Ceni Coelho, diz que “é uma oportunidade importante porque é uma forma de os estudantes entrarem em contato com a realidade profissional, com as formas de atuação no cotidiano da profissão. Por isso, as atividades desenvolvidas nos projetos de extensão aprovados para execução normalmente têm uma vinculação forte com os cursos ofertados pela Instituição”.

Em relação aos projetos vinculados à cultura, o pró-reitor afirma que são atividades que apresentam algumas peculiaridades, como dinamizar e mobilizar a comunidade acadêmica e a comunidade regional para envolvimento em todas as áreas das artes. “O foco desses projetos é, ao mesmo tempo, trazer alternativas culturais para a vida acadêmica dos estudantes e servidores e também propor oportunidades de formação e aprendizado para os envolvidos.”

Conforme o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Joviles Trevisol, na UFFS os programas de incentivo à iniciação científica vêm sendo apoiados desde 2010, quando foi lançado o primeiro edital. “A Política de Pesquisa da UFFS, aprovada em 2013 pela Resolução 005/2013-CPPG/CONSUNI instituiu o Programa de Iniciação Científica e Tecnológica (PRO-ICT), cuja finalidade principal é iniciar os estudantes na prática da pesquisa científica, do desenvolvimento tecnológico e da inovação, enquanto instrumentos de produção do conhecimento e de formação intelectual e para a cidadania, promovendo o desenvolvimento do pensamento investigativo, crítico e inovador”, informa Trevisol.

Para o pró-reitor, a participação em projetos de iniciação científica “é uma oportunidade de grande importância, que fortalece a formação que os estudantes recebem em sala de aula e ampliam os horizontes. O envolvimento em atividades de pesquisa produz um grande diferencial na formação dos estudantes. Nos últimos anos, a iniciação científica foi ampliada, envolvendo inclusive o Ensino Médio”.

Inscrições abertas

Alguns editais ainda estão abertos para submissão de projetos e inscrições de estudantes bolsistas. Para os editais Nº 281/UFFS/2015 (Iniciação Científica) e Nº 294/UFFS/2015 (Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação), o período de inscrição segue até o dia 30 de abril. Já as inscrições para o edital Nº 296/UFFS/2015 (Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio) vão até o dia 7 de maio, e para os editais Nº 317/UFFS/2015 (Bolsa de Iniciação Científica) e Nº 340 (Bolsa de Inovação Tecnológica e de Inovação) o período é até o dia 8 de maio.