Conferência discute temas para construção da Política de Formação de Professores da UFFS

Diretoria de Comunicação

Publicado em: 26 de novembro de 2015 00h11min / Atualizado em: 26 de dezembro de 2015 00h12min

Os dias 25 e 26 foram de intensa mobilização para os representantes da comunidade acadêmica dos cinco campi da UFFS que possuem cursos de licenciatura, bem como para os integrantes da Pró-Reitoria de Graduação e do Programa de Consolidação das Licenciaturas (Prodocência). Nesta segunda etapa da 1ª Conferência das Licenciaturas os participantes avaliaram o conteúdo do texto-base construído em rodadas de discussões que aconteceram nos campi no decorrer de 2015.

A Conferência iniciou na tarde de quarta-feira (25), com a mesa de diálogo “A Base Nacional Comum Curricular e suas Implicações na Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica", com a representante da Secretaria de Educação Básica do MEC, Sandra Zita Silva Tiné.

O restante da programação foi dedicada à leitura, ao debate e a possíveis intervenções no texto-base da Conferência. Reunidos em cinco grupos de trabalho, representantes dos segmentos docente, técnico-administrativo e discente dos campi Chapecó, Erechim, Cerro Largo, Realeza e Laranjeiras do Sul fizeram as considerações que consideraram pertinentes nos temas em questão. Na opinião do diretor de Organização Pedagógica da UFFS, Derlan Trombeta, “este espaço de discussão de avaliação e de debate dos temas que envolvem a docência mostra o compromisso da Instituição no processo de fortalecimento de um projeto que faça diferença para as comunidades regionais, no âmbito da formação dos professores da educação básica”.

Grupos de Trabalho

Na primeira etapa da Conferência foram definidas cinco temáticas básicas que nortearão a construção da Política de Formação de Professores. Nesta segunda etapa, de avaliação do documento-base, os delegados representantes dos três segmentos que fizeram as discussões por tema nos campi reuniram-se para analisar o documento e fazer adequações.

As considerações dos grupos foram apresentadas em plenária para aprovação e encaminhamento para a terceira fase da Conferência. Conforme o pró-reitor de Graduação, João Alfredo Braida, “a ideia é unir o trabalho já realizado nos campi em um documento que reflita a unidade do conjunto dos cursos de licenciatura, envolvendo a comunidade acadêmica e regional neste processo”. Braida salienta ainda que as temáticas serão aprofundadas na terceira etapa multicampi e somente depois serão aprovadas numa plenária final prevista para acontecer em outubro de 2016.

Temáticas discutidas nos GTs:

1) Projetos pedagógicos dos cursos (PPCs) das licenciaturas: inovação pedagógica, perfil do egresso, entre outros aspectos;

2) Política de ingresso/permanência, evasão e retenção: avanços e fragilidades;

3) Quadro docente das licenciaturas: titulação, produção, política e ações de formação continuada dos professores de licenciaturas na UFFS;

4) Gestão pedagógica dos cursos de licenciatura: o papel do Núcleo Docente Estruturante (NDE), dos colegiados e do coordenador do curso;

5) A relação das licenciaturas com a Educação Básica e com a comunidade regional: estágios, Extensão, Formação Continuada, Pesquisa, PIBID, entre outros.