CONSUNI se manifesta a respeito da conjuntura política e econômica do país

Diretoria de Comunicação

Publicado em: 23 de março de 2016 14h03min / Atualizado em: 23 de março de 2016 14h03min

Em reunião extraordinária realizada nesta quarta-feira (23), o Conselho Universitário da Universidade Federal da Fronteira Sul (CONSUNI) aprovou e expediu uma moção demonstrando preocupação frente ao grave quadro de crise política e econômica instaurado no país.

Através da moção o Conselho manifesta receio quanto aos possíveis desdobramentos causados pelo atual cenário, “que ameaçam as bases constitucionais e institucionais da nossa jovem democracia, cuja origem remonta às lutas pela ruptura da ditadura civil-militar, mas que demanda permanente consolidação e aprimoramento, no sentido de reafirmar os direitos civis, políticos e sociais, duramente conquistados pelo povo brasileiro”. O Conselho ainda manifestou repúdio às iniciativas que, de alguma forma, ferem a Constituição Federal, a legislação brasileira e as instituições democráticas.

Segundo o Presidente do Conselho, Reitor da UFFS, Jaime Giolo, o posicionamento do Conselho “está afinado com a trajetória, com os princípios e objetivos da Universidade que buscam sedimentar uma cultura democrática, crítica, pacífica e popular. Além disso, a UFFS, por meio da vontade de seu conselho superior, junta-se às demais universidades brasileiras e outras organizações, entidades e movimentos que também manifestam as mesmas preocupações e defendem projetos semelhantes”, afirma.