CRDH/UFFS promove várias atividades de formação em direitos humanos

Publicado em: 15 de abril de 2015 09h04min / Atualizado em: 10 de janeiro de 2017 16h01min

O Centro de Referência em Direitos Humanos Marcelino Chiarello da UFFS está com uma série de atividades programadas até junho de 2016 envolvendo formação em direitos humanos. No formato de oficinas, palestras, seminários e atendimento individual, o projeto “Ação Educativa em Direitos Humanos” tem como meta capacitar os membros do CRDH/UFFS e lideranças de entidades parceiras, além de ampliar o envolvimento das comunidades em relação ao assunto dos direitos humanos.

As ações serão desenvolvidas em duas frentes. Uma delas com o envolvimento da comunidade acadêmica das instituições de ensino superior e das escolas públicas da redes estadual e municipal de ensino, localizadas na área de abrangência dos seis campi da UFFS. A iniciativa pretende incluir também as comunidades no entorno das unidades escolares e das instituições envolvidas no projeto, como movimentos sociais e sindicatos, especialmente as entidades que já possuem alguma vinculação com a questão dos direitos humanos. As atividades acontecerão nos campi da UFFS ou em locais de interesse das comunidades.

A outra forma de difundir as informações referentes ao tema serão as atividades previstas no projeto de extensão recentemente aprovado pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC). Com carga horária de 65 horas e encontros programados até junho de 2016 (veja programação abaixo), o projeto oferece 50 vagas e vai tratar de vários assuntos, como violência contra a mulher, discriminação racial, intolerância, a questão indígena e outros.

Os interessados em participar dos minicursos podem entrar em contato com o CRDH/UFFS pelo telefone (49) 2049.3135 ou pelo e-mail direitoshumanos@uffs.edu.br, ou ainda pessoalmente na Unidade Bom Pastor do Campus Chapecó (Avenida Fernando Machado, 108E). Os encontros vão acontecer em Chapecó, das 13h às 18h, em locais a serem definidos.

Conforme o coordenador do Centro, Antônio Valmor de Campos, estas atividades de formação estão previstas no convênio firmado com a Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República. “São oportunidades de aproximação com públicos jovens e com coletivos de interesse que têm contato mais direto com as questões de direitos humanos”, entende Campos.

Programação

Dia 12 de maio de 2015

Tema: A criminalização dos movimentos sociais (histórico da criminalização; formas de criminalização; as vítimas dos movimentos; mecanismos para evitar a criminalização)

Dia 19 de junho de 2015

Tema: A educação em direitos humanos na educação formal e não formal (Plano Nacional de Direitos Humanos – estudo e reflexões)

Dia 14 de julho de 2015

Tema: a violência contra a mulher (principais crimes; índices de criminalidade; mecanismos preventivos; organização de redes de apoio)

Dia 12 de agosto de 2015

Tema: A discriminação racial (prática de racismo; cotas raciais; a escravidão no Brasil e no mundo)

Dia 02 de outubro de 2015

Tema: A questão indígena (o aculturamento; as demarcações das terras indígenas; aspectos culturais e impactos na relação com os brancos)

Dia 17 de novembro de 2015

Tema: A intolerância (intolerância religiosa; homofobias; minorias; desenvolvimento da cultura da tolerância)

Dia 23 de fevereiro de 2016

Tema: O Plano Nacional de Direitos Humanos, como subsídio na prevenção da violência (discussão de projetos de educação em direitos humanos nas escolas e instituições)

Dia 29 de março de 2016

Tema: A água potável e acessível: instrumento de consolidação dos direitos humanos (disponibilidade de água; a qualidade da água; o acesso democrático à água potável)

Dia 03 de maio de 2016

Tema: A garantia dos direitos trabalhistas na perspectiva de superação do trabalho escravo e discriminações nas relações de trabalho (histórico dos direitos trabalhistas; evolução e desafios dos direitos trabalhistas; o direito do trabalho na relação com a imigração da mão de obra)

 Dia 15 de junho de 2016

Tema: A qualidade ambiental como garantia dos direitos humanos (agressões ambientais; preservação ambiental; desafios da garantia da qualidade do ambiente para todos)