Matrículas para o Programa de Acesso a Povos Indígenas acontecem dias 27 e 28 de janeiro

Publicado em: 14 de janeiro de 2015 09h01min / Atualizado em: 10 de janeiro de 2017 14h01min

A Universidade Federal da Fronteira Sul prepara mais uma fase do Processo Seletivo Especial do Programa de Acesso e Permanência dos Povos Indígenas (PIN). Os classificados em primeira chamada têm os dias 27 e 28 de janeiro para realizarem as matrículas. O procedimento deverá ser feito pessoalmente, ou por seu procurador, nas Secretarias Acadêmicas dos campi de Chapecó (SC), Erechim (RS), Cerro Largo (RS), Realeza (PR) e Laranjeiras do Sul (PR), no horário das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30.

Os endereços dos campi da UFFS para efetivação da matrícula, bem como os documentos necessários podem ser conferidos no Edital Nº 805/UFFS/2014. Também está disponível o Modelo de Autodeclaração para Matrícula. A Diretoria de Políticas de Graduação da UFFS informa que no caso de não apresentação de qualquer um dos documentos solicitados, o candidato perde o direito à matrícula.

Na mesma oportunidade, depois de efetivarem as matrículas, os estudantes já podem encaminhar junto ao Setor de Assuntos Estudantis (SAE) do campus duas modalidades de auxílios financeiros. Um deles, o Programa Bolsa Permanência – MEC, é destinado exclusivamente a estudantes indígenas. O cadastro pode ser feito pelo endereço http://bolsas.mec.gov.br, com apresentação dos seguintes documentos: Autodeclaração do candidato; Declaração de sua respectiva comunidade sobre sua condição de pertencimento étnico, assinada por pelo menos três lideranças reconhecidas; Declaração da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) que o estudante indígena reside em terras indígenas ou comprovante de residência em comunidade indígena.

O segundo auxílio pode ser solicitado mediante preenchimento de cadastro socioeconômico para comprovação de condição de vulnerabilidade socioeconômica e, assim, concorrer aos auxílios financeiros oferecidos pela UFFS. A documentação necessária para inscrição está disponível na Resolução Nº 001/2011/CONSUNI/CE.

Foram ofertadas, neste primeiro processo seletivo especial para povos indígenas, 82 vagas nos cursos de graduação em cinco campi da UFFS. O processo registrou 183 inscritos e 58 alunos classificados em primeira chamada.

Caso as vagas não sejam preenchidas nesta primeira chamada, uma segunda chamada está prevista para o mês de fevereiro.