UFFS participa de Rondon estadual e se prepara para a Operação Nacional

Publicado em: 13 de março de 2015 09h03min / Atualizado em: 10 de janeiro de 2017 15h01min

Agradecimento. Esse é o sentimento comum aos estudantes da UFFS que participaram da Operação Rio do Peixe, promovida pelo Núcleo Extensionista Rondon, da Universidade do Estado de Santa Catarina, e encerrada em 7 de março.

Durante dez dias, cerca de 225 extensionistas fizeram atividades sociais em áreas como saúde, meio ambiente e cultura, principalmente com crianças, jovens e idosos. Foram realizadas 945 oficinas e atendidas 18 mil pessoas em 11 municípios catarinenses do Meio-Oeste e do Planalto Serrano.

Para o acadêmico de Nutrição, do Campus Realeza, Gelvani Locateli, o Rondon é um desafio. “Não sabemos onde nem com quem estaremos durante a operação. O que sabemos é que daremos o nosso melhor na tentativa de beneficiar uma comunidade. Mas também temos certeza de que seremos transformados, pois é impossível passar pelo Rondon e não ser tocado, modificado pela troca de conhecimentos teóricos e conhecimento de vida. Aprendemos muito mais do que ensinamos”, aponta. “O Rondon é como um abraço, dar e receber são simultâneos”.

Já Alice Ribeiro Dionizio, estudante do curso de Letras do Campus Chapecó, diz que a maior lição foi aprender o verdadeiro significado do verbo doar. “Doar-se. Pelos companheiros de operação, pela comunidade. Percebi que doar-se é encontrar o que há de si mesmo no outro. É permitir-se viver e, principalmente, é doar-se à troca: de repassar os conhecimentos adquiridos na faculdade às pessoas, na vida real”, afirma.

“Terminamos a operação completamente realizados e agradecidos. Retornei para casa com a bagagem muito maior, cheia de amor, afeto, amizades e, principalmente, humanidade. O Rondon agora faz parte da minha vida”, é o que conta a estudante de Engenharia Ambiental do Campus Chapecó, Cristina Winkelmann.

A Operação Rio do Peixe beneficiou as populações de Abdon Batista, Arroio Trinta, Curitibanos, Fraiburgo, Frei Rogério, Lebon Régis, Monte Carlo, Salto Veloso, São Cristóvão do Sul, Vargem e Zortéa. A participação no Rondon, na UFFS, é vinculada ao Programa de Iniciação em atividades de Extensão. Para a Operação Rio do Peixe foram selecionados 18 acadêmicos dos campi Cerro Largo, Chapecó, Erechim e Realeza. Também participaram o professor Clóvis Schmitt Souza, do Campus Erechim, e Ellen Bernardi, servidora técnico-administrativa do Campus Laranjeiras do Sul.

 

Rondon Nacional

Quem tem interesse de conhecer a vivência rondonista terá nova oportunidade neste ano. A UFFS participa, pela primeira vez, do Rondon Nacional. A operação Itacaiúnas contemplará quatro municípios do Estado do Tocantins e 11 municípios do Estado do Pará e ocorrerá no período de 17 de julho a 2 de agosto.

A professora do Campus Laranjeiras do Sul, Aline Pomari Fernandes, que coordenará o projeto da UFFS na operação, fala sobre a expectativa para a operação de julho. “Acredito que o projeto Rondon é uma formação ímpar para os acadêmicos e professores que dele participam. Estou muito feliz e ansiosa pela aprovação e concretização do projeto em nossa Universidade. São muitas as expectativas que permeiam esse processo, focadas principalmente no diálogo entre a formação dos integrantes e o auxílio prestado à comunidade que será assistida”, conta.

“Espero que o projeto possa propiciar a nós, futuros rondonistas, conhecer uma parte do nosso país e das pessoas que ali habitam. Conhecimento que será norteado pela participação da realidade e cultura de um novo lugar aliado ao diálogo de saberes durante os trabalhos realizados. É muito importante que nossos acadêmicos tenham a oportunidade de viajar, de conhecer um pouco mais do nosso país, das suas realidades e, principalmente, de transpor diferentes obstáculos com o objetivo principal de auxiliar, profissionalmente, uma comunidade”, finaliza.

A UFFS participa da Operação Itacaiúnas – Conjunto B a ser desenvolvida no município de Xinguara, no Pará. Em breve deve ser publicado edital para seleção dos rondonistas para a operação.