UFFS tem projeto aprovado em edital do CNPq



Publicado em: 09 de novembro de 2010 08h11min / Atualizado em: 20 de março de 2017 10h03min

O projeto “Políticas linguísticas e identidade cultural: representações de língua na região de abrangência da UFFS-Chapecó/SC” foi aprovado no Edital Universal do Conselho Nacional de Desenvlvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A proposta, da professora Angela Stübe, enquadrada na Faixa A de financiamento, prevê até R$ 20 mil para custeio e para capital (como a aquisição de livros).

“Ele tem como característica ser um projeto pautado na interlocução entre pesquisadores da Instituição de Ensino Superior (IES) e os profissionais da educação no ensino básico”, afirma a professora. Para isso, tem como objetivo principal analisar representações de línguas que emergem em narrativas de professres e de alunos em escolas públicas na região de abrangência da UFFS – Chapecó, para, então, discutir as consequências ao ensino.

O trabalho de coleta das informações será feito através de com entrevistas com os professores e de questionários semi-estruturados com os alunos. Também serão utilizados documentos sobre políticas linguísticas instituídas, que produzem efeitos no imaginário sobre línguas.

Dois alunos, por enquanto voluntários, devem fazer parte do desenvolvimento da pesquisa. Eles estão sendo selecionados para a participação no estudo. Mas, de acordo com Angela, a pretensão é submeter o projeto a editais de bolsa de iniciação científica no próximo ano, buscando bolsas também aos alunos participantes.

O cronograma de trabalho da pesquisa tem previsão de dois anos de atividades, com início a partir da data de aprovação no edital do CNPq.

Sobre o Edital Universal

O edital do CNPq selecionava propostas para apoio financeiro a projetos que visassem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do país, em qualquer área do conhecimento.

Foram quatro fases de julgamento desde a submissão dos projetos, em maio de 2010. Os recursos do edital deste ano chegam a R$ 120 milhões.