Encontro discute mídias e bibliotecas com professores da rede pública no Campus Erechim

Publicado em: 27 de março de 2013 13h03min / Atualizado em: 06 de janeiro de 2017 09h01min

Debates, oficinas e experimentação cênica. Essa foi a programação de um encontro voltado a professores do Ensino Fundamental e Médio da rede pública, promovido no último sábado (23) pelo projeto de extensão “Formação de professores para mídias e bibliotecas: diálogos pela educação do Ensino Médio na rede pública de Erechim/RS”. Cerca de 50 pessoas participaram da atividade, durante todo o dia, na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim.

Conforme a coordenadora do projeto de extensão, professora Helena de Moraes Fernandes, a partir dos trabalhos dos ministrantes das oficinas de “Rádio e Jornal na Sala de Aula”, “Informática e Pesquisa” e “Bibliotecas e Livros” os educadores participantes puderam se atualizar e contribuir com questionamentos, relatos e reflexões sobre educação e novas tecnologias, no contexto do seu trabalho cotidiano. O fechamento da atividade aconteceu com a apresentação de uma experimentação cênica baseada na peça “Computa, Computador, Computa”, de Millôr Fernandes.

“A apresentação teatral seguida de debate foi bastante produtiva e reveladora: vários dos participantes expressaram que se reconheceram nas personagens e que isso possibilitou momentos de conscientização muito importantes”, afirma Helena. O elenco da experimentação cênica é formado por estudantes e professores da UFFS – Campus Erechim: Janniny Kierniew, Gerson Fraga, Clarissa Degerone e Fabíola Pezenatto, com a colaboração da produtora cultural Elisiane Quevedo.

Para a professora de História, Maribel Haas de Toledo, o encontro teve como objetivo transparecer a preparação precisa para utilização das mídias na educação. “O ato foi creditado de forma positiva, levando ao fato de estarmos vivenciando um período 'auge' dentro da mídia, com todo o suporte de difusão de informação envoltos no conjunto pedagógico”, afirmou.

O Mibli

O Projeto de Extensão “Formação de professores para mídias e bibliotecas (Mibli)” já desenvolveu uma série de ações, entre as quais visitas às escolas Haidée Tedesco Reali, Sidney Guerra e José Bonifácio, onde foram conhecidas as bibliotecas e estabelecido um diálogo com professores e gestores.

Outras ações em andamento são o planejamento de um programa radiofônico, a produção de artigo científico e a elaboração de apostilas didáticas a serem entregues gratuitamente às bibliotecas das escolas participantes. O projeto conta com a colaboração de docentes, estudantes e técnico-administrativos da UFFS – Campus Erechim e da 15ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE).