Iniciam aulas da especialização em Teorias Linguísticas Contemporâneas no Campus Erechim

Publicado em: 29 de abril de 2013 13h04min / Atualizado em: 06 de janeiro de 2017 09h01min

A primeira pós-graduação Lato Sensu da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Erechim, na área de Letras, começou com um diferencial: a presença de uma intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em sala de aula. Isso porque a turma de 22 estudantes, que teve a primeira aula da especialização em Teorias Linguísticas Contemporâneas na última sexta-feira (26), conta com um aluno surdo, o primeiro a integrar o corpo de discentes da UFFS – Campus Erechim.

Amauri Muller, que é de Erechim, tem o auxílio da intérprete Carmen de Oliveira para acompanhar as aulas. Formado em Pedagogia, ele diz que ingressou na especialização porque tem como objetivo melhorar a sua formação e pretende continuar os estudos após a conclusão da pós-graduação Lato Sensu.

Durante o primeiro encontro da especialização, servidores da UFFS – Campus Erechim que estão participando de um curso de capacitação em Libras fizeram a apresentação de uma música. As capacitações nessa área são recorrentes na instituição.

Organização

A primeira aula da especialização em Teorias Linguísticas Contemporâneas foi ministrada pelo coordenador do curso, Atílio Butturi Júnior, dentro da disciplina de Linguística Geral. “Esta pós-graduação tem um diferencial, que é a colaboração de vários professores de outras instituições, além dos da UFFS. São professores de diversas áreas dentro da Linguística”, explica o coordenador. Segundo ele, há uma procura muito grande pela área de Letras na região, o que se refletiu no número de inscritos para a seleção da pós-graduação.

A previsão é que o curso encerre em agosto de 2014. As especializações oferecidas na UFFS são gratuitas.