Trabalhos de acadêmicos do Campus Erechim são premiados no 12º Fórum FAPA

Publicado em: 09 de dezembro de 2013 13h12min / Atualizado em: 06 de janeiro de 2017 12h01min

Cerca de 30 estudantes dos cursos de graduação em Pedagogia e História e da especialização em Processos Pedagógicos na Educação Básica representaram o Campus Erechim na décima segunda edição do Fórum FAPA (Faculdade Porto-Alegrense), em Porto Alegre/RS, que teve com tema “Conhecimento Movendo o Mundo”.

 Dentre os trabalhos apresentados pelos estudantes do Campus Erechim, dez estão vinculados às disciplinas de Literatura Infanto-Juvenil e Ensino de Língua Portuguesa, ministradas pela professora Zoraia Aguiar Bittencourt no curso de Pedagogia. Segundo a professora, “os trabalhos são resultado de pesquisas de campo que tiveram por objetivo aproximar as leituras realizadas em sala de aula e as práticas colocadas em circulação nas escolas da região do Alto Uruguai gaúcho em relação ao trabalho com língua materna na Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental”.

O trabalho intitulado “Biblioteca e sua relação com as práticas de leitura”, de autoria das acadêmicas do sexto semestre de Pedagogia, Alíssia Barberini, Patrícia Bernstein e Cândida Chiaparini, foi premiado com Menção Honrosa. “Ficamos muito orgulhosos de ver estudantes de graduação participando de eventos científicos e sendo premiados com pesquisas que vêm realizando a partir do trabalho proposto em nossas salas de aula aqui da UFFS”, destaca Zoraia.

Outro trabalho premiado, desta vez com Distinção, foi “Política de educação integral no Brasil: uma análise dos discursos do Programa Mais Educação", de autoria das acadêmicas do curso de História, Carla Barros e Rosane Ploia. Carla também é bolsista de iniciação científica do projeto “A educação integral na perspectiva crianças: um estudo etnográfico na Educação Infantil" e Rosane, bolsista do projeto de extensão "Educação Infantil - Múltiplos Letramentos", ambos coordenados pelo professor Rodrigo Saballa de Carvalho.

“Proporcionar aos nossos estudantes a participação em eventos acadêmicos possibilita que eles vivenciem experiências que constituirão a sua formação como professores pesquisadores, o que também contribui para que tenhamos práticas mais críticas e produtivas em nossas escolas”, finaliza Zoraia.

O evento foi realizado nos dias 23 e 30 de novembro e sete de dezembro.