Vida e obra de Maurício Tragtenberg serão temas de evento promovido pelo GPASE no Campus Erechim

Publicado em: 06 de outubro de 2016 13h10min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 08h01min

O Grupo de Pesquisa Anticapitalismo e Sociabilidades Emergentes (Gpase) da UFFS – Campus Erechim promoverá, na próxima segunda-feira (10), a palestra “A obra-trajeto de Maurício Tragtenberg: sua crítica ao capitalismo e à exploração”. Para falar sobre o pedagogo e sociólogo nascido na cidade de Getúlio Vargas, autor do campo da educação libertária e anarquismo, foram convidadas a professora da Universidade de São Paulo (USP), Doris Accioly e Silva, a professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Lucila Romano Tragtenberg, e a esposa de Tragtenberg, Beatriz Tragtenberg.

A atividade será realizada no Auditório do Bloco de Professores, a partir das 19h30, e é aberta a todos os interessados. Não há necessidade de inscrição prévia.

Sobre Maurício Tragtenberg

Considerado como um dos mais importantes sociólogos brasileiros, sua formação começou como autodidata vindo posteriormente a obter o título de doutor pela USP. Lecionou em universidades como USP, PUC-SP, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP), mantida pela Fundação Getúlio Vargas.

Sua obra inclui 8 livros, além de inúmeros artigos publicados em revistas e jornais de grande circulação no país, abrangendo diversos assuntos como educação, política, sociologia, história e administração. Dentre as suas obras mais conhecidas estão “Administração, poder e ideologia” e “A Revolução Russa”. Tragtenberg faleceu no ano de 1998.