Atividades culturais marcam 2º aniversário da UFFS

Publicado em: 19 de setembro de 2011 13h09min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 08h01min

O aniversário de 2 anos de criação da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Erechim foi marcado por uma intensa e diversificada programação cultural. Durante uma semana, de 12 a 16 de setembro, foram realizadas oficinas, concurso de produção textual, apresentações artístico-culturais e mostra de talentos internos.

As oficinas de dança de salão, fotografia, canto, teatro e sensibilidade social foram ministradas por voluntários da comunidade regional e professores da UFFS, como o foi o caso do professor e coordenador do curso de Engenharia Ambiental e Energias Renováveis, Anderson A. Genro Alves Ribeiro, que ministrou a oficina de dança de salão Esto es salsa, son y rumba. Para o professor, a formação acadêmica vai além das atividades de sala de aula. “As experiências culturais e de integração também são formadoras. Neste espírito, promover e participar destes momentos é gratificante. Foi uma experiência ótima e espero realizar outras”, afirmou.

Foi também realizado o concurso de produção textual “A Minha História na UFFS”, onde os estudantes puderam expressar como suas vidas se relacionam com a UFFS. O texto vencedor é da estudante do curso de Arquitetura e Urbanismo, Elisete Verginia De Toni.

Os talentos internos também foram valorizados. Docentes e estudantes puderam apresentar, para toda a comunidade acadêmica, suas habilidades artísticas. Um exemplo disso foi a estudante de Licenciatura em Ciências Sociais, Sônia Tussi, que fez uma exposição de telas. “Expor minhas obras na semana em que a UFFS comemora seu segundo aniversário, me causou grande emoção, tanto pelo espaço de expressão cultural que me foi disponibilizado quanto pela valorização do meu trabalho como artista plástica”, destacou a acadêmica. Também fizeram parte da programação apresentações do Coral Juvenil Municipal e o Coral Acorde.

Segundo o diretor do Campus Erechim, Ilton Benoni da Silva, a ênfase que a UFFS vem dando às atividades artístico-culturais tem por objetivo criar motivação e desafios para que a formação acadêmica não se dê apenas através do ensino, da pesquisa e da extensão, mas também pela via cultural.