Calouros da UFFS - Campus Erechim têm encontro com reitoria

Publicado em: 11 de abril de 2012 13h04min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 11h01min

Nesta terça-feira (10), reitor, pró-reitores e diretores da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) estiveram no Campus Erechim para encontro de acolhida aos calouros. O objetivo da atividade foi mostrar aos estudantes ingressantes em 2012 um panorama institucional, deixando-os a par das possibilidades futuras e do que, de fato, a instituição construiu até agora em termos de ensino, pesquisa, extensão e assistência estudantil.

Foram três encontros distribuídos nos turnos da manhã e da noite para poder atender a todos os calouros. O diretor do Campus Erechim, Ilton Benoni da Silva, saudou a todos destacando que “apesar dos calouros já terem sido acolhidos por professores, coordenadores e demais servidores, o Campus fez questão de realizar uma acolhida por aqueles que atualmente coordenam os trabalhos e respondem pela instituição, para que assim os novos estudantes possam se inserir de forma qualificada na UFFS ao conhecerem pessoas e instâncias com quem precisam interagir”.

O reitor, Jaime Giolo, fez questão de destacar que a grande novidade que a UFFS está apresentando para o Brasil é a operacionalização do princípio real de democratização da educação superior pública federal. “O processo de seleção da UFFS, que garante que 98% dos nosso estudantes venham da escola pública, em hipótese alguma, expressa qualquer tipo de preconceito ou rejeição à escola privada, mas sim busca alargar os caminhos pelos quais os jovens, provindos dos segmentos sociais que realizam a sua formação em escola pública, possam ter acesso amplo ao ensino superior público”, explicou o reitor.

O ex-reitor da UFFS, professor Dilvo Ristoff, de passagem pela cidade de Erechim, foi convidado a participar da acolhida aos acadêmicos do curso diurno. “O dia 29 de março de 2010 foi o mais feliz da minha vida quando, às 8 da manhã, passei pelo Campus Chapecó e vi as salas de aula cheias de estudantes e professores. Ali tínhamos uma comunidade acadêmica constituída que começava a criar suas próprias demandas e cuidar do seu próprio destino”, lembrou Dilvo.

Também estiverem presentes aos encontros o pró-reitor de Extensão e Cultura, Geraldo Ceni Coelho, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Joviles Trevisol, a diretora de Pesquisa, Maria Helena Cordeiro, o diretor de Assuntos Estudantis, Maurício Fernando Bozatski e, representando a Diretoria de Políticas de Graduação, Diego Palmeira Rodrigues, além do coordenador acadêmico, Luís Fernando Santos Corrêa da Silva, e coordenador administrativo, Dirceu Benincá, do Campus Erechim.