Projeto Comunica incentiva produção textual

Publicado em: 01 de setembro de 2011 13h09min / Atualizado em: 05 de janeiro de 2017 08h01min

Desde de o mês de março, o dia a dia do Campus Erechim da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) vem sendo registrado através do projeto de extensão “Comunica”. Trata-se de um laboratório de produção textual que oferece a estudantes de graduação da UFFS a oportunidade para desenvolverem suas habilidades e competências na escrita de textos.

 O projeto é organizado e orientado por professores da área de letras do campus e conta com sete acadêmicos, entre bolsistas e voluntários, dos cursos de Filosofia, Geografia e Engenharia Ambiental e Energias Renováveis. O coordenador do projeto, Atilio Butturi Jr., afirmou que uma das exigências do ensino superior, independentemente da área de formação do sujeito, é o desenvolvimento de habilidades e competências relativas à produção textual.

Os textos produzidos são postados nos blogs do projeto Comunica e tratam sobre a vida universitária do campus Erechim. Segundo a professora colaboradora do projeto, Alessandra Ávila Martins, os estudantes procuram registrar todos os eventos e fatos importantes da e para a universidade, promovendo assim a sua difusão, socialização e democratização junto às comunidades interna e externa.

“O projeto permite que os estudantes tenham contato com diferentes gêneros do discurso. Além de produzirem textos como notícias e entrevistas, eles leem textos de outros gêneros textuais para respaldarem suas produções”, explicou a também professora colaboradora, Ani Carla Marcehsan

Desde o início das atividades, a experiência tem mostrado que o projeto, além de colaborar para a formação acadêmica, proporcionando o desenvolvimento das competências e habilidades na produção textual, também possibilita aos acadêmicos envolvidos tornarem-se cidadãos mais críticos. “A produção textual da esfera jornalística do projeto Comunica tem me ajudado tanto na produção e interpretação de trabalhos acadêmicos quanto em minha vida pessoal a partir do momento que amplia meus horizontes e minha forma de ver, interpretar e compreender o mundo”, afirmou a bolsista do projeto e acadêmica do curso de Licenciatura em Geografia, Seli Teresinha Leite.

Outro resultado positivo do projeto se estende à comunidade em geral, uma vez que colabora com a democratização das informações do meio universitário, fazendo com que toda a sociedade possa se inteirar do cotidiano da UFFS. Os textos produzidos podem ser conferidos nos blogs http://comunicaerechim.blogspot.com ehttp://comunicauffs.blogspot.com.