Acadêmicos de Ciências Econômicas do Campus Laranjeiras do Sul apresentam projetos inovadores

Publicado em: 21 de julho de 2014 08h07min / Atualizado em: 19 de janeiro de 2017 09h01min

Na última quarta-feira (16), alunos da 7ª fase do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul apresentaram projetos com ideias de produtos e serviços inovadores para a região. Foram três os projetos apresentados: cachaça orgânica de guabiroba, clube de desconto da UFFS e um modelo de referência para criação de grupos de compras coletivas. Na próxima quarta-feira (23), mais projetos serão apresentados, às 19h, no auditório do Bloco A do Campus Laranjeiras do Sul. A apresentação é aberta a toda a comunidade.

A atividade está relacionada à disciplina “Pesquisa Mercadológica e Desenvolvimento de Produtos”, ministrada pelo professor Tiago da Costa. “Essa disciplina foi formatada desde o primeiro momento para valorizar a prática. Desde a primeira aula, os alunos já estavam envolvidos em um projeto prático, de criação de uma ideia que fosse inovadora para a região. Em torno disso, eles fizeram uma pesquisa de mercado, com público-alvo, cercaram-se de informações diversas e depois começaram a trabalhar efetivamente no desenvolvimento da ideia”, explica o professor Costa.

Os trabalhos dos acadêmicos são avaliados por uma banca de professores. Participam das bancas os docentes Janete Stoffel, Rafael Stefenon, Álvaro de Oliveira Borges Filho e Rubens Fey.

“O objetivo da banca é contribuir para que o projeto ganhe de fato a possibilidade de ser implementado. A gente vai dar uma visão diferente para o projeto, mais técnica, porque a criatividade os alunos já têm. São todas ideias sensacionais, com potencial muito grande para se converterem em projetos efetivos e práticos. Esse vínculo entre a academia e o mundo profissional é uma iniciativa que consolida e intensifica esse processo”, opina o professor Stefenon.

Clube de Descontos

“Nosso projeto inclui dois públicos-alvo: um seria os estudantes, professores, servidores e terceirizados; e o outro, os empresários de Laranjeiras do Sul”, informa o aluno Pedro Richeta, que, junto com seus colegas Arildo Pirolla e Lizabeli Tomacheski, criaram a ideia do Clube de Descontos da UFFS.

A comunidade acadêmica do Campus Laranjeiras do Sul poderia utilizar uma carteirinha para obter descontos no comércio local. “Ainda veremos a porcentagem de desconto que as empresas vão oferecer e queremos abranger vários segmentos do comércio”, conta Richeta.

Os dados levantados pela pesquisa de mercado animaram o grupo. “Nossa pesquisa teve 97% de aceitação”, comemora o aluno.

Compras Coletivas

Os estudantes Glaucia Keli Back, Adriane Thais Walczinski, Cibele de Freitas e Renata Scandolara se inspiraram no grupo de Compras Coletivas de Orgânicos da UFFS – uma iniciativa do Grupo de Estudos e Extensão em Comercialização e Agroecologia (Geeca) – para elaborar seu projeto: um modelo de referência para criação de grupos de compras coletivas. O objetivo dos acadêmicos é que seu projeto possa servir a qualquer grupo de compras coletivas, seja de bens ou serviços.

“Nossa intenção é montar uma plataforma explicando como se dá desde o início do grupo de compras coletivas e toda a viabilidade para que isso dê certo”, explica Adriane Thais.

Cachaça de guabiroba

Os acadêmicos Seann Avelino Lemos, Jéssica Rocha Tinelli, Osvaldino Viana Giteski Júnior, Izaias dos Santos Sirigalli apresentaram o projeto de uma cachaça orgânica de guabiroba. “A gente escolheu esse produto pela guabiroba ser um fruto nativo da região. A princípio nossa ideia era fazer uma cachaça para degustação (não para consumo em bares), para agregar valor. Mas, como a gente fez uma pesquisa de mercado e viu que isso não seria possível monetariamente porque nosso público-alvo não estava disposto a pagar tão mais caro por este produto, adaptamos a ideia”, conta Jéssica.

Os estudantes fizeram um protótipo da cachaça utilizando laranja. “A gente não pôde utilizar a guabiroba porque ela não dá no inverno. Mas em novembro, que é o tempo de colheita da guabiroba, vamos tentar fazer uma cachaça com a fruta”, explica a aluna.

Outros projetos

Na próxima quarta-feira (23)  serão apresentados os projetos “Queijo Orgânico Diferenciado” e “Consultora Júnior do Curso de Ciências Econômicas”.