UFFS e Conselho Municipal de Saúde de Realeza ofertam capacitação sobre Controle Social da Saúde
Aulas iniciaram na noite desta quarta-feira (18) e contam com aproximadamente 20 participantes

Assessoria de Comunicação do Campus Realeza

Publicado em: 20 de outubro de 2017 09h10min / Atualizado em: 20 de outubro de 2017 10h10min

Para fomentar a participação da sociedade no Controle Social da Saúde, a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Realeza e o Conselho Municipal de Saúde de Realeza estão ofertando um curso de capacitação. As aulas iniciaram na noite desta quarta-feira (18), na Casa da Cultura de Realeza. Aproximadamente 20 pessoas participam do curso.

A atividade é desenvolvida por meio de um projeto de Extensão que busca fomentar a reflexão crítica sobre a realidade da saúde no município, além de orientar os conselheiros sobre os instrumentos de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). "O Controle Social nada mais é do que a participação da população na formação de políticas públicas para a Saúde, fiscalizando as ações e verificando o cumprimento das leis relacionadas ao SUS. A população de forma organizada tem como colocar suas demandas e ter seus anseios atendidos", destacou a coordenadora do projeto, professora Amélia Dreyer Machado.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde de Realeza, Carme Cerutti, falou sobre a importância do curso de formação: "A capacitação deverá contribuir para melhorar a participação popular. Nesse sentido, a UFFS, que também integra o Conselho, veio nos auxiliar nessa tarefa. Esse conhecimento é fundamental para termos um Sistema de Saúde que esteja preocupado em atender as necessidades da população", destacou.

O curso de formação para o Controle Social na Saúde foi divido em seis encontros. Neles serão abordados os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde e sua situação na atualidade, a história da saúde pública no Brasil, as redes de atenção à saúde, bem como a gestão do controle social na saúde.