Projeto de extensão “Horta escolar” de Laranjeiras do Sul colabora com iniciativa do governo federal

Publicado em: 13 de maio de 2014 08h05min / Atualizado em: 19 de janeiro de 2017 10h01min

O projeto de extensão “Horta escolar: ambiente de interação, aprendizagem e saúde alimentar” da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Laranjeiras do Sul participa de um projeto do governo federal intitulado “Educando com a Horta Escolar e Gastronomia”, o qual será realizado ao longo deste ano em Laranjeiras do Sul pela prefeitura. A abertura deste projeto aconteceu na última quinta-feira (8) e contou com a participação de professores da rede pública e autoridades do município. A UFFS foi representada pelos professores Rubens Fey e Priscila Ribeiro Ferreira.

O projeto de extensão “Horta escolar: ambiente de interação, aprendizagem e saúde alimentar”, coordenado pelo professor Fey, irá contribuir com o projeto do governo federal nos eixos de horta, meio ambiente e educação.

“A construção de uma horta escolar é relativamente fácil, mas para isso ela deve ser feita seguindo, na ordem, as sete etapas fundamentais para o sucesso de qualquer horta: 1° escolha e limpeza de local; 2° planejamento dos canteiros; 3° formação dos canteiros; 4° adubação/correção do solo; 5° plantio de mudas e sementes; 6° cobertura do solo; e 7° irrigação” – explica o professor Fey.

A equipe que auxiliará na construção das hortas é composta por nove acadêmicos e quatro professores da UFFS – Campus Laranjeiras do Sul, dos cursos de Agronomia e Interdisciplinar em Educação no Campo – Licenciatura.

“É importante transformar os conhecimentos da horta escolar em conteúdos educativos para serem trabalhados em sala de aula, e esse desafio é maior ainda quando falamos de creches em que os alunos ainda são muitos pequenos. Porém, os conteúdos retirados da horta podem ser na forma de desenhos, pinturas e em tudo que for acessível a uma criança dessa fase”, exemplifica a professora Priscila.

Os professores da rede pública estão animados com o projeto e dimensionam a sua importância. “O projeto é importantíssimo pedagógica e socialmente para a nossa região. Ele vai despertar nos alunos a curiosidade sobre o que é uma horta e como aprender através dela, e vai também recuperar costumes e tradições antigas, como as plantas medicinais, o que é muito bom para todos”, afirma Claudiomiro Mendes, professor da Escola Municipal Aluísio Maier.