Perfil do Egresso


Perfil do Egresso

O Curso de Graduação em Administração do Campus Cerro Largo-RS prima por desenvolver atitudes, habilidades e competências baseadas na formação do profissional-administrador empreendedor voltado para o desenvolvimento rural e a gestão agroindustrial, através de sólida base teórica construída durante sua formação.

O profissional egresso revela um perfil pautado nas seguintes competências: competência para aprender a conhecer, competência para aprender a fazer, competência para conviver, competência para ser e competência para aprender a comunicar.

Essas competências darão suporte à inserção dos egressos no mercado de trabalho, não apenas como mais um profissional, mas, sim, enquanto pessoa capaz de contribuir com o desenvolvimento do contexto onde está inserido.

A formação acadêmica do curso dará condições para que os egressos exerçam suas profissões pautadas na:

- capacidade de pensar estrategicamente, definindo e solucionando problemas através da tomada de decisão;

- capacidade de comunicar-se e expressar-se e de relacionar-se em diferentes níveis de socialização (intergrupos, intragrupos, organizações);

- capacidade de reflexão sobre os processos e as funções administrativas;

- capacidade de raciocínio lógico, crítico e analítico, atuando em diferentes contextos organizacionais;

- capacidade de iniciativa e criatividade, para aprender;

- capacidade de conscientização sobre as implicações éticas da profissão;

- capacidade de desenvolver e transferir conhecimentos da vida e da experiência cotidianas para o ambiente de trabalho e seu campo de atuação profissional

- capacidade de adaptação a diferentes organizações, modelos e/ou políticas;

- capacidade para elaboração, implementação e consolidação de projetos em organizações;

- capacidade para realizar consultoria em gestão e administração, pareceres e perícias administrativas, gerenciais, organizacionais, estratégicos e operacionais;

- capacidade para atuar como um agente de mudança e de inovação no meio rural e em especial, nas cadeias produtivas agroindustriais;

- capacidade de gerar e consolidar empreendimentos ligados à agricultura familiar;

- capacidade de cooperação com os demais profissionais com vistas a fomentar projetos que visem ao desenvolvimento regional.